terça-feira, 9 de outubro de 2018

Judasciário: O grande derrotado pelos Smartphones



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Sabujo dos poderosos desde os tempos coloniais, prestou-se a infamantes papéis no Reino Unido, no Império, na República velha, na Ditadura de 30, no período pós Vargas, no Parlamentarismo, no Regime Militar e, principalmente, na chamada Nova República.

Dentre seus membros, uns se acham “deuses”; outros tem certeza dessa condição divina.

O que não esperavam foi o surgimento das redes sociais. Antes, suas felonias tinham um impacto reduzido pela dificuldade da transmissão do ocorrido.

Em quase sua totalidade são arrogantes, vaidosos e insensíveis aos dramas pessoais dos infelizes submetidos ao seu jugo.

Os casos mais escrabrosos são os precatórios não pagos. Desgraçados os que “ganharam” suas ações contra o Estado mas não “levaram”.

Hoje, seus altos membros “libertam” sem pejo, “amiguinhos” integrantes de quadrilhas desbaratadas. À socapa, à sorrelfa, na calada da noite ou em feriados e fins de semana.

Com altos salários e incontáveis (e inconfessáveis) “penduricalhos", ainda acham pouco, exigindo aumentos superiores à taxa de inflação. Ignoram majestaticamente, a penúria dos hospitais, os milhões de desempregados e o abandono do patrimônio nacional.

Talvez se sintam “injustiçados”. Afinal, os políticos seus protegidos, amealharam cabedais infinitamente superiores, em curto espaço de tempo.

Um dia serão linchados. Em vão, a chorar para os bispos; ao de Roma ou Adélio.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

"Os poderosos serão poderosamente punidos" (Sab 6,7).

Júnior