segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Canhotices alopradas favorecem Bolsonaro



Pura sabedoria política

2ª Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Festival de Besteiras que Assola a Esquerda aumenta, ainda mais, o favoritismo de Jair Bolsonaro para a disputa presidencial em 2º turno. Fernando Haddad – que recebeu o apoio queima-filme do ex-Presidente FHC – deu um tiro no pé ao sair da visita ao Presodentro Lula. Gravou um vídeo para afrontar o Judiciário e os brasileiros honestos, prometendo que o chefão Lula subirá com ele, “se Deus quiser” a rampa do Palácio do Planalto em 1º de janeiro de 2019... Deus também deve estar de saco cheio do PT...



Outra doideira do dia foi, logo cedo, proporcionada pela jornalista Miriam Leitão – comentarista do Bom Dia Brasil da Rede Globo. A loucura não se resumiu a classificar o PT como “um partido moderado e defensor da Democracia”. Visivelmente nervosa, claudicando na leitura de um texto escrito no teleprompter, Miriam praticamente indicou que a Globo resolveu apoiar Haddad. Ficou a impressão de que a sempre comunista Miriam misturou seu drama pessoal do passado com ódio que não esconde a um candidato de raízes militares, ao proclamar a soviética mentira de que Bolsonaro sempre defendeu a tortura, a ditadura e o autoritarismo. Tem gente precisando de uma psicanálise urgente na esquerda desvairada...



A mentirada sobre o “programa democrático” petista foi facilmente derrubada por Rogério Chequer (candidato derrotado ao governo de São Paulo pelo Partido Novo, em uma  comparação entre os programas de Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, oficialmente registrados na Justiça Eleitoral. A análise objetiva de Chequer confirma a adoração petista do regime Capimunista – com cada vez mais intervenção estatal na vida do cidadão e das empresas. O confronto ratifica que o verdadeiro discurso fascista é praticado pela petelândia – e não pelo Bolsonaro.

Comparativo dos programas Bolsonaro/ Lula (Haddad):

*IMPOSTOS*

- Bolsonaro: Redução da carga tributária e aumento da receita destinada aos municípios (pág 58)

- Lula/Haddad: Criar imposto sobre a exportação (pág 41), criar imposto sobre lucros e dividendos (pág 42) e aumentar o imposto territorial rural ITR para grandes propriedades (pág 56)

*IMPRENSA*

- Bolsonaro: contrariedade a qualquer regulação ou controle social de mídia (pág 7)

- Lula/Haddad: implantar mecanismos de regulação da imprensa e criar uma empresa pública de comunicação para expor o posicionamento do governo (pág 16)

*LAVA JATO*

- Bolsonaro: a justiça deverá seguir seu rumo sem interferências políticas (pág 15)

- Lula/Haddad: promover uma reforma do sistema de justiça para reduzir o poder de investigação do ministério público federal (pág 6, 15)

*SEGURANÇA*

- Bolsonaro: tolerância zero com o crime (pág 10) e redução da maioridade penal (pág 32)

- Lula/Haddad: desmilitarização das polícias (pág 31) e iluminação com led nas ruas (pág 54)

*MINISTÉRIOS*

- Bolsonaro: reduzir os 29 ministérios existentes atualmente (pág 17)

- Lula/Haddad: Criar 6 novos ministérios (pág 19, 20 e 55)

*DITADURAS SOCIALISTAS*

- Bolsonaro: deixar de louvar ditaduras assassinas socialistas  (pág 79)

- Lula/Haddad: desenvolvimento da infraestrutura de países do Mercosul (Venezuela) (pág 11)

*AGRONEGÓCIO*

- Bolsonaro: Segurança no campo, políticas para consolidar mercado interno, abrir novos mercados externos, melhoria da logística de distribuição (pág 69)

- Lula/Haddad: regulação do agronegócio para evitar ampliação de grandes latifundiários. Implantar reforma agrária e distribuir terras ao MST e indígenas (pág 56)

*CONSTITUIÇÃO*

- Bolsonaro: respeito e obediência à constituição (pág 6)

- Lula/Haddad: Estabelecer um novo processo constituinte para aumentar o poder do estado (pág 6)

*PRESÍDIOS*

- Bolsonaro: Prender e deixar na cadeia quem tiver cometido crimes (pág 30) e acabar com a progressão de pena e saída temporária (pág 32)

- Lula/Haddad: Reduzir a massa carcerária do Brasil através da liberação de presidiários (pág 33)

*SINDICATOS*

- Bolsonaro: o sindicato deve ser voluntário, contra a obrigatoriedade do imposto sindical (pág 64)

