terça-feira, 12 de março de 2019

Aves Perigosíssimas



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Em outro artigo já falamos dos urubus e dos pavões.

Hoje trataremos das cegonhas e dos vira-bostas.

Os “banqueiros bonzinhos” querem levar o Mito no bico.

A odiosa reforma da previdência, feita às pressas e nas coxas, só a eles aproveita.

Se o ilustre Presidente da República “embarcar” nessa conversa fiada, transformar-se-á num bolsotário.

O ataque da mídia podre está cada vez mais insidioso.

Notícias falsas são plantadas para gerar intrigas.

Por exemplo: um jornalista responsável pela indicação de dois ministros agora sente-se melindrado. A vaidade o cegou.

Se continuar em sua egotrip, será devolvido à condição de segurador de broxa sem escada.

Voltamos a repetir: Se for “admitida” a volta do toma lá, dá cá, por melhor que sejam as intenções e as juras de amor, estaremos todos bolsofodidos.

Tenho ódio dos traidores, raiva dos bandidos e desprezo pelos idiotas.

Abundam no planalto os vira-bostas e os chupins.

Por estar já “grandinho” não acredito mais no Papai Noel nem no coelhinho da Páscoa. Tendo a chorar mais a morte da bezerra que a do coelho.

Lídimo representante do coronelismo da vanguarda do atraso, não é líder por acaso.


É por essas e por outras que chegará a hora de Dona Onça beber água.

Nau frágil na tempestade naufraga.

Estaremos, até o último suspiro, dispostos a por o dedo na ferida.

"Não fora por tão grande afã, tão curta a vida”.

Numa comparação infeliz com o Adélio, celerado “insano”... Direi como Rigoletto:

“Pari siamo!... io la lengua ,egli ha il pugnale”


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

Um comentário:

Anônimo disse...

Olavo tem razão.