domingo, 11 de novembro de 2018

Cabo de Guerra



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Dizem que as melhores coisas são as mais simples. Usaremos das mais singelas analogias.

Uma brincadeira de praia era feita com uma corda e dois grupos de pessoas nas pontas. O resultado esperado era derrubar os adversários pela força do puxão dado.

Também podia ocorrer que um lado afrouxasse de repente a corda e o grupo contrário caísse de costas.

Talvez seja mais eficaz que o novo governo não converse com os velhos políticos, agora em desespero.

Prudência e canja de galinha não fazem mal.

Ignore as provocações; os “aumentos” de salários descabidos enquanto pessoas morrem à mingua no chão dos hospitais.

Os náufragos no mar de merda buscam a qualquer custo, algo para “negociar”. Belo eufemismo para chantagem.

Parabéns ao Mito por ter esnobado o panarício e o bolo fofo.

Gaste seu tempo, queridíssimo Presidente eleito, para entrosar sua futura equipe e aparar as naturais arestas causadas por vaidades ou defeitos de comunicação.

Cuide de sua saúde; de sua paz de espírito; de sua família.

Não se impressione com bravatas e/ou beicinhos choramingas!

Faça o que sabe fazer melhor que os outros. Converse com o povo e, desta vez, mais ouça do que fale.

Saiba, sem intermediários, quais são as prioridades a acudir.

E governe de verdade, com honestidade, cumprindo o prometido.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: