quarta-feira, 20 de junho de 2018

A Corrupção é uma Mulher Honesta


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


Outra prova de nenhuma novidade. A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal não surpreendeu: absolvei a Presidente do PT, Gleisi Hoffmann e o marido dela Paulo Bernardo. A Petelândia já está até cantando a palavra de ordem: “Ministros petistas, unidos, jamais serão vencidos”. Mas, fazendo Justiça, é preciso lembrar que o Gilmar nunca foi petista. Porém, dá no mesmo: ele solta todo mundo...

Os ministros da segunda turma entenderam não haver provas suficientes para a condenação por caixa dois, lavagem de dinheiro e corrupção passiva do casal na campanha eleitoral de 2010. A denúncia tinha sido aceita por unanimidade pela segunda turma em 29 de setembro de 2016. Os autos foram redistribuídos em fevereiro do ano passado, por conta da morte do relator, o ministro Teori Zavascki, e passaram para as mãos de Edson Fachin. Parece que o “corporativismo paranaense” falou mais alto e o casal acabou salvo. O amor é lindo...

O perdão ao Casal Gleisi/Paulo não é uma sinalização de que os ministros possam mandar soltar Luiz Inácio Lula da Silva no próximo dia 26. No STF, muito sensível a twuittadas vindas do Forte Apache (o Quartel-General do Exército), já se defende a “tese” de que não cabe mais reavaliar a prisão de Lula – determinada por trânsito em julgado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Ou seja, Lula continuará livre apenas para curtir mordomias em sua cela improvisada na congelante Polícia Federal de Curitiba.

Notícia boa? Quem vai comandar a eleição de resultado inconviável, sem direito a conferência por voto impresso, é a Rosa Maria Weber. Por seis votos a um, em votação secreta, Rosa foi eleita ontem nova presidente do Tribunal Superior Eleitoral. O ministro Luís Roberto Barroso será o vice-presidente. Rosa Weber substituirá Luiz Fux no comando do TSE, a partir de 14 de agosto. Permanecerá no cargo até 25 de maio de 2020.

Que diferença vai fazer? Quase nenhuma. A única é que Rosa Weber não concede entrevista, mas, talvez, seja obrigada a mudar de postura, em função do novo cargo...Oque não muda é a estrutura eleitoreira brasileira. Segue o esquema de voto com resultado final inconfiável e o sistema estatal continua financiando a politicagem, de forma legal ou abertamente desonesta...

Nossa sorte é que a Corrupção é uma mulher honesta que já percebeu que o aparato judiciário já decidiu que é estratégico desmoralizar a delação premiada. Assim, nunca se arranjará prova material para condenar os corruptos profissionais... Entendeu, ou precisa desenhar?







Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 20 de Junho de 2018.

6 comentários:

SempreMais do MESMO disse...

Antes de mais nada, a Esquerda SEMPRE FOI o LADO de CIMA, desde os jacobinos.

A esquerda que sempre advogou o ESTATISMO, seja lá de que lado se sentasse no parlamento, sempre teve por tarefa a defesa do Poder totalitário para a hierarquia estatal.

Como SUN TZU afirmou, TODA QUERRA É BASEADA NO ENGODO e a real luta de classes que sempre existiu, foi a luta, ou guerra, dos RECEBEDORES de IMPOSTOS X PAGADORES de IMPOSTOS.

Evidentemente que tal luta se baseia no ENGODO e nessa guerra a PRIMEIRA VÍTIMA é a VERDADE.

Marx/Engels esconderam que o Estado hierarquizado se constitui numa EFETIVA CLASSE HIERARQUIZADA e ORGANIZADA por uma IDEOLOGIA.

Marx/Engels atribuiu tal organização sob uma ideologia exatamente à burguesia, que NEM ERA ORGANIZADA e tão pouco possuia ideologia a guia-la como classe. Já o Estado SEMPRE FOI ORGANIZADO e SUPORTADO por IDEOLOGIA que pretensamente o JUSTIFICA com base nos FINS que o Estado promete.

Ideologias advogam uma MORAL ARBITRÁRIA que se JUSTIFICA nos FINS PROMETIDOS ou PROFETIZADOS. Exatamente o que Marx criou com seu patrono ainda mais burguês e preocupado com a concorrência dos EMERGENTES.

