domingo, 1 de abril de 2007

O Arquivo X de um Golpe Contra Lula

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Postagem enviada hoje ao sistema do Alerta Total: O Brasil está ameaçado por conspiradores que planejam um golpe de Estado. Não tenho mais dúvidas disso. Esses conspiradores estão na imprensa e na oposição tucano-dem(oníaca), mas podem estar, também, na temível...caserna. Além do jornalismo de convencimento (aquele que em vez de informar o público procura vender-lhe teses), a grande imprensa brasileira pratica, concomitantemente, um jornalismo sabujo e outro pit-bull, e ajuda os partidos de Direita (PSDB, PFL, PPS e Cia.) na tentativa de voltar ao Palácio do Planalto. Vamos relatar alguns jornalistas independentes que descobriram o “Golpe”.

Veja tudo no blog Desabafo País(Brasil), acesse: http://desabafopais.blogspot.comLeia hoje no DESABAFO: 1) Dossiê "O Golpe de Estado e a Caixa-Preta da Imprensa - Assassinato, Corrupção e Jornalismo Alugado". 2) A farsa da Rede Globo; 3) Pronto para o confronto 4) Jornalismo Sabujo; Diga Não ao Golpe; 5) CPI "Apagão Aéreo" é desculpa para privatizar Infraero; 6) A Gênese do Golpe; 7) Caluniar, o jornalismo de Noblat; 8) Golpe - a mídia quer a CPI; 9) Brasil: A República dos Jornalistas Corruptos; 10) Noblat tenta incriminar Lula. Jornalismo independente. Um abraço, Daniel Pearl.

Dossiê "O Golpe de Estado e a Caixa-Preta da Imprensa - Assassinato,, Corrupção e Jornalismo Alugado".

Por Daniel Pearl

Desde 2002, a Mídia Conservadora e os partidos de Direita (PSDB, PFL, PPS e Cia.) não aceitaram a vitória do ex-metalúrgico Luiz Inácio Lula da Silva e de seu partido, o PT. Em 2003, começa a arquitetura do plano para minar o Governo Lula. Vamos relatar agora o que alguns jornalistas independentes descobriram a respeito do Golpe: Em pouco mais de um ano de atividades, o JIBRA (Jornalistas Independentes do Brasil), com sede oficial em Londres (UK) vem divulgando uma série de dossiês que ajudam a explicar a crise política brasileira. Nosso trabalho se insere numa ação de cidadania responsável que se destina a vencer o bloqueio da censura imposta no Brasil pelos grandes veículos de comunicação, controlados por algumas famílias e por poderosas organizações multinacionais de mídia.

Nesse período, sofremos todo tipo de perseguições. No Brasil, nossos colaboradores tiveram suas vidas devassadas. Computadores foram apreendidos e contas de e-mail tiveram o sigilo quebrado, sempre com suporte dos serviços de inteligência dos Estados Unidos da América, especialmente dos funcionários "especiais" que trabalham em Brasília. Em Londres, recebemos por várias vezes as visitas de agentes policiais e nossos telefones foram grampeados. Talvez a exposição desses fatos ajude a explicar os episódios que descreveremos em seguida.

Brasil: A República dos Jornalistas Corruptos - Há tempos, pede-se a abertura da Caixa Preta da imprensa brasileira. Nenhum cidadão razoavelmente inteligente pode acreditar que a violenta campanha para derrubar o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja realizada por jornalistas somente seduzidos pela doutrina neoliberal e conservadora difundida pelos quadros intelectuais da elite brasileira. Há muito dinheiro correndo nos túneis subterrâneos do Golpe de Estado em curso no Brasil. Boa parte desse dinheiro se destina a abastecer os jornalistas e formadores de opinião recrutados pelo Grupo Rio. Investigações independentes, realizadas de Setembro de 2005 a Março de 2006, revelam que pelo menos 76 pessoas, entre jornalistas e outras personalidades, foram agraciados por suas contribuições ao Golpe de Estado. Certamente, há os que nada cobram, que se juntam à sedição por motivos particulares ou por investirem em benefícios futuros. Os bancos Nossa Caixa, Bank of Boston e Santander Banespa tem sido os principais canais de repasse para a maior parte desses profissionais de duplo emprego.

Quem são os jornalistas empenhados em instaurar o terror no País - A legião de colaboradores do Golpe de Estado se divide em três frentes diferentes na mídia: 1) Jornalistas da grande imprensa; 2) Blogueiros e articulistas "independentes"; 3) Formadores de opinião (analistas políticos, artistas, etc...). Os primeiros tratam de ecoar tudo que é supostamente negativo no governo do Presidente Lula. Exageram, ofendem, instauram suspeitas e, a todo custo, recorrem ao moralismo rasteiro para provocar indignação nos cidadãos. É o caso do jornalista Ricardo Noblat. Os segundos são utilizados geralmente para divulgar informações falsas, parte da estratégia de terror utilizada na desestabilização do País. Por serem menos facilmente enquadráveis, realizam o trabalho sujo de poluição informativa. É o caso de Claudio Humberto. Os terceiros são cooptados das mais diferentes formas, nem sempre presenteados com dinheiro. Na farsa midiática, servem para criar uma ilusão de caos institucional, de decepção geral e indignação contra o governo. É o caso do ator Lima Duarte, tradicionalmente ligado ao tucanismo; de um conhecido humorista; do deputado Fernando Gabeira; do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), de Roberto Busato, a quem foi prometido o cargo de Ministro da Justiça em eventual futuro governo do PSDB-PFL; do "oabista" Orlando Maluf Haddad, cuja má índole é equivalente a sua capacidade de acumular patrimônio; e da analista de assuntos políticos Lucia Hipólito.

Como ganhar dinheiro fácil - Para alguns desses jornalistas e formadores de opinião, o ofício sempre foi uma prática de comércio apartada de valores morais ou de condutas éticas. É o caso do "empoado" Augusto Nunes, do Jornal do Brasil, e de Eurípedes Alcântara, da revista Veja. O segundo esteve inúmeras vezes nos Estados Unidos, sempre participando de simpósios do Departamento de Estado e do Departamento de Defesa para jornalistas latino-americanos alinhados com as políticas de Washington. Logicamente, Alcântara sempre foi retribuído por suas ações no sentido de desmoralizar qualquer projeto ou personalidade da esquerda no Brasil. O Departamento de Defesa dos Estados Unidos reproduz uma conversa telefônica entre Alcântara e Donald Rumsfeld.

http://www.defenselink.mil/transcripts/2005/tr20050405-secdef2581.html

Um pequeno e cômico trecho mostra o tipo de jornalismo produzido pelo escoteiro de Roberto Civita. Outros jornalistas têm servido com fidelidade aos articuladores do Golpe de Estado, como o blogueiro Fernando Rodrigues e o articulista Merval Pereira. A norma é simples. Negar ou criticar qualquer sucesso da administração de Luiz Inácio Lula da Silva. Os sucessos na Educação, como o Prouni, e na promoção social, como o Bolsa Família, devem ser ignorados ou tratados com ironia ácida. Toda suspeita deve ser concebida como verdade. Tudo que representar dano à reputação do presidente e de seu partido deve ser ampliado, se possível em tom de indignação cívica. No plano das alianças, referências à Venezuela e a Hugo Chávez devem ser sempre negativas. Os comentaristas e analistas seguem a mesma cartilha (um conjunto informal de orientações conhecido como Bola7), produzida sob coordenação do publicitário Paschoal Fabra Neto. É o caso de Luciano Dias, do IBEP, aluno obediente do Grupo Rio. Vale acompanhar seu torto pensamento, expresso no UOL (serviço do Internet do jornal Folha de S. Paulo).

O jogo das contas bancárias milagrosas - Ricardo Noblat, Fernando Rodrigues, Claudio Humberto, Augusto Nunes, Merval Pereira, Otavio Cabral, Lucia Hipolito, Luciano Dias, Lilian Witte Fibe, Mauro Calliari, Eurípedes Alcântara, Mario Sabino, André Petry, Diogo Mainardi, entre outros, não citados porque se beneficiam de nossas incertezas, figuram entre os alegres ganhadores da loteria do golpe.

