quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Pausa para Meditação



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira
Um bom passatempo para esperar o 1° de janeiro é fazer uma Cãoparação entre os amigos e conhecidos.

Tenho horror a cães feios. Assim não mencionarei nenhum mal encarado, como o Cão Fila.

Alguns amigos estavam tão ansiosos com a chegada das eleições que pareciam fox paulistinhas. Pinotes, latidos compulsivos e ganidos sentidos.

Outros, nem aí. Acometidos por um “senefregismo” crônico, pairaram num olimpo canino, verdadeiros galgos.

Houve os que se descabelavam, tal qual a Lassie nos áureos tempos.

Os sarristas eram iguais ao Rin-tin-tim.

Pastores alemães e assemelhados, não entendiam os seus donos tarados.

Chiuauas e outros pequenos, entravam e saiam da bolsa segundo seu “mood” do dia, provocando grande oscilaCão.

O Cãopanheiro de um bardo é sempre um Cão Bernardo.

Já um perdigueiro vasculhava o noticiário inteiro.

Enfim o Pluto, acometido de escorbuto, mal podia ladrar e seu dono alertar.

Os mais frenéticos eram os Cãodidatos; muito vorazes e pouco éticos.

Abertas as urnas e desfeitas muitas ilusões, tivemos um grupo dos inCãossoláveis. Faltos da gorda ração paga às custas da Nação.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: