domingo, 5 de agosto de 2018

Honra e Dever


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

O MOVIMENTO INTERVENCIONISTA é a legítima reação de um povo oprimido, por um governo ilegítimo, composto por títeres da pirataria internacional.
     
A ditadura do crime está nua. O povo brasileiro já entendeu que a classe política se locupleta à custa da sua vida.
     
A última cartada da ditadura é a eleição de outubro. Como no impeachment da Dilma, os ditadores esperam ganhar mais algum tempo no poder, torcendo, para que o povo esqueça seus crimes.
   
Está difícil o combate, não temos a quem recorrer. Mas precisamos continuar a defender o Brasil, nossa força é a razão, o direito e o patriotismo.
     
Mesmo, que o canto das sereias leve nossos exércitos ao equívoco da política partidária, vamos manter a trincheira da nacionalidade !
   
O dever do patriota permanece, mesmo que seja desertado por suas tropas. Honra e dever são o seu único patrimônio. 
   
Não é pela vitória que lutamos, é contra os inimigos permanentes do Brasil e da humanidade. 
   
Mesmo quando não nos restar vida, a Pátria continuará a ser defendida, pelos brasileiros, que nos sucederem. 
   
O Bem certamente triunfará, apesar dos convenientes, ambiciosos e desertores. 

MANIFESTO INTERVENCIONISTA

O partido dos intervencionistas é o Brasil.
   
Ambiciosos de poder existem muitos, que façam bom proveito, mas saibam, que os intervencionistas estarão de olho nas suas  ações.  A fiscalização será permanente!
   
Não concordamos com o processo eleitoral controlado pelo crime, mas se ocorrerem eleições, estaremos na oposição, contra qualquer um que seja eleito, porque  o exercício do Poder do Estado precisa ser fiscalizado pelos cidadãos, por melhores que sejam os eleitos.

Somos a maioria silenciosa, que ama o Brasil, trabalha e cumpre suas obrigações, com a família e com a Pátria.

Saímos para as ruas, para defender o Brasil e nào voltaremos, enquanto o crime estiver usurpando o Poder do Estado e massacrando a Nação.
“ Navegar é preciso, viver não é preciso!”

BRASIL! ACIMA DE TUDO!

INTERVENÇÃO AINDA QUE TARDIA!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

Nenhum comentário: