quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Ruminância no Poder




“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Nos últimos trinta e cinco anos, assistimos bovinamente, uma falsa alternância no poder.

Bois e vacas sagradas, cagaram e andaram para o nosso povo, no melhor estilo olímpico. Desperdícios, roubos e “doações” a países estrangeiros (sob governos ditatoriais), preteriram nossos hospitais, nossas escolas e o necessário rearmamento para a defesa da Pátria.

Tudo seguiria conforme o “script” da Nova Ordem Mundial, se não fosse o surgimento da internet e das redes sociais.

Hoje, com os “smartphones” quando alguém solta um pum (ou um bandido de estimação), o fedor se espalha instantaneamente.

Se não descer um disco voador na Praça dos Três Poderes (ou fenômeno semelhante), no dia 29 do corrente mês de outubro do ano da Graça de 2.018 do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, começará a cumprir-se a profecia de São Dom Bosco. A redenção da Fé que nos verterá leite e mel, beneficiando-nos e à toda humanidade.

Agradeço a Deus por ter vivido nestes tempos de luta e de esperança.

Não sou teólogo, mas defendo a tese de que o Brasil é a prova plena da existência da Divina Providência.

Temos as melhores Forças Armadas do mundo. Nossos generais tem um preparo humanístico (e, obviamente militar) ímpar. Patriotas, discretos, colocam o interesse nacional acima de suas vaidades ou idiossincrasias.

São os garantes do território nacional e de nossa unidade, há quase quatrocentos anos.

Reflexionam sobre seus acertos e seus erros, com magnitude e humildade.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: