sexta-feira, 25 de maio de 2018

Quando banqueiro rima com caminhoneiro



2ª Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


Como já consegue parar os grandes centros urbanos, com bloqueios e carreatas, o negócio ganha adesão popular e anima a massa para outros protestos. Assim, a situação foge ao controle dos seus ideólogos e radicaliza (ainda mais) o processo político. Se isso é bom ou ruim é o tempo que dirá... O fato é que donos de postos de gasolina espertalhões faturaram alto em cima do bolso dos motoristas desesperados por combustíveis...

Um paradoxo chama atenção. A crise brasileira parece fabricada pelos banqueiros que comandam nosso Capimunismo rentista. Notem que o descontrole cambial coincidiu com a pressão violenta dos banqueiros, nos bastidores, contra a redução da taxa de juros. Aliás, o rentismo reacionário deseja que os juros voltem a subir. Os maiores bancos já precificam a taxa Selic a 9 ou 10% a partir do começo de janeiro de 2019, já com o Brasil sob a gestão de um novo marionete na Presidência da República, legitimado pela dedada na urna eletrônica fraudável e sem direito a conferência de voto.

A greve dos caminhoneiros, agora, representa uma oportunidade ímpar para os banqueiros. Eles desejam que seja criada uma inflação artificial para forçar o Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil a voltar a subir os juros básicos da economia. A falta de produtos, em função da quebra na cadeia de distribuição, forçará um aumento “natural”  e especulativo dos preços. Quando se combina isto com a alta do dólar, encarecendo insumos, e dos custos com commodities (como milho e soja), o cenário fica perfeito para a inflacionada. É nesta hora que ocorre o abraço de tamanduá entre os interesses de banqueiros e líderes sindicais em meio a um ambiente de vôo de galinha econômica que não acontece... Fica só na ameaça ou na falsa promessa...

Os banqueiros estão amando essa conjuntura de estagflação. Economia parada e produzindo inflação é o inferno no céu para o rentismo. Qualquer dona de casa verifica, na prática, que nosso índice de inflação oficial é uma mentira muito convenientemente manipulada. A perda do poder de compra do irreal Real é muito maior, com as constantes subidas de preços malandramente tirados fora do percentual final de “inflação”.

Vale repetir: A paralisação dos caminhoneiros só confirmou a fragilidade estrutural do Brasil com previsão de crescimentozinho para 2018. A greve vai acabar em algum momento, porém a falha do modelo capimunista rentista não tem previsão de conserto. Só os banqueiros fazem a festa por aqui, com juros ainda altíssimos e toda dificuldade para quem precisa realmente de crédito. O governo gasta, desperdiça ou rouba a sociedade com impostos fora da realidade produtiva. O resto que se exploda (ou outra rima mais popular)...

Ainda estamos muito distantes de um caos tipo Venezuela, mas a bagunça e a radicalização dos extremos políticos ganham força e vigor... Nada de anormal em um País de mentalidade autoritária e fascista como o nosso...

Emergência

A Prefeitura de São Paulo decretou estado de emergência em função da falta de combustível – que prejudica e já impede a circulação normal de ônibus.

Curiosamente, na manhã de sexta-feira (dia em que engarrafamentos gigantescos são rotina), o trânsito na cidade está calmo, parecendo um feriado forçado, com muita gente fazendo “home office” (trabalho em casa)...

As únicas retenções são causadas por um protesto de motoristas de vans (peruas) escolares – que parecem estar de tanque e de saco cheio para fazer protestos, pegando carona na greve dos caminhoneiros, que paralisa as estradas e o Rodoanel que cerca a região metropolitana de São Paulo.

A Eletropaulo já informou que não tem combustível nos caminhões para fazer a manutenção na rede elétrica, o que pode causas transtornos de faltas pontuais de energia, sem condições de reparo...

A PM informa que tem combustível em seus carros...





Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 25 de Maio de 2018.

4 comentários:

jomabastos disse...

Afinal o Alerta Total é a favor da paragem dos caminhoneiros - contra o alto preço dos combustíveis - ou não?
O Povo brasileiro deveria aproveitar a carona e fazer uma manifestação geral contra o governo deste país, mas não o fazem, gostam de estar subordinados à corrupção, à violência e à desgovernação.
Em um país normal, em que a democracia funcionasse, o governo já havia caído, o legislativo já estava fora, o STF já havia sido extinto nos termos em que trabalha e a corrupção já estaria a ser julgada nos tribunais de primeira instância.
Mas como estamos em um país anormal, a corrupção, a violência, o comunismo e a ditadura são quem têm a última palavra.

Vitálio Bondarczuk disse...

Os governos do PT manipularam o preço dos combustíveis para controlar a inflação. Agora neste governo que prolonga e mantém o estamento político/econômico/social, elevou o preço dos combustíveis nas nuvens, precisa ser radicalmente confrontado e questionado, para justificar a festejada inflação baixa, escancaradamente também manipulada, como o artigo expõe.

Anônimo disse...

Sim, os banqueiros desse sistema bancário reduzido, sem concorrência, funcionando cartelizadamente, rindo da cara de quem quer ou pensa empreender e viver bem.
Ainda na sequência vem um "banqueiro" ou melhor dizendo,um pau mandado de banqueiros i internacionais querendo chegar à presidência da república. Isso só seria possível em um país leniente e não sério.
Leo Santos.'.

Anônimo disse...

NÃO É A PRIMEIRA VEZ NÃO... NA DÉCADA DE 40 AS FILAS DO TRIGO PARA FAZER PÃO, NA DÉCADA DE 60 NA FILA DA CARNE ATÉ O SÓL RAIAR PARA VENDER O SEU LUGAR, 70 ERA O LEITE E O FEIJÃO, EM 80 O DESABASTECIMENTO FOI GERAL DE SUPÉRFULOS ATÉ A CERVEJA,O POVO É BURRO E BESTA, A MAÇONARIA SEMPRE FEZ DELE O QUE BEM QUIS, DO TABACO E A BEBIDA DAS DRÓGAS ATÉ OS PETES SHOPING, NÃO VI UM BUZINAÇO E NEM UM PALENAÇO DOS FDPS DA MAÇONARIA E O CORNO DO SKAF COM O PATO, FFAA,JUDICIARIO, MAÇONARIA,QUEM VAI POR FIM NESSA MAFIA MALDITA, OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS COM O CABIDÃO DE INCOMPETENTES, O JUDICIARIO E AS FFAA PAGANDO DE SANTO E O POVO BURRO ACABARÁ PAGANDO O QUANTO QUEREM DE IMPOSTO, AGIO, PROPINA TUDO PARA AGRADAR A BODAIADA...