domingo, 22 de abril de 2007

O Gado do Estado

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Por Jorge Serrão

Enquanto não é revelada a misteriosa identidade do “Boi” (codinome dado pela Polícia Federal a um famoso líder de massas brasileiro na década de 70 que atuava como agente duplo, dedurando seus companheiros revolucionários ao Departamento da Ordem Política e Social), os brasileiros constatam que a nossa privacidade está indo para o brejo. E o Boi tem seu dedo em mais uma manobra totalitária.

O cidadão, dono de veículo automotor, vai se transformar em uma espécie de “gado do Estado”. Tal comparação tem base real. No Brasil, o rebanho bovino já perdeu a privacidade. Os fazendeiros amantes da tecnologia já instalaram chips localizadores nas orelhas de seus bois e vacas. Breve, o rebanho humano brasileiro vai pelo mesmo brejal da modernidade controladora. Mas tudo vai depender se vamos aceitar – ou não – ser vaquinhas do presépio. Se eu fosse o “Boi”, me preocuparia com a revolta dos motoristas.

Não podemos aceitar, passivamente, uma coercitiva regrinha (absolutamente inconstitucional) que tem o falso objetivo de colocar ordem no caótico trânsito das grandes cidades. É um crime de lesa-cidadania a obrigatoriedade do chip identificador em veículos, a partir do ano que vem. A sociedade precisa se rebelar contra o novo mecanismo de controle social. Além de nos vigiar, ferindo nosso livre direito e ir e vir com, privacidade, o chip vai doer no bolso.

Será aprimorado um infinito esquema de arrecadação de multas. Uma grana que ninguém sabe para onde vai. Sabe-se que a arrecadação da multa de trânsito entre nos cofres públicos sob a rubrica “Receitas Extra Orçamentárias”. Pos isso, não são fiscalizáveis pelos “tribunais” ou conselhos de contas estaduais e municipais. Suspeita-se o dinheiro não é todo investido em programas de educação ou melhoria da sinalização de trânsito. A maior parte dele acaba financiando “mensalões” em refinados esquemas de corrupção.

O excremento legal do chip veicular foi aprovado, no final do ano passado, pela resolução 212 do Conselho Nacional de Trânsito, para entrar em vigor a partir de maio de 2008. Até novembro de 2011 todos os veículos em circulação no País deverão contar com o chip. A medida obriga a instalação chips em todos os veículos licenciados no País - incluindo motos, reboques e semi-reboques. O dispositivo deverá conter um número de série único e intransferível para cada veículo, além da placa, chassis e código do Renavam.

O chip será colado no pára-brisa dianteiro do carro, ou em um local ainda não definido da moto, e poderá ser “lido” por equipamentos eletrônicos de fiscalização. Cada chip nos carros emitirá um sinal de rádio diferente. Um receptor identifica o sinal e facilita na hora de checar multas dos veículos, pagamento do IPVA e até encontrar carros roubados. A tecnologia é chamada de Radio Frequency Identification (RFID) ou identificação por radiofreqüência.

Nossa privacidade será incinerada pelo Estado totalitário em franco processo de ascensão. Primeiro, chips nos carros. Depois, em pulseiras de localização, nos cartões bancários ou nos celulares (neste último caso, uma realidade atual). Não demora, microchips localizadores, ocultos nas vacinas, serão aplicados em nossas crianças. Isto não é ficção científica. É a triste realidade da ciência totalitária estudada no Brasil e no resto do mundo.

O Big Brother, que toma conta de tudo e de todos, existe mesmo. E não é um mero programa de tevê imbecilizante. È assustadoramente real. Seus mecanismos se encontram em fase de aprimoramento tecnológico. As liberdades civis estão por um fio. Ou por um “bite”. Os cidadãos é que precisam se ligar neste preocupante sistema de gerenciamento e controle da vida social imposto, sutilmente, em nome do “bem”, pelo terror psicossocial, burocrático-administrativo do Estado.

O Grande embate entre a sociedade e os poderosos que a controlam, no terceiro milênio, será pela preservação do Direito inalienável à privacidade. Antes que seja tarde demais, temos de lutar para defender nossa intimidade pessoal, nossa individualidade e nossos direitos individuais. Estes são os pressupostos da liberdade no combate ao regime de terror que se avizinha.

Nossos governantes promovem o terrorismo psicossocial. O objetivo deles é manter a maioria da população em um estado contínuo de ansiedade interior. O processo funciona como uma máquina de moer gente. O sistema político-econômico mantém as pessoas demasiadamente ocupadas, lutando pela própria sobrevivência. A sociedade é submetida a uma violenta situação de insegurança, angústia e terror. Tal conjuntura do mal deixa as pessoas exaltadas e implorando por "soluções mágicas" e imediatas, quaisquer que sejam estes pretensos paliativos.

O Estado nos vende a falsa idéia de que a "panacéia" do totalitarismo (o governo forte) é uma solução patológica para uma vida insegura e atomizada. O totalitarismo é sedutor, pois permite vender, à vontade, imagens demagógicas a povos desmoralizados psicologicamente. As ideologias populistas ou as utopias se configuram em mecanismos de controle social.

Curiosamente, o Estado em ritmo de totalitarismo dita as "soluções". Uma dessas idéias criminosas é o tal chip dos veículos, sob o falso argumento de garantir a segurança e permitir um melhor acompanhamento do trânsito nas grandes cidades. Impondo uma regra, sem consulta à sociedade, o Estado promove a submissão absoluta da população e da opinião pública. Esta guerra assimétrica serve para romper a fortaleza psicológica do indivíduo, a fim de deixá-lo sem defesas. A lei (mesmo inconstitucional) nos intimida e controla. Assim, o Estado promove a maior ameaça à vida livre.

Além do terrorismo psicossocial, o Estado emprega o Terrorismo Administrativo. Esta modalidade é definida como o emprego da burocracia e da máquina do Estado para criar dificuldades à vida social, política e econômica do cidadão. Em vez de solucionar questões do dia-a-dia, o Estado fabrica dificuldades. E nos vende pretensas soluções anti-terror ou pró-segurança (por um preço cada vez mais alto). fingindo que está protegendo o cidadão. Na verdade, o Estado usa suas armas para vigiá-lo e controlá-lo, a partir de sistemas de informação e segurança cada vez mais rígidos.

É um exemplo de terrorismo administrativo a mais ampla catalogação dos cidadãos. Trata-se de um controle social ideológico exercido através do monitoramento da polícia secreta sobre os inúmeros registros civis: RG, CPF, Título de Eleitor, INPS, PIS, PASEP, FGTS, ISS, ICMS, Carteira de Habilitação de Motorista, IPTU, RENAVAN, Serasa/BC, contas bancárias, SPCs, INCRA, passaportes/PF, registros de armas, telefones, Internet.

Os terrorismos psicossocial e administrativo fabricam crises artificiais ou situações complicadas no cotidiano, para manter as pessoas em um perpétuo estado de desequilíbrio físico, mental, emocional e financeiro. A ação para confundir e desmoralizar (baixar o moral) da população serve para evitar que os cidadãos decidam o seu próprio destino. O terror psicossocial se manifesta de várias formas, sutis ou evidentes.

São exemplos objetivos: as ações policialescas (em nome de uma falsa segurança); as exageradas multas e sanções; a tropa de tortura fiscal da Super Receita coagindo empresas e contribuintes; a carga tributária elevada e injusta; o colapso induzido nos sistemas de transporte e no trânsito; a lentidão da Justiça, gerando a sensação da impunidade; a demora do Estado judicialmente condenado em pagar precatórios; o excesso de burocracia para resolver simples problemas na máquina estatal; a exagerada exposição à violência ou a fatos violentos como se fossem normais; a forte exposição à pornografia e à luxúria, fatos também tomados como “normais” ou “naturais”.

A tática perfeita do terror, além do investimento no medo e na insegurança para controlar, é investir no consumismo. O consumo pelo consumo produz as diversas formas de “compulsão social”. Atingindo-se o extremo em que as pessoas se vêem diante de tantas possibilidades de escolha, elas não conseguem escolher nenhuma. Este processo compulsivo cria frustrações e desequilíbrios psicológicos. Produz vícios dos mais diversos. Sentindo-se incapaz de escolher, optar e decidir, o indivíduo tende à inércia ou a uma inação. Fica paralisado, o que facilita seu controle.

Através da entropia consumista, as pessoas ficam “cordeirizadas”. Ignoram a real percepção da História. Perdem a noção da liberdade individual. Escravizam-se e são facilmente controladas pelos agentes do poder. Esta é a “vida de gado”, em que o povo vive “marcado, mas feliz”, da música cantada por Zé Ramalho. É nesta marcha histórica que a vaca vai para o brejo.
Por isso, temos de nos rebelar, para não sermos transformados em meros “gados do Estado”.

Se formos mais passivos que vaquinhas de presépio, estaremos aceitando o totalitarismo em marcha. Quem não tiver vocação bovina para a inércia que se prepare para o estouro da boiada. O “Boi” que se cuide! Sua farra vai acabar.

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

21 comentários:

SAI DO COMA BRASIL! disse...

Nunca acreditei em recuperação de marginal. O indivíduo é condenado por um crime hediondo, cumpre uma parcela da pena e volta para o convívio da sociedade. Mas logo retorna ao crime, muitos tornando-se serial keeller, como o sujeito que saiu da cadeia e não voltou mais, deixando um rastro de mais sete vítimas.
No entanto tem preso que consegue se recuperar. Alguns de tão bom comportamento, é premiado com uma indenização milionária e pensão acima da média do que ganha a classe média. Um desses ‘recuperados’, ex-terrorista, sem nunca ter sido, mas por ter passado dezesseis dias no xadrez, com direito a cela especial ao lado do gabinete do delegado, recebe R$ 4.509,25, sem descontar Imposto de Renda. E ainda tem direito a décimo terceiro salário.
Este cidadão é um protegido dos deuses. Analfabeto, imbecil por opção, preguiçoso, e o maior impostor da história da República brasileira. Engana, vive cercado de trambiqueiros, faz da corrupção o seu carro chefe, com o qual barganha apoios políticos, e consegue manter sob a sua influência as mais altas autoridades do país. Todos o amam, pois rouba e deixa os outros roubarem, desde que rezem em sua cartilha.
Quem tem estômago para aguentar a imundice que é jogada em nossas caras, siga as instruções abaixo e descubra o cavalheiro.

Aposentadoria de Anistiados

URL: http://www.previdenciasocial.gov.br

Beneficios:
Extrato de pagamento de beneficios
Número de beneficio: 1025358780
Data de nascimento: 06/10/1945
http://www3.dataprev.gov.br/cws/contexto/hiscre/index.html

Extrato para declaração do imposto de renda:
Número de beneficio: 1025358780
Data de nascimento: 06/10/1945
http://www010.dataprev.gov.br/cws/contexto/irpf01/index.html


http://www.jgpimentel.com.br

Eraldo Angelo disse...

Caro Jorge. Voce me supreende com frequencia. Voce deve conhecer o livro do Apocalipse (ou Revelações) da Bíblia. Lá fala da marca da besta, que será colocada na testa ou na mão das pessoas, nos fim dos tempos. Não consigo dissociar um ship desta tal marca da besta. Assim sendo, o fim dos tempos estão aí. Somos testemunhas oculares deste fenômeno e, infelizmente, somos, nós que conhecemos esta realidade, também uma minoria, que de tão pequena, que seremos esmagados pelas patas desta besta satânica.

ACORDA BRASIL! disse...

Enquanto não houver o impeachment do ser hediondo, o país continuará caminhando para à violência, o caos, à ruina,...o abismo moral.
Não se trata mais de ideologia de Direita ou de Esquerda.
Trata-se de um canalha corrupto a comprar almas e a destruir um país.

ACORDA POVO BRASILEIRO!"

O FUTURO DE SEUS FILHOS ESTÁ AMEAÇADO!

Anônimo disse...

Jorge tus comentarios sempre son fantasticos de bom! Acontece que o povao nao sabe leer e por
isso teus comentarios caen nao vacuo!

Claudio disse...

Caro Jorge,
Ninguém notou ainda que este chip vai orientar gangues de sequestradores, facilitando como nunca se viu os sequestros.
Também as reuniões secretas para se decidir como derrubar um govêrno corrupto e ou de orientação comunista serão amplamente cerceadas.
Costumo dizer para as pessoas que 3 podem andar nas costas de 7 mas 7 nunca poderão andar nas costas de 3. Com isso explico que 3 representam as classes média e rica que suaram para chegar aonde estão e serão substituídas por gente do partidão sem nenhum mérito, gerando uma miséria muito maior além do povo perder a liberdade.
A única coisa que explica o "apagão aéreo" é que a Aeronáutica brasileira ficará "cega" tempo suficiente para que aviões do Chavez possam trazer armas para o MST e outras entidades para derrubar o Brasil. Infelizmente não vejo saída para nós.
Claudio

Anônimo disse...

Hum... Bem que o "Boi" poderia ser o "Idiota Barbudo de Brasília". Os caras estão cinicamente querendo nos jogar dentro de uma ditadura comunista. Bom pra eles da nomenklatura. Para nós, pobres mortais da classe média, será a pena de morte decretada pelo estado. Mas não é novidade, pois os marginais já a decretaram há um bom tempo.

O brasil precisa reagir disse...

O BRASIL precisa reagir, não podemos deixar as coisas acontecerem sem nos pronunciar-mos, afinal, estamos, ou não estamos, numa democracia, parece que não, os BOIS do passado lutaram tanto por democracia, e na verdade não sabem oquê é isso. Hoje, nos é imposto tudo, o povo não decide nada, criam impostos, aumentam impostos, criam uma industria de multas, da qual não conseguimos nos defender, há um tempo atrás, vi num tele jornal um fusca com uma multa por excesso de velocidade, o potente carro estava a 170KM por hora, pode?

Sem contar que essa gama de informações, no nosso pais corrupto será usada para o mal, como vemos na mídia televisiva,bandidos vendendo e comprando banco de dados de pessoas idôneas. Com esse sistema, os corruptos de plantão se comunarão com bandidos, sequestrados, traficantes, como já o fazem hoje, esses tipos tem mais representação no congresso do que o próprio povo. Terão um sistema moderno ao serviço do crime, por exemplo, por esse sistema será possível saber onde está cada empresário desse pais facilitando assim o sequestro dele ou de um de seus entes, coisa que já é tão comum hoje em dia, agora contará com a ajuda da tecnologia.

Deveria ser criado multa para o governo, por permitir a corrupção, as falcatruas que varrem o congresso, as crinças que morrem sem atendimento médico, pelo o analfabetimo, e muitos outros fantamas que assolam o nosso amado PAÍS.

Acho que os militares deveriam acordar e tomar novamente por dever cívico a defesa do cidadão, vamos informá-los do risco que estão correndo, tenho certeza que se conseguirem parar com 80% da corrupção que assola esse país, cresceremos a passos largos, acabaremos com a fome sem cheque cidadão mas, com emprego e salários dignos.

O nosso maior problema não é o Desemprego, a Violência, O Tráfico de drogas e outra mazelas sociais que nos aterrorizam, mas sim, a CORRUPÇÃO, a Corrupção é o nosso maior e único problema, pois devido ao nível de corrupção que esse país se encontra, não se prende mais ninguém, pois é só molhar a mão do delegado que se é solto, Juizes, Deputados Senadores, Prefeitos, toda a nossa sociedade JAZ na corrupção, enquanto não acabarmos com essa doença, com cadeia, perda de direitos políticos, etc..., esse país nunca será grande.

Hoje no mundo o Brasil é o único lugar onde o crime compensa. Político é cassado e consegue se reeleger, não porque votaram nelle, mas por temos uma lei eleitoral que os beneficia, eles podem ter 500 votos que aos sabores da lei serão eleitos. Isso tem que mudar.

São tráficantes que são astros, viajam o Brasil inteiro, são levados aonde querem, Juizes Corruptos, aonde vamos parar.

Acho que já estamos muito acoados, não temos para onde correr, não nos deixarão, opção de fuga, só nos resta reagir e lutar até o fim, e lutar com todas as nossas forças, seremos mais ferozes e mais bravos, pois estaremos lutando por nossas vidas e nosso PAÍS.

Anônimo disse...

Saudações.

Vamos deixar de hipocrisia, ou falta de percepção da realidade.

As pessoas, INDIVÍDUOS. por si só não podem fazer nada.

NADA. NADA. NADA.

Portanto é indevido(hipócrita) dizer:
Os cidadãos é que precisam....
A sociedade organizada precisa agir...
Não podemos ficar omissos...

C H E G A ...



PRECISAMOS É DE:

L I D E R A N Ç A



Atenciosamente.

Manoel Vigas

Anônimo disse...

A Ammerica latrina é um campo de teste, no Brasil os economistas internacionais de todas as matizes e tons já fizeram experiencias de ortodoxia e heterodoxia economica levando o Brasil ao caos, Plano cruzado 1 e 2, plano bresser, plano feijão com arroz de mailson, plano collor plano real etc etc somos os eternos cobaias... só uma coisa me consola nenhum plano nestepaiz dha certo, o Brasil esta tão destroçado pelos sucessivos desgovbernos desde |sraney para cá que o estado já não existe mais, não tem eficienciua em nada, esta apenas de vitrine, não tem eficacia, tudo corrompido,fraudado etc por estas razões podem inventar chip ou chipão não mudará em nad a situação, as estradas não tem segurança nem para andar quanto mais correr acima da velocidade ou estão engarrafadas ou esburacadas,um sensor eletronico é facilmente inutlizado por meios singelos, portanto se pensam que vão controlar ,vão não, no maximo vão extprquir o di din da instalação do chip pois e o Brasil que não tem dinheiro pra tapar buraco como vai ter para fazer estações rastreadores de milhões de sinais eletronicos ao mesmo tempo? é mais uma tungada no bolso como o famoso "kit de 1° socorros e mais recetemente a "lei do engate de reboque, não funcionou... o Brasil esta sendo desgovernado por uma gang perigosa que só pensa em nos roubar impiedosamente.

Anônimo disse...

Existem atualmente dois tipos de ruminantes no Brasil:
1- Os que nunca tiveram grama e se contentam c/ um pouco de pasto cedido pela esquerdocleptocracia no poder.
2- Os que se arrebentam de trabalhar pra sustentar o (des)governo obeso e ineficiente.

NÃO VAMOS PERMITIR! disse...

O BRASIL ESTÁ MORRENDO!!!

Infelizmente, profundamente triste, é hora de admitir que o Estado Democrático de Direito morreu no Brasil, é apenas OFIcialmente letra morta no papel.

O que existe de fato é o Estado Autoritário do Lulismo.

Enquanto a existência deste Estado ilegal e infame não for admitida, não há luta verdadeira contra ele. O mal tem que ser reconhecido que existe antes de ser eliminado.

O lulismo finge que é Estado Democrático de Direito, a oposicão finge que acredita, todos fingem que lutam para mantê-lo.

Não há mais volta, deixaram esta corja ir longe demais para solucionar o problema pacificamente agora.

Lula afrontou a Constituicão quando tentou desautorizar o Comando da Aeronáutica a prender os amotinados.

Veja a violência e ousadia do MST onde chegou: invadir terras do Exército!!! Aquilo foi para testar a reacão militar enquanto estão promovendo o caos pelo país sem que nenhuma autoridade se pronuncie.

Veja os desmandos no Judiciário capenga e relapso, agora também tão desmoralizado quanto o Legislativo.

Só Lula mantem sua imagem de santo-salvador imaculada, ninguém ousa tocá-lo com medo das massas!!!

Ele está aguardando a solucão do impasse entre ele e Chaves sobre quem será o ditador-líder da AL para clamar pela massa de manobra e dar o golpe final. Veja que Chaves já proclama que a AL é 'NOSSA GRANDE NACÃO'!!!

Precisamos sair às ruas e agitar nossas bandeiras para exigir que as FAS cumpram sua obrigacão de defender o Estado Democrático de Direito e a Soberania brasileira já que os 3
Poderes da Repúblicas estão seriamente corrompidos.

O Brasil é uma mera mercadoria para ser repartida e negociada no balcão de politicagem do Conchavo Nacional sob o comando de quadrilheiros dos 3 Poderes: Executivo negocia, Legislativo executa, Judiciário garante.

Não há como evitar mais: temos que escolher entre apoiar uma ditadura esquerdistas nos moldes de Cuba, URSS e China ou apoiar os Militares numa luta contra esta quadrilha no poder.

SALVEMOS NOSSO BRASIL!!!

por Verena

JOSÉ disse...

Serrão vc está certo.
Nós da classe mérdia estamos na base do cada um por si e o resto que se f....! Erro fatal. Eles já perceberam isso. Arrancam o nosso couro para fazer as “bolsas da vida” para os pobres (felizardos).
Não precisamos de uma liderança, precisamos de bom senso.
Uma brasa só não se mantem acesa, porém várias reunidas se mantém acesas. Depende de nós.

Jajá - SP disse...

Verena,
O que eu penso:
Após o governo militar, o que ocorreu? Foram oito anos de PMDB, oito anos de PSDB e agora oito anos de PT. Segundo comentários nos jornais de hoje, Serra estaria fazendo um acordo com o PT, “entregando” a prefeitura e o governo do Estado de SP ao PT, em troca da presidência. O fato é que os socialistas vão continuar se apoiando mutuamente, para a manutenção do Poder. O que nos resta? O DEM (ex-PFL), mas não decola por falta de liderança. O que fazer?

NÃO NOS CALARÃO!!!! disse...

Site do Grupo Guararapes, está fora o dia todo...


obra da canalha petista, a quem o Grupo está incomodando muito.
Parabéns Grupo Guararapes, o Brasil precisa da união de todos, contra a bandidagem reinante.

NÃO NOS CALARÃO!!

BRASIL ACIMA DE TUDO! disse...

TÁ AI A BANDALHEIRA DO LULA




http://www.escandalodomensalao.com.br/

DÁ-LHE HELOISA disse...

Heloísa: 'governo Lula é mais corrupto que Collor'
Yala Sena
Direto de Teresina

A ex-senadora e atual presidente nacional do Psol, Heloísa Helena, afirmou neste domingo, ao participar da 15ª Convenção Lojista, em Teresina, no Piauí, que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva é "infinitamente" mais corrupto do que o governo Fernando Collor, levando em conta as apurações das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e os procedimentos investigatórios.

"Eu não gosto de estabelecer hierarquia na corrupção. Agora, é evidente que os dados que foram disponibilizados e apurados nas CPIs, além dos procedimentos investigatórios, e se levando em conta o montante por cifra, o atual governo, sem dúvida, é infinitamente mais corrupto do que o outro governante (referia-se a Collor)", afirmou a ex-senadora.

