domingo, 14 de abril de 2019

Petrobras, Juros e Desenvolvimento



Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Antônio José Ribas Paiva

Os preços dos combustíveis deve estar em sintonia com o restante do mercado produtivo, porque sua majoração reflete, diretamente, no preço de todos os produtos.

Nesse período recessivo, com altas taxas de desemprego, nenhum segmento produtivo está majorando os preços.

Então por que a Petrobras tentou aumentar os preços dos combustíveis?

A resposta parece clara: para cobrir o prejuízo do roubo dos petistas e associados, às nossas custas, e também , para provocar o aumento em cadeia dos preços dos produtos, para justificar o aumento das taxas de juros para os bancos, sob a desculpa de se “ combater a inflação”!

O mercado financeiro orquestrado gritou, reclamando da alta do dólar e da queda no preço das ações da Petrobras!

Ora, prejuízo com ações só se realiza na venda e o dólar oscila constantemente.

O Presidente Bolsonaro agiu corretamente, barrando mais uma incursão especulativa de bancos e dirigentes da empresa.

O lucro saudável é consequência de otimização administrativa e produtiva e não do simples aumento de preços, principalmente, em se tratando de setor monopolizado como os combustíveis.

Observe-se, que as maiores petroleiras são estatais, mas não abusam do mercado e, muito menos do seu povo!

Portanto, o veto presidencial ao aumento abusivo dos preços é essencial para a saúde da economia e para o desenvolvimento do País.

BRASIL!ACIMA DE TUDO!!!

Antônio José Ribas Paiva, Jurista, é Presidente do Nacional Club.

Nenhum comentário: