terça-feira, 29 de maio de 2018

Vésperas Brasilianas




“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira
Peço, antecipadamente, aos amáveis leitores, desculpas por não inserir humor neste artigo.

Não por falta de comicidade na situação calamitosa que vivemos, mas por serem nossos desconfortos ínfimos em comparação com os sofridos por quem viveu a guerra na Europa.

Em primeiro lugar, temos o povo mais generoso, solidário, patriota e alegre do mundo.

Os “grandes” (idiotas que hoje nos desgovernam) são mixos. Incultos, ávidos por riquezas, arrogantes como nunca na história deste país se viu antes.

Ignoram até o melhor manual político até hoje escrito. “O Príncipe” de quinhentos anos atrás é o mesmo de hoje. O bicho humano não mudou.

Por incúria, a classe política conseguiu enfurecer o povo.

O regime está moribundo assim como seus sustentáculos.

Um país pode facilmente trocar de poderosos; no entanto, não pode trocar de povo.

Assim, o nosso glorioso Exército, por mais que não queira, será obrigado a intervir dadas as circunstâncias de vácuo de poder.

Um bando de marginais “finge” que manda, mas a população não os obedece.

Nas portas dos quartéis, multidões de pessoas simples como eu, meus parentes e meus amigos, clamam pelo braço forte, que mercê de Deus, nos salvará. O Brasil tornou-se um inigualável país no dia em que os caminhoneiros aplaudiram os soldados e cantaram o Hino Nacional.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Loumari disse...

No Brasil a sua situação caótica hoje, todas estas manifestações, são manobras dos Americanos, pois, o que eles querem fazer é implementar no país um regime militar. Militarizar o país, para depois as forças armadas instaurar no país a lei Marshal. E depois decretar o Estado de Emergência. Poderão assim terem o povo confinado em suas casas. Caso alguém se rebelar, será simplesmente baleado sem complacência.
Um povo tão ignorante como brasileiros, é muito fácil de manipulá-los. Estão ali a clamarem: Intervenção Militar já! Oh! Oh! Oh! Eles vos vão dar aquilo que pedis, mas, não vai ser como esperais. Pois, vai haver a tal intervenção militar, mas a maneira deles; Vos vão dar um regime militar a favor dos interesses dos Estados Unidos;
Os Estados Unidos economicamente já faliu a muito tempo. Mas, se mantém cabeça erguida todavia graças aos fundos de recursos que provém de roubos em outros países. Do Brasil têm o Petróleo que eles se servem a vontade; há ouro que eles extraem a vontade; há o Nióbio em abundância:
E o Brasil é historicamente o primeiro produtor mundial de nióbio e ferronióbio (uma liga de nióbio e ferro) e é responsável por 75% da produção mundial do elemento.
Como podem ver e realizar é claro que o interesse por este precioso elemento químico é TITÂNICO.
Como os Estados Unidos já não têm reserva de ouro para garantir a sua soberania, então o que eles fazem é partir a caça de recursos cujas fontes estão em outros países, e chegam nestes países destabilizam o seu governo, simulam protestas, usam dos desejos do povo como elemento para criar dissensão entre a população, introduzem nas manifestações vândalos, que vão destruir os equipamentos públicos, saquear lojas, destruir distribuidores de dinheiro, queimar carros, baixo revindicações que são contra o capitalismo.
Estes yanqui estão a destruir em simultâneo Brasil e Nicarágua. As guerras com armas de fogo já se tornaram muito custosos e pouco eficazes. Agora a guerra é psicológica. Usar das emoções do homem para lhe destabilizar. Multiplicar os impostos, triplicar os impostos, quintuplicar os impostos, até o homem só trabalhar para sustentar o governo. E no Brasil, como podem os brasileiros se rebelar contra o sistema que lhes governa? Pois no Brasil foram aos poucos suprimindo o dinheiro vivo. Quer dizer que os bancos são hoje os maiores arrecadadores dos tributos directamente da conta de seus clientes e a favor do governo. Brasileiros já são reféns dos globalistas. Escravos do seu governo e do sistema monetário que controla tudo. Satanás com seus escravos humanos. Aproveitaram da debilidade do homem nas suas paixões para lhe fragilizar ainda mais para melhor lhe escravizar.
Como cantava em nos anos 80 o cantor Angolano:
"Tenho uma lágrima no canto do olho. Hoje amizade e família são manobrados pelo contexto. Sacrifícios aumentados, Redobram o nosso padecer.
Olha os vorazes comendo tudo. Olha os doentes empobrecidos.