Heloísa Helena falou para um público de mais de 600 pessoas, na maioria empresários piauienses, sobre a "Conjuntura política nacional - uma visão de Brasil", no Centro de Convenções de Teresina. A ex-senadora, que atualmente dá aulas na Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em Maceió, foi aplaudida por várias vezes na palestra, principalmente nas duras críticas que fez ao governo Lula.

"Saber quem rouba mais ou rouba menos não é o caso, se não vamos ter que abrir todos os presídios brasileiros para que os pais de famílias que roubavam não sejam punidos. Ninguém está propondo isso", afirmou. "Essa comparação é ruim para o aprimoramento da democracia, é ruim também para o espírito do povo brasileiro que passa a incorporar a idéia de que 'rouba mais faz'", destacou.

"Banditismo"
Na palestra, a ex-senadora afirmou que quer vivenciar a experiência de estar na Presidência da República e ter uma minoria no Congresso Nacional. Segundo Heloísa Helena, essa idéia de que ninguém governa sem maioria dos deputados e senadores é para justificar o "banditismo do Congresso".

"Não se precisa do Congresso para definir as políticas para a Saúde, para definir a política de juros. O único momento que o chefe do Executivo precisa do Congresso é na aprovação do orçamento. Só tem parlamento corrupto quando se tem um chefe do Executivo corrupto. Ninguém se vende se não tiver quem compre", afirmou Heloísa Helena, que foi bastante assediada pelos lojistas. Após a palestra, ela deu autógrafos e tirou fotos com fãs no local.

Em Teresina, a ex-senadora participa ainda de uma planária estadual com os militantes do Psol, no plenarinho da Assembléia Legislativa.

Redação Terra

Motivos vários, entre os quais, inércia governamental, revanchismo político, CORRUPÇÃO, a ex-senadora desligou-se do PT, (embora tenha havido o "tetrinho da expulsão"!)....consoante a definição de um jovem oficial (seria do Exército da Salvação?), somos cá na TL do Reservaer, VELHOTES (rss)...nesse caso, a velhota Heloísa Helena estaria delirando na sua senectude, ou o MULLA é corrupto mesmo?


O que contraporia um jovem oficial contra a definição de uma cidadã que JAF-OI senadora da República e ainda permanece atuante no meio político, como presidenta do Psol?

Estaria ela mentindo?
(Ela mente?)
(Ela precisa disso?).

Por quê será que o "a razão de ser, de viver, existir" de todos os alienados petistas, não compareceu aos debates televisos, quando a então senadora (na época) esteve presente?

Medo?
Falta de argumentação?
Receio de titubear, engasgar-se com as palavras, confessar-se o verdadeiro e real apedeuta que é, em síntese, um sujo, (Chefe de Gente Suja)?
Ela conhece todos os meandros da sujeira petista.

vl disse...

O BRASIL ESTÁ MORRENDO!!!

Infelizmente, profundamente triste, é hora de admitir que o Estado Democrático de Direito morreu no Brasil, é apenas letra morta no papel.

O que existe de fato é o Estado Autoritário do Lulismo.

Enquanto a existência deste Estado ilegal e infame não for admitida, não há luta verdadeira contra ele. O mal tem que ser reconhecido que existe antes de ser eliminado.

O lulismo finge que é Estado Democrático de Direito, a oposicão finge que acredita, todos fingem que lutam para mantê-lo.

Não há mais volta, deixaram esta corja ir longe demais para solucionar o problema pacificamente agora.

Lula afrontou a Constituicão quando tentou desautorizar o Comando da Aeronáutica a prender os amotinados.

Veja a violência e ousadia do MST onde chegou: invadir terras do Exército!!! Aquilo foi para testar a reacão militar enquanto estão promovendo o caos pelo país sem que nenhuma autoridade se pronuncie.

Veja os desmandos no Judiciário capenga e relapso, agora também tão desmoralizado quanto o Legislativo.

Só Lula mantem sua imagem de santo-salvador imaculada, ninguém ousa tocá-lo com medo das massas!!!

Ele está aguardando a solucão do impasse entre ele e Chaves sobre quem será o ditador-líder da AL para clamar pela massa de manobra e dar o golpe final. Veja que Chaves já proclama que a AL é 'NOSSA GRANDE NACÃO'!!!

Precisamos sair às ruas e agitar nossas bandeiras para exigir que as FAS cumpram sua obrigacão de defender o Estado Democrático de Direito e a Soberania brasileira já que os 3
Poderes da Repúblicas estão seriamente corrompidos.

O Brasil é uma mera mercadoria para ser repartida e negociada no balcão de politicagem do Conchavo Nacional sob o comando de quadrilheiros dos 3 Poderes: Executivo negocia, Legislativo executa, Judiciário garante.

Não há como evitar mais: temos que escolher entre apoiar uma ditadura esquerdistas nos moldes de Cuba, URSS e China ou apoiar os Militares numa luta contra esta quadrilha no poder.

SALVEMOS NOSSO BRASIL!!!

Anônimo disse...

Saudações.

COMENTÁRIO COMPLEMENTAR:

ASSUNTO:
JOSÉ disse...
"Não precisamos de uma liderança, precisamos de bom senso".
Postado nesse grupo de comentários


Coro amigo JOSÉ

Estamos todos pensando igualmente (com bom senso), em relação "as necesidades" do país.

ENTRETANTO NADA ACONTECE, POR QUE?

PORQUE "UM INDIVÍDUO SÒZINHO" JAMAIS CONSEGUIRÁ REUNIR "FORÇAS" PARA "RESOLVER ALGUMA COISA".

Quando indignado falei da necessidade de LIDERANÇA, estava me referindo à possibilidade da "ÚNICA SOLUÇÃO POSSÍVEL --- QUE SERIA A LIDERANÇA DAS FORÇAS ARMADAS".

Fora isso, é o mesmo que você falar em fazer "PENSAMENTO POSITIVO", não trabalhar e esperar que o "salário" seja depositado na sua conta corrente no final do mês.

Um grande abraço.

Manoel Vigas

ACORDEM BRASILEIROS! disse...

Pode-se saber que um país, ou uma sociedade, está em decadência quando:

O sentimento de mal-estar se torna generalizado na sociedade, ainda que possa ser difuso.

Os avanços econômicos são lentos, ou menores, em relação a outros povos e sociedades.

Os progressos sociais são igualmente lentos ou repartidos de maneira desigual.

A lei passa a não ser mais respeitada pelos cidadãos ou pelos próprios agentes públicos.

As elites se tornam autocentradas, focadas exclusivamente no seu benefício próprio.

A corrupção é disseminada nos diversos canais de intermediação dos intercâmbios sociais.

Há uma desafeição pelas causas nacionais, com ascensão de corporatismos e particularismos.

A cultura da integração na corrente nacional é substituída por reivindicações exclusivistas.

A geração corrente não se preocupa com a seguinte, nos planos fiscal, ambiental ou outros.

Ocorre a degradação moral ou ética nos costumes, a despeito mesmo de “avanços” materiais.



por PAULO ROBERTO DE ALMEIDA

Doutor em Ciências Sociais, diplomata, autor de vários trabalhos sobre relações internacionais e política externa do Brasil

Anônimo disse...

prezado Jorge, parabéns pelo texto sobre os chips RFID. os mesmos são realidade há anos, não se trata de paranóia ou desinformação.

vale ainda o alerta de que esse tipo de controle, aliado aos tantos outros já existentes, lamentavelmente não surgem no gverno do sapo-boi de forma exclusiva. vivemos hoje uma época em que a moeda tem várias faces; o que seria uma impossibilidade física, não o é na política. serra, aécio e outros, ditos de "oposição", são alguns desses outros lados. que as pessoas abram os olhos para esse jogo de cena. pobre Brasil.

Rodrigo disse...

O meu blog Não Sou Um Número vem denunciando os ataques as liberdades individuais no Brasil.