segunda-feira, 27 de agosto de 2018

A perigosa vitória prévia do Não-Voto


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A maior cidade do Brasil começou a segunda feira tumultuada. Mais grave que o transtorno para a população foram as versões “oficiais” contraditórias para o problema. A Companhia do Metropolitano e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos informaram que uma oscilação de energia, das 4h às 5h da manhã, afetou o funcionamento de três linhas do Metrô (1, 2 e 3) e três linhas de trens (11, 12 e 13).

Já a Eletropaulo, fornecedora de eletricidade, alegou que não houve qualquer oscilação energética. Finalmente, o Metrô admitiu que a falha foi no sistema interno do Metrô. Houve um assalto contra uma equipe de manutenção elétrica. Bandidos levaram dois caminhões de cabos elétricos... Ocorreu alguma sabotagem que não se interessa divulgar? Vai saber...

O drible na verdade é o drama permanente do poder estatal e da iniciativa privada no Brasil, sempre que ocorrem erros e problemas de grande dimensão e repercussão social. Assistimos ao vício em jogar a verdade para segundo plano. Os serviços públicos, controlados pelo Estado ou por monopólios privados sempre contam a historinha que lhes interessa. Dane-se a versão verdadeira. Ferre-se o interesse público. Uma grande parcela dos brasileiros está cansada de ser enganada por falta de Transparência. O troco e a vingança virão na eleição...

As diferentes pesquisas indicam que mais de um terço do eleitorado não quer saber de aparecer para votar em 7 de outubro. Voto obrigatório é o cacete. O eleitor indignado prefere pagar a multinha irrisória imposta pela tal “Justiça Eleitoral”. A própria punição é uma ficção: R$ 3,51 reais... Não paga sequer uma passagem de ônibus, trem ou metrô. O valor é menor que o caríssimo litro da gasolina. Quem não paga a multa perde o direito a tirar a Certidão de Quitação Eleitoral.

Não é só pela multa simbólica que o eleitor pretende apertar a imaginária “tecla dane-se”, deixando de aparecer para a dedada compulsória na urna eletrônica que a cúpula do Judiciário descumpriu a Lei do Voto Impresso para posterior recontagem física. O Supremo Tribunal Federal e o Tribunal Superior Eleitoral causaram uma desmoralização prévia da confiabilidade do resultado eleitoral. Uma atitude destas é democraticamente imperdoável. O Judiciário impôs um golpe na Democracia. “O espectro da insegurança jurídica ronda a eleição” – escreveria a dupla caipira Marx e Engels, se tivesse saco para redigir um “Manifesto Eleitoreiro”...

A grande vencedora da eleição 2018 sob suspeita será o número recorde formado pela abstenção (a soma dos votos nulos, brancos ou faltas). Não é verdade que o eleitor esteja obrando e andando para a eleição. Acontece que a vitória prévia do não-voto pode representar um perigo, no mínimo, simbólico. A perda de confiança no mecanismo de escolha facilita o desrespeito a um regime democrático (que nem existe, de verdade, no Brasil, porque não temos segurança legal, jurídica, política, econômica e muito menos individual).

Além de quem já se programa para não sair de casa para votar, uma outra grande parcela do eleitorado planeja um voto de revolta: não pretende reeleger quem já está no “poder”. Infelizmente, ainda não dá para prever se atingirá volume expressivo a vingança contra a reeleição. Tomara que sim... Até porque Político não deveria ser uma profissão. Porém, no Brasil, tal aberração acontece, pela mania de aparelhamento da máquina estatal. Por isso, mesmo com todas as revoltas, a previsão otimista é de uma renovação de, no máximo, 15% nas vagas para deputados e senadores.

A ingovernabilidade é um risco concreto, independentemente de quem for escolhido para sentar no trono autoritário e centralizador do Palácio do Planalto. O Presidencialismo de coalizão tem tudo para provocar mais uma colisão fatal para o sonho (ainda inatingível) da democracia no Brasil. 2019 em diante promete ser mais bruto ainda, com persistência da crise econômica e recrudescimento da violência, da insegurança e do medo.

Enfim, otimista já nasce assassinado por bala perdida no Brasil sob Ditadura do Crime Institucionalizado. Assim, o Brasil segue mais firme que prego na areia...          

Releia o artigo de domingo: Cagaço não combate o Cangaço


Melhor debate do PT



A RecordTV exibiu o melhor debate da história nunca antes vista do PT. Foi um show. Assisti na íntegra e recomendo...




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Agosto de 2018.

5 comentários:

Loumari disse...

https://www.youtube.com/watch?v=d7O1JjhrNEs

Solnik: errei ao dizer que Lula eleito continua preso

Comentário do jornalista Alex Solnik, que faz uma retificação sobre o caso do ex-presidente Lula. Se a elegibilidade for mantida, conforme pede a ONU, e Lula for eleito, ele deixa a prisão temporariamente para cumprir o mandato.

26 de Agosto 2018


OBS: Vale a pena escutar o que aqui neste vídeo é exposto.

Loumari disse...

URGENTE! TODO PATRIOTA TEM QUE OUVIR ISSO

https://www.youtube.com/watch?v=XN5_RlAKQlw&t=218s

27 de Agosto 2018

Anônimo disse...

O que dirá o eleitor conservador, enquanto a mídia massacra Bolsonaro?
- Percival Puggina
Aqui:
http://www.tribunadainternet.com.br/o-que-dira-o-eleitor-conservador-enquanto-a-midia-massacra-bolsonaro/

Anônimo disse...

Também pudera, com a 2ª Turma do Caixa Dois falando que os políticos podem ficar à margem da lei, quem é o otário que vai endossar esse teatro cuja apuração é secreta?

Anônimo disse...

A CRISE DA VENEZUEFAVELA QUE O PT ALIMENTOU, FUDEU A NAÇÃO E AGORA O BRASIL ainda ACOLHE OS FRUTOS DE AJUDA DO MALDITO PT POR MEIO DOS MISERAVEIS QUE ENTRAM NO BRASIL: PAGANDO 2 VEZES A CONTA DA OBRA DO DESGRAÇADO GOLPISTA LULA E CARRASCOS DO PT FIZERAM PRÓ VIGARISTS CHÁVEZ-MADURO!
Se o Brasil quiser seguir adiante, terá de desbancar a quadrilha do PT e manter contra essa cachorrada assedio 24 H/dia, de igual para igual, no mínimo!
O maldito PT desde que foi posto aos pés no rabo Planalto abaixo pelos anti comunistas já fez 1001 ameaças e nenhuma delas, nem de longe cumpriu, nem o fará, pois são mesmo perigosos maus elementos apenas por detrás, muito traiçoeiros, mas de frente, uns cagões, especialistas em encenações teatrais e novelistas de alto gabarito!
Onde foram parar os black bostas? Que há de concreto dos ferozes generais Stédile e Gleisi Hoffmann, a histérica, aquele o vândalo, feroz militar, embora especialista em destruir laranjais e de laboratorios de experimentos florestais de pesquisas, vomitando que sangue iria correr no Brasil?
O STFudido volta a rediscutir a soltura do traste que estraçalhou a nação e que o GAL VILLAS-BOAS REPITA BEM CLARO DIAS 07 PRÓXIMO QUE CRIMINOSO NÃO TOMARÁ POSSE SE "GANHAR" ELEIÇÕES, como teria dito, QUE A MIDIA ESQUERDISTA NAS "PESQUISAS" propaga que essa peste virulenta Lula tem, ou até bem mais, embora seja o contrario!