sexta-feira, 1 de junho de 2018

Os algozes da Democracia




Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

É voz corrente que o BRASIL não será libertado sem dor!
     
Concordo, mas a dor não será do povo, será da classe política corrupta, usurpadora e traidora, dos barões do serviço público, do Judiciário corrupto e conveniente, do Ministério Público corrupto, usurpador, covarde e conveniente, e dos idiotas ideológicos.
     
Sem a opressão desses algozes, o povo brasileiro cumprirá o seu destino mais feliz e descontraído, vivendo a verdadeira democracia, que é a SEGURANÇA DO DIREITO!

A INTERVENÇÃO CÍVICO-MILITAR É O ATO POLÍTICO DA CIDADANIA, que está libertando o Brasil da DITADURA DO CRIME!

O princípio constitucional da literalidade (art. 37 da CF) estabelece, que os agentes públicos só podem fazer o que a lei prescreve, ao passo que os cidadãos podem fazer tudo o que a lei não proíbe.
   
A DEFESA DA PÁTRIA é a única exceção: todos devem, sob pena de traição, sem necessidade de convocação, licença ou ordem de ninguém!!!!
     
NÃO INTERVIR É TRAIR!

BRASIL! ACIMA DE TUDO!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

Um comentário:

Anônimo disse...

Há 54 anos, pediram Intervenção Militar. Foram ouvidos. O Brasil foi salvo, mas teve que pagar um preço.
Ao longo dos anos, a Intervenção virou “golpe” e o governo militar, “ditadura”. Os heróis foram abandonados, esquecidos e injuriados... viraram “torturadores e fascistas”.
Quem abraçou a carreira militar, tem que conviver com salários abaixo do medíocre, face às enormes responsabilidades com que têm de lidar, usualmente é “amordaçado” para não se manifestar como cidadão, é caçado e morto na “cidade maravilhosa”, não têm equipamentos, armamento e munição para estarem preparados para fazer o que deveriam e tem que ver seus filhos aprenderem nas escolas que as FFAA eram o “lado inimigo” enquanto Marighelas e Dilmas eram “bravos heróis que lutaram por liberdade” e a “Comissão da Verdade” prova isso só com palavras...
Pois bem. A História evolui, mas é cíclica.
O Brasil se vê nas entranhas de um poço e continua cavando.
Alguns pedem desesperadamente por Intervenção Militar sem saber ao certo o que é e pra que serve.
Pois eu digo: Resolvam o problema com o “voto direto” que tanto pediram após abandonarem e cuspirem naqueles que os salvaram. Suportem as convulsões de um organismo adoecido, pois não aceitaram remédios amargos antes! Hora de ser “brasileiro com muito orgulho e muito amor”!
Se a sociedade quisesse heróis, teria sido justa na História. Hoje a sociedade não necessita de salvação, mas sim de evolução. Na beira do penhasco, ou se extingue ou se evolui.
Não quero estar sentado numa cadeira, em 30 anos, respondendo como um criminoso, só porque fiz o que tinha de fazer pra salvar o meu país.