sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Meditacães Pré Natalinas



“País Canalha é o que não paga precatórios”

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Pergunto aos amáveis leitores (e me pergunto) como melhorar estas mal traçadas linhas, no intuito de atingir os interesses da maioria.

2.018 tem sido o ano do cão. Assaltos, sobressaltos e saltos altos.

Uma pessoa postou na rede social: “Os outros pensam que eu me acho; na verdade me perco”.

Darei sugestões ao novo governo e farei críticas construtivas.

A formação do futuro ministério é, em linhas gerais, promissora.

É verdade que os implantadores da Nova Ordem Mundial conseguiram “emplacar” alguns nomes. Felizmente estão todos identificados. Serão reduzidos, no devido tempo, a um abcesso de fixação.

O presidente eleito e seu vice têm formação militar, para desespero da porcada – acostumada aos pilantras com formação militante e meliante.

Bonsonaro e Mourão sabem melhor que os leigos como conduzir uma “batalha”.

Outro dia, um amigo brilhante fez o seguinte raciocínio: “A Inglaterra, vitoriosa em 1.815, foi fragorosamente derrotada um pouco mais de um século depois, em 1.916, na Batalha de Somme”.

No momento ocorre algo semelhante nas finanças mundiais. O ouro perdeu seu valor intrínseco em função dos avanços tecnológicos. Hoje o grande mineral é o nióbio que talvez fique obsoleto com a descoberta do grafeno.

Por algum tempo poderão existir moedas com lastro (por exemplo, em cestas básicas de comestíveis e água potável) mas a quase totalidade delas será apenas “fiduciária”. A confiança no garantidor (público ou privado) é que estabelecerá a competição entre elas.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Só acredita nisso os "zumbis" comedores de mortadela. Isso deve servir para mais uma campanha de arrecadação de dinheiro dos otários.Esses aí, não gastam um centavo do dinheiro deles.