quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Por que sigilo judicial na “Carne Fraca”?



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Membro do Comitê Executivo do
Movimento Avança Brasil

O Supremo Tribunal Federal marcou mais um golaço contra a transparência no combate à corrupção no Brasil. Não dá para entender por que vão correr em segredo judicial os inquéritos oriundos daOperação Carne Fraca que atinge nada menos que 19 políticos com foro privilegiado. A ministra Cármen Lúcia aceitou a denúncia da Procuradora-Geral da República Raquel Dodge, porém resolveu manter em incompreensível e inaceitável sigilo os nomes dos “bandidos”.

A “Carne Fraca” atinge os dedurados na delação premiada fechada pelo ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná, Daniel Gonçalves Filho, que foi um dos presos na primeira etapa da operação, em março de 2017. O escândalo afetou a credibilidade do setor de proteína animal no Brasil, em função das denúncias de irregularidades e muita corrupção na fiscalização de grandes frigoríficos exportadores. A Carne Fraca tem o impacto depurativo da Lava Jato.

Os principais alvos são políticos do PP e do PMDB. Eles recebiam propinas de um esquema com pelo menos 20 servidores públicos que se corrompiam para ignorar violações sanitárias, como a venda de carne com data de validade vencida e uso de produtos químicos para adulterar os alimentos e a presença de materiais estranhos em carnes. Deputados eram “padrinhos” dos bandidos.

As empresas, que receberam empréstimos do BNDES desde o primeiro mandato do agora Presodentro Lula da Silva, financiaram campanhas eleitorais dos 19 políticos cujos nomes o STF resolveu manter em estranho segredo... Se a carne é fraca para corrupção, o Judiciário tem obrigação de ser forte na transparência. Só que não foi...

O grande perigo é que o tempo passe, e a secreta lentidão judiciária acabe beneficiando os infratores com a prescrição dos crimes. No Brasil, a carne pode ser franca, porém a impunidade é fortíssima. A maioria dos cidadão deseja que isto... Só que não acaba...

Aliás, no embalo das negociatas reveladas pela “Carne Fraca”, o Presidente Jair Bolsonaro tem de fazer pressão para que o presidente do BNDES, Joaquim Levy, acelere a revelação dos detalhes nada republicanos nas operações com os 50 maiores tomadores de empréstimos na instituição. Bandidos beneficiados por dinheiro público não deveriam ter direito à proteção por alegado “sigilo bancário”. Também não podem ficar impunes. Doa a quem doer...

O problema é que o Brasil dos bandidos ainda tem poder... Tanto que Renan Calheiros é favorito a ser eleito Presidente do Senado, com apoio da banda podre e fisiológica da politicagem tupiniquim...

Detonação geral


A "derrota histórica" do acordo do Brexit, bombardeado com 432 votos contra e 202 a favor, é destaque na imprensa internacional.

"No, prime minister" ou "esmagada" foram algumas das manchetes.

Thereza May conseguiu o milagre de sobrever à votação de uma moção de desconfiança proposta pela oposição trabalhista no parlamento do Reino Unido...

Perguntinhas básicas


Que tipo de senador precisa esconder em quem vai votar para Presidente do Senado?

Por que tem tanto senador com medinho do Renan Cabeleira?

Por que uma maioria corrupta deseja a vitória de Renan?




Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Janeiro de 2019.

Nenhum comentário: