terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Prioridades: ataque à corrupção e nova previdência



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Membro do Comitê Executivo do
Movimento Avança Brasil

Apesar do desperdício de energia emocional, amplificada pela atuação canalha da maioria da desmoralizada mídia hegemônica, o Presidente Jair Bolsonaro resolveu a crise do Gustavo Bebianno com a caneta esferográfica de plástico: exonerou, aliviou na desculpa pública e ponto final. Agora é hora de reforçar uma agenda positiva e demonstrar que consegue ser um bom gestor – inclusive de crises. Bolsonaro começa uma nova fase do governo, em 50 dias de trabalho.

Nesta terça-feira será enviado ao Congresso Nacional o pacote Anti-corrupção de Sérgio Moro. Na quarta-feira, a Reforma Previdenciária do Paulo Guedes será entregue, pessoalmente, pelo Presidente. A sabedoria recomenda que os dois assuntos sejam tratados como “prioridades”. Logicamente, os deputados e senadores centrarão o foco na previdência. Mas a pressão popular e um empurrãozinho do Palácio do Planalto também devem fazer andar, célere, o combate ao que arromba os cofres públicos: a roubalheira sistêmica e agravada pela impunidade. Bolsonaro foi eleito para isto...

As máscaras irão caindo... Bolsonaro, aos poucos e às vezes na base da porrada, irá descobrir quem é aliado verdadeiro, quem é de mentirinha e quem é inimigo real. Ao contrário do que prega a Folha de S. Paulo, a saída de Bebianno não atrapalha a tramitação de nada. Embora o jornalãozinho indique que o Planalto fica sem interlocução direta com Rodrigo Maia, sem Bebianno, a reforma previdenciária passará porque interessa aos banqueiros – e não porque vai economizar R$ 1 trilhão em 10 anos aos cofres públicos. O Poder Econômico sempre é decisivo...

O mesmo pode não ocorrer com o pacotão anti-corrupção e com as mudanças legais para combate ao Crime Organizado. Isto não interessa ao Mecanismo – que fará o diabo para sabotar. No entanto, com o aparato disponível atualmente, Sérgio Moro tem plenas condições de combater à corrupção e o banditismo. Ele tem a Polícia Federal e o COAF para botar para quebrar. O fundamental é democratizar – dar toda segurança jurídica, seguindo princípios do Estado de Direito – para atacar, neutralizar e, se possível, derrotar as variadas Organizações e facções criminosas.

O jogo será brutíssimo. Bolsonaro vai sentir o drama assim que retomar a exigência feita à Polícia Federal para dar explicações oficiais sobre quem estaria por trás do Adélio Bispo - que fracassou no atentado a facão de 6 de setembro. O Presidente aguarda, ansiosamente, pela resposta. Quem tinha interesse e, eventualmente, financiou a tentativa de assassinar Bolsonaro?

A embromação, até agora, na solução deste gravíssimo caso, um crime de Segurança Nacional contra um candidato presidencial, indica que o Mecanismo não deseja que a verdade seja conhecida da vítima e do público. A enrolação também sugere que Bolsonaro, Sérgio Moro e outros devem tomar cuidado redobrado no enfrentamento das organizações criminosas com articulação política.  

Releia a 2ª Edição de segunda-feira: Erro imprevidente de prioridade pode ser fatal


Recadão do Dallagnol


Promotor Deltan chama atenção para ameaças contra a Lava Jato, crimes de corrupção ou eleitoral...

Personagens em Guerra



Uma das críticas supercriativas ao filme Mariguela, do Wagner Moura. A obra receberá R$ 6,05 milhões dos pagadores de impostos do Brasil, via leis de incentivo. Só para comparar, a campanha eleitoral do Bolsonaro custou R$ 2,83 milhões...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 19 de Fevereiro de 2019.

3 comentários:

jomabastos disse...

"... atuação canalha da maioria da desmoralizada mídia hegemônica..."
Deixemos a mídia em paz! Pra quem sabe ler não somente ler o cabeçalho, mas também ler e interpretar todo o artigo, a imprensa é aliada de todos, pois mantem-nos vigilantes e esclarecidos.
É a democracia a vingar... pois existe uma mídia de todas as cores políticas a moralizar e desmoralizar, dependendo da situação, os políticos e os rentistas. É a liberdade de expressão a se garantir. Ou será que desejamos uma ditadura de direita como a extinta ditadura lulista/comunista para manietar o nosso país?

---

O Bolsonaro tem que fazer evoluir o Brasil do atraso em que este se encontra e, deixar de usar uma caneta de plástico e passar a usar uma caneta reciclada, para assim sentir que pode facilmente submeter os políticos e os rentistas à reciclagem da caneta do Presidente.
O Bolsonaro foi eleito pra lutar contra o comunismo - fazendo evoluir o Brasil rapidamente - e contra a corrupção - reciclar os políticos e os rentistas.

---

A Reforma da Previdência tem atos muito bons e outros menos bons. Há que ter a capacidade de ler, estudar e pensar nesta e em outras reformas econômicas e fiscais, e não somente olhar embasbacado o ministro Guedes, como o salvador da economia brasileira.

---

O Moro traz-nos um pacote que ainda não toca no fim da impunidade dos políticos e rentistas, mas acima de tudo, trata de mudanças legais para o combate ao Crime Organizado. Mas não nos podemos esquecer que vivemos em um emaranhado de leis e regulamentos que só atrapalham o evoluir do país. Há que simplificar esta mistura confusa de legislação.

---

O COAF, que é a base de dados da Receita Federal, tem que ser reorganizada e fortalecida. O mesmo se passa com a PF que há que ser reestruturada e revigorada.

---

O Bolsonaro e o Moro têm que exigir à PF esclarecer o crime contra o candidato presidencial, mas também fazer disseminar luz sobre todos os crimes que se cometem neste país - mais de 50 mil homicídios anuais por encontrar o criminoso.

Anônimo disse...

Para começarmos a tomar consciência do tamanho do rombo, o perfil @Isentões posta dados e tabelas de gastos que estão disponíveis no Google (Portal da Transparência e outros), como as despesas do governo com publicidade, contratos de empréstimo do BNDES, captaçao de recursos da Lei Rouanet, convênios com ONGs e entidades filantrópicas, indenizações para anistiados políticos do regime militar, financiamento pelas fundações internacionais, e até o financiamento de uma o.n.g. da economista Maria Conceição Tavares em Mossoró/RN. Um comentarista disse que @Isentões é o "Snowden" tupiniquim. https://twitter.com/isentoes

Anônimo disse...

Italo Lorenzon, no Terça Livre TV, disse que o filme "Marighella" não foi feito para ser sucesso de público nos cinemas, mas para animar internamente o moral da militância depois da vitória de Jair Bolsonaro. Tudo com o dinheiro do contribuinte.