quinta-feira, 15 de junho de 2006

Lula lança pedra fundamental de mentirinha no RJ, e Justiça eleitoral o inocenta de abuso do poder político e de autoridade

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Ouça também o Alerta Total no seu computador.
http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal
Edição em áudio a partir de Meio-dia.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

O candidato reeleitoral Lula da Silva, blindado pela Justiça eleitoral, praticou ontem mais uma ilegalidade flagrante, de uso da máquina pública para fins eleitoreiros, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Lula foi à São Gonçalo (na fronteira com Itaboraí) lançar a “pedra fundamental” do complexo petroquímico que será instalado pela Petrobras em parceria com investidores privados. A solenidade presidencial foi puro estelionato político: a Petrobrás sequer comprou o terreno onde será instalado o pólo, em Itaboraí. Foi mais um exemplo de drible apressado na lei eleitoral, que proíbe que o presidente participe de inaugurações a partir de 30 de junho. Lula é craque nisto e a Justiça é leniente: interpreta sempre a favor dele.

Ontem, para variar, o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Cesar Asfor Rocha, negou a representação movida no Tribunal Superior Eleitoral pelo PSDB contra o presidente Lula e o ex-ministro Ciro Gomes (Integração Nacional) por abuso do poder político e de autoridade. Os tucanos haviam solicitado que o TSE tornasse o petista inelegível pelos próximos três anos, por fazer “proselitismo” de sua gestão e “ataques a terceiros”, além de “enaltecer a si próprio” usando a infra-estrutura pública, “em franca desobediência ao princípio da impessoalidade que deveria permear os atos oficiais”.

Além disso, os tucanos acusaram Lula de antecipar sua propaganda reeleitoral, durante a inauguração das obras da ferrovia Transnordestina. Os tucanos queriam que o TSE determinasse ao presidente Lula se abstivesse de "fazer proselitismo de sua gestão ou comparação com outras administrações em eventos custeados por recursos públicos em que haja concentração popular”. Mas não adianta: Lula vence todas na Justiça. É imbatível. Com tanta campanha reeleitoral disfarçada, fica fácil entender por que a maioria da população (51%), segundo pesquisa CNI-Ibope divulgada nesta terça-feira, diz que Lula é o candidato que mais aparece no noticiário. Seria mais fácil lhe dar agora a faixa presidencial de 2007, antecipadamente.

Para passar a imagem de equilíbrio no julgamento, o Tribunal Superior Eleitoral também arquivou a representação movida pelo PT contra o PSDB e o candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin. Segundo o ministro Cesar Asfor Rocha, corregedor-geral eleitoral, a iniciativa é idêntica a outra já movida pelos petistas contra os tucanos sob a alegação de que os adversários usaram o horário gratuito para fazer propaganda eleitoral antecipada. Por isso, Rocha indeferiu o pedido de suspensão de qualquer propaganda do PSDB com o presidenciável e ainda aplicação de multa à legenda. Assim, a disputa eleitoral deste ano, nos tribunais, mais parece um teatro.

O caminho para a fraude eleitoral este ano está escancarado com o pretenso canto antecipado de vitória reeleitoral do presidente Lula – conforme indicam os números das pesquisas que têm o poder de induzir a “torcida” e o voto do eleitor menos esclarecido pelo candidato mais indicado a vencer. Outro indicador de que não dá para confiar, antecipadamente, na lisura do resultado eleitoral de 2006 é a atitude reacionária do Tribunal Superior Eleitoral em não adotar o voto impresso (para ser recontado depois da contagem eletrônica, como pede uma ação popular ignorada pela nossa Justiça). Para piorar, o TSE impõe restrições absurdas ao processo de fiscalização no próximo pleito.

Um alerta emitido pela ONG Voto Seguro comprova que o pretensamente moderno processo eleitoral brasileiro é o “cassino do Al Capone” (onde o cidadão eleitor sempre perde, e os bandidos sempre ganham no final, no País em que as instituições estão “todas dominadas” pelo poder corruptor e financeiro da organização criminosa que nos governa realmente). Os especialistas do Voto Seguro advertem que a nova regulamentação da eleição deste ano traz um grande retrocesso à transparência do processo eleitoral: o TSE decidiu não entregar cópias dos Boletins de Urna (BU) aos fiscais dos partidos que os solicitarem nas seções eleitorais, ao arrepio da própria legislação em vigor.

Denúncia do Imperador

O prefeito Cesar Maia denuncia que os atos públicos da Presidência da República são uma fraude político-administrativa-eleitoral:

Cada evento destes é preparado pelo ministro Dulci e uma assessora de eventos políticos lotada no Palácio do Planalto.E para que o município receba o benefício, tem que mobilizar 5 mil pessoas no mínimo. É a equipe de Dulci que organiza tudo.Aqui no Rio, para assinar um protocolo de intenções, a prefeitura disse NÃO. E nada foi feito a não ser uma concentraçãozinha na Cia Docas. Ontem - refinaria em Itaboraí - o evento foi em São Gonçalo, outro municipio, porque tem muitas vezes mais habitantes. Para isso a prefeitura recebeu a promessa de uma parte de apoio da refinaria”.

Cesar Maia lembra que a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) proíbe, nos últimos oito meses do governo ,o início de obras que não terminem no próprio ano.

A reeleição é a nossa energia?

Em seu discurso na cerimônia de lançamento da pedra inaugural (de mentirinha) do complexo petroquímico de Itaboraí, o presidente Lula comparou a estatal ao meia Ronaldo – com quem teve um desgaste na semana anterior.

Lula disse que a empresa é “um filho que todo mundo gostaria de ter, ela é uma espécie de Ronaldinho da indústria brasileira”.

Segundo Lula, a Petrobras precisou ser “reeducada” para chegar ao atual estágio de desenvolvimento.

Será que ele quis dizer que o Ronaldo, que o criticou, também precisa ser "reeducado"?

Reeducação

De acordo com o presidente, a Petrobrás havia recebido “não sei de que governo” a orientação de que “só deveria cuidar de prospecção de petróleo”.

Lula explicou que foi preciso que a sua gestão mudasse essa política da empresa, dando-lhe uma nova diretriz.

Então, a Petrobras teve apenas de ser educada, apenas reeducar a Petrobras, e dizer para a Petrobras: querida Petrobras, pense menos em você e pense um pouco mais neste imenso País”.

O presidente se referiu aos investimentos da estatal em biodiesel.

O senhor é meu eleitor; voto não me faltará...

Durante a solenidade, Lula ganhou e exibiu uma camiseta da seleção brasileira, com a mensagem religiosa:

O Senhor é meu pastor e nada me faltará”.

A camisa continha o Salmo 22, justamente o preferido do evangélico Kaká, que fez o gol do Brasil contra a Croácia.

O mimo foi um presente da prefeita evangélica do PFL de São Gonçalo, Aparecida Panisset, que deu apoio ao petista.

O presidente atribuiu a saudação calorosa da prefeita pefelista à sua postura de, segundo ele, nunca ter falado mal de prefeitos, governadores e parlamentares, mas governar para todos, independentemente do partido.

Mandato que não termina

Em outra grande cidade próxima, na inauguração do Pólo de Inteligência de São Gonçalo, Lula aproveitou a claque de 4.000 pessoas bem treinadas, para batraquear que seu mandato expira só teoricamente no último dia do ano.

Mesmo sem assumir a candidatura à reeleição, o presidente falou dessa maneira a uma platéia de trabalhadores trazidos pela Prefeitura de São Gonçalo (região metropolitana do Rio) ao Clube Mauá em 110 ônibus:

Queria dizer aos companheiros que, durante este mandato, que termina teoricamente dia 31 de dezembro, vocês acompanharam pela televisão, pelo rádio, parece que tem um tipo de gente que não quer que o Brasil dê certo”.

Quem paga pela festinha?

A Petrobrás fez uma superprodução para receber o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Gonçalo e Nova Iguaçu, mas não informou quanto gastou.

Depois de lançar a pedra fundamental do Complexo Petroquímico do Rio, o presidente foi a um almoço para 150 convidados.

Dividiu a mesa com prefeitos fluminenses liderados por Lindberg Farias, de Nova Iguaçu, na churrascaria Porcão, uma das mais caras do Rio.

Cardápio eleitoreiro

Em Nova Iguaçu foi montada estrutura semelhante à de um concerto de rock.

Houve distribuição gratuita de água mineral e camisetas verde-amarelas com a logomarca do Programa Brasil Alfabetizado.

Nas costas, símbolos do governo federal e da prefeitura, "parceria nota 10".

Outdoors anunciavam convênios do governo federal com o município, como a liberação de R$ 103 milhões para obras e o atendimento de 43 mil famílias pelo Bolsa-Família.

Lula torcendo

Presidente Lula recebeu, entristecido, a informação de que Ronaldo Fenômeno poderia ser cortado da seleção por motivos de saúde.

Lula lamenta que vai sentir falta dele na Copa...

Mas não vai sentir falta dele falando mal de seu governo...

Medo da mulher

O único temor do PT, na corrida reeleitoral do presidente Lula é a subida da ex-petista Heloísa Helena na cotação do eleitorado – o que pode levar o pleito para um segundo turno, o que os estrategistas do Palácio do Planalto não querem.

E a senadora algoana do PSOL está sendo cortejada pelos mais famosos marketeiros.

Nizan Guanaes já fez uma “oferta mais em conta” para cuidar da imagem dela.

O corinthiano Washington Oliveto também, para tristeza de Lula...

O Ibope e a Mulherada

Não custa nada dar uma olhada no que revela a mais recente pesquisa do Ibope com relação à preferência do eleitorado feminino.

1) 31% das mulheres disseram que não têm candidato a presidente. No sul 30%.

2) 32% das mulheres não votariam em Lula de jeito nenhum.

3) 43% das mulheres não confiam em Lula.

4) 64% das mulheres têm medo do desemprego.

5) Só 21% dizem que votaram em Serra no segundo turno. Na verdade foram uns 40%.

Para o bom entendedor, tem um “caminhão” escancarado para Heloísa Helena crescer...

Alencar vem aí

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve repetir, na tentativa de reeleição, a parceria com o empresário mineiro José Alencar (PRB) na vice-presidência.

Com 74 anos, não mostra disposição para uma eleição difícil ao Senado — enfrentando Itamar Franco —, muito menos para um duelo com Aécio Neves pelo governo.

A aposta de aliados do presidente em Alencar é devida aos empecilhos para a aliança formal com o PSB e à decisão tomada pelo PMDB nesta semana de não apoiar nenhum candidato à Presidência.

O queridinho

Dirigentes do PSB admitem que já há conversas para atrair José Alencar à legenda.

O PMDB também cobiça a filiação dele.

Mas o mineiro ficará no partido que ajudou a fundar e preside, o PRB (Partido Republicano Brasileiro), ainda mais com o bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e Senador Marcelo Crivella com chances de conquistar o governo do Estado do Rio de Janeiro...

Rapaz poderoso

O braço direito do ex-ministro José Dirceu, Swedenberger do Nascimento Barbosa foi nomeado, em 7 de março deste ano, assessor especial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo a assessoria de imprensa da Presidência da República, na nova função, ele recebe encaminhamentos de demandas do presidente.

No auge da crise, quando Dirceu deixou a Casa Civil, Swedenberger foi exonerado, a pedido, em 27 de junho de 2005, e lotado no Ministério da Previdência.

Dirceu firme na campanha

Ele ocupava o cargo de secretário-executivo da Casa Civil. Na ausência de Dirceu, era o responsável por assinar as ações administrativas do ministério publicadas no Diário Oficial da União.

Swedenberger era fiel defensor do ex-ministro também durante a crise que afetou o então subchefe de Assuntos Parlamentares, Waldomiro Diniz — afastado do governo após a revelação de gravação em que pedia propina ao empresário de jogos Carlinhos Cachoeira.

E os petistas ainda têm a coragem de jurar que José Dirceu não participa de qualquer esquema de coordenação da campanha reeletoral de Lula...

Papai Noel - que a gente também acredita não existir - se veste de vermelho, mas não é filiado ao PT...

Valério e os tucanos

O publicitário Marcos Valério de Souza prestou depoimento ontem na Superintendência da Polícia Federal, em Belo Horizonte, no processo que investiga o suposto caixa dois na campanha eleitoral de 1998 do hoje senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

O empresário prestou depoimento ao delegado Luiz Flávio Zampronha, da PF de Brasília, das 15h às 20h.

Zampronha confirmou que o depoimento era sobre o suposto caixa dois de Eduardo Azeredo, mas que não daria nenhuma outra informação, pois o processo corre sob segredo de Justiça.

Novidade, só na cabeleira...

O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, devolveu na semana passada o inquérito sobre o caixa dois tucano à PF com pedido de novas diligências.

Cerca de 80 pessoas, entre elas muitos políticos, devem ser chamadas para depor.

Valério assumiu sua calvície: não está mais raspando toda a cabeça. Deixou o cabelo crescer nas laterais e na nuca.

Lista de Furnas, again

Laudo do Instituto Nacional de Criminalística (INC), que será encaminhado pela Polícia Federal (PF) à Justiça, confirma que é verdadeira a assinatura do ex-diretor de Furnas Dimas Toledo no original de uma lista de 156 políticos que teriam sido financiados pelo caixa 2 da estatal nas eleições de 2002.