Os adolescentes não se interessam por reflexões e sentindo-se inferiorizados ante os adultos se querem "moralmente superiores", sobretudo os jovens universitários estão tomados pelo MEDO do FRACASSO na VIDA ADULTA já cobrando-lhes responsabilidades.
Com MEDO do futuro que se apresenta, TORNAM-SE PRESAS FÁCEIS de sedutores que lhes oferecem a "superioridade moral" e ainda a promessa da irresponsabilidade por suas vidas, POIS O ESTADO IGUALARÁ A TODOS, ou reduzirá diferenças, tirando-lhes a responsabilidade por suas vidas.

É ISSO QUE OS SEDUZ e os faz os mais OBEDIENTES e SUBMISSOS "REBELDES".

Perfeito (de Maria Lucia Vitor Barbosa):
(os jovens nas escolas e universidades) "Aprendem que ser de esquerda significa ser bom, defensor dos pobres, possuidor de caráter ilibado. Na direita está a “elite” maldosa, seguidora de um tal de neoliberalismo, opressora dos pobres e oprimidos que necessitam dos paladinos da esquerda para salvá-los em nome da causa, ou seja, da fé."

jomabastos disse...

Os políticos corruptos e os ministros corruptos desta Nação sempre professaram o mesmo partido - PCU - Partido dos Corruptos Unidos.

Anônimo disse...

http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com/http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com/
quarta-feira, 20 de junho de 2018
GRAÇAS AOS MINISTROS PETRALHAS GILMAR MENDES, LEWANDOWSKI E TOFFOLI, JUNTOS, ABSOLVERAM UMA LADRA QUE AMANHECEU O DIA TIRANDO SARRO DA CARA DOS BRASILEIROS
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), amanheceu rindo à toa nesta quarta-feria, 20, após ter sido absolvida das acusações de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por unanimidade pelos membros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) na noite anterior. O colegiado decidiu absolver a petista e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, das acusações no âmbito da Operação Lava Jato.
Gleisi é a segunda parlamentar a ser julgada em uma ação penal da Lava Jato no STF, após quatro anos de existência da operação. No mês passado, a Segunda Turma condenou por unanimidade o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR). Gleisi, mais íntima dos ministros Edson Fachin, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli, foi aliviada. Uma humilhação para o Ministério Público Federal e a Operação Lava Jato, cujos membros foram apontados por Gleisi como mentirosos e de atuarem na ilegalidade.
Para absolver a petista, os ministros do STF não foram sequer criativos. Usaram praticamente os mesmos argumentos usados pela própria Gleisi Hoffmann ao longo dos últimos anos para justificar o uso de dinheiro roubado da Petrobras em suas campanhas. Gleisi está liberada para disputar as eleições de outubro. - Imprensa Livre -
http://pinheirochumbogrosso.blogspot.com/
Anonimo diz.......
Ate o mundo mineral sabe muito bem para que serve os supremos federal e eleitoral. A forma que tais figuras são selecionadas e sabatinadas sabemos tambem como.Nao sabemos o valor real de nenhum deles porque quem os coloca la são interessados de manobrar os ministros a seu bel prazer. O que estamos sentindo na pele e que no brasil em minuscula mesmo não existe a tal afamada justiça que existe em países que funcionam. Nenhum de nossos supremos juizes mequetrefes viajpara saber o que há de melhor em países que funcionam para estabelecer o mesmo modus operandi aqui. So verificamos que as otoridades deste pais gastaram seu tempo e nosso dinheiro farreando em países que estao em pior situaçao do que o nosso, no merda sul e merda europa provavelmente para apachar os pichulecos dedicados a ca um. A depender destes supremos apoiadores de ex presidentes de merda que devem seus regios salarios e benesses a esses dignos senhores que colocaram nosso pais como o chique no urtimo no rank mundial. Hoje somos a própria africa. Esses estafetas dos ex-presidentes de merda nem vergonha na cara de fazer nada sentem quando passam horas e horas defecando em cima da constituiçao perneta. Esta na hora deos fechar o manicomio em que se transformou os supremos besteirol eleitoral e federal que com eles a justiça não nasce eles adoram abortar processos para pagar as indicaçoes e regalias dos cargos.

