quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Se Haddad é Lula, por que ele está solto?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Supremo Tribunal Federal decidiu, por 7 a 2, que estão cancelados 3,3 milhões de títulos eleitorais de quem não fez o cadastramento biométrico obrigatório. Votaram pela manutenção da exclusão dos títulos os ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e o presidente da Corte, Dias Toffoli. A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, declarou suspeição, e não votou. O decano Celso de Mello também se declarou impedido.

Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio foram votos vencidos. Lewandowski até lembrou que, no segundo turno das eleições presidenciais de 2014, a diferença de votos entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) foi de aproximadamente 3,5 milhões de votos, número próximo ao de títulos cancelados agora. E provocou o presidente Dias Toffoli: “Imagine Vossa Excelência se nós tivermos eleição apertada como esta, uma diferença dessa natureza numa eleição que já vem sendo questionada por determinados setores - e não tenho o pejo de dizer, antidemocráticos, inclusive ante à opinião pública internacional, e tendo em conta os observadores da OEA (Organização dos Estados Americanos) que estão agora aqui acompanhando as eleições -, como é que vamos ficar, senhor presidente?”.

Outra decisão importante da tal “Justiça” Eleitoral. Por 6 a 1, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu autorizar a coligação "O Povo Feliz de Novo" (PT/ PC do B/PROS) a veicular o nome do Presodentro Lula no logotipo da campanha petista "Haddad é Lula". A maioria considerou que a presença do nome de Lula na peça publicitária não confunde os eleitores, ao contrário do alegado pelo partido Novo e pelo candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.


O mais curioso argumento foi usado pelo ministro Alexandre de Moraes: "A chapa anterior era Lula e Haddad, até a impugnação. E a partir de agora, Haddad é Lula. Tenho pra mim que 100% dos eleitores têm total certeza de que o ex-presidente Lula não é candidato, mas esses mesmos 100% dos eleitores têm certeza de que o candidato do ex-presidente Lula é o candidato Haddad. Em alguns locais o Haddad é chamado de Andrade, mas é o candidato do Lula". 

Informação importante. Jair Bolsonaro deve ter alta nesta sexta-feira, por volta de meio-dia. Deixa o Hospital Albert Einstein, em São Paulo e, em seguida, embarca, às 15 horas, para o Rio de Janeiro, em vôo da Gol. Bolsonaro recusou a oferta de jatinhos de empresários. O candidato do PSL será acompanhado por 12 agentes da Polícia Federal. Bolsonaro fará uma campanha forçadamente caseira até domingo, 7 de outubro. Pelo menos, tudo indica que Bolsonaro estará liberado pelos médicos para votar nele mesmo...

Adversários e inimigos já admitem chances de vitória de Bolsonaro já no primeiro turno. O anti-petismo vencerá a eleição presidencial... É pule de 13...



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Setembro de 2018.

3 comentários:

jomabastos disse...

Há que viver a realidade e encarar o 2º turno como o resultado mais lógico e aproximado.

De certo modo, o Clube Militar ao apoiar Bolsonaro com "PARA UM BRASIL MELHOR" em manifesto com diagnóstico e propostas para o Brasil, explicando os problemas e mostrando as soluções para um Brasil liberal e democrático, vem melhorar as hipóteses da vitória de Bolsonaro.
E este manifesto pode pesar muito positivamente na candidatura de Bolsonaro, se este se apoiar nas palavras deste documento e não em discursos ultraliberais e em expressões ridículas, sem ou com pouca conexão com um Brasil socialmente liberal.

Anônimo disse...

O próximo passo do stf/tse é autorizar a inclusão da foto e do nome da dupla lullarápio/andrade na urna eletrônica. Não tem nada de mais, pois vivemos numa democracia perfeita.

Anônimo disse...

Para continuar a pilhar os bocós dos brasileiros.