sexta-feira, 9 de março de 2007

Justiça norte-americana vai indiciar novos políticos brasileiros por lavagem de dinheiro, além de Maluf

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, o novo podcast Alerta Total no seu computador.
http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

Os políticos brasileiros, suspeitos de lavagem de dinheiro, devem pensar duas vezes antes de entrar nos EUA. Correm o risco de ficar por lá, presos. O próximo alvo da Justiça norte-americana será o marketeiro baiano Duda Mendonça, que fez a campanha do presidente Lula e que por muitos anos cuidou da imagem de Paulo Salim Maluf. Ontem, o atual deputado federal (PP-SP) e ex-prefeito de São Paulo foi indiciado em Nova York. Teve a prisão preventiva decretada. Entrou para a lista de procurados da Interpol. Se entrar nos states, vai para a cadeia.

A imunidade parlamentar brasileira não é reconhecida pelas autoridades norte-americanas. Maluf é acusado pelo envio de US$ 11 milhões e 600 mil dólares para uma conta secreta em Nova York. Maluf responde a 17 acusações, e sua prisão pode ser efetuada em qualquer país com o qual os EUA tenham tratado de extradição, menos o Brasil. A sorte de Maluf é que a República Tupiniquim não extradita cidadãos brasileiros. Nossas leis impedem.

Maluf e outras quatro pessoas foram indiciados em Nova York por suspeita de desvio de mais de dinheiro na construção da avenida Jornalista Roberto Marinho, antiga Água Espraiada, Zona Sul de São Paulo. O dinheiro arrecadado teria sido transferido para uma conta bancária em Nova York e de lá para outra conta, na ilha de Jersey, segundo nota do procurador regional de Manhattan. Maluf está no Brasil, mas pode ser preso se viajar para um país que permita a extradição para os Estados Unidos.

O tribunal de Manhattan indiciou Maluf por suposto envolvimento num esquema de pagamento de suborno quando ele era prefeito de São Paulo. Os outros indiciados são seu filho Flávio Maluf; Simeão Damasceno de Oliveira, diretor financeiro de uma empreiteira brasileira; Joel Guedes Fernandes, tesoureiro da empresa; e o doleiro Vivaldo Alves.

Inocente, sempre...

A assessoria de imprensa de Maluf afirmou em nota que "as declarações da Promotoria Distrital de Nova York permitirão, finalmente, que Paulo Maluf possa se defender e provar que é inocente das acusações que lhe fazem".

Diz a nota que "Paulo Maluf não tem e nunca teve conta bancária em Nova York" e que todas as acusações que lhe foram feitas "jamais foram provadas e são fruto de perseguição política".

Ou seja, Maluf é sempre inocente... Culpados são os que acusam ele de alguma coisa...

ACM grave

Médicos amigos do Alerta Total no Instituto do Coração, em São Paulo, dão uma má notícia para os baianos.

É muito grave e delicado o estado de saúde do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA).
Aos 79 anos de idade, ele permanece internado na UTI do Incor com quadro de pneumonia e complicações renais.

ACM foi levado às pressas ao hospital, anteontem, para a realização de um check-up após ter se queixado de dores e febres decorrentes de uma gripe forte.

Nada de CPI

A base governista na Câmara dos Deputados, liderada pelo PT, conseguiu suspender temporariamente a CPI para investigar o apagão aéreo.

A suspensão foi aprovada por 261 votos a favor, 46 contrários e sete abstenções, até que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) analise a pertinência de sua criação.

A manobra irritou a oposição, que promete recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), com pedido de liminar, e ameaça obstruir todas as votações de interesse do governo.

Mega Cartel agrário-droguista

Uma operação da Polícia Federal em Macaé prendeu 26 pessoas, apreendeu 40 armas e encontrou 40 quilos de pasta de coca numa fazenda do Incra que serviria para a reforma agrária no Rio de Janeiro.

A pasta seria usada para refino da droga.

Mais de 200 agentes desarticularam a quadrilha que atua no Norte do Rio.

Mas o traficante-chefe do local não foi preso.

Cartel do cimento

O bicho vai pegar para a área de cimento da Votorantim e Camargo Correia.

A Secretaria de Direito Econômico abriu processo por formação de cartel contra oito empresas que concentram 90% do mercado de cimento.

Investigação em andamento no Ministério da Justiça mostra que diretores da Votorantim e da Holcim S.A. teriam trocado e-mails entre si e acertado, no começo de 2005, que suas planilhas de custos deveriam apresentar aumento de 18%, gerando elevação no preço do cimento em Minas Gerais.

Os dois diretores negociariam, também, a melhor maneira para a aquisição de uma concreteira do sul de Minas Gerais, de modo a manter equilibrada a divisão de mercado entre as duas e a Cimentos Liz.

Protestos inúteis

O presidente norte-americano George Bush não gostou do que viu na televisão, no confronto entre policiais e 6 mil manifestantes que protestavam contra sua visita ao Brasil.

A secretária de Estado, Condoleezza Rice, e o assessor de assuntos de Segurança Nacional, Stephen Hadky, detestaram mais ainda.

A Avenida Paulista, principal rua de São Paulo, virou uma praça de guerra: de um lado, pedras e paus: de outro, bombas de gás e de borracha e gás de pimenta.

