quinta-feira, 18 de abril de 2019

O Supremo Febeapá



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Em 1966, 1967 e 1968, o cronista Sérgio Porto (ou Staninslaw Ponte Preta) escreveu os três livros do Febeapá (sigla de Festival de Besteira que assola o País), com ilustrações do Jaguar. Lalau era vivo... Vivo fosse (foi-se em 30 de setembro de 1968), Porto hoje seria obrigado a redigir uma obra antalógica: O Febeapá Supremo ou o Supremo Febeapá. Seria uma estupenda gozação com a nossa Suprema Ditadura sob interpretação da Constituição Vilã de 1988.

É a Demo-Cracia (na tradução tabajara: Governo do Cramulhão). A presente e persistente crise institucional há de se resolver. Por bem ou por mal... Pelo bom ou pelo mau... Mas é inegável que a guerra de todos contra todos os poderes agravou-se de modo infringente, sem embargos e com recursos hediondos. Executivo, Legislativo, Militar e Mídia criticam o Judásciário (ops, Judiciário).

A reação tende a ser vingativa. Quem deve já pode trocar a fralda, a cueca ou a calcinha. O troco será maligno. Teremos impeachment, CPI da Lava Toga e revogação da PEC da Bengala? Ou teremos mais políticos com processos correndo na velocidade da luz? Os podres poderes se destruindo será um processo benigno de depuração institucional para o Brasil.

Nesses tempos corruptos de perseguição e vingança, eis que surge uma sugestão macabramente legal. A idéia foi inspirada no suicídio do presidente peruano Alan Garcia – que preferiu cantar para subir do que ver o sol nascer quadrado, em função da transnacionalização do escândalo da Lava Jato, via falecido departamento de operações estruturadas (de corrupção) da Odebrecht.

Eis a proposta: O Presidente Jair Bolsonaro poderia baixar uma medida provisória instituindo o perdão judicial instantâneo a todos aqueles corruptos que decidirem tirar a própria vida, em função do arrependimento por participação em corrupção ou por medo de acabar condenado e preso. Será uma solução definitiva, eficaz e imediata no tratamento aos corruptos & afins. Os mortos por conta própria não vão entulhar o Judiciário com recursos infindáveis e protelatórios. A impunidade morre por ela mesma...

Corrupto bom é corrupto morto! Só fica no ar uma dúvida mortal: será que o Supremo Febeapá vai interpretar a medida extrema como inconstitucional? Melhor não esperar pela resposta de algum supremo totalitário federal... Afinal, como escreveria Machado de Assis, “matamos o tempo; e o tempo nos enterra”.

Feliz Páscoa! Jesus, Sempre! Corruptos, Nunca Mais!

Releia o artigo: Democracia é Legalidade Acima de Tudo









Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!

Jorge Serrão é Editor-chefe do Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. Membro do Movimento Avança Brasil.
A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Apenas solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Abril de 2019.

7 comentários:

Anônimo disse...

Reinaldo Azevedo é o mais raivoso representante da extrema-imprensa entre nós, e um dos poucos jornalistas que defenderam a medida de exceção exarada pela dupla Tóffoli-Alexandre Moraes. Aliás, esse mesmo jornalista é um propagador de fake news contra o governo Bolsonaro e desenvolve a sua ação nefasta à luz do dia, sob o silêncio obsequioso de todos os seus colegas da imprensa, até daqueles que se dizem "de direita". Isso é uma vergonha!

Anônimo disse...

Vindo dos Pampas
quinta-feira, 18 de abril de 2019
O absurdo 'Custo Petrobrás' e o insuportável preço dos combustíveis
✰ Artigo de Sérgio Alves de Oliveira

As explicações singelas, superficiais, incompletas e “enroladoras” dadas pelo Governo (atual e anteriores), todos os dias, sobre os preços dos combustíveis derivados do petróleo, levando-os cada vez mais “às alturas”, não passam de conversas para “boi dormir”.
Dois países podem servir como referências para que se desmanchem todas essas “desculpas esfarrapadas”: a Venezuela e os Estados Unidos. No primeiro deles (Venezuela), que tem o petróleo como a sua principal riqueza, o preço dos combustíveis na “bomba” são inferiores ao da água para beber. E ao que consta, o Brasil teria tanto ou quase o mesmo tamanho da autossuficiência que têm o país vizinho em petróleo.
Por que, então, o preço dos combustíveis para o povo venezuelano não está “amarrado” ao tal preço “internacional” do barril de petróleo? E por que o Brasil tem essa “amarração”, se ele também é praticamente autossuficiente nesse precioso mineral?
Deve ser feita também uma enorme “ginástica” para se explicar a diferença de preços nas “bombas” do Brasil e dos Estados Unidos. Nos Estados Unidos o preço do litro é bem inferior ao estabelecido para o Brasil, quase a metade, consideradas ambas as cotações em dólar americano (USD), aumentando essa diferença enormemente quando se verifica a maior renda média desse povo se comparada à dos brasileiros. Significa dizer que os brasileiros pagam muito mais pelos combustíveis do que os americanos, não só em “USD”, como também na relação entre o poder de compra de cada povo, e o preço dos combustíveis.
Portanto, em relação a todas as outras coisas que têm que ser compradas no mercado, os combustíveis de petróleo (e todos os outros “amarrados” a ele), no Brasil, são imensamente mais caros que nos Estados Unidos.
Buscando as principais CAUSAS dessas gritantes distorções, verifica-se que o preço dos combustíveis no Brasil não podem ser descolados dos seus CUSTOS de produção, havendo total correspondência, e mesmo “coerência”, entre os “custos” de produção e os “preços” cobrados dos consumidores.
Então a origem do problema não está propriamente no “preço” dos combustíveis, porém no seu “custo” final, e nos impostos incidentes sobre os combustíveis, que são bastante “salgados”, também saindo do bolso dos consumidores. E ao que consta o Governo nem mesmo cogita de mexer nos impostos para reduzir o preço dos combustíveis, assim “acalmando” os caminhoneiros na sua justa reivindicação. Continua...

Anônimo disse...


Vindo dos Pampas
quinta-feira, 18 de abril de 2019 continua II e termina

Com absoluta certeza, os dois maiores agravantes do “custo” final do petróleo, que são repassados lá na “bomba” ao consumidor, são (1) CORRUPÇÃO desenfreada que se abateu sobre a Petrobrás no passado (tomara que seja só lá no passado), onde muitos” bilhões”, ou “trilhões”, foram embolsados por corruptos, e também (2) uma generosa FOLHA DE PAGAMENTO DE SALÁRIOS (empregados próprios e terceirizados) sem procedentes, em comparação às maiores empresas petrolíferas do mundo. A relação entre o número de trabalhadores da Petrobrás (próprios e terceirizados), e a quantidade de petróleo ou combustíveis produzidos no país, é infinitamente superior à SOMA de algumas das maiores petrolíferas multinacionais do mundo. Mas essa enorme diferença de “custos” não está somente na quantidade de trabalhadores que se dedicam à Petrobrás, direta ou indiretamente, mas também nos salários de uns e de outros, onde os “sanguessugas” privilegiados da Petrobrás “dão de relho” em todos os outros concorrentes. Nesse sentido, os trabalhadores da Petrobrás estão entre as poucas categorias que recebem uma melhor remuneração, se comparados aos os demais trabalhadores brasileiros.
Observe-se que esse trabalho não teve a mínima preocupação de apresentar “números”, porquanto eles existem em fartura na “praça”. Mas na questão de ordem de grandeza, em “grandes números”, mesmo na condução do “raciocínio”, todas as informações poderão ser conferidas em fontes insuspeitas, na certeza de que serão confirmadas.continua....
Lamentavelmente, temos que se chegar à conclusão que a campanha “O Petróleo é Nosso”, da primeira metade do século passado, e o surgimento decorrente da própria Petrobrás, foram “tiros que saíram pela culatra”, mais prejudicando do que beneficiando o povo brasileiro, exceto relativamente àquela minoria do  povo  ligada de uma ou outra forma ao “petróleo”, inclusive os  homens públicos corruptos que “forraram os próprios bolsos” com a roubalheira na Petrobrás no período 2003-2018.
Impõem-se algumas indagações: será que os brasileiros não estariam pagando MENOS pela gasolina e pelo óleo diesel, caso não existisse a Petrobrás, e “tudo” tivesse que continuar a ser importado, como era antes?  E se a Petrobrás fosse privatizada, como ficariam os preços dos combustíveis, com a eliminação da corrupção e o “enxugamento” do pessoal e salários? No que o povo brasileiro teria sido beneficiado com uma “estatal” (Petrobrás) comandando a questão do petróleo?
Sérgio Alves de Oliveira - Advogado e Sociólogo
NUTAVAEL DIZ...
ATE O MUNDO MINERAL SABE QUE A PETROBRAS PAGA A SEUS EMPREGADOS MAIS OU MENOS DECIMO TERCEIRO, QUARTO E QUINTO E AINDA PARTICIPAÇAO NOS LUCROS. E NECESSARIO MOSTRAR QUE TEM DINHEIRO PARA ESTE TIPO DE DESPESA. DE ONDE TIRAO TANTO DINHEIRO. E QUANTO PAGA AOS ACIONISTAS? MORARAO OU QUEREM QUE SE DESENHE. NAO PRECISA TER NEURONIOS SAUDAVEIS PARA SABER QUE A ENQUENCA TODA ESTA NA ROUBALHEIRA QUE AINDA PERSISTE NO NOSSO PAIS CHEIO DE LARANJAS PODRES NO CURRARL DOS TRES PODERES FRAUDULENTOS BRASILEIROS. QUARENTA PARTIDINHOS MEIA BOCA E MEQUETREFES QUE ESTAO CADA VEZ MAIS MORDENDO NOSSO DINHEIRO E AO LADO DISSO OS NEOFITOS QUE FORAM MORDIDOS PELA MOSCA AZUL DE TEREM INIMPUTABILIDADE E DINHEIRO A RODO. MORARAO OU QUEREM QUE SE DESENHE? FALEI.

Anônimo disse...

O Brasil depois da CF de 1988 tirou do poder via impeachment dois presidentes com dezenas de milhões de votos.

O que impede o Senado de dar o impeachment de ministros do STF sem um voto sequer da população, indicados em sua maioria por corruptos e que agem fora de suas atribuições constitucionais e afrontam a nação?

Com a palavra o ilustre presidente do Senado Davi Alcolumbre que sentou em cima de dezenas de pedidos de impeachment contra vários ministros do STF.

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com/
quinta-feira, abril 18, 2019
FAKE NEWS? QUANDO OS ALCAGUETAS DOS COMUNISTAS SÃO ESPICAÇADOS PELA VERDADE DOS FATOS. O CASO DONALD TRUMP.

Mais um excelente vídeo traduzido pela Embaixada da Resistência. E o próprio 'Embaixador' comenta este vídeo do jornalista e youtuber britânico Paul Watson, que resume com um recorte de diversas cenas das ditas grandes redes de televisão que já foram consideradas 'rainhas' da mainstream media e hoje sentem o gosto azedo do vinagre. Sim, todas essas grandes redes de televisão nos Estados Unidos e, mais recentemente aqui no Brasil foram para o vinagre e são motivos de pilhérias e gozações variadas pelas redes sociais, blogs e sites independentes.

Mais recentemente, à falta de caraminguás estatais, os jornalistas dessas empresas de mídia passaram a integrar esquemas de 'fact checking', ou seja, passaram a ser 'caçadores' de fake news (notícias falsas) ...hehe... e prestam serviços para redes sociais como o Facebook, por exemplo. E com um detalhe: posam de arautos da verdade e da sabedoria. Porém o que aconteceu nos Estados Unidos é o bastante para calar para sempre esses impostores que passaram a ser alcaguetas a serviço dos comunistas. 

Comenta o editor da Embaixada da Resistência:
"Passaram mais de dois anos promovendo a narrativa do "Conluio Russo", com a clara intenção de deslegitimar o resultado democrático das eleições americanas. Narrativa que deu origem naturalmente a desacatos violentos e protestos em massa contra o resultado eleitoral, colocando o Presidente Trump sob um permanente ataque e atiçando até uma possível guerra com a Rússia.
Tudo isto enquanto nos acusam de "fake news" (sem especificar) e catalogam de "ameaças à democracia", pelo crime de legitimar a vitória de Trump, e também pelo crime de expressar uma opinião contrária à deles, o que para eles nos constitui como "inimigos da liberdade de imprensa".
Inimigos a ser calados e abatidos em nome da "liberdade de expressão".
Até quando o povo vai continuar a engolir as falsidades destes militantes partidários disfarçados de jornalistas?
Quando acabará a hipnose?
Citando o maior Presidente de todos os tempos;
"As Fake News (leia-se: "grande imprensa") são o inimigo número um do povo americano". E são o inimigo número um, precisamente por serem o inimigo mais poderoso de todos."
Postado por Aluizio Amorim às 4/18/2019

Anônimo disse...

Rvchudo
segunda-feira, 15 de abril de 2019
Atualmente a GLOBO só forma opinião contra ela mesma.
Já se foi o tempo em que a GLOBO era formadora de opinião, mas, depois da morte do patriarca Marinho o grupo enveredou por caminhos tortuosos visando somente seus próprios interesses financeiros e ignorando os interesses de toda uma Nação.

Com sua permissividade e descompromisso com a verdade, o Brasil chega ao fundo do poço no Executivo, no Legislativo e no Judiciário.
Crivella em vantagem sobre a GLOBO.

Foram as redes sociais com sua força que passaram a informar o público, público esse que tem verdadeira repulsa à Rede GLOBO e replica dia a dia suas mentiras e seu interesse em derrubar governos que podem deixar de lhes distribuir verbas bilionárias em troca de seu silêncio.
GLOBO cada dia mais desacreditada.
A GLOBO acabou como fonte de informação!

E acaba vergonhosamente, destruindo uma imagem consolidada por seu patrono, Irineu Marinnho.
Jair Bolsonaro fala verdades à GLOBO 

Bolsonaro deu o ponta pé inicial na bunda da GLOBO, quando diferente dos políticos tradicionais, lhes disse sérias verdades e estas verdades viralizaram nas redes sociais. O povo acordou, ficou atento ao mal que a GLOBO representa.

Nas ultimas chuvas na Cidade do Rio de Janeiro a GLOBO fez de Marcelo Crivella seu alvo, colocando nele toda a culpa pelos prejuízos causados pela ação da natureza, como se nada igual tivesse ocorrido nos governos anteriores que esbanjaram dinheiro em diversos interesses que não o Rio de Janeiro.

Crivella também sabe soltar sua voz contra a GLOBO, deixando bem claro o que ela defende, seus interesses próprios.

A GLOBO definha, e com ela um monte de imundice será varrida do cenário nacional, ficando o Brasil livre para se desenvolver e alcançar seu lugar de destaque entre as nações mais prósperas do mundo. 

As imundices? Elas continuaram com o mimimi de sempre.

Postado por Ricardo Oscar vilete Chudo às 06:40

ALMANAKUT BRASIL disse...

Haja JUDAS! – Boa “judiação” para todos

https://almanakut10.wordpress.com/2019/04/19/haja-judas-boa-judiacao-para-todos