quarta-feira, 10 de abril de 2019

O Primeiro Grande Erro


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Carlos Maurício Mantiqueira

O governo do Mito acaba de cometer o primeiro grande erro: privatizar um trecho da ferrovia Norte-Sul.

Essa ferrovia tem um valor estratégico incalculável. Com a privatização acima aludida estabeleceu-se um MONOPÓLIO privado!

Nada que não possa ser desfeito.

O “mágico” da cartola econômica, desviou a atenção dos brasileiros com a tal reforma da (im)previdência, enquanto entregava o trecho da ferrovia par um grupo sócio da Shell!

Mais cedo ou mais tarde, os senhores generais se darão conta do grande risco à nossa soberania e, sem dúvida, reverterão a medida.

A questão não é SE ocorrerá a intervenção prevista no art. 142 da Constituição Federal, e sim, QUANDO!

ENQUANTO NÃO FOR FEITA UMA “LIMPEZA” NOS TRÊS PODERES, é impossível retomar o progresso do país.

De resto, vai tudo muito bem!

O ilustre senhor Vice Presidente, deu um “baile” nas cobras que tentavam esmagá-lo na universidade norte americana.

O Presidente não hesitou em trocar um ministro incapaz de “higienizar “ o ambiente dantesco da Educação.

É de se esperar outras substituições.

No entanto, o fato mais importante, tem sido o firme propósito de não sucumbir ao “toma lá, dá cá”.

Tratando a porcada a pão e água, em breve veremos uma brutal crise de abstinência.

A prioridade número um é combater o desemprego.

Milhões de pessoas perdem, dia a dia, o que lhes resta de esperança.

A banca está ferida de morte. Em pouco tempo as “fintechs” darão cabo desse monstro.

O altar do Moloch será desfeito rapidamente.

Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.

2 comentários:

Anônimo disse...

Olavo no Forum da Liberdade 2019 (Olavo de Carvalho)
https://www.youtube.com/watch?v=xCfFmQiVEds

Anônimo disse...

Nem tanto, pois os agiotas mantém aqui o controle da Fazenda, do BC e do Tesouro. Nós entramos com o c... e o problema do governante de plantão é inventar projetos faraônicos. As Fintecks estão no varejo que não interessa mais aos agiotas.