quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Intervenção e Democracia



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

A DEMOCRACIA, o combate ao crime e à traição à Pátria são a essência da DOUTRINA INTERVENCIONISTA.

Portanto,  não podemos hostilizar os combatentes intervencionistas, que pretendam votar neste ou naquele candidato.
       
Os eleitores do Bolsonaro e do Alvaro Dias, por exemplo, são patriotas intervencionistas, que após o pleito voltarão ao combate, contra a ditadura do crime, que escraviza o povo brasileiro. 
     
Não concordamos, apenas, com o atual sistema eleitoral controlado pelo crime, mas a democracia impõe o respeito aqueles que pretendam participar do pleito.
     
Vamos esperá-los do outro lado do rio e, ombro a ombro, voltaremos a combater a ditadura do crime. 
     
Essas eleições são, apenas, um breve intervalo na luta patriótica. 
       
O inimigo não deve dividir e enfraquecer os patriotas. O Brasil precisa da união de todos!

BRASIL!Acima de tudo!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

Um comentário:

Loumari disse...

Mais dizeis Brasil acima de tudo, mais o Brasil se afunda para o abismo dos mais obscuros.
Mas, Graças a DEUS, O SENHOR DOS EXÉRCITOS, vem aí o rei de Babilónia. Esperem para ver.