quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Manual para Transição



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Sempre procuro trazer algo de útil ao conhecimento dos amáveis leitores.

Desde os meados de novembro até primeiro de janeiro de 2019, assistiremos uma comédia de erros.

Nosso querido presidente eleito está (e continuará) exprimido pelas circunstâncias. Numa dança de São Guido, dá um passo pra frente e, depois, dois pra trás. Tudo normal. Afinal lida com seres humanos; não com robots.
Assim, sugiro que vejamos alguns filmes dos Três Patetas, do Gordo e Magro, do Mel Brooks, do Monte Python, etc..

As lições serão edificantes. Vivemos o momento das “tartarugas” cibernéticas; tentativa e erro.

Um antigo presidente da Argentina, que pegou o maior rabo de foguete da História do país “hermano”, era dual até no sobrenome (Duhalde).

Bolsonaro está sendo pressionado a agir de maneira “politicamente correta”. Manter qualquer participante dos governos anteriores é pecado mortal! Sua principal missão é dar o EXEMPLO.

Nada de “barbudinhos” no Itamaraty, de “gênios” financeiros comprometidos com o contubérnio entre bancos e governos corruptos (para absorver 50 % do orçamento só no pagamento dos juros da fictícia dívida pública !), nada de políticos profissionais.

Conversar com Renanta é pior que xingar a mãe de seus eleitores.

Ouça a voz da razão, caro Mito! Não se submeta a NENHUMA chantagem! Nem promessa vã...

Em seis meses longe das tetas do governo, os porcos remanescentes no cão egresso virão mendigar algo em troco de apoio.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: