terça-feira, 2 de outubro de 2018

Corrupção de Lula cola em Haddad



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Acertou quem previu que José Dias Toffoli, ao assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal no dia 13 de setembro, seria o “Toffoli do STF” e não um ex-militante do PT indicado para a mais alta Corte do Judiciário. Toffoli decidiu manter a proibição do Presodentro Lula de conceder entrevistas na prisão.

O plenário do Supremo terá de decidir a questão, depois de pancadarias nos bastidores entre os ministros Ricardo Lewandowski e Luiz Fux – com as fofocas divulgando que o conflito sobrou até para Toffoli. Ainda não há previsão de quando os 11 supremos-deuses cuidarão do polêmico assunto.

Condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, Lula segue preso, de modo especial e privilegiado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. De lá, coordena a campanha de Fernando Haddad – que diz para os eleitores incautos que é Lula. O poste Haddad esteve ontem no comitê de campanha do cárcere para receber novas instruções do chefão petralha.

A campanha já virou assunto secundário. Agora preocupação de Lula e o PT é a delação premiada de Antônio Palocci Filho – liberada, em parte, pelo juiz Sérgio Moro. A Petelândia desesperada reclama que isso não poderia acontecer na véspera do primeiro turno em que o “petefóbico” Jair Bolsonaro desponta como favorito. Afinal, a corrupção não cola nele. Porém, por causa de Lula, pode ser sinônimo de Haddad – que também reza para o companheiro José Dirceu parar de comprar briga com o Judiciário e o Ministério Público, mesmo que ele pareça ter razão...  

O também prisioneiro Palocci só aumenta a culpa e o dolo da petelância corrupta. Ele revelou à Polícia Federal aquilo que muitos bebês de colo sabiam. O ex-homem-forte da grana de campanha do PT confirmou que Lula sabia de toda a corrupção na Petrobrás. Só falta aguardar as provas objetivas que Palocci tem na manga contra o ex-Presidente e demais parceiros no crime de lesa-pátria contra a estatal de economia mista.

A semana maluca corre depressa. Jair Bolsonaro não deve comparecer ao último debate televisivo, quinta-feira, na Rede Globo. Bolsonaro seguirá falando sozinho na Internet, com uma campanha pobre de R$ 1,3 milhão. Já o Haddad tem 22 vezes mais para gastar: R$ 28,7 milhões. A equipe de Bolsonaro reserva R$ 300 mil para investir no programa de rádio e tevê do eventual segundo turno – se é que vai ocorrer...



Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 2 de Outubro de 2018.

Nenhum comentário: