domingo, 3 de junho de 2018

Quer mudar o Brasil ou está de sacanagem?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


Lamentavelmente, as Elites não têm protagonismo no Brasil. Os melhores entre os melhores falham na estratégia, no entendimento da realidade ou, pior ainda, se omitem e preferem fazer parte da Oligarquia. Semtem-se “Donos do Poder” – quando, na verdade, não passam de coadjuvantes, como “Inhambus em festas de Jacus”. É assim que as “Zelites” vão se multiplicando, na tomada e manutenção do poder. Não têm qualquer compromisso verdadeiro com mudanças estruturais, porque a coisa está boa do jeitinho brasileiro como está ou sempre esteve. Reclamam quando sofrem prejuízos econômicos pontuais ou são atingidas por ondas de violência que ajudam o modelo Capimunista Rentista a patrocinar.

Quem vive e lucra em simbiose com o Estado-Ladrão-Capuminista opera em ritmo de pragmatismo cínico. O sujeito passa a impressão de que opera em outro planeta. Mantém o botão “phoda-se” apertado o tempo todo. Quem se sente “dono do poder” (mesmo que não seja de verdade) não se importa com o outro, nem com a Nação. Se tudo parecer bom ou conveniente para ele, dane-se o resto. É tal figura egocêntrica, e muitas vezes idiotizada da Zelite, quem vai investir na eleição do próximo fantoche que irá presidir o Brasil. A massa ignara tende a referendar o nome que os Donos do Poder patrocinarem. É o ilusionismo eleitoreiro.

Novamente, partimos para mais uma eleição sem debates sérios e consistentes sobre como melhorar o Brasil. O jogo é marcado por reclamações de um lado, e um show de mentiras e promessas falsas do outro. Candidatos escalam seus “gênios” econômicos para formular os tais “projetos de governo” com enormes chances de nunca sair do papel. Infelizmente, de novo, deixaremos de sugerir e debater um Projeto Estratégico de Nação para o Brasil.

A Elite se omite, a Zelite segue de sacanagem e a massa entra no jogo na véspera da Copa do Mundo de Futebol na Rússia. A coisa segue russa por aqui, porém pouco importa para os Donos do Poder. No final das contas, eles serão os vencedores, como de costume. Os brasileiros serão meros coadjuvantes, como inhambus na festa dos Jacus...

Nossa sorte é que os militares seguem imitando aquele famoso papagaio da piada: Falam nada... Porém, juram que prestam uma atenção...

Indo além do movimento dos caminhoneiros

O Youtube antecipa o programa Direito e Justiça em Foco de logo mais à noite, às 22 horas, na Rede Gospel. Fazemos uma análise sobre a pós-paralisação dos caminhoneiros.

    








Retorno do Django


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Junho de 2018.

3 comentários:

Manoel Meirinho disse...

Direito e dever de exigir mudanças. (de um cidadão brasileiro que se preocupa com a Nação)
“Democracia constitui o mais audacioso e nobre estado de liberdade para a governança de um povo. Acostumadas as criaturas aos regimes arbitrários e violentos, acreditam que o direito da força é capaz de substituir a força do direito, e normalmente derrapam no cerceamento das liberdades de pensar, de agir, de contribuir em favor da coletividade.”

“De igual maneira os regimes totalitários utilizam-se da fragilidade e ignorância do povo para instalar-se, mediante promessas de suborno das consciências e de falsa igualdade de direitos, estimulando as classes menos favorecidas para a fidelidade, oferecendo-lhes migalhas, enquanto se locupletam no abuso do poder e da indignidade, mantendo a miséria moral, social e econômica.”

“A comodidade, fruto inevitável do desconhecimento dos direitos à cidadania, acredita-se feliz com os parcos recursos que lhe são fornecidos pelo Estado delinquente, e homenageia os seus ditadores como sendo salvadores dos seus problemas.”

“É muito mais fácil oferecer-se “pão e circo” às massas do que dignidade aos indivíduos.”

“A situação lamentável em que se encontra a sociedade brasileira neste momento, resulta, sem dúvida, da negligência dos governantes anteriores que estabeleceram leis injustas e inadequadas para manter-se no poder, pensando somente nos seus e nos interesses dos partidos aos quais pertencem.

Esses administradores infiéis contam com o apoio dos enganados que se fanatizam e somente pensam nas miseráveis compensações que recebem, levando a nação ao caos da desordem e do sofrimento. Nesse clima de instabilidade e desconforto encontram-se os vírus das desoladoras revoluções e desastrosas soluções para pior.”

“Este é um momento muito grave, talvez dos mais difíceis para a nacionalidade brasileira.”

“Não é momento para humor, mas para a busca de soluções legais, a fim de que se voltem a instalar a serenidade e o respeito aos códigos que vigem em toda sociedade democrática.”

“Quando, porém, o desprezo pelas leis e a corrupção se instalam nas altas cortes da administração, que deveriam pautar a sua conduta pelos estatutos da dignidade, o problema faz-se mais grave, exigindo que o povo venha às ruas impor o cumprimento dos deveres por aqueles que devem zelar pela honradez da sociedade.”

“Não foram outros os motivos que derrubaram a Bastilha em 14 de julho de 1789 e deram início à Revolução Francesa, que também derrapou nos tremendos crimes do denominado período do terror.”

Anônimo disse...

Pena que o rei se foi.

Anônimo disse...

No domingão do Faustão na rede globo, o Miguel Falabella,ator consagrado, disse que os politicos quando ficam velhos cansados de tanto roubar colocam no congresso os filhos que continuam roubando num circulo vicioso e arrematou: vocês não tem vergonha na cara nem remorso quando vão dormir? Acertou na mosca. !!!