quinta-feira, 14 de março de 2019

Cadê o Toucinho?



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

Todo mundo é contra a corrupção. Em tese, até os corruptos.

Todavia, o jogo é de faz de conta, porque o suposto combate à corrupção esconde o sol com a peneira.

Ninguém apura o patrimônio a descoberto (sem renda que justifique) de políticos, agentes públicos, magistrados, governantes e demais personagens, que pululam na coisa pública.

O próprio Luladrão, que roubou bilhões, foi condenado pela cabeça do alfinete, da barra da sua calça.

Não conheço descendentes de políticos e governantes, mesmo de cidadezinhas, disputando vagas no mercado de trabalho.

Na realidade,  os fiscais não querem ser fiscalizados, e a nave vai, com todo mundo escondendo o sol com a peneira, sem ninguém perguntar, cadê o toucinho que estava aqui?

CIDADANIA JÁ!!!

PRIVATARIA, NÃO!

Os Estados Unidos, pátria do Capitalismo, tem mais de 10.000 empresas estatais (autorized). No Brasil temos cerca de 400 empresas estatais, muitas essenciais à Segurança Nacional, portanto, privatizá-las atenta contra a nacionalidade.

Nos EUA todo o setor aeroportuário e todas as estradas são estatais. Aqui na nossa terra, já “privatizaram” mais de 40 aeroportos, estradas, a Vale do Rio Doce, ferrovias, rodovias, portos e ainda querem mais:

A Eletrobrás e a Petrobras.

A Petrobras é o sonho dourado da pirataria internacional, porque  no mundo as 15 maiores petrolíferas são estatais e os político s locais nem ousam pensar em privatizá-las.

A energia elétrica, a água e o saneamento, nos Estados Unidos e no restante do mundo, são estatizadas, aqui, setores do novo governo objetivam privatizar tudo, inclusive a a Eletrobrás, estatal que possui 50 hidrelétricas e quase 60 mil quilômetros de linhões de transmissão de eletricidade, construídos com o nosso dinheiro.

Está claro que falar em privatização é TRAIÇÃO à PÁTRIA!

Contra essa realidade não há argumentos. 

Em defesa do Brasil, o Nosso presidente, deve proibir qualquer privatização e determinar a desapropriação do controle acionário da Vale do Rio Doce, essencial para a Segurança Nacional, nesse panorama internacional de guerra comercial permanente, onde o Brasil precisa aproveitar todas as suas vantagens estratégicas.

A SEGURANÇA NACIONAL NÃO TEM PREÇO!

DIGA NÃO À PRIVATARIA!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

2 comentários:

Loumari disse...

Este senhor que leva apelido que não merece, impudicamente e no estilo digno de um verdadeiro boçal está aqui a fazer gala de sua ignorância. Você afirma aqui que Lula roubou bilhões. Você foi testemunha disso? Você viu com os seus próprios olhos para testificar que Lula roubou bilhões? O bom é que você é filho do Diabo. E quando se trata de relacionamento com o Diabo tudo lhe é permitido. Mentir, fazer falso testemunho, julgar e condenar sem provas prévias... Porque, se você fosse filho de Deus você temeria o dia do Juízo de Deus onde Deus vai lhe pedir provas de tudo o que você adianta aqui contra o seu próximo.
Você afirma Lula é ladrão, roubou bilhões, sem você mesmo ter prova material disso. Você quer que eu lhe diga algo? Você é instrumento activo daqueles que são inimigos do Brasil. Eles dizem coisas nefastas para destruir imagem do Brasil e denegri-lo completamente e você como um vulgar papagaio repete o refrão dos gurus que têm o poder de influenciar sem dificuldade a mente dos intelectualmente míseros como você. Você não tem inteligência nenhuma, a sua mente é mente atrofiada, cérebro que não supera a do tamanho de um gafanhoto, intelectualmente cego, bruto, e como um perro raivoso só sabe ladrar sua doença e contaminar outras mentes deficientes susceptíveis a se infestar de qualquer vírus.
Tudo o que você tem escrito tem sido LIXO. E estou sendo gentil!

Mauro Moreira disse...

Privatização, já. Quero saúde, educação e segurança, não quero ser dono de banco, de empresa de energia elétrica e nem quero explorar petróleo e pagar por ele um preço absurdo. É muita burrice. Eu tenho uma empresa de exploração de petróleo, uma das maiores do mundo, e tenho que pagar por ele, pelo que é meu. Fala sério, doutor! Privatizar sim. Chega de cabide de emprego para políticos e apaniguados em empresas estatais, com salários e aposentadoras absurdamente elevados. Esse negócio de estratégico é ladainha para enganar trouxas.