domingo, 2 de setembro de 2018

A Obsessão de Lula pela Presidência


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Sérgio Alves de Oliveira

Sem dúvida Lula enterrou fundo na sua mente que ele não seria meramente um simples candidato “qualquer” à Presidência da República, como todos os outros “mortais”, que obrigatoriamente têm que preencher uma série de  requisitos exigidos em lei  para tanto.     

Lula seria muito mais que isso. E mais que todos os “outros”. Inclusive “somados”. Ou seja, esse cidadão seria ”dono” absoluto, não só do direito à legitimação da sua  candidatura, porém, “lá na frente”, já do próprio cargo presidencial.                                                              

Talvez por esse motivo jamais alguém tenha se deparado com tanta “arrogância” para reivindicar esse tipo  de “direito”. O direito “singelo” de ocupar a Presidência da República. Atrás daquele falso “populismo” que Lula se esforça para aparentar e conquistar o seu “rebanho” de eleitores idiotizados , esconde-se uma inigualável arrogância política nada compatível com a sua forjada “popularidade”. Talvez uma junta psiquiátrica pudesse revelar o tamanho da obcessão de Lula pela Presidência da República do Brasil.

Outra atitude nada digna desse “candidato”é que a certeza da sua eleição partiria de uma premissa fraudulenta, ou seja, das pesquisas eleitorais forjadas  pró-Lula, encomendadas,  executadas e  pagas pelas forças desonestas que o apoiam, dentre as quais os institutos de pesquisa IBOPE e  DATAFOLHA,  a TV GLOBO e o jornal O ESTADO DE SÃO PAULO, dentre outros.

Esse tipo de postura na verdade não corresponde a uma postura “democrática”, de sujeição a uma  competição entre vários concorrentes ,que é própria à verdadeira democracia eleitoral, porém de uma atitude  só compatível com aqueles  que praticam a “tirania” garantindo  que é “democracia”. É próprio aos  tiranos ,não aos democratas, achar que  “só ele” tem o direito de ocupar a Presidência ,mais ninguém.

Só pode ser essa a explicação pela  inconformidade  exacerbada de Lula com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral-TSE, que em  sessão de 31 de  agosto, por decisão majoritária da  sua composição Plena  (6X1),REJEITOU a inscrição da sua candidatura  para as  eleições presidenciais que se avizinham, por estar o mesmo incurso nas restrições eleitorais que não admitem  candidatura de condenados em Segunda Instância por certos crimes, onde ele está incurso, na condenação que lhe impôs o TRF-4.   

Buscando até em outras “galaxias” argumentos para legitimar a candidatura de Lula ,porque  estavam conscientes que  no Planeta Terra  nada seria encontrado, um grupo de “lideranças” do PT foi bater na porta da ONU, lá em Nova York. Na “recepção” da ONU “conseguiram”, sem muita dificuldade, não se sabe a que  “custo” ,um documento assinado por gente não habilitada para assinar  um ato jurídico de natureza internacional ,”recomendando” que Lula participasse das eleições brasileiras de 2018.

E tiveram a “cara de pau” de apresentar no TSE esse documento “internacional” como principal argumento da defesa de Lula.   

Mas se de fato a ONU gostasse tanto assim de Lula, e como ao que parece ele  ficará desempregado no Brasil, não seria o caso, talvez, dessa “organização” contratá-lo?                                                                                                       

Sérgio Alves de Oliveira é Advogado e Sociólogo.

3 comentários:

jomabastos disse...

A ONU brasileira está sediada no Brasil e cria com facilidade qualquer comissão ou subcomissão para dar dar pareceres que interessem aos comunistas.
A ONU Brasil é constituída por comunistas saídos das hostes da governação comunista que gere o Brasil há dezasseis anos.
Será que o povo brasileiro ainda não sabe que este país está a ser gerido pelo comunismo?

jomabastos disse...

O povão, incluindo jornalistas e demais que vão na conversa dos comunistas, em vez de abrirem os olhos e afirmarem que o TSE e o STF estão mandando e desmandando no Brasil como querem e como podem, distraem-se a culpar a ONU e outros instituições e países dos males que grassam neste país.
Qual o Juiz de um país desenvolvido que desculparia a sua votação/sentença em um tribunal afirmando que a ONU tem influência no seu voto? Nenhum! Infelizmente ainda existem muitos jornalistas e não só, que adoram empurrar o problema para os demais e nunca olhar para o verdadeiro cerne do problema - o comunismo e a corrupção que dominam o nosso país.

Anônimo disse...

A ficha dos petralhas jamais cairá, essa corja de alienados só respeitam a força das armas e se esconderam nos esgotos como ocorreu em 1964, para dar seus botes mortíferos, matando inclusive inocentes. O general Figueiredo cometeu o erro mais grave da intervenção militar concedendo anistia geral e irrestrita, embora tenha sido aconselhado pelo general Medici, de que essa medida tornaria viavel a volta do comunismo e futuramente eles provocariam o caos em nosso, país e foi o que realmente aconteceu. Hoje sabemos que outra intervenção militar é inviável sob vários aspectos que todos sabemos quais são. Bolsonaro se eleito presidente e for boicotado para provocar seu impeachment, não lhe restará outra alternativa, a não ser intervenção militar, com o general Mourão como comandante supremo do exercito brasileiro.Assim teremos novamente anos de chumbo grosso, com a eliminação definitiva do comunismo no brasil.Desta vez não haverá o jeitinho brasileiro, a não ser choro e ranger de dentes. Quem for vivo verá. !!!