Anônimo disse...














































BLOG Chumbo grosso
quarta-feira, 20 de junho de 2018
TRINCA DOS HORRORES ABSOLVE A SENADORA COXA-AMANTE...

Josias de Souza
Ao absolver Gleisi Hoffmann, a Segunda Turma —Jardim do Éden do Supremo Tribunal Federal— acomodou o PT no divã. O paciente é complexo. Combina sintomas de esquizofrenia (perda de contato com a realidade) e paranoia (mania de perseguição). Obcecado pelo discurso da condenação sem provas, o petismo terá dificuldades para lidar com uma absolvição por falta de provas.

Acusada de se apropriar de R$ 1 milhão roubado da Petrobras, Gleisi livrou-se das imputações de corrupção e lavagem de dinheiro por unanimidade. Avaliou-se que a acusação estava excessivamente ancorada em delações. Os ministros Edson Fachin (relator) e Celso de Mello (revisor) votaram pela condenação parcial.

Ambos concluíram que o dinheiro sujo chegou à caixa registradora da campanha de Gleisi ao Senado, em 2010. Como não há registro na Justiça Eleitoral, condenaram a ré pelo crime de falsidade ideológica eleitoral, eufemismo para caixa dois. “Tenho como provado nos autos o efetivo recebimento de valores no interesse da campanha da denunciada”, declarou o relator Fachin.

Contudo, os outros três ministros da turma discordaram. Gilmar Mendes, o libertador; Dias Toffoli, o ex-funcionário do PT; e Ricardo Lewandowski, o amigo da família Silva, optaram pela absolvição integral. “Não há aqui qualquer vestígio de prova da entrega de dinheiro para os acusados, inexistindo de resto um único registro externo sequer aos depoimentos dos colaboradores”, desqualificou Lewandowski.

Dá-se de barato na Suprema Corte que o resultado seria outro se o julgamento tivesse ocorrido na Primeira Turma, conhecida como Câmara de Gás. Ali, Gleisi não escaparia de uma sentença condenatória. Com a ficha suja, a senadora não poderia disputar uma cadeia na Câmara, como pretende. Mas estaria livre entoar os bordões da “perseguição política” e da “pressão da mídia.”

Suprema demência! Ao tratar do caso da presidente do PT e Gleisi com a sensibilidade de um centro terapêutico, o Jardim do Éden do Supremo atordoou o paciente. De maníaco, o PT passará a depressivo. Sem a pose de vítima, o partido não será o mesmo. Vai piorar.

Postado por Altamir Pinheiro às 6/20/2018 09:41:00 AM

Anônimo disse...

GRAÇAS AOS MINISTROS PETRALHAS GILMAR MENDES, LEWANDOWSKI E TOFFOLI, JUNTOS, ABSOLVERAM UMA LADRA QUE AMANHECEU O DIA TIRANDO SARRO DA CARA DOS BRASILEIROS

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), amanheceu rindo à toa nesta quarta-feria, 20, após ter sido absolvida das acusações de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por unanimidade pelos membros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) na noite anterior. O colegiado decidiu absolver a petista e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, das acusações no âmbito da Operação Lava Jato.

Gleisi é a segunda parlamentar a ser julgada em uma ação penal da Lava Jato no STF, após quatro anos de existência da operação. No mês passado, a Segunda Turma condenou por unanimidade o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR). Gleisi, mais íntima dos ministros Edson Fachin, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli, foi aliviada. Uma humilhação para o Ministério Público Federal e a Operação Lava Jato, cujos membros foram apontados por Gleisi como mentirosos e de atuarem na ilegalidade.

Para absolver a petista, os ministros do STF não foram sequer criativos. Usaram praticamente os mesmos argumentos usados pela própria Gleisi Hoffmann ao longo dos últimos anos para justificar o uso de dinheiro roubado da Petrobras em suas campanhas. Gleisi está liberada para disputar as eleições de outubro. - Imprensa Livre -
Postado por Altamir Pinheiro às 6/20/2018 07:27:00 AM

Anônimo disse...

Enquanto boa parte para ver milionários do esporte bater bola, a ORCRIM se movimenta livre e solta, capitaneada pelo seu guardião mor, o STF.