Guerra perdida

Uma em cada quatro empresas industriais do País sofre a concorrência de produtos chineses no mercado brasileiros.

Os mais afetados são os setores têxtil, de vestuário, equipamentos hospitalares e calçados.

Os dados da sondagem feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostram ainda que 12% das grandes empresas brasileiras já transferiram parte da produção para a China, em busca de menores custos de produção.

Bancos crescendo

Os ativos dos 50 maiores bancos brasileiros cresceram 20,5% em 2006, para R$ 1,7 milhão, segundo levantamento do Banco Central (BC) divulgado ontem.

O ranking traz Banco do Brasil (BB) na liderança. Bradesco em segundo lugar, seguido de Caixa Econômica Federal e Itaú.

O ABN Amro apresentou a maior evolução no ano, passando a ocupar a quinta posição.
Empurra com a barriga

A Anatel estendeu para 24 e não mais 18 meses o prazo para entrada em vigor da portabilidade nas teles fixas e celulares.

Segundo pesquisa do Yankee Group, quase metade dos clientes tocaria de operadora hoje se pudesse carregar o número do telefone.

A NET não gostou...

A Telefônica, operadora de telefonia fixa de São Paulo, poderá oferecer serviço de TV por assinatura via satélite em todo o País.

A autorização, em análise desde maio, foi dada ontem pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

As empresas concorrentes, como o sistema Net e Abril, torceram o nariz.

A culpa é sempre do mosquito

A ocorrência de dengue no Brasil cresceu 25,64% em janeiro e fevereiro, comparada com o mesmo período de 2006.

O Estado do Mato Grosso do Sul tem 47,4% dos casos.

A verba nacional para prevenção da doença aumentou apenas timidamente.

A culpa de todo o problema é do mosquito, que não pára de se reproduzir.

Recorde de taças

O Flamengo se consolidou como recordista de vencedores da Taça Guanabara.

A goleada por 4 x 1 sobre o Madureira veio em boa hora e consagrou o 17ª título para o Flamengo.

O Mengão havia sido campeão em 1970, 72, 73, 78, 79, 80, 81, 82, 84, 88, 89, 95, 96, 99, 2001 e 2004. Agora, são seis conquistas a mais do que o rival Vasco, que foi o vencedor 11 vezes.

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

3 comentários:

BagliBlog disse...

Jorge Serrão, boa tarde.

PQP!!!!! Só falando assim, cara! Como que eles conseguem rastrear este oceando de transferência financeira do Maluf, e não conseguem, de modo algum, fazer a mesma coisa para saber de onde veio a porra do dinheiro que comprou a merda do "dossiê fajuto", porra?!!!

Americano é um otário, mesmo, acha que o Maluf vai ser julgado e vai para a cadei aqui, no Brasil.

O brasileiro não nasceu para ser punido e muito menos para ficar preso, detrás das grades de um cela ; pelo menos os ricos e os marginais possuidores de imunidade parlamentar, além dos ministros de Estado e governantes em cargos executivo.

O terra maravilhosa, o Brasil que tanto amo, mas...puta-que-pariu, caralho, continua encalhada na miséria programada.

Acho que a única coisa que continua presa no Brasil, ou que ainda nos prende no subdesenvolvimento e a existência de pessoas cretinas e despresíveis como atual Presidente do Brasil, seu partido de marginais e todos os seus sócios bandidos.

Ah, tô puto, porra! Depois as pessoas acham que temos que ter educação, ser polidos. Polido é o cacete! Estão atacando e destruindo o príncipio da propriedade privada e esta raça mamolente não faz nada. Ah, não fode. Tó puto, sim. Se não quiser publicar, não publica, eu coloco no meu blog. Coloco até coisa pior.

O Brasil e este governo de inimputáveis tem como parceiros terroristas e baderneiros, e as Forças Armadas ficam frouxas onde estão? Aplaudindo e batendo continência para este terrorista sem-vergonha do Stédile na ESG?

Tá tudo errado, porra!

Até quando?

Abração,

BagliBlog disse...

A relação entre o Brasil e os EUA, é igual a que existe entre o Flamengo e o Vasco.

Os vascaínos sempre terão uma eterna inveja de nossa grandeza, espontaneidade e aceitação junto as massas.

O sonho de todo vascaíno, mesmo que inconscientemente, é um dia ser um flamenguista. No entanto, eles não levam jeito para isso. Vascaíno, é vascaíno, pois perto do mengão, sempre serão vice.

Com o Brasil e os brasileiros, pelo menos os ignorantes e desinformados, ocorre a mesma coisa. Odeiam os EUA, mas dariam tudo para ter acessoa àquelas riquezas e maravilhas que somente o capitalismo avançado pode proporcionar. Lógico que só um
marxista imbecil pode pensar deste modo.

Um comunista safado, por exemplo, sempre terá esta inveja freudiana dos EUA, pois todo bom adepto safado desta ideologia que endeusa marginais e tiranos não quer saber de outra coisa que não sejam as riquezas do bem e velho capital.

Abração,

BagliBlog disse...

Correção!

Peço perdão a todos. Quis dizer "manemolente".

Ok?

Abração,