quinta-feira, 7 de junho de 2018

Aprendizes de Ditador


“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

A fraqueza do atual desgoverno assanha as lombrigas dos autoritários enrustidos.

Melancias e outras frutas sentem o gostinho de mandar inconsequentemente.

Vão multar quem caras pálidas?

Os “desinfelizes” mal ganham para comer; as ameaças são inócuas.

Vão tomar a carta dos semi-escravos ?

Não fará falta porque ninguém vai mais dirigir mesmo.

Os soldados do Exército são patriotas e são povo. Jamais atirarão contra brasileiros desesperados e ordeiros.

Talvez a força bolivariana o faça, até o primeiro linchamento coletivo acontecer.

A pior doença é a burrice; a segunda é a soberba.

Os quadrúpedes de plantão não entenderam que chegamos à situação limite.

Nós, os brasileiros, já sabemos de barbaridades suficientes cometidas pela classe política, ainda que sejam apenas a ponta do iceberg.

Seria (ou será) motivo de fuzilamento conforme o previsto pelo Código Penal Militar aos traidores da Pátria.

Não há mal que sempre dure nem bem que não se acabe. O bem-bom das vidas boas chegará ao fim. Depois, o dilúvio.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

3 comentários:

Loumari disse...

SER NEGRO NO BRASIL: A ESCRAVIDÃO COMO ELEMENTO CIVILIZATÓRIO | JAQUELINE CONCEIÇÃO

https://www.youtube.com/watch?v=yYJSbG7rETY

Como se deu a construção da identidade negra no nosso país? Jaqueline Conceição, pedagoga e mestre em educação, conversa sobre o histórico da cultura negra e toda sua construção social.

Anônimo disse...

Capitão Durval Ferreira disse que só o governo tem condição de organizar uma manifestação em nível nacional para observar a reação da população, e descobrir que em boa parte, ao contrário do povo tailandês que acampou em peso na porta dos quarteis até que os militares intervieram na corrupção dos três poderes, os brasileiros não consideraram a situação do país mais crítica que o tanque vazio que os impediria de viajar no feriado.

Anônimo disse...

Retificando: Capitão Durval Ferreira disse que só o governo tem condição de convocar uma manifestação em nível nacional e analisar a reação da população. E observamos que o brasileiro demonstrou em boa parte que, ao contrário do povo tailandês que acampou em peso na frente dos quarteis até que os militares interviessem na corrupção nos tres poderes, considerou a situação do país menos crítica do que o tanque vazio que o impedia de se locomover individualmente.