quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Turismo no Brasil



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Um homem inteligentíssimo, disse no passado, que turismo no Brasil é ver um dar com o tacape na cabeça de outro.

A imagem não é muito gentil mas, verdadeira.

Os problemas derivados de ações humanas são devidos à boçalidade e/ou ao desleixo.

Construir edificações na rota de eventuais rompimentos de barragens é coisa de jumentos ou daqueles que “se ne fregan” pela vida alheia.

É verdade que os turistas, em sua grande maioria, são idiotas.

Não sabem bulhufas nem de história nem de geografia. Estão atrás do exótico e do bizarro. Assim, pagam por caras excursões para visitar favelas do rio de nojeira.

É isso mesmo; aquelas localidades imundas onde “meninos” bonzinhos andam armados de fuzis, “mas sem apresentar riscos para a sociedade”.

Visitar os melhores bairros de São Paulo não é muito diferente. Quase a totalidade das casas do Jardim Europa elevou seus muros para mais de dois metros de altura. Não se vê nada, ou quase, da bela arquitetura. Apenas corredores murados; ruas esburacadas, lixo e algumas pichações.

Se o poder público não fiscaliza nem as barragens de dejetos de mineração, alguém é ingênuo o suficiente para acreditar que a vigilância sanitária conheça a real situação das cozinhas dos restaurantes de luxo ?

Quando um amigo estrangeiro me pergunta qual a melhor época para conhecer o país, respondo: Venha apenas quando um negócio possa lhe proporcionar um grande lucro. Veja lindos documentários pela televisão.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Nenhum comentário: