terça-feira, 3 de julho de 2018

Ataque sistemático à Segurança Nacional



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

O povo, a mídia e até as forças de segurança têm focado suas atenções na corrupção, que permeia o Estado brasileiro, como se esse fosse nosso problema essencial.
     
Ledo e mortal engano! 

Na verdade, a corrupção é apenas consequência de um mal maior : a GUERRA ECONÔMICA, que tem exterminado as empresas, os empregos e as pessoas,  para manter o país na pobreza e DESTRUIR O SISTEMA CAPITALISTA, no  Brasil e na América Latina.
     
A PIRATARIA INTERNACIONAL, que destruiu a Rússia Czarista, lançando o povo russo na escuridão, por sete décadas, resolveu implantar o comunismo na América Latina, destruindo  o capitalismo no Brasil.
     
Os instrumentos, dessa guerra de quinta geração deflagrada contra a Nação Brasileira,  são a classe política e os Barões do Serviço Público, nos Três Poderes e Níveis, além do Sistema Financeiro, que é o aspirador de recursos públicos e privados na produção de miséria.
     
Essa guerra ao capitalismo privado, objetiva implantar o CAPITALISMO DE ESTADO, para submeter o povo e todos os recursos e potencialidades nacionais, aos interesses do sistema financeiro internacional.
     
A GUERRA ECONÔMICA é permanente e não declarada, é a ferrugem invisível que corroe os alicerces dos países.
Por ser invisível, a guerra econômica não é detectada pelas Forças Armadas, que são voltadas para os ataques convencionais, em razão da sua formação e treinamentos específicos.
     
A GUERRA PERMANENTE AO CAPITALISMO, que estamos enfrentando, requer conhecimento e experiência multidisciplinares, que as FFAA não têm. É por isso que o NÚCLEO MONOLÍTICO DE PODER NACIONAL, fusão do povo com as Forças Armadas , deve enfrentar o inimigo real do Brasil, os piratas internacionais e seus prepostos : a classe política e os Barões e Baronetes do serviço público.
     
O problema não é ideológico ou político.

ESTAMOS SENDO ATACADOS através de AÇÕES DE GUERRRA COMERCIAL PERMANENTE.
 
Para enfrentar essa GUERRA, temos que afastar os instrumentos da Pirataria Internacional, do Poder do Estado: a classe política e os próprios governantes, ou continuaremos a ser atacados por quem deveria  nos proteger!

Com todo respeito às opiniões contrárias, não se pode enfrentar essa guerra econômica, com política partidária e , menos ainda, com eleições, controladas pelo inimigo. Mesmo com os melhores candidatos do mundo, militares ou civis.

“A GUERRA É O CONTRÁRIO DA VIRTUDE”. Por isso , os segmentos esclarecidos da sociedade, não se podem dar ao luxo da inocência, ou o Brasil sucumbirá.

Eleição é traição!!!

INTERVENÇÃO CÍVICO-MILITAR JÁ!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

3 comentários:

Halkais disse...

Parabenizo o Dr Ribas pela brilhante explicacao.Concordo plenamente basta ler o trabalho denominado Fio da Meada no site undbrasil.org do mesmo autor.Fraternal abraço.

Q disse...

Abaixo a urna eletrônica.

jomabastos disse...

O SISTEMA CAPITALISTA já está destruído no Brasil, na América Latina, em África e na Rússia e em outros países pró-comunistas.

O atual sistema financeiro internacional é o suporte do capitalismo mundial.

O Capitalismo de Estado é o sistema político existente no Brasil, na América Latina, em África, na Índia, na Rússia, e em outros países pró-comunistas.

Estamos a ser e sempre fomos atacados pelo Capitalismo de Estado brasileiro, que busca e tem apoio no Capitalismo de Estado da Rússia, da China, da Índia e em outros países pró-comunistas.

Estaremos e poderemos ser protegidos pela nossa auto-sustentabilidade e desenvolvimento.
Enquanto não formos auto-sustentáveis e desenvolvidos, nada feito, estaremos sempre desprotegidos e hiper-dependentes do Comércio Externo/Internacional.