quarta-feira, 13 de março de 2019

BOCÓS?



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

Neste início de governo, todas as autoridades estão virgens, aparentemente longe da corrupção endêmica.

Mas de repente, não mais que de repente, o canto da sereia inebria até o mais forte dos cavaleiros da Távola Redonda.

Entre o rochedo e o mar, inicia uma luta interior intensa.

"To be or not to be?”.

Pede auxílio a todos os santos. ”Cruz credo!”

Passa a ser devoto até de São Fudêncio.

Depois de se olhar no espelho por várias manhãs seguidas e se perguntar :”Sou um homem ou um rato?” verificará o placar; ratos 5 x homem 0!

Prestes a se entregar a esse Moloch chamado desejo, poderá fazê-lo às brutas ou com uma assistência de profissional do ramo.

Talvez seja necessário um lubrificante da marca Emenda Parlamentar.

Mas renunciar a uma vida inteira de virtude e lealdade não é fácil.

Quem consegue resistir é bocó ou otário?

Lembrem-se de que o vaso trincado não tem conserto.

Que o mais terrível dos cães persegui-lo-á para sempre: Cão ciência !

Perto do remorso uma facada não é nada.

Opte por deixar morrer de fome a porcada.

Não precisamos de nenhuma nova lei. Basta cumprir à risca as existentes.

“Lasciai patria e parenti”.

Em sua magnífica ópera “IL RE PASTORE”, Mozart põe na boca dos personagens, na cena final, “che ad amore un cor resistere non sa”.


Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador. Especialista na identificação de Bocós...

Um comentário:

H. James Kutscka disse...

Excelente como sempre!