Cabe aos bons jornalistas, descobrir quem os tem premiado. Interessante é que idêntico sistema de compra seletiva de jornalistas e comunicadores tem sido registrado na Venezuela, no Paraguai e, mais recentemente, no Peru. A comparação nas metodologias nos permite deduzir que há uma inteligência operativa internacional por trás dos projetos de desestabilização de governos.Quem compra os jornalistas - O sistema criado pelo PSDB e pelo PFL para a compra de jornalistas é antigo. Seu idealizador foi o falecido ministro Sérgio Motta, o Serjão, responsável por enorme série de falcatruas no reinado de Fernando Henrique Cardoso.

Segundo ele, a imprensa "comia na mão se farto fosse o grão". Serjão fez escola, gerando uma série de articuladores de "contratos" com a imprensa. Hoje, alguns militam nas fileiras de José Serra. Outros, no bando do ex-governador alquimista da Opus Dei. Pode-se dizer que boa parte das compras de jornalistas efetuadas na grande imprensa teve como articulador o diretor financeiro do Instituto Sérgio Motta, Vladimir Antonio Rioli. Ex-sócio de José Serra, parceiro do ex-prefeito na prática costumeira do delito, Rioli é conhecido por sua folha corrida.Rioli, já condenado pela Justiça Federal, tem sido tradicional interlocutor tucano em negociações com a Editora Abril, de Roberto Civita, e o Grupo Folha, de Otávio Frias. Outro esforçado negociador tucano tem sido o jornalista Reinaldo Azevedo, da revista "Primeira Leitura", cuja meta particular tem sido qualificar-se como porta-voz da direita brasileira. Ainda que intelectualmente limitado e dono de texto raso e confuso, Azevedo tem sido reverenciado pelos reacionários brasileiros, a ponto de merecer referência no site Mídia Sem Máscara, do filósofo "neonazista" Olavo de Carvalho. No mundo das transações subterrâneas, Azevedo é conhecido pela avareza. Espírito disciplinado de militante, procura pagar pouco por textos de interesse da cúpula tucana.

A ala dos alquimistas teve em Roger Ferreira seu mais destacado negociador. O ex-assessor de comunicação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, atuou às claras nas grandes redações, a ponto de ser chamado de "trintinha", numa alusão ao preço padrão pago por matérias especiais do interesse de seu chefe. Roger Ferreira, citado no dossiê elaborado pelo ex-gerente de marketing do banco Nossa Caixa Jaime de Castro Júnior, coordenava o esquema do Palácio dos Bandeirantes para beneficiar com verbas de publicidade uma série de emissoras de rádio e TV, além de jornais e revistas. Ferreira foi ainda interlocutor do governo paulista em tratativas com representantes do grupo Cisneros (Venezuela) no Brasil. A corporação mantém uma parceria comercial com o Grupo Abril, que publica Veja.De acordo com o deputado estadual Afanásio Jazadji, do PFL, o governador Alckmin chegou a negociar pessoalmente projetos inescrupulosos para dourar sua imagem pública.

Jibra - April, 2006 - Kinsale, Ireland. Por Chico Nader, Morgana White e Alberto Salvador - Abril/2006 e adaptado em 2007.

Vejam o blog http://desabafopais.blogspot.com

18 comentários:

Anônimo disse...

PUTIS!! ESTE CARA É MUITO DOIDO!!

Anônimo disse...

È muito bom saber que profissionais competentes se articulam contra essa bagunça que se tornou o Brasil!!! Viva !!!

Kozel® disse...

Serrão,por que postou isto?
É uma droga!

Bom domingo,anyway....

Anônimo disse...

Que esse "tal" golpe aconteça o quanto antes !

jfmazev disse...

Ô, Daniel, você é o cara mais idiota que eu tive a infelicidade de ler aqui no site dessa grande figura chamado Serrão. Cara, você fala em vender teses, mas essa sua é o máximo da picaretagem jornalística. Cara, vá estender o tapete pro metalúrgico que é o que teu pai deve ter te ensinado a fazer nessa sua vidinha medíocre. Você é uma grande e impoluta merda cagada.

Anônimo disse...

Ô Serrão! Fumou maconha meu?
Por que postou essa bosta petista?
Daniel Pearl, hein?
Dá só uma olhadinha pra ver quem é Daniel Pearl:

http://www.estadao.com.br/ultimas/mundo/noticias/2007/mar/15/172.htm

Anônimo disse...

Ô Serrão! Fumou maconha meu?
Por que postou essa bosta petista?
Daniel Pearl, hein?
Dá só uma olhadinha pra ver quem é Daniel Pearl:


http://www.estadao.com.br/ultimas/
mundo/noticias/2007/mar/15/172.htm

Anônimo disse...

Esse site perdeu toda a credibilidade que (ainda) tinha.
Publicando DESINFORMAÇÃO PETISTA de 5.a categoria.
Seria engraçado se não fosse trágico.
O mais engraçado é afirmar que NOBLAT, um NOTÓRIO PETRALHA, estaria armando contra Lula....QUÁ...QUÁ...QUÁ

E o pior de tudo foi ver o Serrão cair na esparrela que o autor da bosta toda É EM JORNALISTA QUE FOI DEGOLADO PELA AL-QAEDA.

ÊTA PATETA!!!

BRASIL ACIMA DE TUDO disse...

O CABEÇA DE BAGRE, está esquecendo de mencionar os grandes heróis, que tentaram proteger o BRASIUUU, tais como Delúbio, Zé Cagão Dirceu, Genoíno, Silvio Land Rouber, e o sensacional exemplo de sucesso empresarial do momento, o
MONITOR DE ZOOLÓGICO, que num PAÇE DE MÁJICA, virou magnata.

Vai lamber sabão, ou parafuso até virar prego, ou ainda, mande sua furada tese para ser lida para os crientes do borsa-famia, quem sabe acreditem !!!

ODEIO O PT disse...

Serrão,
Você caiu no conto do paco...

esse bunda mole, é um dos arautos da SOC, e que provavelmente hoje, resolveram atazanar os blogueiros anti -quadrilha.
Mandaram até pro Sombra; he he he

por lá levarão a resposta merecida.
Lamento que vc.tenha postado essa mierda em seu conceituado blog.

Anônimo disse...

Serrão, tem um batalhão de gente aqui querendo se juntar aos "golpistas" denunciados pelo sujeito doidão, para acabarmos com essa cambada de safados que tomou conta do país.

Luciano Blandy disse...

Mas que porra é essa??? Será que esse povo que postou aqui só usa a cabeça pra separar as orelhas??? Nenhum de vocês obtusos que criticaram o alerta por ter postado essa porcaria petista parou para pensar o porquê desse lixo ser postado????
Será que ninguém percebeu o detalhe de onde é a sede da ONG da qual esse imbecil integra??? Inglaterra cambada!!! City de Londres....
Em vez de criticar, vcs deviam comemorar...isso é um sinal claro de que o Alerta está incomodando e de que a reação não tarda... Já botaram até retardado mental para falar bobagem.... Pense pessoal...pense... não se deixem cegar por ideologia, seja ela de direita ou de esquerda. O Alerta Total não tem ideologia, que não a da defesa incondicional dos interesses e da soberania do Brasil.

Bagli&Blog disse...

Pena que uma "Contra-Revolução", nos moldes de 1964 não está em andamento. Infelizmente, isso não está acontecendo, ainda...[ou está...?]

Isso, sim, tem que acontecer, o mais rápido possível, antes que falta luz moral e unidade nacional mínima.

Kozel® disse...

Primeiro de abril,né??

hehehehehehehehehe

Anônimo disse...

http://thumbsnap.com/v/hNVTTsu9.jpg

Anônimo disse...

Tinha q ser 1° de abril! aheuheauaehu

tunico disse...

Esse tal de Daniel Pearl postou esta "pérola" no nosso blog
União e Ação. Mais um petralha cheio de maconha na cabeça.

marco disse...

Afirmar que o Reinaldo Azevedo é intelectualmente limitado e que seus textos são rasos e confusos é de uma imbecilidade apedêutica.Reinaldo escreve brilhantemente,como poucos.Só posso interpretar um artigo desses como brincadeira de mau gosto.