quinta-feira, 22 de novembro de 2018

O Jovem Frankenstein



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Filme: Em uma faculdade de Medicina nos Estados Unidos, o Dr. Frederick Frankenstein dá aula sobre o sistema nervoso central. Um estudante lhe pergunta das pesquisas de Victor Frankenstein, seu avô, e ele afirma que aquele trabalho era insano. Ao descobrir que o avô deixou para ele de herança um castelo na Transilvânia, Frederick viaja até lá, e lê o livro deixado por seu antecessor sobre suas experiências em reanimar mortos. Apesar de cético, o médico decide colocar a teoria do avô em prática.
Data de lançamento: 15 de dezembro de 1974 (EUA)

Aos pouquinhos, o novo governo começa a tomar corpo.

Com aparência esdrúxula, mas com boas intenções.

Tirante antipatias pessoais, o conjunto (ou Cãojunto?) é palatável.

Nosso Mito fez um golaço, outros que aumentaram o placar e ainda tem algumas cobranças de pênaltis.

Não pode errar na indicação do futuro ministro da Infraestrutura. Veja o edificante exemplo de um viaduto em São Paulo. Parafraseando um antigo humorista “ Planejaste mal; construiste pior; fizeste manutenção péssima !”

Nas palavras de um amigo mais velho e mais sábio, “o incidente pouco alterará nossas vidas; apenas um congestionamento monstro que alcançará até o Acre !”.

Os idiotas, desde sua construção, perderam as plantas, a vergonha e o respeito pela vida dos Cãotribuintes.

Imagino que a maioria dos erros cometidos na feitura de grandes obras, tenha sido proposital; para prejudicar o país. Por exemplo, hidrelétricas sem eclusas para impedir a navegação fluvial.

Outros, por pura incompetência. Relembremos os nossos colegas de ginásio; a maioria de preguiçosos, vagabundos, passavam de ano por cola ou conivência de professores. Um dia, não mais que de repente, viraram “gênios” e foram trabalhar nas empreiteiras “honestas” de triste memória.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: