domingo, 7 de outubro de 2018

Do Triregno ao Tribóstio




“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Em minha modesta e despicienda opinião, Deus tem um grande senso de humor.

Para combater o tédio de sua eternidade, onisciência e onipotência, volta e meia prega-nos uma peça e ficamos chupando meia.

A tal da Igreja Católica Apostólica Romana é um bom exemplo.

Fundada há mais de dois mil anos pelo filho do “dono” e administrada desde sua partida por um tal de Pedro (Simão, para os íntimos) e seus sucessores, segue impávida, não obstante as qualidades (ou deméritos) pessoais dos “pescadores” de almas.

Conta-se que um jovem casal estadunidense, em sua primeira viagem ao exterior, chegou ao Vaticano e se deslumbrou com a grandeza da obra.

A “patroa” não se conteve e disse: “para quem começou com um burro velho numa manjedoura, até que eles foram longe...!”

Tivemos Papas de todo jaez; santos e devassos.

Assim, não me preocupo quando dizem que o atual é comunista.

Amáveis leitores e público em geral: Ele é ARGENTINO !

Seu povo, de inteligência e cultura invejáveis tem uma característica ainda pouco estudada: a caixa craneana é pequena para o tamanho do cérebro. Isso causa uma permanente angústia e desconforto. Para entender melhor o fenômeno, sugiro a leitura do livro “Joana Tabor 666” . Há uma tradução para o português de 1.952, Editora Vozes, sem ISBN.

A obra foi escrita em 1.942, por Hugo Wast (pseudônimo de Gustavo Adolfo Zuviria, então ministro da Cultura, antes de Perón.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: