quarta-feira, 25 de abril de 2007

Tá na Hora do Pau II

Edição de Artigos de Quarta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Por Geraldo Almendra

A Justiça cospe no malandro pequeno, mas se ajoelha diante da maioria dos canalhas da corrupção e do corporativismo sórdido. Basta serem amigos, cúmplices ou protetores do “Príncipe” canalha e de seus asseclas.”

Vamos fazer uma adaptação parcial do texto divulgado na internet, decorrente de uma frase-título citada por um ministro do superior Tribunal Militar, deixando no ar poluído pelo corporativismo sórdido que circula nos corredores dos podres Poderes da República, uma pergunta ao próprio ministro citado.

Segue o texto parcialmente adaptado. O original se encontra em anexo e não deve ser associado ao que se segue que é de nossa autoria e responsabilidade, utilizando a mesma linha de raciocínio do autor, mas em uma direção diferente.

Não é mais possível mais suportar o reinado dos canalhas do corporativismo e da prostituição da política no Brasil.

Os escândalos de corrupção acontecem quase que diariamente, não mais no submundo dos corredores do poder público, mas às claras, para quem quiser ver.

Por mais absurdo que possa parecer, já nos acostumamos à corrupção e ao sórdido corporativismo – impunes –, e nos habituamos a viver no silêncio da covardia cívica, presenciando a zombaria feita pelos canalhas da corrupção, que nos fazem de palhaços e imbecis no palco do Circo do Retirante Pinóquio.

Não há mais confiança nos podres Poderes da República, especialmente no Poder Judiciário, infestado e desqualificado pela corrupção. O sistema prisional parece não ser digno para receber os homens da máfia da corrupção incluindo togados – acusados nas investigações da Polícia Federal. Quase todos acabam livres, leves e soltos e somente os “miúdos” vão para a cadeia.

A sociedade enfrenta no desgoverno petista o mesmo problema da corrupção que há décadas corrói nossas esperanças de vivermos em um país justo e socialmente digno. A diferença é que, atualmente, o Estado ficou definitivamente entregue ao poder dos corporativistas corruptos. Perdeu-se o “equilíbrio da corrupção”.

A falta de segurança pública, a corrupção sem controle, o corporativismo sórdido, a falência da educação se aprofundam a cada novo desgoverno, e o Estado continua inepto para cumprir com suas responsabilidades. Há quanto tempo já se ouve isso?

Achamos que não dá mais, pois no desgoverno petista chegamos ao fundo do poço da degradação moral e ética do país. A sociedade não pode mais se omitir e tem que entrar na briga.

Temos que dar uma dura resposta a essa impunidade com os corruptos que infestam o poder público e suas relações com a sociedade civil organizada. Nossos filhos estão sendo treinados na mais sórdida escola da corrupção em que os mestres são os homens que deveriam estar dando os maiores exemplos de honestidade, moralidade e ética.

Chegamos à encruzilhada. Ou tomamos uma atitude já, ou vamos sucumbir a esse tsunami meliante da prostituição da política, fiadora da corrupção e do corporativismo canalha.

A sociedade está dominada e o aparelho estatal entregue nas mãos das gangs dos vermelhos.

As Forças Armadas, excluindo aqueles que já se associaram aos meliantes da prostituição da política, precisam, em missão de guerra, missão de combate, acabar com a canalhice dentro do poder público. Isso é obrigação constitucional dos militares que estão vendo o país ser corroído pelo verme do comunismo financiado pelo capitalismo neoliberal corrupto.

Qualquer outra medida é “balela”, é politicagem inútil.

Agora queremos deixar claro ao autor que não discordamos do seu texto original, mas sentimos que esse mesmo tom não seja utilizado pelos militares da ativa, e aplicado aos verdadeiros criminosos e responsáveis diretos pelas desgraças sociais no país como exemplificado acima: os corruptos, os prevaricadores e os corporativistas sórdidos.

Uma subordinação a uma hierarquia que, no seu topo, já foi desqualificada pelos sistemáticos escândalos de corrupção e crimes de lesa pátria, não pode ser mais o esconderijo daqueles que deveriam ser os maiores defensores da integridade moral e ética de nossa pátria: as Forças Armadas.

Ao Ministro deixamos no ar uma pergunta. Quem é pior? – São os bandidos, criados e formados nas ruas dos guetos que tomam conta do país, por terem sido abandonados covardemente – pelas elites dirigentes – dos meios que deveriam conduzi-los às oportunidades de crescimento pessoal e profissional, ou os patifes engravatados e encanudados, cúmplices da banda podre das elites dirigentes, que usam suas formações, inteligência e experiência para explorar e roubar os contribuintes, atendendo suas vocações para a luta insana pelo poder político, econômico e social, em que os fins sempre justificam os meios – por mais canalhas que sejam –, sob a proteção de um poder público tomado pela corrupção?

Quem é pior, Sr. Ministro? Togados, que devem ter por definição respeito aos códigos legais, morais e éticos, mas que se entregam ao crime organizado, ou jovens que são jogados ás traças nos porões da Febem como um prêmio pelo fato de não terem tido o direito a uma infância e adolescência que somente os filhos das elites dirigentes têm direito? Não estamos falando de riqueza, mas do acesso a oportunidades de serem educados para terem o direito de lutarem pelas suas cidadanias!

É muito fácil para essa sociedade hipócrita, cretina e corrupta em que vivemos pedir a cabeça ensangüentada dos bandidos que matam cidadãos inocentes.

Difícil é termos a coragem de reconhecer que os verdadeiros bandidos genocidas, que deviam ser perfilados no paredão da vergonha, são os que estão no poder a serviço das oligarquias prostitutas da política e que estão afundando o país no mar de lama da corrupção, do corporativismo mais sórdido e da prostituição da política.

Sr. Ministro, os primeiros a serem imediatamente combatidos com uma dura ação militar deveriam ser os verdadeiros responsáveis pela desgraça do país, e não suas vítimas que são aqueles que encontram na marginalidade, muitas vezes, a única saída para sua sobrevivência enquanto não são mortos. O resto é conseqüência.

Que se punam duramente os que, por qualquer razão, escolheram o caminho da marginalidade. É justo. Mas que antes se acabe com a universidade da promoção do crime: o Estado canalha, corrupto e prevaricador, colocando sua banda podre no paredão da vergonha de um presídio qualquer.

Aos bandidos do crime organizado uma mensagem. Antes de matar alguém pense nos verdadeiros responsáveis pela desgraça da sociedade em que estão vivendo. Não matem um policial honesto, um cidadão inocente ou uma criança indefesa. Eles não são os culpados pelo destino que canalhas do poder público e seus cúmplices lhes impuseram.

Geraldo Almendra é articulista.

7 comentários:

Alexandre Core disse...

Esse texto está meio à petralha. Qualquer um que cite mais de uma vez as palavras "elite" ou "sociedade hipócrita" já tem um pé num sindicato, partido de esquerda ou corpo docente de alguma universidade pública. Concorda com o texto original, chega a citá-lo, para depois discordar completamente.

O último parágrafo soou um tanto estranho. Mensagem para os bandidos do crime organizado? O autor acredita mesmo que eles estão muito preocupados com alguma orientação com relação a como procederem em sua profissão?

"Antes de matar alguém pense nos verdadeiros responsáveis pela desgraça da sociedade em que estão vivendo. Não matem um policial honesto, um cidadão inocente ou uma criança indefesa."

Ou seja, os bandidos devem pensar bem e matar somente as outras pessoas, as responsáveis pela desgraça da sociedade. Todos que não se encontram na categoria de policial honesto (os que não são, podem e devem morrer segundo essa lógica) , cidadão inocente (qual seria a definição de inocente? A que passar pela cabeça do marginal no momento do crime?) ou criança indefesa (as que já puderem se defender também podem ser massacradas) são alvos em potencial de assassinatos para que os bandidos possam exercer sua profissão da forma mais digna e ética possíveis.

Que lástima!!!!

Anônimo disse...

Parabéns Geraldo Almendra pela suas palavras com coerência, a luta é constante !

ricardo antonio filgueiras

SUPREMO FIM disse...

Legítimo?

JORNAL DO BRASIL, 23Abr2007

Ubiratan Iorio, economista

Desde criança, sempre desejei um piano Steinway & Sons de cauda inteira, cujo valor equivale ao de um bom apartamento de três quartos na Zona Sul do Rio. Um instrumento maravilhoso e uma aspiração legítima, mas nem por isso vou encostar um caminhão na porta de uma loja musical e, ajudado por meia dúzia de companheiros da musculação, levá-lo para casa, pois estarei infringindo a lei, por ferir o direito de propriedade estabelecido constitucionalmente.

Onde não se respeita esse princípio - que, ao lado dos direitos à vida e à liberdade, é basilar na sociedade - a lei do mais forte passa a regular as relações pessoais: Brederodes é um sem-mulher e deseja casar-se - o que é legítimo - e, como é forte, não há problema, rapta a noiva de Xerxes, que é fraco; Pafúncio não tem cabelos, mas desejaria tê-los - o que também é legítimo - e, sendo assim, avança sobre Menelau e, tesoura nas mãos, tosa-lhe a vasta cabeleira; Criméia gostaria de usar os perfumes franceses de Cremelinda e, como seu desejo é legítimo, rouba-os. Imaginem que tipo de sociedade seria resultante de uma visão torta desse tipo.

É claro que o desejo de possuir um ótimo piano, de casar-se, de ter cabelos e de usar bons perfumes, como de resto o de ter a posse de um bem qualquer, é legítimo, mas o que importa não é isso, porém a forma como esse desejo se realiza. Roubar ainda é crime.

No entanto, no país do faz-de-conta em que o Brasil está transformado - uma autêntica terra sem lei - se os pianistas, Brederodes, Pafúncios e Criméias conseguirem organizar os que possuem suas mesmas aspirações em "movimentos sociais", terão respaldo do governo, que "legitimará" os delitos que cometerem e ainda por cima colocará a culpa nas "elites", nos "ricos" e - naturalmente - no "neoliberalismo excludente".

Claro, nas cabeças povoadas de minhocas de muitos dos que teriam obrigação de zelar pelo cumprimento da lei, Brederodes não tem noiva porque Xerxes, que pertence à "elite", o impede; Pafúncio é careca porque Bush arrancou-lhe os cabelos e Criméia não pode comprar perfumes de grife porque é "explorada" pela perua Cremelinda...

Tais considerações vêm a propósito de três fenômenos impensáveis em uma sociedade onde se preza a lei, mas que vêm sendo não apenas tolerados como - o que é um verdadeiro crime - incentivados, mesmo que por omissão, por nossas autoridades.

O primeiro são as invasões aos montes perpetradas pelos ditos "sem-teto" em diversas grandes cidades brasileiras, sob a bênção da secretária nacional de Habitação, que as qualificou como "legítimas". Sim, segundo a referida ministra - "heroína", "não pode haver gente sem moradia num país onde outros têm imóveis demais"... Ora bolas, penso que, ao invés de dizer abobrinhas (estragadas) como essa, seu papel seria o de construir habitações populares e, caso o ministro da Fazenda lhe negasse os recursos para tal, o de pedir o boné e largar o cargo, por simples imposição do que conhecemos, há séculos, como dignidade.

O segundo é o nosso Largo do Boticário, tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural, que está com uma de suas casas invadida há um ano por dezenas de "sem-teto", que se mostraram também sem-vergonha, ao tentarem organizar uma festa rave cobrando ingresso, no que foram impedidos pela polícia. Por que o governo do Rio ainda não os expulsou de lá? Como, caro leitor, você dirá, levá-los para onde? Ora, não existe uma Secretaria de Habitação, recheada de políticos e apadrinhados, encarregada exatamente de resolver problemas graves como esse?

Por fim, temos as invasões dos arruaceiros "sem-terra", engolidas e até estimuladas pelo governo e por pseudo-acadêmicos marxistas. A "função social da terra" é uma filigrana jurídica, um arabesco redundante: galinhas, vacas, porcos, jacas, açaís, eleitores, professoras, cidadãos, clubes de futebol, médicos, tudo, enfim, o que existe na sociedade tem uma "função social"...

Madonna mia, ser brasileiro tem sido um permanente e exaustivo exercício de paciência!

***

BRASIL ACIMA DE TUDO disse...

A falcatrua está presente. É a maior desde que Pedro, o Cabral, chegou ao Brasil. A ditadura está a caminho. Socialista, sindicalista, lulista ou até mesmo chavista. Será implantada, como desejam alguns democratas de cabeça escancarada.
Podemos até mesmo entender a defesa intransigente de uma ideologia, por pior que ela seja. Mas como entender a defesa da mentira, da corrupção, dos desvios de ética, da sordidez, do roubo, do descaramento?
Falam muito em democracia, que tem como princípio a alternância do poder. E na mesma hora já antecipam a vitória do candidato indicado por Lula e do retorno triunfante do "maior presidente do país, de todos os tempos", em 2014.

Grandes democratas!
Não esquecem os "torturadores" e procuram transformar em heróis os trezentos bandidos mortos em vinte anos de "ditadura".
E o Brasil atual? É um verdadeiro paraíso, com inflação baixa e real valorizado, respondem com entusiasmo, como se donos fossem do Plano Real e como se isso bastasse.
Vejam o mundo companheiros e agradeçam o céu de brigadeiro da economia mundial. Mesmo assim, com toda a mágica do IBGE, estamos na rabeira do crescimento econômico. E não há emprego, não há saúde, não há educação, não há cultura, não há transporte, não há segurança e, principalmente, não há esperança.
Volto aos trezentos, não os heróis de Esparta, mas os terroristas que queriam tomar o poder e implantar uma ditadura comunista em nosso país. Desses, alguns foram justiçados pelos próprios companheiros. Eles faziam isso, vocês sabiam? Ou só procuram saber as verdades que lhes interessam? Vou insistir no número de mortos, pois apenas em Pernambuco, que tem o tamanho de Portugal, foram assassinadas 1.300 pessoas no primeiro trimestre de 2007. Repito: 1.300 pessoas. E muitas, com certeza, inocentes. Vejam as estatísticas dos outros Estados.
Essa é a verdadeira ditadura do medo e da mentira. E a esperança? Fica apenas no discurso vazio de um desgoverno.
E não esqueçam. Os verdadeiros soldados de hoje são os mesmos de ontem. Não mudaram. Entretanto, como ontem, alguns usam a farda apenas como disfarce.

NÃO TENTEM!!! disse...

INDIGNAÇÃO E
ÓDIO. DOC. Nº. 49/2007
Ao escrever estas linhas não sabemos se estamos expressando
todo ÓDIO e INDIGNAÇÃO que nos vai n'alma. Também não sabemos se
estamos perdendo nosso tempo, como muitos já nos afirmam. Não
adianta, pois o "BRASIL está perdido por não ter mais homens dignos
nos três Poderes da República". O GRUPO GUARARAPES não aceita essa
tese, pois haverá sempre alguém que irá se indignar, reagir contra o
descalabro que estamos vivendo.
O GRUPO GUARARAPES pergunta a todo aquele que receber esta
mensagem, que repassá-la, que discuti-la com amigos o seguinte: O
QUE LHE CAUSA MAIOR INDGNAÇÃO E ÓDIO:
A. Os grandes escândalos (mensalão – sanguessuga –
huricane – thêmis etc.);
B. Os grandes ladrões soltos e a humilhação
praticada contra o FRANCENILDO;
C. A convivência dos que ocupam cargos nos Poderes
da República com acusados, processados e bandidos soltos;
D. Indivíduos que atacam a honra dos poderosos e,
depois, aceitam destes, convites para cargos importantes de até
ministro;
E. O privilégio de foro especial para quem ocupa o
Poder e as algemas e a enxovia para os desprotegidos da vida;
F. O enriquecimento fácil de alguns que toda
sociedade sabe e nenhuma providência contra esses que se apropriam
do dinheiro público.
Tudo que foi perguntado REVOLTA, CRIA ÓDIO E INDIGNAÇÃO, mas
tudo é conseqüência da falta de CARÁTER dos homens públicos. Aqueles
que nos estão lendo afirmarão com toda tranqüilidade que em todos os
itens aflora a falta de CARÁTER.. Para o GRUPO GUARARAPES o que mais
CARÁTER falta se ENCONTRA NA LETRA D . É esta falta de CARÁTER que
vai destruindo o tecido social brasileiro. Perdeu-se o sentido da
dignidade. Quem convida e quem aceita são desprovidos de tudo que
elevam os HOMENS. Eles perderam o sentido da HONRA.
O GRUPO GUARARAPES LEMBRA:
"OS HOMENS MAUS SÓ SE INTERESSAM PELAS LEALDADES CEGAS, E NÃO PELA
HONRA". JÚLIO CESAR.
Os nossos dirigentes que estão enquadrados nas letras A- B- C- D- E-
F, particularmente, os da letra D, estão interessados no seu bem
estar, a HONRA E A PÁTRIA QUE VÃO PARA O INFERNO. A LEALDADE É CEGA,
pois mentem e roubam e gargalham por não terem HONRA.

ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES!


www.fortalweb.com.br/grupoguararapes

markito disse...

Grupo Guararapes
Finalmente, tive oportunidade de constatá-lo, pessoalmente!
Quanta satisfação!
Gostaria de poder ser útil, na defesa dos ideários, no Congresso Nacional, onde a desinformação, o desconhecimento da honra, do patriotismo, dos valores que aprendemos durante a nossa Contra Revoluçao de 31 de Março, estão presentes.
Singelamente, tenho participado com os guerreiros da Assessoria do Exercito, nas Batalhas do Orçamento, do Aumento de 23%, da desobstrução de pauta para as votações dos tópicos acima, e dos recursos que viabilizaram a "MISSÃO HAITI", da luta por meios materiais para implantação de rede optica (intranet) do nosso querido BGP, e outras questões de menos importância!
Mas, isso não faz mais que minha obrigação como servidor do Estado Brasileiro!
No entanto, por dever de justiça, informo-os que o Presidente Lula, tem feito mais que aquêle que quis destruir as Forças Armadas!
Não me agridam com tal informação!
Meu partido é o Brasil, e, represento na Casa, a direita!
Não sou camaleão, e tenho mostrado isso, todos os dias!
Ombreio, também, outro homem de honra, que é o Cel. Fregapani, na luta pela manutenção de nossas fronteiras no Norte do Brasil.
Estamos lutando contra ONGs,TI Indígenas, e quantos mais aparecerem com intenções contra nossa soberania!
Temos atuado na mídia, com o JB, na Procuradoria da República, no STM, com o nosso Ministro Olímpio, no Senado, com o Arthur Virgílio e o José Agripino, aliáz, meu lider!
Enfim, temos lutado sozinhos, porém, temos avançado!
Temos procurado e recebido ajuda da instituição que me outorgou a Medallha do Pacificador, essa menção, é somente para me identificar!
Enfim, tenho usado com honra, a distinção da mais imaculada instituição de nosso país!
E, estamos precisando de ajuda, nos meios competentes, visto que, a "CASA DA VOVÓ" não é mais lembrada, e nem coordena nada mais!
A ABIN, da qual não faço parte, pois, sou do Senado há 34 anos, precisa ser reforçada em suas missões, e, se possível, coordenar tais atividades, sob pena, de a qualquer momento, presenciarmos o "FOGO AMIGO"!
Tenho verificado uma descoordenação nas atividades, de defesa do nosso país, de nossas tradições, de nossos valores!
Perdoem-me se afirmo coisas que não concordam, porém, essa tem sido minha constatação!
Tenho lido, diariamente, o ALERTA TOTAL, e muitas vezes, levado aos Parlamentares, e mesmo a Presidência da República, matérias que são importantíssimas para a condução de nosso país.
Nem sempre comungo com as posições mais extremistas de alguns, no entanto, tiro dessas posições a interpretação para a solucionabilidade da posição!
Os valores, hoje, vivenciados são diferentes!
Êles, já se fizeram de bonzinhos para assumirem, e nós, por machismo vamos continuar a dar porrada, e mantermo-nos do lado de fora?
Não partilho do quanto pior,melhor!!!
Faltam líderes!
Faltam homens descompromissados de interesses pessoais!
Já não temos, Walter Pires, Coelho Neto, e outros tantos mais que honraram seus juramentos!
Tenho visto, por muitíssimo pouco, mudarem seus conceitos!
A meta é defender, a cadeira, o carro oficial, as honrarias do cargo, e só!!!
Tenho conclamado ao Palácio, que venha na busca dos militares, pois, com a competência, decência, e espírito público destes, poderão alcançarem os objetivos de nosso país com mais rapidez!
É importante que deixemos o passado no passado, e busquemos um futuro melhor para todos!
NOSSA META É O PAIS MELHOR, MAIS JUSTO, MAIS DECENTE, PARA NOSSOS FILHOS, pois, acredito que estamos mais para o fim que para o início!
Sei que muitos me xingarão, pelo mencionado, mas, esses são meus valores de espírita e de homem!
Tenho essa direito de me mostrar como sou!
Estou aberto a críticas, também!
Enfim, respondendo a pergunta da matéria, eu diria, que deveriam existir mais GRUPOS GUARARAPES, e que, aquêles que hoje detém a resposabilidade de dirigir-nos, deveriam por sabedoria, escutá-los e aprender, se possível, com êles, tal como faço!
Uma honra muito grande poder me dirigir aos Senhores!
SELVA!!!!
BRASIL !!!
Abraços,
Markito de Souza

Anônimo disse...

“JUSTIÇA DIVINA”


“MALAQUIAS (4) Mas quanto aos medrosos, incrédulos, abomináveis, homicidas, adúlteros, feiticeiros, idólatras, e a todos os [mentirosos], a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte”.
O Presidente Luis Ignácio Lula nunca deve esquecer que contrariar “Leis” para prejudicar pessoas pobres, é comportamento de pessoas incrédulas, abomináveis e mentirosas, porque “Leis” tem que ser cumprida para ricos e pobres, o não cumprimento delas estar sujeito Vossa Excelência quando morrer ser lançado no lago ardente de fogo e enxofre que é a segunda morte. As autoridades governamentais que estão desobedecendo as leis, devem tomar cuidado porque desde a fundação do mundo, só existe um que esteve no plano físico e vive até os dias de hoje, sendo eterno e imortal, que é o nosso Sr. Jesus Cristo, todas as gerações se passaram e passarão porque a morte é para todos, mais a vida eterna em Cristo Jesus é somente para aqueles que merecerem.

“Malaquias (4) 3 - Bem-[[aventurados]] os que observam o direito, que praticam a justiça em todos os tempos”.

Portanto estes direitos que estar registrado pelas palavras do Altíssimo Santo Deus, serve como referencia dos direitos constitucionais assegurados pela lei dos homens, os quais foram tirados abruptamente dos Ex Cabos da FAB pelas as nossas Autoridades Governamentais, porque, efetivamente não são bem aventurados em função de não observarem o direito e não praticarem a justiça em todos os tempos, conforme consta em “Malaquias” (4) 3. A Comissão de Anistia não estar praticando justiça, e consequentemente, o Presidente Lula junto com seus auxiliares do PT, tem sede vingança dos militares de alta patente, com esta conduta comete bárbaras injustiça a todos os idosos Ex Cabo da FAB, como se tivesse reagindo contra os seus inimigos Ex Comandantes que tiveram no poder durante a Ditadura Militar, esquecendo-se que a Justiça Divina as vezes tarda mais nunca falha.