sexta-feira, 17 de agosto de 2018

As Raposas e os Vinhos da Corrupção



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Novidade na Lava Jato? Até vinho importado, com algumas garrafas valendo R$ mil reais, foi usado pela turma do Serginho Cabral Filho para pagamento de propina. Suspeita-se que a bebida de boa qualidade era usada na famosa Mansão de Mangaratiba do Cabralzinho, em reuniões nas quais os corruptos se embriagavam em negociatas. Nada de anormal em um Brasil bêbado pela corrupção sistêmica – que dá muitos lucros (legalizados) para uma categoria: os defensores legais de bandidos.

Bons tempos em que a sociedade brasileira, de modo geral, via na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) uma trincheira feroz da defesa da democracia, de uma sociedade mais justa, na defesa dos valores morais e da ética. No passado, tivemos uma marcante presença da OAB na vida pública brasileira. E isso deixou saudades em todos aqueles que defendem um Brasil mais Republicano.

Presidir a OAB era o sonho dos grandes nomes do Direito Brasileiro. Renomados juristas que ocuparam este lugar, emprestavam suas biografias e suas histórias ao cargo que ocupavam. Foram tantos cidadãos honrados que aos poucos, o cargo absorveu, liturgicamente, a história de seus ocupantes e passou a usufruir de uma magia própria.

Com o tempo, naturalmente, foi-se exaurindo essa magia...Os grandes cidadãos do Direito brasileiro já não mais eram ungidos por seus pares para liderar as grandes batalhas que a Pátria Brasil precisava. Aos poucos, o sacerdócio patriótico de outrora foi dando lugar a “bate-chapas”, com direito (ops) a campanhas milionárias em busca de votos, a conchavos e acordos não declarados. A escolha dos dirigentes da OAB foi se transformando em um arremedo do que acontece com os partidos políticos brasileiros.

Neste momento tão singular e desesperador que vive o Brasil, nos parece um ótimo momento para sonhar, sim, sonhar com o surgimento de Grandes Juristas que participem e mesmo promovam intensos debates, eivados de patriotismo e de dever cívico, sobre os grandes problemas que afligem a nossa sociedade. A OAB, concebida nos longínquos idos de 1843, pelo então Instituto de Advogados do Brasil e formalmente constituída em 1930, na era Vargas, sempre teve um papel relevante nos destinos desta Nação. Por que seria tão diferente agora ?

Estamos vivendo uma verdadeira guerra civil silenciosa, na qual as estatísticas apontam o assassinato de 1 cidadão a cada 7 minutos – Números de 2017... Ano em que 1 brasileiro imigrou para outra nação a cada 60 minutos. Hoje até as nossas crianças sabem o que significa PCC, de tanto ouvir esta sigla. Talvez não se lembrem com tanta facilidade da OAB...

O que diriam Pontes de Miranda, Sobral Pinto e muitos outros se soubessem que um dia que todo o Brasil iria acompanhar, estarrecido, as sessões do nosso Supremo Tribunal Federal. Quem poderia imaginar que Ministros daquela Corte ficariam precavidos e temerosos de frequentarem as instalações dos nossos aeroportos? E os mais ricos e famosos advogados, quem poderia conceber que eles ganhariam destaque por defenderem os mais notórios bandidos da nossa politicagem?

O poder público brasileiro hoje é visto pela grande maioria dos cidadãos brasileiros como um ente que defende apenas privilégios nada republicanos. O poder público brasileiro, com esta carga tributária criminosa, com serviços públicos de péssima qualidade, com sua máquina de judicializar e criminalizar os confiscos que pratica contra as famílias e empresas, ao invés de ampará-las, este poder público não é reconhecido pela grande maioria da população como legítimos bons gestores da coisa pública.

Podem ser governantes, legalmente. Mas a legitimidade adquirida e conquistada pela dedicação, abnegação, ética e patriotismo, essa qualidade essencial os nossos governantes não têm. Por isto que eles são chamados apenas pela alcunha de “Autoridade”. O ermo tem mais a ver com o autoritarismo imposto pela Ditadura do Crime. Falta de tudo na Saúde Pública, na Segurança Pública, na Educação Pública. Só não falta nos escândalos de corrupção generalizada que assistimos diariamente em nossos noticiários diários.

Fica no ar a pergunta: Onde estão aqueles Nobres Senhores do Direito Brasileiro?  Teriam eles imigrado como muitos brasileiros? Teriam eles sucumbido no embate com os grandes grupos criminosos que tomaram conta do País?

Precisamos iniciar um novo Ciclo Virtuoso no Brasil. E a OAB é importante demais para ficar na plateia, assistindo inerte à instalação do caos no Brasil. A OAB não pode tolerar práticas que os partidos políticos e alguns sindicatos fazem de pior em suas escolhas de dirigentes.

Os mais brilhantes juristas devem ajudar a promover as mudanças estruturais. Não permitam que a ação profissional do legítimo operador do Direito seja mais empregada lucrativamente que eticamente na defesa de abastados corruptos. Chega de beber vinho com tais raposas...

Senhores Juristas Brasileiros, reajam. O Brasil precisa demais de vocês. E não de notáveis defensores dos beneficiários da roubalheira tupiniquim.  




Pedido de socorro aos leitores

Releia o artigo de domingo: O Meu Ladrão de celular na bicicleta

Leitores, amigos e inimigos que quiserem e puderem nos ajudar na “vaquinha” para cobrir o prejuízo com a perda do meu celular instrumento de trabalho, favor depositar qualquer contribuição pelos seguintes meios abaixo.

Desde já, agradeço aos que colaboraram...


Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) 
Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 0722-6, C/C: 209042-2, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Agosto de 2018.

3 comentários:

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Tens toda a razão,J.Serrão. A OAB de hoje longe está de ser a OAB de "antes",onde grandes nomes despontavam na sua presidência, Destaco um em especial,o Dr.Raymundo Faoro,que o próprio PT sondou para levá-lo a integrar a sua "trupe". Mas não logrou êxito. Parece até que o PT já quis Faoro como "vice",lá pelas primeiras tentativas de LUla. Infelizmente a OAB de hoje mais serve como escudo de proteção para seus "incritos" usufruirem os polpudos honorários vindos da roubalheira do erário. E só criminoso aceita dinheiro que sabe roubado.

Anônimo disse...

O nosso prezado blogueiro Serrão, fez um retrospecto dos juristas de outrora da OAB e os de agora que como regra geral vem deixando a desejar,naquela Ordem. Lembrei de um dos maiores juristas da cidade de Santos Dr. Saulo Ramos que escreveu o livro denominado o código da vida, no qual menciona o ministro do supremo Celso de Mello, na ocasião seu indicado para o STF. O dr. Saulo Ramos, ficou tão famoso que um parecer seu valia uma fortuna, porque os juizes quando viam sua assinatura, pensavam 10 vezes, antes de julgar. Tivemos tambem outros advogados famosos, como o dr. Antonio Feliciano, que foi um dos melhores prefeitos de Santos e recentemente o dr. Vicente Cascione que continua ativo em nossa cidade, emérito professor da Faculdade Católica de Santos. Como diz a sabedoria popular: RECORDAR É VIVER !!!

FOTO DO FATO disse...

Antológico,histórico, verdadeiro, oportuno, uma postagem Diamante.
Felicito-te por tão brilhante inspiração.