terça-feira, 22 de maio de 2018

Terremoto e Vulcão



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Felizmente nunca estive em terremoto. Quem já os presenciou diz que poucos minutos parecem uma eternidade.

Já vulcões, os vi em atividade; a uma distância prudente.

Dizem os bem informados que em breve teremos a delaCão de um tal de OK moto que provocará estragos igual a um terremoto.

De cão entendo melhor. O “vul” vertera lavas nas encostas do judas ciário.

Ou os amáveis leitores acham que não há nenhum (nenhunzinho !) Cãorrupto entre as aves de negras penas?

Do Cão egresso nem se diga. É sua vara ignara que abriga a quase totalidade da porcada famélica.

Difícil é “interpretar” a linguagem gestual de dona Onça.

Ora solta um bafo, ora finge não ver canalha safo.

Acredito fervorosamente na felina; com o mesmo ardor que, no passado, acreditei em Papai Noel.

Prefiro mil vezes um pé na porta do que aproximações sucessivas.

Mas, resignado a minha insignificância, aceito serenamente ao desfecho dessa ópera bufa chamada Brasil.

"Assim fazem todas” dirão as pessoas querendo justificar suas atitudes dúbias.

Que nos valha Mozart com sua ária “Un'aura amorosa” para transportar-nos ao reino dos sonhos. Bastam os pesadelos que hoje vivemos; medonhos.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Já não se faz mais onça como antigamente.. os atuais são soft ass...ou traduzindo em bom portugues : bundões...