sábado, 7 de julho de 2018

A Lava jato também vai para a casa do canário?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net


E tem a crise política, com a reeleição de bandidos velhos, a escolha de novos bandidos e a manutenção da governança do Crime. “As instituições continuam funcionando normalmente”... Ou seja, a corrupção sistêmica permanece ditando o funcionamento dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Já o Poder Militar se limita a operar mais como observador do que como combatente das coisas erradas.

As barbaridades continuam. O Crime só dá demonstrações de que compensa – e muito. A Petrobras aproveitou o clima de concentração geral no jogo da Seleção para anunciar um acordo surreal de perdão à Odebrecht. A empresa do Marcelo “preso (?) em casa” agora volta oficialmente a firmar deliciosos contratos com a petrolífera. Bastou aprovar a celebração de um termo de compromisso, para ficar “tudo limpinho”. Não tem mais “bloqueio cautelar”. A Odebrecht volta a faturar... Lava Jato sifu...

A vida é assim na cleptocracia tupiniquim... O Poder Judiciário, por exemplo, não consegue ser sinônimo de Justiça. Ainda no entorno as Lava Jato – claramente sabotada pelos superpoderes togados -, tivemos outra decisão deplorável. A 6ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu a Ação Cível Pública movida pela Associação de Investidores Minoritários (Aidmin) contra a Petrobras. A alegação simplória foi de que o Estatuto da empresa determina que só a arbitragem, na Bolsa de Valores, pode resolver problemas entre a estatal e investidores.

O argumento não se sustenta na prática por alguns motivos básicos. Não fosse assim, a Petrobrás não teria de pagar qualquer parcela de um acordo judicial de US$ 2,95 bilhões firmado nos Estados Unidos para encerrar processos judiciais movidas por acionistas minoritários norte-americanos. Igualzinho ao que os investidores pedem na ACP brasileira, os gringos reivindicaram o direito à reposição de perdas geradas pela corrupção desvendada na Lava Jato. Lá fora vale. Aqui não? Pode isso, Arnaldo Cezar Coelho? Não pode, não... Não phode, não...

Outro motivo básico contra o golpe do Judasciário nos investidores tupiniquins. Temos uma Constituição que é claríssima. No artigo 5º, inciso 35, está claro que todos têm direito de recorrer à “Justiça”. É uma tradição, um princípio do Direito Brasileiro, que a lei não exime de apreciação do poder judiciário lesão ou ameaça do Direito. Como a B3 não faz parte do judiciário, uma arbitragem realizada lá não pode substituí-lo. Simples, assim... Porém, vale tudo e “tudo é normal” no País em que se “interpreta” – e não cumpre – a Lei...

Tudo isso acontece por um erro imperdoável de avaliação cometido pela Força Tarefa da Lava Jato e por alguns magistrados (incluindo o herói Sérgio Moro). Prevalece uma falsa crença de que a Petrobrás é “apenas vítima” na Lava Jato. Tal argumento ajuda a aliviar a barra de dirigentes (diretores, superintendentes, chefes de divisão) e conselheiros que praticaram ou foram omissos nos casos de corrupção. Curiosamente, a Lava Jato nem passa perto de responsabilizar a área financeira – o que poderia mexer com poderosos e intocáveis banqueiros. E também insiste em não apurar, profundamente, os ululantes crimes societários.

Não se sustenta a repetida afirmação de que “a Petrobrás foi vítima”. Todas as decisões em negócios são tomadas pelos seus gestores. Ocorreu, claramente, um modelo de gestão voltado para a prática de crimes que beneficiaram esquemas políticos. Quando não houve ação criminosa, sobrou omissão. Tal tese da inocência da Pessoa Jurídica foi providencialmente criada para dificultar o pagamento de indenizações pela estatal de economia mista.

Os acionistas minoritários foram as vítimas. O governo da União e a Petrobrás, os algozes. O Conselho de Administração e Ouvidoria deixaram de apurar denúncias formalizadas pelos canais competentes. Apenas o investidor Romano Allegro fez 19 manifestações com denúncias documentadas em 19 assembleias da companhia. Só no escândalo Gemini, foram formalizadas denúncias, protocoladas oficialmente no Palácio do Planalto, para a Presidenta Dilma Rousseff e, na Petrobrás, para a então amiga da “presidenta” Graça Foster, que comandava a Petrobrás. Reinou silêncio e sobrou impunidade.

A situação vai piorar. Manifestações de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal indicam que as delações premiadas e acordos de leniência serão desqualificados como provas para condenar corruptos. Em apenas um mês, foram encerrados seis inquéritos por “falta de provas” e “excesso de prazo”. A Lava Jato está sob ameaça. Corre risco de ir para o lixo o trabalho investigativo da Polícia Federal e do Ministério Público. Grandes corruptos devem receber perdão ou revisão de penas. O crime compensou, compensa e continuará compensando no Brasil.

Ninguém se surpreenda se Luiz Inácio Lula da Silva for solto em meados de agosto. Também ninguém fique estupefacto se o Presidentro condenado conquistar o”direito” de disputar a sucessão temerária. Os caríssimos advogados da Petelândia listam mais de 140 casos em que políticos condenados puderam disputar eleições. O plano dos defensores de Lula é exigir uma “isonomia” para ele. O golpe está sendo armado...






Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 7 de Julho de 2018.

7 comentários:

Anônimo disse...

O Gal Villas Boas já avisou que um condenado nem direta ou indiretamnte assumirá a presidencia da República!
As FFAA estão putérrimas com o PT!

Anônimo disse...

O FUTEBOL, OU SEJA,MANIPULAÇÃO DAS MASSAS,IGUALMENTE GLOBÓSTA E BRASILIA,INCOMUM ESSAS 3 ABERRAÇÕES SÃO CRIAS DA MAÇONARIA... A ULTILIDADE DESSAS 3 DESGRAÇAS SÃO PARA DESVIAREM A ATENÇÃO DO QUE ACONTECE EM TODOS OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS,O JUDICIARIO JUNTO DAS FFAA LAVAM A ÉGUA COM O NARCOTRAFICO,JOGOS ILEGAIS, CONTRABANDO E OUTROS CAMBALACHOS QUE ATÉ DEUS DUVIDA... PROMOTORIA,POLICIAS E POLITICOS TODOS UNIDOS... TENTEM UMA DENUNCIA CONTRA QUALQUÉR UM DESSES MAFIOSOS... A SUA PENA DE MORTE SERÁ CERTA, MAÇONARIA A MAFIA MALDITA...

Anônimo disse...

O FUTEBOL, OU SEJA,MANIPULAÇÃO DAS MASSAS,IGUALMENTE GLOBÓSTA E BRASILIA,INCOMUM ESSAS 3 ABERRAÇÕES SÃO CRIAS DA MAÇONARIA... A ULTILIDADE DESSAS 3 DESGRAÇAS SÃO PARA DESVIAREM A ATENÇÃO DO QUE ACONTECE EM TODOS OS MUNICIPIOS DOS ESTADOS,O JUDICIARIO JUNTO DAS FFAA LAVAM A ÉGUA COM O NARCOTRAFICO,JOGOS ILEGAIS, CONTRABANDO E OUTROS CAMBALACHOS QUE ATÉ DEUS DUVIDA... PROMOTORIA,POLICIAS E POLITICOS TODOS UNIDOS... TENTEM UMA DENUNCIA CONTRA QUALQUÉR UM DESSES MAFIOSOS... A SUA PENA DE MORTE SERÁ CERTA, MAÇONARIA A MAFIA MALDITA...

Anônimo disse...

O comandante supremo das Forças Armadas o presidente da República envolvido em tantas denuncias não tem a consideração com as mesmas e determina o pagamento do restante dos 28 por cento, já reconhecido pelo STF aos seus integrantes que tem direito,o descaso é tão grande que um general ganha muito menos que um coronel da PM de qualquer Estado,e quem garante a Democracia são as Forças Armadas, todos sabem disso. Isto é uma vergonha, diria o Boris Casoy.

Anônimo disse...

Enfim, a pilhagem continua...

Anônimo disse...

Esse desempenho, ou melhor, falta de empenho econômico é a tônica desse tipo de governo. Basta as coisas começarem a se arrumar, vem o governo e arrocha. Portanto, isso é um método é o objetivo é manter todos no sufoco. Veja o caso norte-americana, foi só tirar o Obama e eles voltaram a crescer economicamente.

Anônimo disse...

O futebol está no DNA do brasileiro assim como a corrupção está no DNA dos politicos e jamais será extirpada, mesmo porque a lava jato agoniza e está perdendo sua finalidade diante das medidas do maquiavélico ministro Toffoli, cancelando as medidas legais adotadas pelo Juiz Sergio Moro da primeira estância de Curitiba, apoiado pelo judiciário decente que ainda teima em existir no brasil.Nós brasileiros somos sempre os últimos a saber que o futebol criado pelos ingleses e introduzido no brasil no século 19, evoluiu de tal maneira, que nesta Copa teve mais zebras do que no continente africano. Assim continuamos com aquele jogo de urubu malandro que quem deve correr é a bola, ao passo que a maioria dos jogadores estrangeiros são altos e fortes e correm mais do que a bola para desespero do cai cai, cujas encenações em campo beiraram ao ridículo. O nosso competente técnico Tite escolheu equipes fracas para treinar e os jogadores se achavam o último biscoito do pacote e deu no que deu. Para finalizar gostei da piada do ALERTA TOTAL numa charge em que o técnico Tite diz, nós somos hexa, porque ficamos em sexto lugar nesta Copa. rsrsrs..