terça-feira, 5 de março de 2019

Lava Jato, Trump e Congresso na mira de Bolsonaro



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
Membro do Comitê Executivo do
Movimento Avança Brasil

Jair Bolsonaro curtiu um carnaval caseiro no Palácio do Alvorada, pensando na folia que vem por aí. Primeiro, a intensificação das negociações com líderes partidários que agora se dizem preocupados com uma tal de grande influência militar no governo. Segundo, no dia 19, com a viagem que fará aos Estados Unidos da América para visitar Donald Trump.

No intervalo entre negociações políticas e diplomacia externa, acontece algo fundamental para o futuro do governo: dia 13, uma sessão no Supremo Tribunal Federal decidirá se haverá separação entre os crimes de corrupção e os crimes eleitorais – que pode beneficiar a bandidagem, prejudicando tudo que se fez e se pretende fazer na Operação Lava Jato. O pilar do combate à corrupção corre alto risco de sabotagem.

O encontro bilateral com Trump também pode fortalecer os laços com os EUA. O problema é que a conseqüência disto pode ser uma azedada geral na relação (sobretudo comercial) com a China, principalmente na área estratégica de telecomunicações – que vai muito além da venda de commodities (matéria-prima e alimentos) aos chineses – que são comunas na política, porém ultracapitalistas na economia.

Os EUA têm extremo interesse em conseguir a permissão brasileira para usar a base de lançamentos de foguetes de Alcântara, no Maranhão. A prioridade para utilização norte-americana prejudicaria a Rússia. A turma do Trump também não tem interesse que o Brasil feche um acordo tecnológico com os chineses para definição do sistema de telefonia móvel 5G. O sistema chinês parece o mais avançado e viável até agora. Os EUA ainda patinam no negócio que será decisivo para o presente-do-futuro não só das telecomunicações, mas, principalmente, dos empreendimentos que dependem da mais avançada banda larga de Internet.

Norte-americanos, russos, chineses e os brasileiros também estão no meio da confusão na Venezuela. Pelas pressões populares, tudo indica que o regime de Nicolas Maduro já morreu, porém ainda não foi sepultado. Tudo se encaminha para uma saída (ou fuga) o menos traumática possível do motorista de ônibus que derrapou feio na condução do regime bolivariano fundado por Hugo Chávez. Os russos desejam que Maduro não “venda” barata sua saída, dificultando ao máximo o jogo para os “ianques”. Os chineses e brasileiros são expectadores de luxo na briga...

O fato objetivo é que ninguém tem interesse em uma intervenção dos EUA na Venezuela. Ainda paira a dúvida se o caso será uma novela que se arrastará por muito tempo. O Brasil deseja o menor desgaste possível, torcendo que Maduro deixe o poder. Bolsonaro não tem muita saída. Precisa teatralizar que não perderemos soberania nos acordos com os EUA, enquanto tem de ficar aberto para ampliar negócios mais lucrativos com os chineses, que também negociam com os norte-americanos (e vice-versa), simulando uma guerra comercial para (otário) ver...

Enfim, março promete muito trabalho e articulação local e internacional para Bolsonaro – que irá debutar como chefe de Estado negociador.

Mas o difícil mesmo será aturar deputados e senadores com ciúmes e medinho dos mais de 100 militares no governo.   

Um homem e o seu carnaval

Deus me abandonou
no meio da orgia
entre uma baiana e uma egípcia.
Estou perdido.
Sem olhos, sem boca
sem dimensão.
As fitas, as cores, os barulhos
passam por mim de raspão.
Pobre poesia.
O pandeiro bate
É dentro do peito
mas ninguém percebe.
Estou lívido, gago.
Eternas namoradas
riem para mim
demonstrando os corpos,
os dentes.
Impossível perdoá-las,
sequer esquecê-las.
Deus me abandonou
no meio do rio.
Estou me afogando
peixes sulfúreos
ondas de éter
curvas curvas curvas
bandeiras de préstitos
pneus silenciosos
grandes abraços largos espaços
eternamente.

(Carlos Drummond de Andrade, no  livro Brejo das Almas)





Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 5 de Março de 2019.

5 comentários:

Loumari disse...

Brasil já dá muita pena! Não é possível que um país com mais de duzentos milhões de indivíduos seja um país miseravelmente pobre intelectualmente! De todos os países dos gigantes no Globo, Brasil é o único país que não goza de tecnologia própria. Na época do Lula Brasil negociou excelentes contratos em TRANSFER DE TECNOLOGIA, usou das mesmas estratégias aplicadas pela China, que consiste em cada compra de tecnologia estrangeira, uma parte da fabricação dos equipamentos sejam produzidos no país contratante. O que permitiu a China de criar muitos empregos para seus concidadãos e desenvolver sua economia. E do visto dos outros a China foi desenvolvendo suas próprias tecnologias e hoje o país se apoia em bases sólidas e independentes.
Em câmbio Brasil, se limitou nos contratos e uma vez estes chegados ao termo, se fecham as empresas e deixam desempregados milhões de brasileiros e o país com a economia que fende.
Estados Unidos de América com o olho atento no cerne do Brasil, descobrindo a moleza dos brasileiros, os americanos cercaram os tolos, manipulando os animais irracionais e levá-los a eleger para si um presidente idiota, a que os Estados Unidos vão fazer do idiota seu bem-amado bufão que vai entregar o Brasil todo de mão beijada aos Yankis. BRASIL JÁ ESTÁ NU.
Nem com todo o Viagra do mundo Brasil levanta.
Estão os idiotas brasileiros com na mente a obsessão por Venezuela enquanto no seu próprio país a situação está no estado mais crítico e desoladora. Mais de Cinquenta e dois milhões de brasileiros vivem na condição de pobreza extrema, e os canalhas aos que deram o poder para reinar sobre vós estão excitados com ir fazer guerra contra Venezuela.
Já vos disseram os americanos como vão financiar a tal guerra?
Quanto custa um míssil? Saibam desde já que um Tomahawk, o emblemático míssil americano custa no valor de 1,5 milhão de dólares americanos.
Todos os espertos em todos os estudos estratégicos militares e económico o balaço para os Estados Unidos de América é CAÓTICO. Estados Unidos de América estão em banca rota. E para se auto-sustentar o gigante deve ir roubar recursos em outros países. E Brasil é um dos alvos. País dos tolos. Tolos que não merecem o que possuem em seus solos.
E o que provoca tanta risada no mundo é de ver como todos estes tolos estão na adoração pela besta. Eles crêem que se lhes nasceu um messias salvador e redentor. Só que, o vosso tal messias é o dragão do apocalipse. Traz consigo a morte e destruição.

Anônimo disse...

rvchudo
terça-feira, 5 de março de 2019
GLOBO, Canal do diabo.

Neste domingo, 3 de março, durante a madrugada, ocorreu o desfile das escolas de samba do grupo especial do estado de São Paulo. A última escola a entrar em cena foi a Gaviões da fiel, que mostrou um enredo polêmico. Reeditando o samba-enredo de 1994, “A Saliva do Santo e o Veneno da Serpente”, a escola paulistana deu o que falar.

Em determinada parte da escola, especialmente na comissão de frente, havia demônios brigando com Deus, representando pela sua figura no cristianismo, Jesus Cristo. A escola mostrava satanás vencendo Jesus. Os comentaristas do canal acharam tudo lindo.

Nas redes sociais, a Globo foi muito criticada e a escola de samba de São Paulo também. O tema passou figurando entre os principais assuntos do Twitter, como mostra o site Gospel Prime. A Globo chegou, inclusive, a ser chamada de “canal do diabo” por alguns internautas.

Para usuários das redes sociais ficou evidente que a representação era de Jesus na comissão de frente, embora a escola alegue que era de Santo Antão, um monge cristão que viveu no Egito no século III.

Primeiramente porque logo atrás da comissão de frente havia uma alegoria do santo com uma representação de um homem careca e com roupas longas, bem diferente do passista que carregava uma coroa de espinhos na cabeça e com apenas um tecido enrolado no quadril.

“Um absurdo essa Gaviões da Fiel mostrando Jesus perdendo a luta para o diabo. Pior, a Globo dizendo que tá tudo lindo. Esse é um canal do diabo”, disse um dos internautas revoltados com a situação, que ocorreu de madrugada.

Manaus Alerta
Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 01:52
NUTAVAEL DIZ...
ATE O MUNDO MINERAL SABE QUE A GLOBO GOSTA DE VIVER AFOCINHADA DENTRO DA FAVELA. TEM PROGRAMA AOS DOMINGOS DENTRO DA SENSALA. PODE FALTAR A MISSA AOS DOMINGOS MAS A FESTA DENTRO DAS FAVELAS SEMPRE SE REALIZA. ELES PREFEREM RIFAR AS MISSAS DO QUE OS PROGRAMAS DENTRO DAS TAIS COMUNIDADES. SAO AMIGOS DOS TRAFICANTES DE DROGAS, SAO AMIGOS DOS VIADOS, DAS SAPATONAS DE TUDO QUANTO FOR ILICITO SE PUDEREM COM ISTO FATURAR ALGUNS TROCADOS.
ELES SE DIZEM CATOLICOS, CATOLICOS UMA OVA. AGORA MESMO DEIXARAM DE FAZER A MISSA DOS DOMINGOS. MISSA SOMENTE PARA INGLES VER PORQUE TERIAM QUE FATURAR COM O CARNAVAL. ELES GARFARAM O CARNAVAL, GARFARAM AS COMPETICÕES ESPORTIVAS NO BRASIL E AS DE FORA. E COM ESSA GARFAÇAO PREJUDICARAM OUTRAS EMISSORAS MELHORES DO QUE A MERDA QUE ELES APRESENTAM HA SECULOS. O MESMO DO MESMO LIXAO. CONTINUA....

Sérgio Alves de Oliveira disse...

Engraçado que essas reclamações dos políticos contra a grande presença militar no Governo Bolsonaro não aconteceram no pós-64, em relação à grande presença de políticos nos governos militares. E quem tiver boa memória lembrará que foi exatamente no reduto "civil" dos governos militares onde a corrupção,apesar de bem menor que hoje, mais aconteceu. Por essa razão os 5 Presidentes Militares do então Regime Militar terminaram seus governos "limpos". Não enriqueceram no governo.Quando os seus inventários foram abertos,as suas "fortunas",somadas,que seriam repartidas entre os herdeiros,não chegavam nem a 1/10 da fortuna que foi roubada por um só ex-Presidente "civil",que hoje ainda tem a cara de pau de se fazer de "vítima".

Anônimo disse...

Se o Vice Mourão não tivesse seguido a estratégia de fazer contraponto ao ideário de Bolsonaro, essa impressão não se reforçaria. Ele parece não perceber todo o simbolo que a farda carrega, tanto para o bem (disciplina, seriedade, honra) quanto para o mal (risco de abuso de autoridade, de golpe de Estado). Deixou a impressão de que os militares estariam usando a ascensão democrática de Bolsonaro para estabelecer seu domínio autocrático sobre a sociedade, em vez de estar a serviço desta. Da mesma maneira, o general que aceitou fazer parte de conselho em ONG financiada por George Soros não pesou em sua estratégia que Soros não acredita em sua isenção, e está usando a credibilidade militar para legitimar seu projeto genocida da humanidade.

Anônimo disse...

A representação de Satanás vencendo Jesus foi uma diabólica idéia do artista, porque realmente, quando Jesus era açoitado e espezinhado na Via Crucis, o demônio estava "vencendo" e levando-O à morte por permissão divina (é também a representação do efeito dos pecados de toda a humanidade), mas, ao terceiro dia, Cristo ressuscitou vencendo a morte e o demônio, completando a redenção do gênero humano. Como no enredo não se fala desta segunda parte gloriosa, fica apenas a imagem de humilhação (para deleite dos perversos, o público do sambódromo aplaudiu) que Ele aceitou para redimir o mundo do pecado original, que impedia a humanidade de se reconciliar com Deus.