sexta-feira, 16 de novembro de 2018

O circo pegou fogo, só o palhaço principal não percebeu


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por H. James Kutscka

Depois da vitória do capitão e do general, confesso que fui invadido por uma temporária preguiça mental. Como se depois de tanta luta com ideias e palavras, estivesse me dando direito a uma espécie de descanso do guerreiro.

Na verdade, um ataque sinistro do “caboclo preguiça”, entidade com toda certeza petista, que por algum tempo incorporou-se a esse escriba, atolando-o em uma típica modorra pós coito.

Afinal fodemos com o PT, orgasmo que muitos de nós jamais vamos esquecer, mas como o preço da liberdade é a eterna vigilância, exorcizei o ectoplasma do mal e estou de volta à luta.

Gabriela Hardt (sobrenome saxônico que significa bravo, forte duro na queda) nessa última quarta-feira mostrou a que veio durante o último espetáculo patético, protagonizado pelo palhaço 9 dedos de São Bernardo.

Com toda a calma e propriedade de quem sabe o que está fazendo, tratou de fazer o palhaço cair na realidade e entender que o circo do qual era atração principal havia pegado fogo; os saltimbancos em sua maioria presos ou em vias de o serem, haviam entregado às autoridades, todas piadas de mau gosto do palhaço.

Alguém pode pensar: que está fazendo esse? batendo em bêbado? chutando cachorro morto? existem pautas muito mais importantes a serem discutidas no momento, como a retaliação de Cuba à declaração de Bolsonaro de que iria exigir que os médicos cubanos passassem por um exame de capacitação.

O que Cuba quer esconder? Será que esses médicos realmente o são, ou são parte de uma quinta coluna plantada pelos comunistas em nosso país?

Ou a nomeação de Joaquim Levy para o BNDES, que se dificultar a abertura da caixa preta (ação que temerariamente se pronunciou contra) será instantaneamente lançado para o espaço sem direito a treinamento na NASA.

Ou seja, pauta não falta. Entre os assuntos está também o da previdência, atoladouro no qual a esquerda anseia que o novo governo entre o quanto antes.

Então por que perder tempo com o “muar de São Bernardo”?

Explico: Dito animal ainda tem público.

Descerebrados que apesar de todas as provas e condenações ainda vibram com suas patéticas bravatas. Essa legião de ignorantes precisa ser exposta a um choque de realidade, e o princípio do processo é a desconstrução de seu ídolo de pau.

Atenção perdedores: o circo acabou, o palhaço está nu e preso.
Realizem.

H. James Kutscka é Escritor e Publicitário.

Nenhum comentário: