sexta-feira, 27 de julho de 2018

Quem é o Brasil para dizer se aceita ou não aceita censura do Facebook? (Por enquanto cale a boca!)


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Milton Simon Pires

Diz o povinho, esse “Zé Povinho” de merda, que “não aceita censura de Facebook”

“Não aceita” censura? Quem é o brasileiro para aceitar ou não aceitar alguma coisa? Esse povo aceita falsos médicos, aceita professor apanhando de aluno, polícia morando em favela, criança mexendo em homem nu, aceita cotas de trabalho para ex-presidiários na Administração Pública, aceita Dilma como candidata, aceita Favreto em liberdade como juiz!!!

Quem são vocês (vocês não: NÓS, porque desgraçadamente eu estou entre vocês) para dizer que “aceitam ou não” aquilo que um mega-hiper-ultra-milionário americano dono do Facebook decide ou não?

Nós aceitamos voto obrigatório, urnas eletrônicas, voto de presidiários...Aceitamos desarmamento total da população, aceitamos Toffoli dentro do STF. Nós aceitamos comprar passagem de avião e reservar hotel para Bolsonaro cancelar tudo de última hora em Foz do Iguaçu porque tem “medinho da justiça eleitoral”, mas aceitamos um bêbado, analfabeto e chefe de quadrilha como Lula (com acesso à internet) fazendo campanha de dentro da cadeia em Curitiba!

Aceitamos Guilherme Boulos pagando morador de rua para invadir prédio, aceitamos Alexandre Padilha com registro no Conselho Regional de Medicina, STF pichado de vermelho por Vagabundos Petistas !...Médicos de cabelos brancos ou carecas toleram bandidas petistas disfarçadas de enfermeiras lhes dando ordens dentro de Unidades de Terapia Intensiva do SUS, nós aceitamos toda Universidade Federal transformada num acampamento de maconheiros, drogados e pervertidos!

De onde é que vocês tiraram que nós temos alguma moral AINDA para aceitar ou não aceitar alguma coisa no Brasil? Nós aceitamos assassinas que atiram filhas da janela do prédio ou encomendam assassinato dos próprios pais dando “saidinha no dia das mães”!!

Nós vamos aceitar bem quietinhos, sim, que as urnas sejam violadas e Alckmin vença a eleição e, se o vencedor for Bolsonaro, nós vamos aceitar que ele, por corrupção ou pura burrice, se entregue ao MDB!!!

Existe uma “Lei” sobre ser brasileiro: nós aceitamos qualquer coisa de qualquer um sem reagir, sem derramar sangue, sem derrubar governos...nós achamos que isso faz de nós um “povo pacífico” e “exemplo para o mundo”...quando só faz de nós um bando de idiotas cujo egoísmo, a vontade de pensar no próprio rabo é maior que qualquer noção de civilidade ou de apreço pelo bem comum!

Mark Zuckerberg, esse picareta lambedor de botas do Partido Democrata, da ONU, da Nova Ordem, dos judeuzinhos comunistas de Nova York que receberam o MST lá, trabalha e faz aquilo que manda quem lhe paga melhor e, no caso do Brasil, esse “melhor” vem da Esquerda.

O Brasil vive uma Ditadura da Informação tão avançada e tão violenta que chega a ser um escárnio falar em “fake news” num país que tem “fake press” - a Imprensa Brasileira INTEIRA é corrupta e comprometida com os valores da Revolução Cultural Esquerdista. Vocês, reclamando do Facebook, parecem aquelas prostitutas que aceitam fazer de tudo com o cliente “menos beijar na boca”.

Tomara que o Mark Zuckerberg mande o Ministério Público Federal para puta que pariu, não lhe dê resposta alguma, continue derrubando todas as contas e páginas e perfis de direita – o Brasil vai aceitar, sim! Vai aceitar bem quietinho...e se um dia o Supremo Tribunal Federal decidir que “pedofilia não é crime” e que deve haver vagas para pedófilos nas Universidade Federal, esse lixo de país, esse verdadeiro inferno do qual eu não consigo sair e levar minha família, também vai aceitar.

Antes que eu termine fica o seguinte recado para o primeiro fdp que vai fazer comentário dizendo: “é, ele só reclamou, falou mal de todo mundo e no fim diz que quer ir embora do Brasil – qual a diferença que existe entre esse louco e nós, então??”

A diferença, seu cretino, é que eu liquidei minha vida profissional lutando para ter um país melhor: quando VOCÊ puder dizer que fez o mesmo que eu aí eu passo lhe respeitar! Por enquanto cale a boca ! 

Milton Simon Pires é Médico. Editor do Ataque Aberto.

12 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí doutor! Tivesse eu condições de ir embora desse Bananão, levando comigo minha filha, meu genro e meu neto e netinha, não pensaria duas vezes.
Programei minha vida, uma filha só, para poder dar a ela estudo e qualidade de vida.
Enquanto isso, bandido agora terá emprego garantido, além da bolsa prisão. E minha filha não consegue emprego, apesar do curso superior. Meu genro agora, depois de muito lutar e muita oração, conseguiu um emprego que dá para o gasto, sem muitos sonhos de futuro.
O senhor disse tudo doutor. Descreveu o calvário de famílias honestas como nós, à mercê dessa corja que nos governa. Também eu perdi um emprego público, consursado, por não aturar desaforos.

Fernando Leal disse...

Parabéns Milton! Disse tudo e mais um "plus" da pura verdade que ninguém quer ver, ouvir e muito menos cheirar, porque o Brasil que se vê é um monturo de merda, produz um som muito parecido com uma defecação diarreica e claro cheira à merda. Também estou tomando providências para sair dessa latrina gosmenta e fétida o quanto antes, não é fácil, mas é a única saída antes que a porteira do cercado para os porcos se feche totalmente. Obrigado pela sua persistência que tanto lhe custou e um grande abraço.

F. Leal

Anônimo disse...

Resumindo o que o articulista escreveu mas em palavras bem porcas: "A média dos brasileiros não presta nem para limpar o cu".

ducamillo disse...


Sou obrigado a concordar com tudo que o Senhor mencionou e acrescento mais um detalhe (se me permite): Um povo que quebra ónibus de torcida contrária, mata torcedor oponente mas, quando o governo lhe estupra com impostos, ele apenas sorri e se apaixona pelo estuprador. Esperar o que?
Bem vindo a Brazuela, Doutor!

Abs.
Robertho Camillo.

Q disse...

Só li verdades.

Anônimo disse...

Dessa vez você alucinou Milton!! Isso que é liberdade de expressão, gostei..

Anônimo disse...

Belo artigo,estou aqui no trabalho e vendo a coisa pegar fogo, eu com medo do desemprego. Por isso o artigo falou tudo sobre nossa cultura pacífica.

Anônimo disse...

Ah! Se houvesse mais brasileiros com esta coragem!!!

Anônimo disse...

Sr. Milton.
O sr. se apresenta como médico, é isso?
Explica melhor esse seu comentário: "...liquidei minha vida profissional lutando por um Brasil melhor. '

Anônimo disse...

Sr. Milton.
O sr. se apresenta como médico, é isso?
Explica melhor esse seu comentário: "...liquidei minha vida profissional lutando por um Brasil melhor. '

Anônimo disse...

Sr. Milton.
O sr. se apresenta como médico, é isso?
Explica melhor esse seu comentário: "...liquidei minha vida profissional lutando por um Brasil melhor. '

Anônimo disse...

O Bananeiro pode ¨exigir respeito¨ evocando seus cinco títulos de copa do mundo!
Lembrar que muitos desses fracassados torcem para times com trocentos títulos de futebol!
KKKKKKKKKKKKKKKK