domingo, 11 de março de 2007

Sexo na Cabeça

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Por Jorge Serrão

A relação entre causa e efeito às vezes redunda em defeito, principalmente na complicada pseudo-ciência jornalística brasileira. Gisele Bündchen foi vista por um grupo de brasileiros comprando remédio para enjôo em uma farmácia de Paris. No início de fevereiro, a modelo e o seu namorado, o jogador de futebol americano Tom Brady, passaram um final de semana romântico na capital francesa.

Logo, seria justo especular que a modelo brasileira esteja grávida. A imprensa mundial já faz isto. Será verdade? Ou apenas um fato verossímil? Eis a questão: Vale a versão ou o fato? A opinião pública, que nada decide, se diverte com a opinião publicada.

Gravidez é coisa séria. Problema mental ou psicológico, quando se trata do primeiro mandatário do Brasil, também. Nos últimos dias, Lula da Silva desandou a batraquear frases de efeito relacionadas à sexualidade. Na quarta-feira passada, comentou que "quase todo mundo gosta de sexo". Na sexta-feira, violentou nossos ouvidos com uma metáfora sexual: "É necessário caminhar mais para que Brasil e EUA cheguem ao 'ponto G' das negociações”.

Será que Freud explica? Não. Pelo menos oficialmente, Freud não faz mais a segurança pessoal do presidente, da mesma forma como não cuidou, no passado, da segurança do falecido Celso Daniel (prefeito petista de Santo André, assassinado em 2002, que é o principal cadáver politicamente insepulto da República petista). Quem cuida da missão agora é Gonçalves Dias, que não é poeta, mas sim um general sem cabelo.

Melhor não usar o termo “careca” para não despertar um símbolo fálico no subconsciente presidencial. Até porque, em Brasília, já tem gaiato especulando que a cabeça do presidente anda tomada por sexo porque ele não sabe que será obrigado a fazer para indicar a sexóloga Marta Suplicy para um ministério. Uma coisa é certa: sem camisinha, ninguém agüenta.

Na reunião alegórica com George Walker Bush, Lula se referiu à suposta área do máximo prazer sexual para descrever o que enxergava como ponto ideal das negociações com os EUA sobre o mega-comércio internacional do álcool combustível (o etanol). Breve, os idiotas brasileiros estarão repassando nossa tecnologia de produção do bio-combustível aos estrangeiros. Logo, seremos economicamente estuprados. As transnacionais vão comandar o mais próspero negócio do milênio, que seria dos brasileiros. Mas quem não tem soberania, autodeterminação, independência e vergonha na cara tem o destino das donzelas ignorantes.

O fato econômico merece ser analisado como tal, e não como uma parceria sexual. O memorando assinado entre Brasil e EUA, que prevê a transformação do etanol em commodity (como petróleo, açúcar ou soja), cotada em dólar pelo mercado, em tese, vai favorecer produtores e consumidores. Daonde? Eis a questão. Se a demanda mundial pelo produto aumentar, como indicam as metas dos EUA e da Europa, a medida vai elevar o preço do etanol, favorecendo o mercado nacional. Ou favorecendo quem o controlar? O problema é: as transnacionais já começam a comandar nosso mercado, comprando grandes usinas brasileiras de açúcar.

Desculpem a imagem grotesca, mas o Brasil faz grandes negociações internacionais com a calça abaixada. O resultado quem sente é o povo brasileiro. A polêmica sobretaxa de US$ 0,54 cobrada no etanol brasileiro vendido aos EUA não foi incluída nos acordos assinados durante a visita do comandante Bush. O etanol brasileiro continuará pagando 25% do valor do galão em tarifas alfandegárias aos norte-americanos. E ainda tem inocente acreditando que os EUA vão transferir tecnologia para fabricação de etanol aos brasileiros. Até a Velhinha de Taubaté sabe que nenhum país soberano transfere tecnologia para outro.

Voltando ao estupro político-econômico inevitável, outro que só vive falando de temas tabus é o governador Sérgio Cabral Filho, que ultimamente está sempre juntinho de Lula nas solenidades. Será que um anda influenciando o outro? Freud, pelo amor de Afrodite, nos ajude! Cabral lançou dois balões de ensaio. Primeiro, lançou um debate sobre a descriminalização das drogas. Depois, defendeu a necessidade de se legalizar o aborto no Brasil. Este é um projeto dos petistas para o segundo mandato.

Cabralzinho é apenas um “laranja” da vontade dos aliados do presidente. A ponta de lança do assunto teria sido Jandira Feghali. Mas a ex-deputada do PC do B, que tinha no Congresso um projeto para dar legalidade ao aborto no Brasil, não conseguiu se eleger senadora. A briga travada com a Igreja Católica sobre o tema lhe tomou votos no Rio de Janeiro. Mas as ONGs transnacionais, que financiam a batalha mundial pró-aborto, prometem rios de dinheiro para os políticos que abraçarem a causa. A prostituição da política nacional facilita as coisas.

Vida que segue, o casal presidencial tem motivos para tomar um porre de felicidade. Lula e a primeira-dama Marisa Letícia passaram por um exame de rotina, na manhã de sábado, no Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Lula festejou: “Segundo os médicos, não sei se eles estão me dizendo a verdade, estou melhor do que estava no ano passado”. Lula e Marisa passaram por baterias de exames laboratoriais (sangue e urina), eletrocardiograma, ultra-som e tomografia. O presidente também foi submetido a exames de prevenção de próstata. E a primeira dama fez densitometria óssea e mamografia.

Segundo o Incor, a recomendação médica é a manutenção de uma rotina preventiva de exercícios físicos, dieta alimentar e avaliação anual para o casal presidencial. Lula aproveitou a estada no Incor e visitou o senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA). ACM permanece internado por causa de uma pneumonia e problemas renais. De acordo com boletim médico divulgado pelo Incor, o estado de saúde do senador evoluiu “com melhora progressiva” do quadro clínico.

Lula justificou sua visita de cortesia: “Foi uma visita de cortesia, de respeito a um ser humano que tem um cargo público importante no Brasil. Uma figura política importante. Pode-se discordar politicamente, mas tem uma história nesse País. Eu fiz uma visita de presidente da República para um senador”. Assim que melhorar, ACM já avisou a amigos que volta ao Congresso para meter o pau no governo.

Por falar em meter o pau, as recentes aventuras sexuais de um governador e uma famosa cantora andam fazendo a alegria dos pilotos e controladores de vôo. A fofoca se espalha pelos corredores de aeroportos e cabines de comando. O sexo selvagem, em pleno vôo do jatinho, foi digno das mais refinadas produções pornôs da velha Boca do Lixo. O piloto que cometeu a indiscrição de relatar as cenas assegura que foi coisa de amor canibal. Mas o mais interessante é que os fofoqueiros já antecipam que a moça seria séria candidata a primeira dama na eleição de 2010.

Será verdade? Ou apenas um fato verossímil? Eis a questão: Vale a versão ou o fato? Só é bom ter cuidado com o sexo na cabeça. Pode não fazer bem.

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

2 comentários:

Anônimo disse...

Idiotice do Lula achar que o Brasil deve explicações aos nossos visinhos, Como o Ditador Hugo Chávez, Bolívia e a Falsa Argentina.
No propósito de se explicar junto ao seu Comandante o Ditador Hugo Chávez, Lula marca viagem para Venezuela. Lula e sua equipe, juntamente com o PT devem estar se explicando junto ao comandante maior deles: O DITADOR HUGO CHAVEZ. Tanto o Lula, Sua Equipe e o PT estão preocupados em esclarecer para o Ditador Hugo Chavez que Bush só passou pelo Brasil, mas que Lula, PT e Equipe do Governo deve mesmo obediência é só a Ele : DITADOR HUGO CHAVEZ. Isso é ridículo, um País na dimensão do Brasil, ficar se justificando junto a Ditadores como esse Hugo Chavez. Maria Feitosa Estagiária 21 Anos Rio-Brasil VAI LULINHA, VAI PEDIR A BENÇA AO DITADOR HUGO CHÁVEZ VAI !!

Maria Feitosa
21 anos Estagiária.

Ze disse...

Quem é a cantora,Tio Jorge,fiquei curiosíssimo...
Quanto ao entreguismo brasileiro,é inerente ao espírito brasileiro,dar a bunda antes e ver o que condsegue depois(=nada....)