- Lula/Haddad: valorização de sindicatos e associações de trabalhadores (pág 40)

*DROGAS*

- Bolsonaro: Combate à ideologia de liberação irrestrita de drogas ilícitas (pág 26)

- Lula/Haddad: Promover a descriminalização das drogas (pág 32)

Links para ver na fonte:

PLANO DO HADDAD=LULA:

PLANO DO BOLSONARO:



Resumindo o comparativo feito por Rogério Chequer: o candidato essencialmente facista é o Haddad Lula da Silva. É o nazicomunopetismo deseja mais Estado para suas corporações aparelharem – e eventualmente praticarem uma corrupçãozinha. Por tudo isso, um eventual retorno do PT ao poder – que não vai acontecer – seria nefesto ao Brasil.

Se a Justiça Eleitoral encomendasse uma “Análise Preliminar de Perigo e Risco” oferecida pelo PT, o partido seria facilmente reprovado para atuar no regime democrático. Ainda bem que a maioria esmagadora dos eleitores já percebeu isto e vai referendar a vitória de Jair Bolsonaro no segundo turno. O povo prefere Jair e não a turma do “Já Era”...

E para quem ainda não aprendeu o que é fascismo, um outro vídeo bem explicativo...


Releia a primeira edição desta segunda-feira: PT sabe que Bolsonaro é favorito no segundo turno


E o Manifesto do Avança Brasil:
A Esperança, a Justiça e o Trabalho Vencerão!

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Outubro de 2018.

6 comentários:

Diego Guedes Madeira disse...

Rogério Chequer ? Esse comparativo é meu hahahahahahha

Anônimo disse...

Depois da divulgação do programa de governo do Haddad neste blog, mais conhecido no nordeste como Andrade, somente um néscio não consegue entender que esse nefasto programa não passa de um atabalhoado programa de implantação do comunismo ateu no nosso país. Pior cego é aquele que não quer enxergar o obvio"ululante" (desculpem o trocadilho, com o preso de Curitiba.) NBR

Anônimo disse...

Esperamos que o Bolsonaro combata ferrenhamente o crime em todas as suas formas, restabelecendo a ordem que o PT fez questão de extinguir. Todo mundo já sabe que essa conversa de social-democracia é conversa para boi dormir e que não dura um dia sequer após eleitos. Aliás, é batida também a tática da esquerda de acusar os outros daquilo que é e sempre fazer tudo ao contrário. Sob orientação do FHC vão querer transparecer moderação como o único objetivo de continuar a pilhagem do Brasil.

Anônimo disse...

Foi risível assistir a GloboNews no sábado. Confundindo véspera de eleição com sábado de aleluia, passaram o tempo todo malhando seu judas predileto: Bolsonaro.
Com olhares encarniçados de fulminante rancor, bocas sangrando um fel peçonhento contra seu desafeto, os supostos jornalistas, capitaneados pela Miriam Leitão, a Maga Patalogika da Globo, não se cansava de vociferar contra o que eles denominavam com toda raiva e ressentimento visíveis nos cabelos desgrenhados de candidato do "ódio". O mais ridículo foi ver essas "bocas de aluguel" começarem a amaciar o discurso na segunda-feira!
O jornalismo da rede Globo primeiro perdeu a vergonha. Agora passa a perder, além da credibilidade, a audiência.

Anônimo disse...

Foi risível assistir a GloboNews no sábado. Confundindo véspera de eleição com sábado de aleluia, passaram o tempo todo malhando seu judas predileto: Bolsonaro.
Com olhares encarniçados de fulminante rancor, bocas sangrando um fel peçonhento contra seu desafeto, os supostos jornalistas, capitaneados pela Miriam Leitão, a Maga Patalogika da Globo, não se cansava de vociferar contra o que eles denominavam com toda raiva e ressentimento visíveis nos cabelos desgrenhados de candidato do "ódio". O mais ridículo foi ver essas "bocas de aluguel" começarem a amaciar o discurso na segunda-feira!
O jornalismo da rede Globo primeiro perdeu a vergonha. Agora passa a perder, além da credibilidade, a audiência.

Anônimo disse...

Aos menos desavisados, o PT é o partido que mais fala em democracia e moderação. Os zumbis engolem essa lorota e saem às ruas chamando Bolsonaro de fascista, nazista, etc. Esse povo gosta de ser dominado, um cabresto, ser tratado como idiotas em troca de alguns pequenos favores. Vão partir para o segundo turno apostando nas palavras de conciliação e moderação, travestidos de cordeiros.