Para a PF, a autenticidade do documento, porém, não prova que os políticos tenham recebido dinheiro ilegal.

Mas, por ter mentido no primeiro depoimento, quando negou ser sua a assinatura, Dimas será intimado a se explicar.

Os dados da lista são verdadeiros ou falsos?

Antes de ouvir Dimas, a PF vai aprofundar as investigações para confirmar se houve e quem recebeu financiamento, pois é possível que muitos nomes tenham sido plantados como recebedores.

Até agora, só o deputado cassado Roberto Jefferson, autor das denúncias do mensalão, confessou ter recebido R$ 75 mil do caixa 2 de Furnas, conforme está na lista.

Entregue à PF pelo lobista Nilton Monteiro, que alega ter testemunhado o esquema, a lista contém nomes de quase todos os partidos, mas a maioria pertence a PSDB e PFL

Pizza do Propinoduto fluminense

O Supremo Tribunal Federal recebeu reclamação com pedido de liminar para suspender decisão do STJ contra envolvidos no caso conhecido como Propinoduto.

O STJ autorizou a presença, solicitada por meio de carta rogatória, de autoridades suíças no Brasil para investigarem os suspeitos no esquema de fraude na arrecadação estadual de tributos no Estado do Rio de Janeiro.

A defesa alega que o documento que permite atuação da justiça de um país em outro não delimita, nem especifica que provas e atos os estrangeiros podem realizar para a instrução de ação penal por suposto crime de lavagem de dinheiro.

Argumento idiota

Segundo a defesa, a autorização concedida pelo STJ viola a soberania nacional.

O juiz suíço, Paul Perradium, que solicita a permissão para o deslocamento ao Brasil, pediu ainda que aos interrogados não fosse possível invocar o direito de permanecerem calados.

Esse pedido, no entanto foi negado pelo STJ.

CPI goela abaixo

Contra a sua vontade engavetadora e governista, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), instalou ontem a CPI dos Sanguessugas, que havia tentado sepultar, mas acabou obrigado a acatar por pressão da minoria, que ameaçou ir à Justiça.

A CPI vai investigar o esquema de desvio de recursos do Orçamento para a compra fraudulenta de ambulâncias.

Cerca da metade dos deputados da Câmara, assessores, alguns senadores e ainda funcionários do Ministério da Saúde são apontados como suspeitos de se beneficiar do esquema.

As investigações deverão ser feitas e encerradas nesta legislatura, por 11 senadores e 11 deputados.

Renan deu prazo até o dia 20 para que os partidos indiquem seus representantes para a comissão. Caso não indiquem, caberá a ele fazê-lo.

CPI não é palanque

O presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, disse nesta quarta que teme que a CPI dos Sanguessugas seja transformada em palanque pela oposição.

A proximidade das eleições pode levar muitos parlamentares a se preocuparem mais com holofotes do que com as investigações”.

O petista considera ser preciso investigar “com profundidade” o esquema de compra superfaturada de ambulâncias com dinheiro do Orçamento da União, mas também ter “muita responsabilidade” na condução desse processo.

Sanguessugas livres

Mais 17 pessoas acusadas de envolvimento com máfia das ambulâncias conseguiram habeas corpus do Tribunal Regional Federal da 1ª Região e já deixaram a prisão.

Só nesta semana, ao todo, 27 sanguessugas saíram da cadeia com autorização da Justiça.

Dos que recorreram ao TRF para acompanhar o andamento do processo em liberdade, apenas Ivo Marcelo Spinola da Rosa deverá continuar encarcerado.

Belo exemplo de Justiça...

Dos 44 inicialmente detidos pela Operação Sanguessuga, que desbaratou o esquema da compra superfaturada de ambulâncias com recursos do Orçamento da União, poucos permanecem na cadeia, embora o Supremo Tribunal Federal tenha revogado o primeiro habeas corpus concedido pelo TRF aos detidos.

O ex-deputado Ronivon Santiago (PP-AC), que teria participado das irregularidades, foi ouvido ontem pela Justiça Federal do Mato Grosso do Sul.

Ele foi convocado pelo juiz da 2ª Vara Federal, Jeferson Schneider, que desmembrou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal, dividindo-a em 81 casos — um para cada acusado. Santiago é o 36º caso aceito pelo magistrado.

Saia justa no MLST

A Câmara foi abrigada ontem a desmentir, em nota, acusações de Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) de que militantes presos depois da depredação da Câmara teriam sofrido tortura nos três dias em que ficaram detidos num ginásio de esportes em Brasília.

A Câmara lembra que todo o processo foi acompanhado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB e pela Justiça.

O MLST acusa as polícias Militar e Legislativa de dar tratamento aos detidos semelhante ao de “campos de concentração”.

Reclama do suposto espancamento de crianças e de desrespeito às mulheres.

Acre livre de novo

Depois de negociações com representantes do governo Lula, militantes do Movimento Camponês Corumbiara concordaram em desbloquear a BR 364, a única ligação do Acre com o restante do país por via terrestre.

As barricadas montadas pelo grupo na estrada haviam isolado o Estado e podem ser reerguidas a qualquer momento, já que os sem-terra negociam com o Incra a desapropriação da Fazenda Urupá, em Candeias, onde o movimento montou um acampamento em 2005; e uma posição sobre a Fazenda Gainza, em Nova Mamoré (RO), desapropriada desde 1975, onde existem atualmente 12 assentamentos, 8 dos quais em fase de execução.

No Mato Grosso do Sul, integrantes do MST e da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) interromperam o acesso à fazenda Teijin, em Nova Andradina, onde 28 funcionários seriam mantidos reféns.

Os grupos protestam contra a suspensão da desapropriação da propriedade, determinada pela Justiça.

Novela Varig

O juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Rio, adiou por tempo indeterminado a decisão sobre a eventual venda da Varig para o TGV (Trabalhadores do Grupo Varig), representado pela empresa NV Participações.

O juiz havia estabelecido prazo até o meio-dia de ontem para que o TGV, a única a apresentar oferta de compra no leilão da Varig na semana passada, apresentasse esclarecimentos sobre a origem dos recursos para o pagamento da parte em dinheiro e também sobre como seria feita a emissão de debêntures que faz parte da proposta do grupo.

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Rio, os advogados do TGV entregaram uma petição com 29 laudas que será analisada pelo juiz, o que teria motivado o adiamento.

Novas propostas pela empresa

Ainda segundo o tribunal, uma série de reuniões foi realizada na tarde de ontem com investidores interessados na compara da companhia.

Entre as novas propostas estariam a do empresário José Rocha Lima, ex-presidente da VarigLog e atual presidente da Syn Logística, que estaria associado a uma empresa chamada Fontidec Brasil Investimento.

Outra proposta discutida foi a da estatal portuguesa TAP, que estaria associada a um grupo formada pela Air Canadá, a Brascan e o fundo Brookfield, junto com o fundo americano Carlyle em conjunto com as empresas Sym Amazônia e Fontidec..

Pela manhã, um representante da empresa canadense Market Street, Antonio Carlos De Kleva, informou à imprensa, no início da tarde, que na terça-feira apresentou ao TGV (Trabalhadores do Grupo Varig) uma proposta para financiar o consórcio brasileiro que arrematou a Varig.

Portugueses não querem os trabalhadores

A empresa aérea portuguesa TAP descartou ontem participar da compra da Varig com o consórcio NV Participações, único a apresentar oferta de compra da companhia brasileira em leilão.

Mas, se houver novo leilão, a companhia portuguesa deve entrar no processo.

Segundo o presidente da TAP, Fernando Pinto, o interesse é na compra da Varig Operacional inteira, incluindo as rotas internacionais e domésticas.

Muitos boatos infundados

Voaram boatos no Rio de Janeiro e em Brasília de que a falência da Varig seria decretada ontem mesmo.

Em Brasília, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) negou os boatos de que já teria sido informada pelo juiz sobre a quebra da Varig.

Desde sábado, a Varig tem cancelado pouco menos de 10% de seus vôos devido a serviços de manutenção de aeronaves.

Vida que segue...

Novas informações a qualquer momento

Recramasões, ilogius ou revelasões bomba para:

jorgeserrao@gbl.com.br

Faça comentários clicando no link abaixo.

Ouça as informações clicando no link da rádio (podcast) Alerta Total:

http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal/

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu estou escrevendo esse comentario em 10/06/2007, no entanto quem quiser pode procurar no site. http://www.itaboraiweblist onde eu coloquei la uma materia de um jornalista acho que de o Dia cujo titulo era: A petrobras vem aí. Eu acrescentei: Voce acredita, eu nao! Hoje navegando pela internet descubro esse artigo do alerta geral que so vem corroborar com tudo aquilo que eu penso. Queria pedir liçença para colocar ele no meu site. Fico aguardando a resposta. Obrigado!