segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Médicos e Médicas contra o Fascismo



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Milton Pires

Nós, médicos, médicas e estudantes de medicina, organizados enquanto coletivo, por meio deste manifesto nos posicionamos contrariamente a essa onda de intolerância, de preconceitos e de exclusão social que cresce em nosso país.

Somos decisivamente contra a onda fascista que avança no país. O fascismo caracteriza-se como uma ideologia autoritária, que repudia as liberdades democráticas e os direitos humanos. Persegue com objetivos de aniquilamento os que considera inimigos, os pensam diferente, os que não compartilham dos mesmos valores culturais e políticos. O fascismo também se fundamenta na adesão acrítica a líderes que se apresentam com áurea mítica e defendem ações de força e violência como meio para resolução das questões sociais e políticas. O fascismo, em síntese, é a face política da violência cotidiana. É visceral e violentamente contrário aos princípios de liberdade, da dignidade humana, da verdade e da justiça social.

A medicina é - antes de tudo - o respeito à vida. Enquanto médicos e médicas que tem por dever a defesa do bem estar biopsicossocial, não podemos ser favoráveis a alguém que defenda abertamente valores exaltados pelos fascistas, como tortura, misoginia, xenofobia, racismo e homofobia. Nada disso combina com a defesa de uma vida digna e saudável.

Nesse sentido, repudiamos veementemente qualquer alusão favorável ao pior período de nossa história, a ditadura militar, como faz com veemência o candidato à presidência da república Jair Bolsonaro. Não toleraremos qualquer retrocesso que seja em direção a esse passado tenebroso e nos posicionamos firmemente contrários a todos aqueles que defenderem algo parecido.

Somamos-nos àqueles que desejam um país que respeita e abraça a diversidade, que esteja comprometidos com o combate à desigualdade social e com a promoção da justiça social por meio da garantia ao acesso universal aos direitos essências: saúde, educação, cultura, liberdade, lazer, segurança, entre outros. Combateremos, democraticamente, àqueles que se posicionam contra essas conquistas do povo e dizemos em alto e bom som:

NÃO AO FASCISMO !

RESPOSTA DO EDITOR DO ATAQUE ABERTO (QUE É MÉDICO)

Depois de humilhado, depois de ser tratado como um cão por Vagabundas Petistas disfarçadas de "enfermeiras", depois de trabalhar em condições que nem mesmo médicos militares conheceram, depois de ver um crápula, um verme como Alexandre Padilha, humilhar 400.000 colegas trazendo FALSOS MÉDICOS cubanos ao Brasil, depois de escutar uma Chefe de Quadrilha como Dilma Rousseff dizer que "os médicos cubanos são mais atenciosos" do que nós....eu sinto náusea, sinto verdadeiro NOJO de ser colega das pessoas que escreveram e assinaram tal manifesto.

Em 2016, meu filho de 12 anos me perguntou: "Pai, sabe o que eu vi na Internet? Que tu bates em mulher dentro de hospital" - ele se referia à PSICOPATA, à lésbica frustrada que quase foi presa num pronto atendimento de Porto Alegre depois de ter atendido uma idosa e que ajudou a ralé, a escória de um Hospital comandado pelo PC do B, a me demitir do emprego.

Os filhos da PUTA, com ajuda dela e de CADELAS PETISTAS da enfermagem, me acusaram de "não lavar as mãos" e "não examinar pacientes" (entre outras barbaridades) e tiveram o apoio de um CANALHA, de um PICARETA VELHO detestado até pelos filhos, que  chama os pacientes da UTI de "arigó", diz aos familiares que vão levar uma "samambaia para casa" e negou, na frente de um  juizeco do trabalho, que havia perseguição política contra mim!  

Eu vi filhas de uma colega sentirem vergonha de irem para o Colégio porque a mãe, pediatra, foi acusada de "abandonar criança em tratamento porque a mãe era petista". Eu vi uma colega em SP, acusada por um lixo, um canalha que é figurão da Cardiologia Nacional, perder o emprego porque supostamente teria levado para internet a tomografia cerebral de uma bagaceira, de uma vileira, (esposa de um analfabeto, ladrão e sindicalista alcoólatra) que teve um AVC. 

Tudo isso eu suportei, mas não vou me calar perante esta CORJA de filhos da puta com CRM que não tem vergonha na cara, que não tem um pingo de respeito pela profissão, que esqueceu tudo que jurou e tudo que aprendeu para se abaixar para ralé, para escumalha do PT, do PSOL e PC do B e o seu delírio de Medicina Marxista.

Eu tenho NOJO de vocês, eu prefiro ser considerado "fascista" do que ser confundido com "colega de vocês" em virtude daquilo que VOCÊS ajudaram a fazer com a Medicina, com a Rede Hospitalar Brasileira e com a Saúde Pública no Brasil - enquanto eu escrevo, alguém infartado ou em coma AGONIZA dentro de uma UPA imunda porque não existem mais hospitais no Brasil, seus desgraçados! 

Vocês, sua CORJA de Comunistas de iphone, seus cretinos que fazem fotos no inverno de NY, tem a coragem de falar em "intolerância"?? Vocês dividiram o Brasil em pretos e brancos, em gente que dá e não dá a bunda, em quem acredita e não acredita em Deus....Vocês, canalhas, jogaram brasileiros contra brasileiros! 

A ideia que vocês tem de "fascismo" é a ideia que o meu cachorro tem de uma Equação de Segundo Grau. Depois de Lula dizer que "é uma ideia", vocês tem a AUDÁCIA de falar em "líder com aura mítica"??

Vocês tem a AUDÁCIA de falar em violência cotidiana com os colegas de vocês apanhando, levando cuspidas, tapas e chutes nas espeluncas comandadas por gente do PT, PSOL e PC do B? Vocês tem a AUDÁCIA de falar em "retrocesso" e "ditadura militar"?? FEDELHOS como vocês que se formaram  no século XXI querem falar em "ditadura" ??? Pra mim? Pra mim que estive em passeatas por DIRETAS JÁ ???

O que vocês pensam que é a Medicina?? Parte do "esforço revolucionário" ?? Vocês, seus desgraçados, acham que é função dos Médicos Brasileiros RESOLVEREM SOZINHOS os problemas de "desigualdade" no Brasil??

Vocês não vão "combater democraticamente" NINGUÉM!! Vocês vão, em 2019, PERDER os EMPREGOS e CARGOS de Chefias, as "TETAS", a "MAMATAS", as "PUTARIAS" que são as bolsas de pesquisa que vocês conseguiram durante o Regime Petista e alguns de vocês vão, se Deus Nosso Senhor quiser, para CADEIA!

Milton Simon Pires é Médico. Editor do Ataque Aberto.

Nenhum comentário: