sábado, 12 de maio de 2007

Os perigos do PLC 122/2006

Edição de Artigos de Sábado do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Por Olavo de Carvalho

Perceber os nexos lógicos entre sentenças é coisa que qualquer criança faz espontaneamente e um macaco, se bem treinado, não ficará longe disso. O raciocínio lógico, no fim das contas, não passa de um automatismo, e é por isso mesmo que pode ser imitado por máquinas. Mais difícil, e infinitamente mais importante, é captar a ligação entre o encadeamento lógico-verbal e as conexões reais entre coisas, fatos e ações.

Isto requer algo mais do que raciocínio lógico: requer imaginação. Mas a imaginação segue a vontade. Quando você não quer entender alguma coisa, com a maior desenvoltura corta os elos entre os dois tipos de nexos e, sem deixar de compreender perfeitamente bem a demonstração lógica, torna-se incapaz de captar a conexão real que ela significa. É uma espécie de psitacismo voluntário, ou melhor, um psitacismo que começa por um ato de vontade e se torna depois um cacoete incurável.

Não conheço um só brasileiro que, em maior ou menor medida, não padeça desse mal. Digo isso porque há quarenta anos o combato em mim mesmo, e de vez em quando ainda me pego raciocinando no vazio. É uma doença terrível. Os políticos, então, já morreram dela faz tempo, e só continuam vivos em aparência. Não há UTI cognitiva que os recupere.

É pois com absoluto ceticismo que ofereço aos senhores parlamentares as seguintes considerações sobre o projeto de lei PLC 122/2006:Proteger contra críticas uma determinada preferência sexual mas não as outras é discriminação ostensiva e irracional. Aprovada a PLC, teremos a seguinte situação: se eu, num acesso de loucura, disser que o sr. presidente da República transar com a própria esposa é a abominação das abominações, ele nada poderá fazer contra mim; mas, se ele sair bolinando o sr. Marco Aurélio Garcia na sala da presidência, não poderei dizer nem uma palavra contra isso. (Não creio que ele venha a ter essa idéia, muito menos a realizá-la, é claro. Dou o exemplo extremo porque sua tipicidade esquemática é insofismável e é assim que se raciocina em ciência do Direito.).

Só há dois meios de contornar essa dificuldade: permitir que todas as preferências sexuais continuem expostas à crítica ou estender a todas, por igual, a proteção da lei. A primeira hipótese equivale a rejeitar in limine a PLC 122. A segunda implica que a preferência pela monogamia heterossexual indissolúvel, nos moldes religiosos, seja considerada – vejam vocês – pelo menos tão decente e digna de amparo estatal quanto a perversidade polimorfa, o sadomasoquismo ou o sexo com animais. O próprio homossexualismo não poderá aspirar a mais privilégios do que essas outras variantes.

Mas aí surge uma nova dificuldade: a lei protegerá só o direito de praticar discretamente cada opção escolhida ou também o de alardear em público a sua superioridade em relação às demais? Dito de outro modo: se o legislador desiste de proteger uma só preferência e admite proteger todas, ele tem de optar, em seguida, entre (a) permitir a apologia ostensiva de todas, (b) proibi-las por igual ou (c) proibir a de algumas e vetar a das outras.

Na hipótese “c”, voltamos ao problema da discriminação enunciado acima. Na hipótese “b” teremos instaurado a censura total em matéria de sexo, uma apoteose de moralismo repressor que nem mesmo a Santa Inquisição ambicionou criar. Na hipótese restante, nada poderá impedir que cada cidadão, se assim o desejar, proclame a sua preferência a única aceitável e saia falando mal das demais. É mais ou menos a situação que temos hoje, sem lei nenhuma para separar as opiniões proibidas e permitidas em matéria de sexo. É a liberdade. Só há um problema: se a liberdade de falar em favor de uma opção sexual e contra as outras deixa de ser um mero costume espontâneo e se torna uma garantia legal, o legislador terá de esclarecer se essa garantia há de ser concedida a todos incondicionalmente ou se terá limites.

O primeiro caso equivale consagrar como lei a ausência de leis a respeito do objeto dessa mesma lei (mais ou menos como a Constituição americana fez com a liberdade de imprensa: “Este Congresso NÃO fará leis a respeito”). É o que recomendo que Suas Excelências façam. O segundo caso, porém, obrigará os senhores parlamentares a decidir se todos os motivos que o cidadão possa alegar para ser contra determinada opção sexual serão permitidos, ou só alguns deles. Por exemplo, será lícito ser contra o homossexualismo por motivos morais e religiosos, ou, ao contrário, só a falta do tesão respectivo será considerada motivo legítimo?

Na primeira eventualidade, os religiosos continuarão falando mal do homossexualismo, e os homossexuais continuarão falando mal deles, todos sob igual proteção do Estado (considero isso a maravilha das maravilhas, mas ela requer precisamente a ausência de lei específica).

Na segunda, o Estado consagrará um fator pessoal subjetivo - o tesão, ou falta dele - como único fundamento legítimo de qualquer opinião a respeito de sexo, proibindo toda tentativa de apelar a argumentos suprapessoais de qualquer natureza. As pessoas poderão justificar suas opções dizendo “gosto disto, não gosto daquilo”, mas serão proibidas de buscar razões superiores à mera preferência pessoal. A liberdade de gostar ou desgostar terá como contrapartida a proibição de pensar, ao menos em voz alta.Nenhuma das dificuldades que aqui enunciei é apenas um obstáculo de ordem lógica. Todas são problemas reais, concretos e insolúveis que, se aprovada a PLC 122, logo aparecerão nos tribunais, exigindo dos senhores juízes decisões que, em todos os casos, resultarão em alguma injustiça patente.

Olavo de Carvalho é Filósofo e Jornalista. Fragmento de artigo originalmente Publicado pelo Diário do Comércio de SP, em 7 de maio de 2007.

157 comentários:

Anônimo disse...

Sugiro que os parlamentares pratiquem masturbação mental até à exaustão, assim ficarão sem tesão para fazer leis idiotas.

Anônimo disse...

Ilegal, inconstitucional, surreal, idiotizante, pernóstico, discriminatório, ultrajante, manipulador, torpe, imoral.

Alguns adjetivos para calssificar o projeto de lei da "homofobia".

Desanimador viver num país como o nosso, onde as casa legislativas geram tantos frutos maus...

Fábio disse...

É com vergonha que leio este tipo de matéria. Os senhores Deputados e Senadores esquecem do disposta em nossa Carta Magna e também, do que porque, estão lá no Congresso nacional nos representando.
Eu tenho vergonha de saber que existem pessoas assim me representando na Casa das Leis do meu BRASIL.
Imorais são esses caras que não respeitam o ser humano,pelo simples fato de assim o ser; eles exigem que além disso você tenha uma boa condição de vida e seja heterossexual.
Dizem que gays disseminal doenças... talvez esquecem-se que o maior número de pessoas infectadas pelo vírus da AIDS está entre as mulheres heterossexuais casadas com homens que saem com outros homens e/ou travestis. Isso sim é uma vergonha!!
Isso é mto triste... vergonhoso....

Fernando disse...

Tenho de concordar que um macaco bem treinado não ficaria longe de escrever este artigo. O subscritor desta diatribe teve mais essa oportunidade de se pegar raciocinando no vazio, como vem fazendo há quarenta anos, segundo ele próprio.
A inclusão do racismo como crime inafiançável não limita a liberdade de expressão, pelo contrário, garante as liberdades individuais e, da mesma forma seria com a aprovação do PLC 122/2006.

Carla e Paulo disse...

Na minha vida sempre achei q o ideal é o equilibrio... ou seja, todo extremo é negativo... condordo q alguem seja excluido de suas funções por sua escolha sexual, ou impedido de entrar em algum lugar... agora, liberdade de expressão é exatamente o q o nome diz: liberdade... as igrejas são entidades livres... ou seja, vai quem quer!! ninguem é obrigado a fazer parte de uma igreja ou instituição religiosa,bem como acreditar e aceitar suas crenças e obrigações... então, se um pastor não aceita a pratica do homossexualismo e prega isso, nesta igreja, vai quem aceita tal palavra ou manifestação!!! claro,a não ser q ele pregue a "morte" a todos q a pratiquem... isso nunca acontece... apenas eles acreditam realmente q esta pratica seja passivel de "mudança"...
Prender pastores por pregarem suas crenças é ser tão discriminatório qto a propria crença...
Nós temos que nos cuidar com os exageros... os homossexuais falam de "inquisição"...mas não seria o mesmo qdo como nas bruxas de Salém,alguém dizia "sentir" algo nelas e automaticamente eram toruradas como "bruxas"...se de repente um homossexual "entender" q foi discriminado, vai ter o direito de acusar e prender tal pessoa!!!!!! exageros! e todo exagero é perigoso...da mesma forma como discriminar qlqr senador q não pensar como si mesmo!!!
Tem q haver uma conversa, tem q haver debate, tem q haver decisão... sem pressão por nenhuma das partes!!!
Sou cristã, cidadã, e me acho no direito de aceitar ou não a pratica do homossexualismo... a pratica, não o praticante!!! essa é a diferença!

Priscilla disse...

Lamentável... não sei como perdi 5 minutos da minha vida lendo essa matéria rídicula...
Caros, cuidem cada um de sua própria vida... se o PLC 122/2006 for aprovado não mudará nada para vocês...
Não sei porque dessa preocupação tão exagerada com os projetos de lei que dizem respeito aos homossexuais... Cada vez que tem alguma votação grupos se mobilizam para defender a "moral e os bons costumes" e bla bla bla. Acho isso engraçado...rs... Porque não se mobilizam para acabar com a IMORALIDADE política que assola esse país???? Porque????
As pessoas precisam é aprender a respeitar o seu próximo, sem distinções...Façam-me o favor!

harleywon@yahoo.com.br disse...

O PLC 122 / 2006 É ABSURDO, RETROCESSO À INCONSTITUCIONALIDADE. É DE FATO A DITADURA DA PREFERÊNCIA ANTINATURAL HOMOSSEXUAL SOBRE A PREFERÊNCIA HETEROSSEXUAL. SE VENCER, ADEUS LIBERDADE DE EXPRESSÃO NO BRASIL. TENHO CERTEZA DE QUE O BOM SENSO DOS SENADORES PREVALECERÁ REJEITANDO ESSA ESTULTÍCIA IRRACIONAL

Anônimo disse...

Gostaria de deixar aqui escrito minha total negativa ante a esta lei, que além de ser ridícula é absurda.Sendo então nós cidadãos e cidadãs deste país temos no mínimo o direito de aceitar ou não e no meu caso não aceito.Se fosse assim muitas outras pessoas que se acharem discriminadas iriam querem publicar alguma lei de seu interesse, e vejamos que nem eles próprios são totais em suas petições, pois alguns deles se discriminam entre si.Vamos pensar em coisas mais úteis para nosso país que já sofre demais com mazelas que mereciam total atenção dos parlamentares e não tem.

Anônimo disse...

Eu acho um absurdo essa lei.Imagina só os gays prendendo todo mundo por aí,e ainda vão achar que podem fazer o que quizerem na frente de todos,crianças,idosos,adolescentes.Sinto que apenas vai aumentar a loucura nesse país,pois todos adolescentes que se sentem gays irão achar que podem namorar e beijar nas ruas,restaurantes.....
Vai aumentar a revolta dos gays....
E a minha liberdade de cristão??
A minha liberdade acaba com essa lei,não irei mais a cinemas,restaurantes,pq eu não quero ver isso e ninguém pode me obrigar!
É o fim dos tempos mesmo...Jesus está voltando!

Thiago disse...

Antes de emais nada bom dia a todos.

Não entendo o que se passa na cabeça das pessoas que classificam a homossexualidade no mesmo nível de zoofilia, pedofilia, necrofilia entre outros distúrbios.
Todos os cidadãos tem os mesmos direitos. Se nossa Sociedade respeitasse mais o coletivo não enfrentariamos problemas tão atrasados como estamos enfrentando hoje.
Entendo que o passo para a construção de uma sociedade justa e decente deva ser maior. A União/casamento deve ser expandido para todos, independentes de credo, filosofia ou orientação sexual. Não adianta bater na mesma tecla de que assim as igrejas terão que casar homossexuais, isto não faz nenhum sentido.
A Doutrina religiosa de cada uma das religiões não se misturam com os direitos dos homossexuais num estado laico.
Os direitos Humanos e Sociais devem ser garantidos à todos, e não apenas à maioria.
Muitos heterossexuais que confrontam com desprezo, arrogância e violência os projetos de lei que visam garantir a segurança destes cidadãos agem assim por não viver essa realidade.
A decisão cabe aos cidadãos que se sentirão beneficiados com este projeto. Todos tem o direito de amar, e demonstrar esse amor, sem exageros. Também sou contra a exibição sexual em local público, porém isso ocorre, e não são apenas os homossexuais que agem dessa forma.
Quantas vezes não vemos casais heteros quase se "comendo" nas ruas, nos metrôs, nas praças? É uma deturpação da realidade que todos nós vemos, que apenas os homossexuais ajam dessa forma. Mirem-se as sociedades em que os direitos humanos foram expandidos à todos. Infelizmente ainda não aprendemos a pensar no coletivo. A individualidade ainda está arraigada em nossa história.
Dizer que o Brasil não está preparado para uma mudança destas é um absurdo. Os Direitos devem, sim, ser expandidos a todos.
Todos merecem respeito e igualdade.
Quanto a péssima colocação, não são os heterossexuais que sofrem preconceito. Ou vocês já foram impedidos de entrar em algum lugar, namorar seu cônjuge e afim por ser heterossexual?
Os senhores já leram a Carta Magna?

Todos cansamos de viver divididos. Somos uma sociedade com interesses comuns a todos. Entendo que você não tenha nenhum amigo, filho, tio, primo que se beneficiaria com esta PLC. Quando vemos pessoas a quem amamos ameaçadas pela ignorância de outrem, é uma lição de vida.

VIVA E DEIXE VIVER.

Anônimo disse...

Cara Priscila,
percebo q vc não conhece as Escrituras Sagradas.
Existem Cristãos verdadeiros e existem os "religiosos".
Muitos religiosos, se puderem até matarão os homossexuais, porém os cristãos verdadeiros sabe q Deus condena o pecado e não o pecador.
Há sim e muito o que se preocupar. Satanás está fazendo a festa e muitos que não aceitaram a Jesus estarão CEGOS para enxergar isso.Bandeiras como: preconceito, cada um é dono do seu nariz, eu tenho o direito de disso ou daquilo, etc.. será usados para convencer toda uma sociedade.
Que o Senhor possa abrir os seus olhos p q cv entenda qual a intenção de SATANÁS por trás de tudo isso. Sou cristã, e tenho amigos gays. Tenho amor, carinho e muito respeito por eles, falo de Jesus p eles, mas não posso forçá-los a aceitá-los. Até pq não é por força nem por violência. poré, não posso ir contra a vontade de Deus.
PARA RFLETIR: Vcjá se perguntou se essa lei for aprovada que risco correrão nossos meninos. O Pedófilo também lutará por seu direito de gostar de criança. E aí? como ficará? Se homem pode se relacionar com homem e mulher com mulher, qual mal haverá em homens se relacionarem com crianças?
Caso essa lei seja aprovada, que se apressem todos aqueles q ainda não aceitaram Jesus, pois nosso Brasil se tornará como Sodoma e Gomorra. Jesus está voltando. Alguém tem dúvida disso?

Valéria disse...

Sou cristã e tenho o direito de sê-la. Sou heterossexual e tenho o direito de sê-la. Não concordo com o homossexualismo e tenho o direito de dizer o porquê, até mesmo para um homossexual. Creio em Deus e Ele não criou três sexos. O homossexualismo é fruto da escolha humana e não é uma orientação sexual. Em se falando desta orientação, eu mesma poderia ser uma pedófila, já que foi a isso que me sumeteu meu próprio pai, meu primeiro e último pedófilo. A minha ORIENTAÇÃO RELIGIOSA é que me curou a mágoa e ensinou a perdoar e a amar infinitamente mais as pessoas e odiar e rejeitar o ato de pecado delas, ele existindo. Optar por ser homossexual é pecar contra Deus e a segunda de suas duas leis maiores é "amar ao próximo (pessoa) como a mim mesmo (pessoa)". Isto está acima da religiosidade autômata. Eu também tenho amigos gays e lésbicas e amo-os tanto quanto a mim mesma. Porém, não concordo com suas escolhas sexuais pura e simplesmente por causa de quem amo acima de tudo e todos: Deus. Portanto, este PLC 122/2006 é, depois do mínimo, contra a liberdade de expressão religiosa. Eu continuarei não concordando com o homossexualismo, enquanto é um ato de escolha, e exigindo que entendam que onde começa o meu direito, começa o dever do outro, e vice-versa. Explicando, o homossexual também tem o dever de deixar que eu, heterossexual cristã, aja segundo minha própria crença (feita por escolha), e nem por isso estarei colocando o meu dedo em riste em direção ao nariz dele, numa tentaiva de demovê-lo de ser o que escolheu ser. Esta mudança, se ocorrida, não deve ser atribuída e mim ou a psicologistas outros, mas a Deus que tem poder e soberania pra isto. Minha esperança é que este país seja modelo em combate às imoralidades todas (falsa moralidade é imoral também) e que nossos dirigentes se atenham a questões de peso igualitário, sem este tom sectarista que traz o PLC 122/2006. Quero continuar a ser como sou porque sei que não trago prejuízo a qualquer pessoa que seja.

Carlos disse...

Meus caros,

A inconistência do argumento do autor se enocntra no fato de que não existe necessidade de proteger as relações heterossexuais, pois elas já estão legitimadas pelos costumes e pela Lei. Assim sendo, não há fragildiade em ser heterossexual, ninguém será perseguido por manter comportamentos héterosexual. Contudo, no tocante aos homoafetivos, desde a senda da história, estes vêm sendo perseguidos e humilhados em prima facie por conta da religião e de costumes machistas, onde a passividade está diretamente relacioanda com a carência de poder político, tal qual se observou na antiguidade clássica perdurando seus efeitos até os tempos contemporâneos.
Quando houve a Lei anti-racismo, não me senti prejudicado por ser de raça branca, mesmo que muitas vezes tenah sido chamado de barnco azêdo em tom bem pejorativo.
Então meus caros, o direito já vêm enfrentando a situação de forma madura, e ao tutelar as minorias os faz em face de comportamentos socias desadaptados, no caso, visa coibir os homofóbicos, e não o homem de bem.

Então, naõ há com o que se preocupar, uma norma penal só alcança criminosos.

Um grande Abraço

Carlos Lago
calg@oi.com.br

Anônimo disse...

Bom dia!

Como estudante de biologia ,farei meu comentário em analogia com tal ciência.
A sociedade é como um orgão e todos sabemos que são contituídos por células,se estas estiverem em perfeitas condições todo o orgão andará bem,mas se uma dessas for defeituosa e começar a se multiplicar,logo,logo se formará o que chamamos de tumor,levando,assim o orgão a morte!
Na biologia a morte programada de uma célula,chama-se apoptose,ela própria vê que está errada e para não prejudicar o orgão se elimina!A família é esta célula,se não tomarmos cuidado na forma que a família está se formando ,logo,logo ,o orgão(sociedade)se tornará canceroso!A questão está exatamente nas leis que regem a família e como elas estão se constituindo. Devemos tratar de que estão se formando as opinões,a questão é ver como estamos e o que estamos introduzindo nesse orgão!Não é pq milhões fazem algo que isso seja bom!Julgo o que é bom aquilo que traz a vida e com certeza outras 6 bilhões de pessoas concordam comigo,assim sabemos o que é bom ou ruim,ex:ninguém passa a vida toda comendo coisas artificiai,pois isso lhe trará um período de vida curto,em vez disso prefere alimentar-se de comida natural,pois isso lhe trará mais anos de vida,logo,sabemos o que é correto e o que é errado!
Se de fato aprovar uma lei que trará desastrosas consequências,não somente para os presentes como para os que virão,onde está o raciocínio do que é melhor para prolongar a vida?
Milhões de crianças e adolescentes confusos,suicídios,crimes bobos,e contradição a própria natureza humana,porque é isso que vai acontecer,só porque alguém em seu desejo egoísta (Célula com defeito)decidiu introduzir na sociedade(orgão)uma idéia pra confundir a todos!
Somos feitos para sermos livres,mas preferimos nos escravizarmos,liberdade é algo que vai além do que fazer algo vindo a mente,é buscar algo fixo,sólido,que não traga confusão!
E no mais,não julgo esta sociedade digna disso,e meus conceitos,advindos não de mim,mas de algo que alimenta e supre minha alma e meu espírito,não devem ser jogadas assim,pois tenho o Senhor como algo precioso,não sou digna e nem devo Julgar as pessoas a quem Ele próprio amou,mas devo dizer-lhes de coração aberto que vão se condoer em depressão,porque é assim que ficam aqueles que buscam em suas próprias mãos regerem sem nenhum pensamento em prol da vida a longo prazo e que o imediatismo egoíta só os afundarão nos seu própro desequilíbrio!


A todos,bom raciocínio,não jogo pérolas aos porcos,mas tento mostrar-lhes o caminho da água limpa!bjim:*

gustavo disse...

PARA OLAVO DE CARVALHO: O senhor já foi alguém muito inteligente, mas sinceramente não encontrei nenhum senso de verdade entre o texto da pretensa lei e os equivalentes do que o senhor disse. Sinceramente, até agora não achei elementos para elogiá-lo como costumo fazer.

PARA O BRASILEIRO: A lei diz respeito (e muitos aqui nem se quer a leram) sobre o que se fazer com quem utiliza uma característica comportamental para prejudicar alguém, até o momento em que se diz, que se pensa ou que se prega sobre homossexualidade e etc., é algo que deve ser defendido pela lei como direito de expressão, mas a partir do momento que uma determinada característica é utilizada no conclame de vários eleitores e terroristas a prejudicarem outros cidadãos isso se torna naturalmente um crime, e a lei tem que segurar essa gente perigosa.

AO RELIGIOSO OU CRISTÃO: Muito antes de sermos ou não sermos religiosos ou cristãos, somos seres humanos, somos feitos de igual matéria e potencialidades(diferenciados claro pela constituição individual de cada um) a Lei protege o ser humano antes de tuuuuuuuuuuuuuudo, vou repetir: tuuuuuuuuuuuuuuuudo, inclusive de suas familiaridades teológicas, sendo assim, qualquer lei tem que ser lida de uma maneira laica, sem qualquer prisma ou entendimento religioso, protegendo o seu direito ao culto e o direito de outros ao culto também, seja do que for. A bíblia deve funcionar perfeitamente dentro da casa de seus praticantes, do lado de fora a LIBERDADE DE EXPRESSÃO que tanto é defendida por vcs versus esse projeto de lei, deve vigorar e proteger seus futuros direitos!!! Então não sejam contraditórios!!!

PARA OS SENADORES: Parabéns pelo empreendido e vamos ver o que acontece quando terminamos com a CRUELDADE existente entre os homens que usam de punição contra as minorias raciais e sexuais, porque todos os dias graças a falta de respostas racionais explicando nossas diferenças, o canino grupo dos perseguidores vão misturar sempre as realidades conforme suas fantasias de medo e superioridade, e claro, vão entristecer a vida alheia dizendo que assim defendem DEUS.

Anônimo disse...

OS LEGISLADORES QUEREM PUNIR DEUS, O CRIADOR DE TODAS AS COISAS, POIS FOI ELE QUEM DISSE QUE OS EFEMINADOS E SODOMITAS NÃO HERDARÃO O REINO DE DEUS

Anônimo disse...

A cada dia me inojo mais com a politica nacional, enquanto milhões de Brasileiros estão morrendo de fome, desempregados,sem educação, saneamento básico, na fila de hospitais, do INSS p/ se aposentar, etc. O congresso Nacional está preocupado com uma leizinha tão idiota, buscando proteger um grupo enquanto o país mergulha mais e mais em mazelas sociais. e O mais doido é saber que foi o povo que elegeu este "mangote" de incopetente e vagabundo.

Albertino disse...

A inversão de valores, tem trazido conseqüências danosas a sociedade. Defender a prática do homossexualismo é ir de encontro as leis Divina. Deus ama o homossexual, mas odeia o homossexualismo.
Espero que na hora de aprovar tal lei, o temor a Deus prevaleça.

Anônimo disse...

Eu sou homossexual, não tenho nenhum problema com pessoas que dizem que o que faço é errado, mas quando me xingam, me ameaçam fisicamente ou me humilham publicamente por estar de mãos dadas com meu namorado na rua me sinto inseguro e com meus direitos básicos não respeitados. É para esse tipo de situação que essa lei foi proposta.

Não existe nenhum argumento lógico contra a existência do homossexualismo que não passe por religião, e como estamos em um estado laico, o estado tem como obrigação proteger pessoas desse tipo de abuso.

Yosashi disse...

Para alguns o PLC 122/2006 é maravilhoso e justo, para mim trata se de uma tenativa ultrajante de reviver a mais vil manifestação da tirania, o delito de opinião. Piores são aqueles que usam como argumento que um projeto de lei não diga respeito a todos os cidadãos, mas apenas aqueles que seram beneficiados por eles, em detrimento da maioria, malditos sejam todos que buscam lapidar a cidadania.
Ainda mais debeis são os argumentos daqueles que pretendem equiparar raça com opção sexual, visto que não existem concenso sobre a causa do homossexualismo, assim se o mesmo for uma opção, tão somente poderia ser equiparado a uma ideologia. Vocês podem abrir mão dos seus direitos em favor dos GLS, mas não podem obrigar os demais cidadãos a aceitarem de bom grado uma incenssatez como o PLC 122/2006.

Anônimo disse...

Eu não sou homossexual e também não acho que a homossexualidade é normal.Mas eu não tenho nenhum medo dessa lei,pois tenho o costume de respeitar quem me respeita,seja hétero ou homo.Quem teme essa lei não preza por sua liberdade de expressão,mas sim pelo direito de continuar humilhando pessoas.
Ao último postador:Sabemos que a homossexualidade é um comportamento e não uma característica física como a raça.Mas isso não quer dizer que é absurdo que um homossexual ou trangênero seja protegido contra violências por causa do seu comportamento.Lembremo-nos que ser judeu também não é uma questão de raça,mas de comportamento também,e os judeus contam com leis para protegê-los.

Oliveira disse...

É vergonhoso dizer que em DEMOCRACIA a maioria vence. Os senhores SENADORES não pensam que os milhõess de brasileiros são contrarios a essa lei que fere princípios básicos do carater FAMÍLIA. Somos desrespeitados por uma minoria e temos que aceitar. As pessoas que se acham no direito de reinvindicar opçoes sexuais deviam pensar: Como será minha vida quando eu tiver com 70, ou 80 anos? - Quer a resposta? - Sozinhos sem o amor de um filho (a) biológico sem conhecer o verdadeiro sentido de um amor verdadeiro entre um Homem e uma Mulher como DEUS assim os criou.O contrario disto é perversão.
Pensem. Meditem. Reflitam na moral de uma nação que aprovam leis absurdas de condutas insuportáveis como o homossexualismo. Não é questão de direitos é questão de vergonha.

stiverson disse...

Se a plc 122/2006 não esta protegendo os direitos de um grupo em detrimento de outro,então acredito que ela é no mínimo irracional, pois já existem leis no país que protegem tooooooooodos, repito tooooooooodos os cidadãos contra ofenças,agreções fisicas ou verbais,assassinato, etc,etc...., além do que acredito que os homossexuais estejam sendo usados por grupos com fins mercadológicos, pois todos sabemos que os homossexuais gastam mais. Lamento profundamente que de uma maneiro ou outra seres humanos continuem sendo usados para interesses próprios e egoistas.
Stiverson

Martinho disse...

Nosso Deus!! Q horror!!
Mas alguns héteros conseguem ser totalmente ridículos...nem sei como fazem isso...
Meu nome é Martinho, minha orientação sexual é homossexual, e fico pasmo de ler essas postagens de heteros q não sabem de nada sobre homossexualidade...
Homossexualidade não é escolha, é orientação sexual...vcs falam como se entendessem tudo sobre isso...
Só quem é gay sabe todas as desilusões q passou desde que se descobriu gay...
Só Deus sabe o que passei, não escolhi, apenas nunca senti tesão, ou atração física por mulheres, como evitar? num dava...eu sou assim.
Deus me fez assim e tenho certeza de que ele me aceita como eu sou.
Mas é claro que ele criou dois sexos...que duvida disso? Presta atenção nas asneiras q vcs estão falando...
...Ele criou Homem e mulher ninguém tá discutindo isso...oloko!!
Não coloque Deus no meio desse preconceito todo isso sim é pecado.
Essa lei protege o homossexual e é claro sou a favor...eu mesmo já fui agredido muitas vezes apenas por ser homossexual...e vcs "Cristãos" sendo contra essa lei estão apoiando que nós gay sejamos discriminados, apanhemos, só pq somos gays...
Cadê o amor?
A bíblia de vcs num diz que tem que tem q amar uns aos outros?
Hopócritas!!
Tow cansando desse tipo de gente.
Hj mesmo vou ligar no alõ senado pra pedir pros deputados votarem a favor da lei e vou dizer pra todos os meus amigos fazerem o mesmo.

T+ Cristãos hipócritas preconceituosos!!!

Anônimo disse...

Acho interessante ver os diferentes pontos de vista dos comentarios. Mas para mim ficou faltando uma coisa: o que diz exatamente o projeto de lei? Onde posso ler o texto na integra?

Fica parecendo que todos estao discutindo se sao contra ou a favor da frase "Eh proibido ser contra homossexuais".

Mas obviamente a lei nao eh essa simples frase. Antes de expressar minha opiniao, eu preciso ler a integra do projeto de lei.

robson disse...

Estou pronto para expressar minha politicofobia nas proximas eleições

Anônimo disse...

Ohh Matinho!!

pelo jeito é o que vc sabe fazer quando fica nervoso, não "xingar""

Quero te dizer que Sou cristão e tenho amigos Homosexuais, e ""amos eles""
mas falo para eles que o que fazem vai contra as leis de Deus!!
Sodoma e Gomorra tinha os mesmo habitos, e a cidade foi destruida por Deus através de catástrofes..
Bem amigo, sou um grande amigo, e o fato de vc me xingar de hipócrita nao me dpá o direito de colocá-los na cadeia.

que Deus o abençoe e toque sempre seu coração...

Amo vc como ser humano, mas não concordo com o que vc faz!
há crime nisso!?

Éssa é a diferença!!!

Giiul disse...

Bem, vamos lá.

Primeiro erro, o senhor ainda não tem conhecimento necessário para falar de qualquer tipo de repressão, se se quer nem a conhece.

A muito que não se fala mais em opção, e sim em preferência. Ou o senhor escolheu gostar do sexo oposto? Se sua resposta fôr sim, permita-me apresentar-lhe um verbete natural dos homossexias: "saia do armário!!"

A muito mais tempo ainda que não se ACEITA o termo homossexualismo, tendo em vista que o sufixo "ismo" está determinado à doenças. Tendo assim uma infração da lei número 3406/2000. E se permite, novamente, doentes são mentes pequenas e desprovidas de reconhecimento.

E por fim, não quero reprimi-lo de forma alguma. A liberdade geral, isso inclui a de expressão, está noas nossa lutas.

VIVA A LIBERDADE E ORGULHO HOMOSSEXAL!!

Anônimo disse...

A câmara dos deputados deixou de representar o povo e agora representa apenas minorias.
Este projeto é bem a cara do PT, que deseja transformar o Brasil em uma anarquia.
O projeto não fere apenas a Deus, mas a uma sociedade brasileira que não é discriminadora, mas que ao mesmo tempo sempre foi baseada em bons costumes, mas fere a constituição federal no seu artigo 5º que nos assegura os direitos individuais.
Não é democrático tolir os direitos da maioria em favor de uma minoria, isto é demagógico.
Se alguém quer ser homoxessual é problema dele, agora eu tenho de ter o direito de não concordar com isso, isso é chamado de DEMOCRACIA, uma coisa que este governo infelizmente não entende!

Fla´vio Amorim disse...

Espaço Democrático! Escreverei pontuando o que lí nos comentários, pois o texto está superficial apesar de rebuscado! 1º Deus realmente só criou 2 sexos, um homossexual tem algum dos 2 e gosta de se relacionar com pessoas do mesmo sexo. E isso não é pecado! Não há nada que diga isso no novo testamento, Já sei que você vai citar Romanos ou Corintios, lá fala de pessoas devassas, os Homossexuais não são assim em sua maioria bem como os heteros. Usamos o termo HOMOAFETIVO, assim são pessoas que se amam e tem o mesmo sexo! Depois este ponto de vista e apenas cristão, existe tantas igrejas e doutrinas que grande parte dos "Santos Evangélicos" nem conhece a historia das igrejas que frequentam e também não deixam os homossexuais frequentarem livremente! Existe alguem doente, esta praga é o Fanatismo, o mesmo que matou Jesus por ser Diferente!
2º Para quem LEU a Lei, convenhamos que lá não fala Homossexualismo, fala Orientação Sexual, ou seja caso Heteros e Homossexuais forem discrimidados serão protegidos pela lei! A lei não abre brechas à pedofilia (cometida em sua maioria por Heteros, ao menos é o que se ouve... Padres e Pastores parecem ser recordistas destas práticas ilicitas).
3º O melhor comentário que lí a pessoa anonima dizia não temer a lei pois costuma respeitar as pessoas! BRAVO, se todos simplismente respeitassem não seria necessário discutir a PLC...
4º Brasil é um país Laico, isso que dizer que doutrinas religiosas não devem interferir na qualidade de vida das pessoas!
5º Ame como Jesus Ensinou! Ame como ele amou Madalena que se prostituia... Sei que heteros e Homos se prostituem, mas a maioria tem outras profissoes, são cidadãos e merecem respeito! Se você não pode amar, é mal do século, apenas respeite!

Otávio Monteiro disse...

Certos Congressistas desacreditados, para receber votos da minoria gay, sugere a aprovação de lei de homofobia, e esquecem que esta lei vai privilegiar esta minoria desacreditada pelos homens e por DEUS, porque DEUS nunca quis que o homem metesse o seu pênis no ânus de outro homem, etc. sendo uma aberração inconcebível favorecer esta classe de pederastas, sodomitas, que só trazem desgraças para o país. José Otávio Nunes Monteiro.

Carlos Gomes disse...

Sou completamente a favor da aprovação do PLC 122/2006 que criminaliza a homofobia, precisamos avançar no processo de emancipação por direitos humanos!
Faremos o possivel, não se trata de uma simples Lei, se trata de garantia de direito!!!

Daniel disse...

Cara, algumas pessoas que postaram aqui precisam ler mais e ter a mente mais aberta. Comparar homossexualidade com pedofilia é um exagero fulminante.
Está provado na ciência que a homossexualidade não é escolha, é um estímulo natural assim como a heterossexualidade. Isto é fato.
No meu trabalho sou humilhado publicamente e diariamente por um determinado indivíduo, pelo simples fato de ser homossexual. Eu nunca falei nada com ele sobre o assunto, ele simplesmente concluiu sozinho. Emitir qualquer tipo de resposta é inútil pois será levado sempre para o lado pejorativo. O que fiz com esta pessoa para merecer tal tratamento?
São estas os tipos de pessoas que temem esta lei. Quem respeita a orientção sexual de cada um e cuida da sua vida não tem o que temer. Esta lei não infrigirá o direito de ninguém e nem protegerá ninguém, irá apenas assegurar direitos básicos que todos merecemos(heteroafetivos e homoafetivos).
O escritor deste artigo está totalmente equivocado.

Martinho disse...

Já postei e só digo mais uma coisa...devemos respeitar uns aos outros...

Isso é uma falta de respeito!!

Sou homo com muito orgulho!!

Paulo Souza disse...

Eu, minha família e amigos já votamos em alguns desses políticos que agora, vergonhosamente, apóiam a lei da mordaça gay (PLC 122/06).

SE ELES, PARA FAZER AGRADINHOS A UMA MINORIA CHANTAGISTA, PERMANECEREM APOIANDO TAL ATENTADO CONTRA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO E DE ESCOLHA DO POVO BRASILEIRO, NUNCA MAIS TERÃO O MEU VOTO.
E MEUS AMIGOS E FAMILIARES, CIENTES DA ATITUDE TOTALITÁRIA E TRAIÇOEIRA DESSES POLÍTICOS, TAMBÉM PENSAM O MESMO.

danililian disse...

Isso é tão ridículo q não há palavras para eu expressar tamanha indignação, raiva e vergonha, por saber que nesse mundo e especialmente nesse país, existam tantos hipócritas, imbecis, desequilibrados e FDP preconceituosos!!!!!!!!!!
É por essas e outras q essa MERDA de país não vai pra frente, por gente MERDA que nem essas q acham q podem julgar tudo e todos!

Paulinho disse...

Isso � o c�mulo que pode chegar a Pol�tica Brasileira... Pol�ticos serem a favor da morda�a gay(PLC 122/2006)... Antes que tirem coment�rios escrupulosos contra mim, quero dizer que das 21 civilaza�es que estudamos nos livros de hist�ria, 19 delas suncubiram por causa da deprava�o moral, um exemplo era os governantes gays da Gr�cia, uma xocarrice o que faziam por alguns de seus companheiros. DIREITO � DIREITO, tenho DIREITO de falar, assim como VC homossexual tem o DIREITO de esculaxar aqueles cujos cora�es est�o apenas querendo o seu bem e o crescimento do nosso pa�s. Enquanto pessoas est�o morrendo nas filas dos hospitais p�blicos, fica uma cambada de pol�ticos perdendo tempo com essas coisas... JESUS estar voltando, e pessoas de todas as caracter�sticas; grande, pequeno, afro-descedente, branco, �ndio ser�o julgados pelo nosso DEUS.

A VC homossexual digo apenas uma coisa: "Visite uma igreja evang�lica, tenho certeza que sua VIDA vai mudar, JESUS vai mudar a tua hist�ria!"

Como prova, j� temos quase 10 homossesuais em nossa igreja que vieram e DEUS os libertou, e o nosso templo comporta apenas 300 pessoas por enquanto. Vamos crescer, mas crescer pra MELHOR!!!

Martinho disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nossa nunk li tanta mentira...kkk
kkk
"libertou"?kkk

bobagem...uma vez gay sempre gay...
baboseiras e mais baboseiras...
eu vou pra religião q eu quiser...hum..."Vai numa igreja evangélica"...kkkk era só o q faltava....

Reinaldo disse...

De onde o ilustre jornalista tirou a idéia que nós homossexuais queremos proclamar nossa “superioridade”? Muito pelo contrário, justamente por sermos tratados como seres inferiores, depravados, etc. etc. e etc, a lei tenta impor o devido respeito com nossos semelhantes. Não queremos o direito de ficar criticando as religiões nem tampouco gerar controvérsia inúteis com questões filosóficas. Somente o direito de viver nossas vidas, e sermos tratados com igualdade (e não superioridade), como nosso infeliz jornalista propõe. A história já nos desmentiu a supremacia “da palavra” de Deus, impostas pelos religiosos em suas apologias onde o principal é manipular as massas para manter o poder (político e financeiro). Nossa terra já foi “plana” e era o centro do universo, quem ousou discordar foi assassinado na fogueira, hoje “infelizmente para os religiosos de plantão” eles não podem decretar que nós homossexuais sejamos assassinados em suas fogueiras, mas continuam exigindo o direito não material de nos condenar “às fogueiras do inferno” já que não podem mais aplicar a pena de forma literal. Onde ficou a filosofia pregada por Jesus Cristo? “Amar ao próximo”. Quem sabe a história no futuro também desminta que a homossexualidade não seja um comportamento atroz, e não precisemos de que o respeito ao próximo seja decretado por uma lei, e não sejamos mais condenados ao fogo do inferno assim como os que deixaram de acreditar que terra é redonda e gira em torno do sol. Se este dia chegar não precisaremos mais gerar controvérsias nem nos defendermos de religiosos, ao meu ver mal intencionados, na busca do poder perdido ao longo da história. Não atacamos as religiões, simplesmente nos defendemos de suas imposições muitas vezes hipócritas.

Reinaldo disse...

Aos que acreditam na verdade absoluta das escrituras, que tal utilizar o melhor dom que Deus nos deu? O de raciocinar....

Vejam que interessante artigo publicado na Folha de São Paulo pelo colunista Rubem Alves.
Rubem Alves tem 75 anos e, além de colunista da Folha, é Bacharel e Mestre em Teologia, Doutor em Filosofia (Ph.D.) pelo Seminário Teológico de Princeton (EUA), psicanalista, educador (Professor Emérito da UNICAMP), sociólogo, escritor e ex-pastor da Igreja Presbiteriana. Artigo publicado na Folha de São Paulo em 30/09/2008.

HOMOSSEXUALIDADE E OUTROS PECADOS...

Cristãos fundamentalistas são os que acreditam que as sagradas escrituras foram ditadas diretamente por Deus e que, por isso, tudo o que nelas está escrito é sagrado, verdadeiro e deve ser obrigatoriamente obedecido para sempre. A verdade divina está fora do tempo. Aquilo que Deus comandava há 3.000 anos é valido para hoje e para todos os tempos futuros.
Digo isso a propósito de uma carta dirigida a Laura Schlessinger, conhecida locutora de rádio nos Estados Unidos que tem um desses programas interativos que dá respostas e conselhos aos ouvintes que a chamam ao telefone. Recentemente, perguntada sobre a homossexualidade, a locutora disse que se trata de uma abominação, pois assim a Bíblia o afirma no livro de Levítico 18:22.
Um ouvinte escreveu-lhe então uma carta que vou transcrever:

“Querida doutora Laura, muito obrigado por se esforçar tanto pra educar as pessoas segundo a lei de Deus. (...) Mas, de qualquer forma, necessito de alguns conselhos adicionais de sua parte a respeito de outras leis bíblicas e sobre a forma de cumpri-las:
1 - Gostaria de vender minha filha como serva, tal como o indica o livro de Êxodo 21:7. Nos tempos em que vivemos, na sua opinião, qual seria o preço adequado?
2 -O livro de Levitíco 25:44 estabelece que posso possuir escravos, tanto homens como mulheres, desde que sejam adquiridos de países vizinhos. Um amigo meu afirma que isso só se aplica aos mexicanos, mas não aos canadenses. Será que a senhora poderia esclarecer esse ponto? Por que não posso possuir canadenses?
3 -Sei que não estou autorizado a ter qualquer contato com mulher alguma no seu período de impureza menstrual (Levítico 18:19, 20:18 etc.) O problema que se coloca é o seguinte: como posso saber se as mulheres estão menstruadas ou não? Tenho tentado perguntar-lhes, mas muitas mulheres são tímidas e outras se sentem ofendidas.
4 -Tenho um vizinho que insiste em trabalhar no sábado. O livro de Êxodo 35:2 claramente estabelece que quem trabalha aos sábados deve receber pena de morte. Isso quer dizer que eu, pessoalmente, sou obrigado a matá-lo? Será que a senhora poderia, de alguma maneira, aliviar-me dessa obrigação aborrecida?
5 -No livro de Levítico 21:18-21 está estabelecido que uma pessoa não pode se aproximar do altar de Deus se tiver algum defeito na vista. Preciso confessar que eu preciso usar óculos para ver. Minha acuidade visual tem de ser 100% para que eu me aproxime do altar de Deus?
6 -Eu sei, graças a Levítico 11:6-8, que quem tocar a pele de um porco morto fica impuro. Acontece que adoro jogar futebol americano, cujas bolas são feitas de pele de porco. Será que me será permitido continuar a jogar futebol americano se usar luvas?
7 -Meu tio tem um sítio. Deixa de cumprir o que diz Levítico 19:19, pois que planta dois tipos diferentes de semente no mesmo campo, e também deixa de cumprir a sua mulher, que usa roupas de dois tecidos diferentes – a saber, algodão e poliéster. Será que é necessário levar a cabo o complicado procedimento de reunir todas as pessoas da vila para apedrejá-la? Não poderíamos queimá-la numa reunião privada?
Sei que a senhora estudou esses assuntos com grande profundidade de forma que confio plenamente na sua ajuda. Obrigado de novo por recordar-nos que a palavra de Deus é eterna e imutável”.

FERNANDA disse...

LEIS QUE GARANTEM DIREITOS DE LIBERDADE E DE EXPRESSÃO JÁ EXISTEM O QUE FALTAM É SEREM CUMPRIDAS.

O PAÍS PRECISA MAIS DE ATITUDE QUE DE LEIS, LEIS TEM AOS BALDES LEIS. NÃO EXISTE UMA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS?

Fernanda disse...

EU PARTICULARMENTE NÃO VEJO COM NATURALIDADE O HOMOXESSUALISMO, MAS SEI QUE ISSO NÃO ME DÁ O DIREITO DE DESRESPEITÁ-LO. ACREDITO NO QUE A BIBLIA DIZ A RESPEITO DESTA PRATICA QUE É REPROVADO POR DEUS, MAS JESUS ENSINA TAMBEM QUE NÃO SE DEVE FAZER ACEPÇAO DE PESSOAS E QUE DEVEMOS TRATÁ-LAS COMO GOSTARIAMOS QUE ELAS NOS TRATASSEM. JESUS EM SUA PALAVRA DIZ AINDA QUE AQUELE QUE É SEU AMIGO ESCUTA AS SUAS PALAVRAS E AS SEGUE, MUITAS VEZES A GENTE DIZ QUE O AMA, MAS NÃO QUER ESCUTAR AQUILO QUE DEUS TEM PRA FALAR PORQUE É DURO SABER QUE ALGUEM NÃO CONCORDA COM AQUILO QUE VOCÊ JULGA SER O CERTO. A BIBLIA É MUITO LINDA QUANDO AFIRMA QUE DEUS REPREENDE AQUELES QUE ELE AMA, CERTAMENTE OS HOMOSSEXUAIS SÃO UNS DESSES AMADOS QUE SÃO REPREENDIDOS PELO PROPRIO DEUS.

Emerson disse...

Quero deixar a minha opinião referente a PL 122/2006, sou totalmente contra este projeto de lei, por achar abusiva e ditatorial. É inconstitucional, um direito não pode revogar o direito de outros, eu me expressar contra a pratica é totalmente diferente, de se expressar contra o praticante, quero deixar claro que a igreja não tem nada contra o homosexual, mas sim a sua pratica, devemos e temos a obrigação de respeitar o livre arbitrio de todos os seres humanos. Deus capacitou todo serhumano com livre arbitrio, seja qual for a sua escolha; boa ou ruim. Agora fazer-nos engolir por guela baixo o dever de concordar com tais práticas é um absurdo, quero deixar para os Senadores que daqui a dois anos vamos ter eleições, os evangelicos quem são em torno de 35 milhões, vão votar, e vai dar resposta nas urnas.

George disse...

Emerson:
Quando você diz "Agora fazer-nos engolir por guela baixo o dever de concordar com tais práticas é um absurdo" eu também concordo e em um país que prega a liberdade isso não pode existir.
Por isso é que o plc 122/2006 deve ser aprovado pois ele NÃO obriga ninguem a concordar com o homossexualismo ele apenas criminaliza a manifestação material de preconceito ou a injuria contra homossexuais.
Quero lembrar que a "lei contra a homofobia" não é uma lei nova, ela já existe (lei 7716/1989)só que na sua redação só são considerados crimes abusosos motivados por cor, raça, RELIGIÃO e origem nacional.
Portanto o plc 122/2006 não cria um privilegio ou ditadura gay uma vez que evangelicos já são hoje protegidos por essa lei e não se criou uma ditadura evangelica ou negra ou estrangeira no Brasil.
Emeson, você pode conferir as redações das lei citadas na pagina da casa civil, leia e veja que não há espaço para criação de crime de opinião ou cerceamento de liberdade.

Anônimo disse...

Nossa, você bem que poderia ter ficado calado com relação a esse tema. Vc realmente já ouviu alguém falar que o fulano ao transar com sua esposa está cometendo uma abominação...nossa. Por favor...da próxima~vez não menospreze a inteligencia e criatividade dos primatas.

Dannizinha disse...

Não vejo nenhum perigo querer defender o direito de uma classe minoritária.
Vejo sim perigo
onde as pessoas
querem proibir pessoas de obterem proteção legal contra discriminação, seja ela de qualquer gênero que for!
Li muita coisa absurdas nos comentários acima, dizendo que a Lei proibiria as pessoas de se expressarem, o que é uma brutal mentira
proibe sim a discriminação de uma pessoa em face de ela ser homossexual, o que está absolutamente correto.
Se as pessoas fossem civilizadas o suficiente
para respeitar cada cidadão em sua condição como pessoa humana não precisariamos das leis protetivas, mas como humanos e imperfeitos que somos, temos e devemos fazer e aprovar sim Leis que protejam a minoria
Espero que a PLC 122/2006 seja aprovada!!!

Anônimo disse...

Danizinha, em poucas palavras vc já disse tudo, sem bablabla.
Qdo o problema nao está na pele das pessoas, é mais fácil meter a boca no trombone, e ficar pensando no q só é melhor p/ elas.
Qdo alguem se sente prejudicado é claro, q não quer aceitar,ai sente odio por aquela situaçao.
Ninguem gosta de ser maltrado,ainda + se não fez nada para ocasionar isso.
Então é tão simples ver as coisas, é saber ter respeito pelo proximo como a ti mesmo, independente de sexo, cor, religiao, o q for,amar o outro sem ter q ver defeitos, deixa DEUS q é nosso pai saber lidar com as diferenças, pois ele conhece todos seus filhos, é ele q sabe o q melhor pra nós.

Vivam a vida e tome conta cada um da sua, pq a vida passa rápido, e daqui a pouco é hora de partir, e não vai dar pra viver as maravilhas q tem por aqui.

Então quem não é favor do respeito ao ser humano homoafetivo, não é a favor da vida, da liberdade de pensamento, pois acima de tudo são seres humanos, q por muitos são + humanos, q os proprios q dizem se certinhos heteros.
Não precisaria lei de respeito se tivesse respeito.

Anônimo disse...

"T+ Cristãos hipócritas preconceituosos!!!"

quem está sendo preconceituoso agora?

Cara, ninguém nasce gay. Aliás, ninguém nasce com consciênscia sexual.

Mas eu acredito que se o teu desejo não condiz com o aparelho,etnão tem algo errado.

o Problema desse plc é a brecha que ele abre pra várias práticas ruins serem admitidas, a pedofilia é uma delas. Por isso,eu sou contra.

ÍTALO - HETERO! disse...

Eu não sei porque perdi meu preciso tempo lendo tanta ignorancia!
Sabia que o preconceito ainda existia e a ignorancia também... mas venhamos e convenhamos... estamos em pleno seculo 21, onde ha quebra de barreiras e eliminação de rotulos... ai ainda vem um monte de idiotas ignorantes que não sabem distinguir 'oriitação sexual' de homossexualidade!
para a besta que escreveu esse rebuscado besteirol... orientação sexual fala inclusive de "HETEROOOOSSSSSSEEEEXXXUUAAAALLLL!"
BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUURRRO!
E ainda é jornalista uma desgraça dessa! ê lê Lê!
Ou seja analfabetooooo! Se um dia voce for xingado de "hetero"!Que eu acho meio dificil, afinal xingamento se voce fosse chamado de gay, viado... dai por levar em conta a lei melhor adequada aos homossexuais. Voce tambem poderá usar essa mesma lei que você critica negativamente!
VIVA A CENSURA DA BURRICE!

Guilherme Boaviagem disse...

Boa tarde,

Incrível como muitos dos que aqui escreveram são mais preconceituosos do que os que eles acusam ser.

De fato, a PLC 122/2006 é de uma incoerência gritante. Devemos analisar o projeto com calma: é verdade que o desrespeito e a agressão (de qualquer natureza) ao homossexual é moralmente (e demasiadamente) ilícita. Mas a vergonha do projeto não é essa: é que a PLC 122 garante que, além dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição Federal a todas as pessoas, os praticantes do homossexualismo terão direitos extras unicamente em virtude do homossexualismo por eles praticado. Entendem o desequilíbrio?

Sinceramente, é apenas questão de moral. Se nosso Estado é democrático, porque não levantar esta questão ao povo? Está é mais uma imposição desse nosso governo.

Só pra esclarecer, eu sou cristão católico, e a Igreja nunca (absolutamente nunca) promoveu doutrina alguma contra os homossexuais. A Igreja só manteve seu posicionamento moral em prol da ordenação natural das coisas, e, como o homossexualismo é um ato contra a natureza humana, é moralmente ilícito. Veja, o "homossexualismo", mas não contra a pessoa homossexual, já que tantos aqui já explicaram bem como Jesus perdoa e redime qualquer pecador arrependido, que O procure em Sua Igreja. Eu apenas gostaria que as pessoas que (tão mais preconceituosamente) rotularam os religiosos e cristãos de preconceituosos ESTUDASSEM o que a Igreja realmente diz. Procurem pelo Catecismo da Igreja Católica (podem ler neste site: http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/prima-pagina-cic_po.html) e por outros documentos eclesiais. Vocês verão o quanto se enganam.

Enfim, que Deus os abençoe sempre! Fiquem com Deus e Maria.

Per Regnum Christi ad Gloriam Dei!

Renata disse...

Se liberdade de expressão é dar direito a alguem de humilhar, constranger e até mesmo matar, prefiro viver em uma ditadura onde respeitar o proximo seja obrigatorio.

Anônimo disse...

A única coisa com que concordo é que um macaco, se bem treinado, vai conseguir desenvolver um artigo melhor e com argumentos menos torpes que esse; e o pior de tudo isso é ver outras pessoas, outros leitores concordando com os argumentos desse artigo: muito triste. Acho que a única que me faria desistir de lutar pela aprovação desse projeto, seria um outro projeto de lei: um contra o analfabetismo funcional.

Anônimo disse...

nosso Estado é laico.

Encontro disse...

Ser Gay é um direito e não uma opção! - Vote a favor do PLC 122/2006

O Brasil é um dos 10 países do mundo com o maior índice de violência contra homossexuais. Recentemente surgiu uma discussão em listas de debates na internet a respeito de se fazer um plebiscito para o PLC 122/2006, aquele de autoria da ex-deputada do PT Iara Bernardi e que criminaliza a homofobia em todo o território brasileiro. Na verdade o que se pretende é fazer um complemento a lei do racismo e incluir os crimes por homofobia. Não cabe àquelas pessoas que não são vitimas de homofobia decidirem se devemos ou não ter lei que nos proteja judicialmente, pois se trata de direitos humanos e de uma obrigação do Estado em proteger as suas minorias. Porém, é necessário e urgente fazer o próprio público LGBT tomar conhecimento e posse do PLC 122. Os grupos religiosos já colaram todo o tipo de peça no PLC 122: lei da mordaça, ditadura gay, inconstitucional, lei do diabo e sem contar a perseguição que fazem a senadora Fátima Cleide, atual relatora do projeto.

Conheça a lei neste link:
https://www.naohomofobia.com.br/lei/index.php

Assista alguns vídeos que podem ajudar você
a compreender o PLC 122/2006, em: http://novaconsciencia.multiply.com/journal/item/183/183

Anônimo disse...

Sinceramente, boa parte das pessoas que tiveram o trabalho de postar suas opiniões, não fizeram nada além disso: dar opiniões. Há 25 séculos os filósofos vêm tentando mostrar que as opiniões são passíveis de nos enganar. E, portanto, é justamente a capacidade que diferencia o animal homem das demais espécies(a de pensar) que deve se voltar às próprias opiniões. Usar a coerência, a lógica, não ceder ao egoísmo e vaidade.
Tentar pensar de forma imparcial, por mais que esta seja uma tarefa difícil.

Em primeiro lugar, quem se disse cristão/ religioso, deveria observar melhor a "lição moral" de seus ícones religiosos; No caso dos cristão ele seria Cristo. Pegando este exemplo, entende-se que Cristo pregou igualdade, insubmissão, liberdade.

Em segundo lugar, se fôssemos chegar ao limite da questão, ninguém nasce, por exemplo, corinthiano. Por analogia, ninguém nasce cristão. Conseguem aceitar isso?

Em terceiro lugar, não há Direito que conflite com outro. Então, para aqueles que opinam ter direito de aceitar ou não alguma coisa, saibam que são responsáveis civilmente pelas suas declarações.

Em quarto lugar, como alguém escreveu muito certeiramente, o substitutivo ao PLC 122 trata de "equiparar" uma desigualdade. Isto siignifica que os direitos aos heterossexuais já são assegurados, mas aos homossexuais e trans, não.

Em quinto lugar, há algum analfabeto funcional nesta lista, pois conseguiu relacionar o tema À pedofilia. É analfabeto ou tem algum problema mental, já que pedófilo não necessariamente é gay ou trans. Há pedófilos heterossexuais; E o que se pleitea é que a orientação sexual esteja livre de discriminação. Não há referência a suspensão do enquadramento de atentado ao pudor, por exemplo. Então, acostumem-se com beijos e mãos dadas que ocorrerão com esta população de forma explícita, mas não sejam ridículos em pensar que não há limites; Repetindo,trata-se de isonomia de Direitos.

Por falar em relacionamentos, a relação consentida nunca se equipara à violação de menores (pedofilia) ou maiores (estupro).

E ao autor, que precisa de alguma atenção, cuidado, seu exemplo é prova, embora escreva o contrário, de que você é incapaz de aplicar corretamente a lógica, pois o fez de modo leviano. Propondo um exemplo que não deriva necessariamente do tema do substitutivo demonstra inabilidade intelectual.

Por que,embora fosse um exemplo (pífio) o presidente transar com sua esposa seria abominável?

Não há sentido na proposição. Foi uma estratégia vil para justapor seu argumento medíocre.

Isto, sim, é abominável.

Anônimo disse...

Boa noite Senhores,

Diante de tantos comentários eu gostaria também de deixar a minha participação,pois acredito que os debates nos ajudam a crescer intelectualmente.
Analisemos os textos das leis, tanto o projeto da PLC 122/2006 (apenas uma parte, não a consegui toda), quanto partes do “CÓDIGO PENAL BRASILEIRO”. Colocarei as leis em letras maiúsculas e os meus comentários em letras minúsculas.
“LEI DA HOMOFOBIA”
ART. 2º. PARA OS EFEITOS DESTA LEI SÃO ATOS DE DISCRIMINAÇÃO IMPOR ÀS PESSOAS, DE QUALQUER ORIENTAÇÃO SEXUAL, E EM FACE DESTA, AS SEGUINTES SITUAÇÕES:
I - CONSTRANGIMENTO OU EXPOSIÇÃO AO RIDÍCULO;
II - PROIBIÇÃO DE INGRESSO OU PERMANÊNCIA;
III - ATENDIMENTO DIFERENCIADO OU SELECIONADO;
IV - PRETERIMENTO QUANDO DA OCUPAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM HOTÉIS OU SIMILARES, OU A IMPOSIÇÃO DE PAGAMENTO DE MAIS DE UMA UNIDADE;
V - PRETERIMENTO EM ALUGUEL OU LOCAÇÃO DE QUALQUER NATUREZA OU AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS PARA FINS RESIDENCIAIS, COMERCIAIS OU DE LAZER;
VI - PRETERIMENTO EM EXAME, SELEÇÃO OU ENTREVISTA PARA INGRESSO EM EMPREGO;
VII - PRETERIMENTO EM RELAÇÃO A OUTROS CONSUMIDORES QUE SE ENCONTREM EM IDÊNTICA SITUAÇÃO;
VIII - ADOÇÃO DE ATOS DE COAÇÃO, AMEAÇA OU VIOLÊNCIA.

Os itens acima não asseguram nenhum direito novo ou proteção aos homossexuais, pois conforme Pupin e Oliveira Simôes em http://www.danos.com.br/?x=assunto&codigo=43dfa8be00015&nome=Danos%20Morais acessado agora:”os danos morais são aqueles que acabam por abalar a honra, a boa-fé subjetiva ou a dignidade das pessoas físicas ou jurídicas”. Sendo assim esses itens não justificam a aprovação da lei, pois qualquer homossexual que sofrer humilhação, ou tiver a sua dignidade afetada por um locatário pode entrar com um processo por danos morais, e sinceramente eu sugiro que façam valer os seus direitos. Ninguém tem o direito de humilhar os demais, sou radicalmente contra esse tipo de atitude.
Além disso, no Código Penal (que está em vigor atualmente), acesso em www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/Del2848.htm, consta:

CONSTRANGIMENTO ILEGAL
ART. 146 - CONSTRANGER ALGUÉM, MEDIANTE VIOLÊNCIA OU GRAVE AMEAÇA, OU DEPOIS DE LHE HAVER REDUZIDO, POR QUALQUER OUTRO MEIO, A CAPACIDADE DE RESISTÊNCIA, A NÃO FAZER O QUE A LEI PERMITE, OU A FAZER O QUE ELA NÃO MANDA:
PENA - DETENÇÃO, DE TRÊS MESES A UM ANO, OU MULTA.
AUMENTO DE PENA
§ 1º - AS PENAS APLICAM-SE CUMULATIVAMENTE E EM DOBRO, QUANDO, PARA A EXECUÇÃO DO CRIME, SE REÚNEM MAIS DE TRÊS PESSOAS, OU HÁ EMPREGO DE ARMAS.
§ 2º - ALÉM DAS PENAS COMINADAS, APLICAM-SE AS CORRESPONDENTES À VIOLÊNCIA.
AMEAÇA
ART. 147 - AMEAÇAR ALGUÉM, POR PALAVRA, ESCRITO OU GESTO, OU QUALQUER OUTRO MEIO SIMBÓLICO, DE CAUSAR-LHE MAL INJUSTO E GRAVE:
PENA - DETENÇÃO, DE UM A SEIS MESES, OU MULTA.

Anônimo disse...

Como vemos, o código Penal já prevê punição para constrangimento ilegal, a PLC 122/2006 não serve para garantir a integridade moral dos homossexuais, já temos leis que a assegura; a questão é fazer valê-la, o que eu sugiro que TODO homossexual que tenha os seus direitos desrespeitados denuncie às autoridades competentes.
Quanto aos casos de agressão de homossexuais, eu a recrimino e abomino muito mais, creio que a pena para agressão deva ser severa, como deve ser severa a agressão a heterossexuais. Porém, vale ressaltar que o código penal condena tal atitude, não só no texto acima citado como no que trata da lesão corporal. Veja o texto na íntegra:

LESÃO CORPORAL
ART. 129. OFENDER A INTEGRIDADE CORPORAL OU A SAÚDE DE OUTREM:
PENA - DETENÇÃO, DE TRÊS MESES A UM ANO.
LESÃO CORPORAL DE NATUREZA GRAVE
§ 1º SE RESULTA:
I - INCAPACIDADE PARA AS OCUPAÇÕES HABITUAIS, POR MAIS DE TRINTA DIAS;
II - PERIGO DE VIDA;
III - DEBILIDADE PERMANENTE DE MEMBRO, SENTIDO OU FUNÇÃO;
IV - ACELERAÇÃO DE PARTO:
PENA - RECLUSÃO, DE UM A CINCO ANOS.
§ 2° SE RESULTA:
I - INCAPACIDADE PERMANENTE PARA O TRABALHO;
II - ENFERMIDADE INCURAVEL;
III - PERDA OU INUTILIZAÇÃO DO MEMBRO, SENTIDO OU FUNÇÃO;
IV - DEFORMIDADE PERMANENTE;
V - ABORTO:
PENA - RECLUSÃO, DE DOIS A OITO ANOS.
LESÃO CORPORAL SEGUIDA DE MORTE
§ 3° SE RESULTA MORTE E AS CIRCUNSTÂNCIAS EVIDENCIAM QUE O AGENTE NÃO QUÍS O RESULTADO, NEM ASSUMIU O RISCO DE PRODUZÍ-LO:
PENA - RECLUSÃO, DE QUATRO A DOZE ANOS.

Devido a esses fatos, sou contra a “lei da homofobia” pois ela não visa impedir agressões e constrangimentos, isso nós já temos leis que criminalizam. Convido-os a refletir na mazela que um juiz do RS fez recentemente, condenando o INSS a fazer a operação de “troca de sexo”, decisão que valeria para todo o país (depois o INSS recorreu). Independente do número absurdo de pessoas que morrem nos Sistema Único de Saúde (já precário), um juiz ainda ordena o INSS que separe verbas para cirurgias estéticas, gente morre para que travestis sejam mutilados; isso é o absurdo do nosso sistema judiciário.
Agora analisemos a “lei da homofobia” aliada a forma de pensar de alguns juízes, selecionei algumas partes da lei
III - ATENDIMENTO DIFERENCIADO OU SELECIONADO;
IV - PRETERIMENTO QUANDO DA OCUPAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM HOTÉIS OU SIMILARES;
V - PRETERIMENTO EM ALUGUEL OU LOCAÇÃO DE QUALQUER NATUREZA OU AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS PARA FINS RESIDENCIAIS, COMERCIAIS OU DE LAZER;
VI - PRETERIMENTO EM EXAME, SELEÇÃO OU ENTREVISTA PARA INGRESSO EM EMPREGO;
VII - PRETERIMENTO EM RELAÇÃO A OUTROS CONSUMIDORES QUE SE ENCONTREM EM IDÊNTICA SITUAÇÃO;

Anônimo disse...

Se um locatário tiver que escolher entre dois inquilinos, um homossexual e outro heterossexual, e escolher o último poderá ser processado pelo outro alegando homofobia, conseqüentemente os locatários que quiserem se ver livres de problemas deverão dar preferência para os homossexuais (lembrem-se de nosso juiz gaúcho). Se estivermos disputando uma vaga no mercado de trabalho e o homossexual for eliminado poderá alegar descriminação. Se um funcionário for atender em algum lugar os clientes e não houver uma forma organizada de fila, deverá dar prioridade ao homossexual, ou poderá ser processado. Alguém pode alegar que é incoerente, mas a incoerência infelizmente faz parte de nosso judiciário. Se alguém pessoa por qualquer motivos falar algo contra a prática do homossexualismo e um homossexual se “sentir ofendido”, ele não precisa ser ofendido, basta sentir-se, poderá entrar com um processo (isso infelizmente fica em partes da lei que eu não consegui encontrar agora, mas que outrora li no site do governo). Sobre a questão das igrejas, saliento que nesse país todos têm a liberdade de culto, e se alguma religião acredita que o seu Deus condena uma prática ninguém pode impedir-lhe de falar sobre isso. Não conheço nenhuma igreja, evangélica ou não que defenda a agressão aos homossexuais. Desafio qualquer um a provar o contrário. Não conseguem não é? Como se fala coisa sem fundamento! Lembro ainda que todo pai tem o direito de dizer para o seu filho que um homem deve relacionar-se com mulher, é a sua opinião e deve ser respeitada. Se esse pai o induzir a agressão de homossexuais deve ser preso.
Essa lei em debate não visa proteger a integridade de homossexuais, pois para isso já temos leis. Essa lei visa encerrar o debate sadio sobre o assunto colocando uma mordaça em uma das partes. O que está em debate não é a agressão a homossexuais, quanto a isso creio que há um consenso que é um absurdo, bem como a agressão a heterossexuais; o que está em questão é a liberdade de cada um de expressar a sua opinião livremente.
Gostaria ainda de fazer algumas colocações, o “Encontro” mencionou que o número de agressões no nosso país era o 10 maior do mundo; gostaria de lembrar que somos um dos maiores países do mundo e um dos que tem maior índice de violência, tudo aqui ocorre a números altíssimos. Logo esse argumento não passa de alarmista.

Anônimo disse...

Quanto ao Reinaldo quando afirmou que a história já “desmentiu a supremacia ‘da palavra’ de Deus”. Eu gostaria de responder-lhe que está muito enganado, como ex-estudante de física posso afirmar-lhe que a situação é justamente inversa, a história confirma cada vez mais a veracidade da Bíblia é a capacidade humana de falar besteira. Quanto ao exemplo citado pelo senhor da terra redonda eu lhe sugiro que leia a Palavra de Deus antes de, tão ignorantemente, falar besteiras sobre Ela. Em Isaías 40:22 está escrito "Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar". Se Deus está sobre o círculo (ou redondeza, como aparece em algumas traduções), logo a terra é redonda. Esse texto foi escrito a mais de 700 anos antes de Cristo. No livro de Jó 26:7 diz: “Deus faz a terra pairar sobre o nada”. A mais de 1000 anos antes de Cristo a Bíblia já afirmava que a terra pairava sobre o nada. E como os homens saberiam disso? A CIÊNCIA AINDA NÃO O TINHA DESCOBERTO. Hoje sabemos que a Terra é redonda e paira sobre o nada, a ciência comprovou a veracidade da Palavra. Se homens que não leram a Bíblia falaram besteira por sua conta, isso só mostra a sua ignorância, não algum problema nas Escrituras.
Depois você afirma que “quem ousou discordar foi assassinado na fogueira”. Não há nenhuma semelhança com a PLC 122/2006? Quem é que está querendo a condenação das pessoas que não estão de acordo com as suas opiniões, os que são a favor da aprovação ou os que estão contra o projeto? Isso sim que é hipocrisia, se comete o erro e o condena na vida dos outros. Quem está promovendo uma caçada aos “homofóbicos” são, vocês. Então não nos assemelhem ao comportamento inquisidor da Igreja católica, porque quem quer calar os contrários acabando com qualquer debate não somos nós. Existe algum projeto de lei para prender os que se expressarem a favor do homossexualismo? Não!
Esse projeto não visa defender homossexuais de agressões, para isso já temos leis; ele visa impedir um debate aberto sobre o homossexualismo.

Anônimo disse...

Quanto ao nosso colega Luciano, que tão inflamadamente defendeu a “inquisição dos homofóbicos”, eu gostaria de contrapor-lhe em alguns pontos. Primeiro que ele começa afirmando “tentar pensar de forma imparcial, por mais que esta seja uma tarefa difícil”. Porém, em seu discurso cheio de sentimentos de indignação pode-se observar uma defesa de seus interesses, mesmo sem raciocinar que já há lei para defenderem a integridade física de qualquer cidadão, como eu já disse: TODO HOMOSSEXUAL AGREDIDO DEVE DENUNCIAR SIM, sou RADICALMENTE CONTRA A AGRESSÃO E O DESRESPEITO. O seu discurso é imparcial? Não, afirmar isso é hipocrisia; sendo parcial afirma-se que os demais estão errados por também o serem.
Depois ele afirma: “entende-se que Cristo pregou igualdade, insubmissão, liberdade”. Bom eu acho que Jesus não deveria ter sido citado em meio a essa palhaçada, mas que o citassem corretamente. Primeiro, Ele nunca pregou a insubmissão; muito pelo contrário, pregou a submissão aos ensinamento de Deus. Ninguém é obrigado a aceitar isso, temos o livre arbítrio, cada um escolhe o que fazer e arca com as conseqüências. Sua pregação de liberdade envolvia arrependimento de pecados para usufruto, caso contrário haveria escravidão do pecado (não só de homossexualismo, mas de qualquer outro pecado, basta observar os casos de cleptomaníacos, por exemplo). Ele afirma que todo o que peca fica escravo do pecado (Jo 8, não me lembro o versículo). A igualdade pregada por Jesus não tem nada a ver com o assunto desse debate; para Ele todos somos iguais e dessa forma quem quiser viver como Ele ensinou deve guardar os seus mandamentos. Em Seu conceito de igualdade está pressuposto que ninguém tem “carta branca” para pecar, os homossexuais não desfrutam desse privilégio. Aqui eu gostaria de fazer um comentário: o senhor Fla´vio Amorim disse: que em Romanos ou Corintios falava de pessoas devassas e não de homossexuais. Mais uma vez fica ressaltado que o erro não está nas Escrituras e sim na capacidade humana de falar besteira sobre elas, semelhantemente à Igreja Católica na Idade Média. Em Romanos 1.26,27 está escrito: Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas MULHERES MUDARAM O USO NATURAL, NO CONTRÁRIO À NATUREZA. E, SEMELHANTEMENTE, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, HOMENS COM HOMENS, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro
Em ICo 6.10 consta: Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os EFEMINADOS, nem os SODOMITAS, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

Anônimo disse...

Quanto ao nosso colega Luciano, que tão inflamadamente defendeu a “inquisição dos homofóbicos”, eu gostaria de contrapor-lhe em alguns pontos. Primeiro que ele começa afirmando “tentar pensar de forma imparcial, por mais que esta seja uma tarefa difícil”. Porém, em seu discurso cheio de sentimentos de indignação pode-se observar uma defesa de seus interesses, mesmo sem raciocinar que já há lei para defenderem a integridade física de qualquer cidadão, como eu já disse: TODO HOMOSSEXUAL AGREDIDO DEVE DENUNCIAR SIM, sou RADICALMENTE CONTRA A AGRESSÃO E O DESRESPEITO. O seu discurso é imparcial? Não, afirmar isso é hipocrisia; sendo parcial afirma-se que os demais estão errados por também o serem.
Depois ele afirma: “entende-se que Cristo pregou igualdade, insubmissão, liberdade”. Bom eu acho que Jesus não deveria ter sido citado em meio a essa palhaçada, mas que o citassem corretamente. Primeiro, Ele nunca pregou a insubmissão; muito pelo contrário, pregou a submissão aos ensinamento de Deus. Ninguém é obrigado a aceitar isso, temos o livre arbítrio, cada um escolhe o que fazer e arca com as conseqüências. Sua pregação de liberdade envolvia arrependimento de pecados para usufruto, caso contrário haveria escravidão do pecado (não só de homossexualismo, mas de qualquer outro pecado, basta observar os casos de cleptomaníacos, por exemplo). Ele afirma que todo o que peca fica escravo do pecado (Jo 8, não me lembro o versículo). A igualdade pregada por Jesus não tem nada a ver com o assunto desse debate; para Ele todos somos iguais e dessa forma quem quiser viver como Ele ensinou deve guardar os seus mandamentos. Em Seu conceito de igualdade está pressuposto que ninguém tem “carta branca” para pecar, os homossexuais não desfrutam desse privilégio. Aqui eu gostaria de fazer um comentário: o senhor Fla´vio Amorim disse: que em Romanos ou Corintios falava de pessoas devassas e não de homossexuais. Mais uma vez fica ressaltado que o erro não está nas Escrituras e sim na capacidade humana de falar besteira sobre elas, semelhantemente à Igreja Católica na Idade Média. Em Romanos 1.26,27 está escrito: Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas MULHERES MUDARAM O USO NATURAL, NO CONTRÁRIO À NATUREZA. E, SEMELHANTEMENTE, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, HOMENS COM HOMENS, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro
Em ICo 6.10 consta: Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os EFEMINADOS, nem os SODOMITAS, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

Anônimo disse...

Quanto ao nosso colega Luciano, que tão inflamadamente defendeu a “inquisição dos homofóbicos”, eu gostaria de contrapor-lhe em alguns pontos. Primeiro que ele começa afirmando “tentar pensar de forma imparcial, por mais que esta seja uma tarefa difícil”. Porém, em seu discurso cheio de sentimentos de indignação pode-se observar uma defesa de seus interesses, mesmo sem raciocinar que já há lei para defenderem a integridade física de qualquer cidadão, como eu já disse: TODO HOMOSSEXUAL AGREDIDO DEVE DENUNCIAR SIM, sou RADICALMENTE CONTRA A AGRESSÃO E O DESRESPEITO. O seu discurso é imparcial? Não, afirmar isso é hipocrisia; sendo parcial afirma-se que os demais estão errados por também o serem.
Depois ele afirma: “entende-se que Cristo pregou igualdade, insubmissão, liberdade”. Bom eu acho que Jesus não deveria ter sido citado em meio a essa palhaçada, mas que o citassem corretamente. Primeiro, Ele nunca pregou a insubmissão; muito pelo contrário, pregou a submissão aos ensinamento de Deus. Ninguém é obrigado a aceitar isso, temos o livre arbítrio, cada um escolhe o que fazer e arca com as conseqüências. Sua pregação de liberdade envolvia arrependimento de pecados para usufruto, caso contrário haveria escravidão do pecado (não só de homossexualismo, mas de qualquer outro pecado, basta observar os casos de cleptomaníacos, por exemplo). Ele afirma que todo o que peca fica escravo do pecado (Jo 8, não me lembro o versículo). A igualdade pregada por Jesus não tem nada a ver com o assunto desse debate; para Ele todos somos iguais e dessa forma quem quiser viver como Ele ensinou deve guardar os seus mandamentos. Em Seu conceito de igualdade está pressuposto que ninguém tem “carta branca” para pecar, os homossexuais não desfrutam desse privilégio. Aqui eu gostaria de fazer um comentário: o senhor Flávio Amorim disse: que em Romanos ou Corintios falava de pessoas devassas e não de homossexuais. Mais uma vez fica ressaltado que o erro não está nas Escrituras e sim na capacidade humana de falar besteira sobre elas, semelhantemente à Igreja Católica na Idade Média. Em Romanos 1.26,27 está escrito: Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas MULHERES MUDARAM O USO NATURAL, NO CONTRÁRIO À NATUREZA. E, SEMELHANTEMENTE, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, HOMENS COM HOMENS, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro

Anônimo disse...

Quanto ao nosso colega Luciano, que tão inflamadamente defendeu a “inquisição dos homofóbicos”, eu gostaria de contrapor-lhe em alguns pontos. Primeiro que ele começa afirmando “tentar pensar de forma imparcial, por mais que esta seja uma tarefa difícil”. Porém, em seu discurso cheio de sentimentos de indignação pode-se observar uma defesa de seus interesses, mesmo sem raciocinar que já há lei para defenderem a integridade física de qualquer cidadão, como eu já disse: TODO HOMOSSEXUAL AGREDIDO DEVE DENUNCIAR SIM, sou RADICALMENTE CONTRA A AGRESSÃO E O DESRESPEITO. O seu discurso é imparcial? Não, afirmar isso é hipocrisia; sendo parcial afirma-se que os demais estão errados por também o serem.
Depois ele afirma: “entende-se que Cristo pregou igualdade, insubmissão, liberdade”. Bom eu acho que Jesus não deveria ter sido citado em meio a essa palhaçada, mas que o citassem corretamente. Primeiro, Ele nunca pregou a insubmissão; muito pelo contrário, pregou a submissão aos ensinamento de Deus. Ninguém é obrigado a aceitar isso, temos o livre arbítrio, cada um escolhe o que fazer e arca com as conseqüências. Sua pregação de liberdade envolvia arrependimento de pecados para usufruto, caso contrário haveria escravidão do pecado (não só de homossexualismo, mas de qualquer outro pecado, basta observar os casos de cleptomaníacos, por exemplo). Ele afirma que todo o que peca fica escravo do pecado (Jo 8, não me lembro o versículo). A igualdade pregada por Jesus não tem nada a ver com o assunto desse debate; para Ele todos somos iguais e dessa forma quem quiser viver como Ele ensinou deve guardar os seus mandamentos. Em Seu conceito de igualdade está pressuposto que ninguém tem “carta branca” para pecar, os homossexuais não desfrutam desse privilégio. Aqui eu gostaria de fazer um comentário: o senhor Flávio Amorim disse: que em Romanos ou Corintios falava de pessoas devassas e não de homossexuais. Mais uma vez fica ressaltado que o erro não está nas Escrituras e sim na capacidade humana de falar besteira sobre elas, semelhantemente à Igreja Católica na Idade Média. Em Romanos 1.26,27 está escrito: Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas MULHERES MUDARAM O USO NATURAL, NO CONTRÁRIO À NATUREZA. E, SEMELHANTEMENTE, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, HOMENS COM HOMENS, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro
Em ICo 6.10 consta: Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os EFEMINADOS, nem os SODOMITAS, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.
Depois Luciano afirma: “para aqueles que opinam ter direito de aceitar ou não alguma coisa, saibam que são responsáveis civilmente pelas suas declarações”. Concordo, é justamente isso que estou firmando, já há lei para responsabilizar atitudes criminosas, a finalidade da lei da censura não é essa, é calar nos debates, pesquisas científicas, etc. os que acham que o homossexualismo é uma prática doentia (vale lembrar que há muitos psicólogos que têm essa posição e que a OMS a tinha até ceder à pressões), é calar os que não concordam com a opinião, não impedir os que cometem crimes de agressão ou desrespeito, como já mencionei.

Anônimo disse...

Quanto ao nosso colega Luciano, que tão inflamadamente defendeu a “inquisição dos homofóbicos”, eu gostaria de contrapor-lhe em alguns pontos. Primeiro que ele começa afirmando “tentar pensar de forma imparcial, por mais que esta seja uma tarefa difícil”. Porém, em seu discurso cheio de sentimentos de indignação pode-se observar uma defesa de seus interesses, mesmo sem raciocinar que já há lei para defenderem a integridade física de qualquer cidadão, como eu já disse: TODO HOMOSSEXUAL AGREDIDO DEVE DENUNCIAR SIM, sou RADICALMENTE CONTRA A AGRESSÃO E O DESRESPEITO. O seu discurso é imparcial? Não, afirmar isso é hipocrisia; sendo parcial afirma-se que os demais estão errados por também o serem.

Carlos alberto disse...

Lei e opinião religiosa não combinam. Lei é feita para todos e o estado tem que ser laico, sem se dobrar a opinião de cristãos, muçulmanos, indus e outras tantas religiões - todas cheias de preconceitos e dogmas. Vejam: Como são tratados os evangélicos que vão pregar em países que não os toleram? Como são tratados os evangélicos por novelas de redes que não os toleram (resultado de uma disputa comercial entre emissoras de Tvs)? E mais; como são tratados os cristãos dentro das igrejas evangélicas que tem boa parte do corpo tatuado e decidiram ser evangélicos? Ou como são tratados pais e mães de santo pelos evangélicos (e virse versa)? Todas relações carregadas de preconceitos.
No caso dos que comentam aqui nesta página: se viesse a surgir uma lei que os protegesse e evitasse que se falasse mal de evangélicos ou de cristãos e que estes não fossem tratados de forma preconceituosa, os comentários desta página não seriam de apoio?
Estamos falando de leis feitas de homens para homens, que sejam benéficas a todos e sirvam para proteger as minorias, que por serem, não tem meios para isso. O homossexual merece ser tratado com respeito; como profissional, como pai, mãe (por que muitos o são) e companheiros, e, não serem submetidos a comentários indignificantes por quem quer que seja, ou o protocolo de leis, juízes e familiares que não enxergam o que está na sua frente (no caso da união estável entre eles).
Opinião sobre o homossexualismo todos podem ter, mas como colocar isso de maneira não ofensiva e de uma forma não discriminatória é o que deve ser discutido. Estabelecer limites para isso é importante. É claro que obedecendo e discutindo a constituicionalidade, a coerência e a aplicabilidade da lei.
Se vocês querem, gostam de, ou necessitam falar mal dos homossexuais e sua opção sexual e não querem contratá-los, aceitar sua existencia, etc., façam como fazem agora os que ainda carregam em seus corações o preconceito de cor; se quiser que falem pra seus filhos e amigos, mas não será propício que se faça isso em público. Só isso.

Anônimo disse...

Sou homossexual, e também faço parte da junvetude que se diz ser a encarregada de salvar o futuro do país. Meu namorado é um pouco mais novo do que eu, quero e EXIJO de nossos parlamentaristas o direito que poder andar com ele de mãos dadas nas ruas, e poder expressar o amor que sinto por ele como qualquer casal hetero moralmente correto, sem ser motivo de chacota e não ser apontado pelos outros como uma mera atração de circo. Concordo sim com o sr. Olavo, aprovar tal lei seria o mesmo que limitar todas as formas de sexualismo bem como restringir a nos homossexuais um certo direito que as outras não tem. Mas agora eu lhe pergunto, se os próprios brasileiros não tem senso de liberdade bem como de moralismo, como nós homossexuais, bem como todos os outros pertencentes à minoria vamos ser capazes de viver com os mesmos direitos constitucionais, sem a proteção da lei? Devo apanhar na rua e sofrer preconceito de meus próprios compatriotas? Ou será que cometer essa pequena "injustiça", por assim dizer, não seria uma forma de abrir cada vez mais portas para um futuro mais livre para todos?

Anônimo disse...

Sobre ser vítima de preconceito e discriminação o povo evangélico entende bem. por várias vezes eu foi discriminado em meu serviço e em grupos sociais, minha religião foi atacada sem que eu atacasse a religião de meus agressores (nem antes dos seus ataques, nem depois), e isso não foi só comigo. mas a coerência nos diz que estamos num estado democátrico com liberdade de expressão, não busquei prender ninguém por me discriminar, era a sua opinião, e comno tal foi respeitada. Sobre preconceito, devemos observar o seu conceito antes de falarmos besteira. "Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.". Dessa forma, toda pinião que é formada sem fundamento sério é preconceituosa, inclusive se for uma opinião FAVORÁVEL à prática do homossexualismo. O que esse projeto de lei visa é acabar com o debate sadou sobre o assunto, debate queacaba com opreconceito. Por que não discutirmos a bertamente sobre um assunto? Por que a censura? isso é que acaba com o preconceito. Como já foi citado anteriormente, a lei só acaba com esse tipo de atitude, que é sadia. Não podemos ser ignorantes a ponto de despresarmos (é é isso que significa ser ignorante) o que a nossa legislação diz; ela já condena qualquel agressão ou constrangimento. Se permanecemos nas trevas da ignorância falamos várias besteiras como "quero que parem de agredir os homossexuais" ,basta denunciar, há leis contra isso que já foram citadas; "quero ter o direito de andar de mãos dadas com meu namorado", como se existisse alguma lei que proibisse, se temn gente que alha assustada é porqwue considera bizarro, essa é a sua opinião, ninguém pode querer prendê-los por isso, agora vão querer prender por até cinco anos porque acham estranho? é um absurdo! mas se você for agredido, denuncie, há leis que o defenda. releia o código penal, ao menos as partes que foram citadas anteriormente.
Sobre o estado dever se laico; informo que ele também não é homossexual, é de todos os brasileiros e todos devem ter suas opiniões respeitadas, por mais que preconceituosamente afirmemos que os religiosos são preconceituosos. O que é condenado em, algumas religiões é o homossexualismo, não o homossexual. Vão querer prender os padres e pastores por até 5 anos por afrmarem queé uma ofença contra Deus? Aí o Estado tem que lembrar que também representa essas pessoas, que não estão procurando nenhuma lei para prender homossexuais. E ainda são os religiosos que são chamados deinquisitores! Mas são os homossexuais que promovem a caçada aos que tem opinião diferente da sua. Então nao poderei orientar o meu filho que namore uma moça? caso contráriuo serei preso por até 5 anos em uma de nossas maravilhosas penitenciárias.
Querem ser homossexuais? que sejam, mas todos tem a liberdade de achar essa decisão errada, respeitando os indivíduos que a tomaram.

Anônimo disse...

Sobre ser vítima de preconceito e discriminação o povo evangélico entende bem. por várias vezes eu foi discriminado em meu serviço e em grupos sociais, minha religião foi atacada sem que eu atacasse a religião de meus agressores (nem antes dos seus ataques, nem depois), e isso não foi só comigo. mas a coerência nos diz que estamos num estado democátrico com liberdade de expressão, não busquei prender ninguém por me discriminar, era a sua opinião, e comno tal foi respeitada. Sobre preconceito, devemos observar o seu conceito antes de falarmos besteira. "Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.". Dessa forma, toda pinião que é formada sem fundamento sério é preconceituosa, inclusive se for uma opinião FAVORÁVEL à prática do homossexualismo. O que esse projeto de lei visa é acabar com o debate sadou sobre o assunto, debate queacaba com opreconceito. Por que não discutirmos a bertamente sobre um assunto? Por que a censura? isso é que acaba com o preconceito. Como já foi citado anteriormente, a lei só acaba com esse tipo de atitude, que é sadia. Não podemos ser ignorantes a ponto de despresarmos (é é isso que significa ser ignorante) o que a nossa legislação diz; ela já condena qualquel agressão ou constrangimento. Se permanecemos nas trevas da ignorância falamos várias besteiras como "quero que parem de agredir os homossexuais" ,basta denunciar, há leis contra isso que já foram citadas; "quero ter o direito de andar de mãos dadas com meu namorado", como se existisse alguma lei que proibisse, se temn gente que alha assustada é porqwue considera bizarro, essa é a sua opinião, ninguém pode querer prendê-los por isso, agora vão querer prender por até cinco anos porque acham estranho? é um absurdo! mas se você for agredido, denuncie, há leis que o defenda. releia o código penal, ao menos as partes que foram citadas anteriormente.
Sobre o estado dever se laico; informo que ele também não é homossexual, é de todos os brasileiros e todos devem ter suas opiniões respeitadas, por mais que preconceituosamente afirmemos que os religiosos são preconceituosos. O que é condenado em, algumas religiões é o homossexualismo, não o homossexual. Vão querer prender os padres e pastores por até 5 anos por afrmarem queé uma ofença contra Deus? Aí o Estado tem que lembrar que também representa essas pessoas, que não estão procurando nenhuma lei para prender homossexuais. E ainda são os religiosos que são chamados deinquisitores! Mas são os homossexuais que promovem a caçada aos que tem opinião diferente da sua. Então nao poderei orientar o meu filho que namore uma moça? caso contráriuo serei preso por até 5 anos em uma de nossas maravilhosas penitenciárias.
Querem ser homossexuais? que sejam, mas todos tem a liberdade de achar essa decisão errada, respeitando os indivíduos que a tomaram.

Júlia Jacob disse...

Até onde eu saiba, o Estado Brasileiro é laico e suas leis devem ser elaboradas sem que haja intervenção religiosa. Portanto, citar a 'monogamia heterossexual indissolúvel, nos moldes religiosos' é inconstitucional. Não só pelo motivo óbvio citado, mas também porque a constituição dá liberdade de credo ao brasileiro, o que nos leva a crer que outros tipos de religião que não a Cristã também são protegidos por lei, inclusive religiões que pregam a poligamia, tais como o Islamismo. Portanto, o argumento usado é incostitucional e imaturo.

Anônimo disse...

Júlia, sugiro que você releia a argumentação anterior; em momento algum se está falando em prender alguém por ser homossexual. MUITO pelo contrário, se está falando justamente da liberdade garantida pela constituição de cada um se expressar (de forma respeitosa) e de escolher como viver, inclusive na 'monogamia heterossexual indissolúvel, nos moldes religiosos', se assim quiser. Isso é garantido pela constituição, como segue:
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à LIBERDADE, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
IX - é LIVRE A EXPRESSÃO da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
Temos completa liberdade de credo, e isso não pode ser-nos retirado. Todas as religiões dever ser respeitadas, inclusive o cristianismo. Mas não é isso que está em discussão aqui. O projeto de lei debatido não visa prender quem não vive numa 'monogamia heterossexual indissolúvel, nos moldes religiosos'; caso fosse, concordo que seria inconstitucional. Porém, como ele visa acabar com a liberdade de expressão de quem tem opinião contrária ao homossexualismo e você sebe o que está escrito no artigo quinto da constituição, há de concordar comigo que a lei que estão querendo aprovar é inconstitucional; é questão de lógica.
Nenhuma lei pode excluir os que querem viver numa 'monogamia heterossexual indissolúvel, nos moldes religiosos' e assim orientar os seus filhos. Essas pessoas devem continuar tendo a mesma liberdade de se expressar que os homossexuais, pois segundo nossa carta magna são iguais a eles, não inferiores!

Anônimo disse...

INACREDITÁVEL!
Quanta ignorância, digo e repito, discriminação, preconceito, racismo, e violência seja ela qual for, são punidos por Lei. Como pode gente de mente vazia escrever tanta besteira assim. Como pode uma pessoa postar uma matéria como está repleta de preconceito e homofóbica. Cara, fale de outras coisas mais agradáveis em vez de meter o pau em quem quer somente lutar por seus direito. Essas pessoas ditas bichas ou viadinhos, como muitos preconceituosamente chamam, nada mais são do que brasileiros como eu ou você, e é inadimissível tanta asneira escrita. Perdi meu tempo lendo está maliciosa e preconceituosa opinião escrita neste site. Fala sério cara, alerta total a que? A aumentar a HOMOFOBIA no nosso país? Só pode, né. Isto que você está fazendo nesta reportagem rídicula é simplesmente apoiar o que vem acontecendo todo dia no nosso país, violência, discriminação, preconceito, racismo, e claro homofobia.
Imagina se os homossexuais não tiverem seus direitos garantidos o que farão? Continuarão a viver clandestinamente no país em que nasceram, escondendo sua diversidade sexual por causa de muitos machões preconceituosos que existem no nosso país. E depois dizem por aí que biba, bicha, boiola, viado, ou seja lá como chamam os homossexuais por ai afora, de menos homem. Menos homem que nada são machos mesmo por que pelo menos tem a coragem de sair a luta por seus direitos e garantias fundamentais de todo cidadão brasileiro, que nada mais implícito já está em nossas Leis.
Se liga bando de preconceituosos, abram suas mentes e pensem, o que cada um faz a respeito de sua sexualidade diz respeito a ele e ao parceiro, ou parceira e a mais ninguém.
Será que se o povão brasileiro não lutasse contra a ditadura, não saisse pelas ruas em protesto, hoje teríamos tal liberdade que temos? Os grupos GLBT ou GLS, nada mais fazem que diferente da galera brasileira que lutou contra a ditadura, buscam leis para garantirem sua integridade física e moral. Imagina, cumpadre, se um filho, um amigo ou um parente teu seja vítima de homofobia e de violência e chaga perto de você e te pede ajuda e você nada pode fazer por que não foi aprovada ainda a lei contra homofobia?
Você nada faz, apenas vai chorar na cama, que é lugar quente como muitos que são vítimas da homofobia e violência fazem. Posto aqui minha indignação e o meu apoio a galera GLBT e GLS do Brasil, por que antes pensava como um burro hipócrita e era contra o que os homossexuais faziam, até perder um grande amigo vítima da homofobia, e hoje sou a favor da campanha brasileira e mundial contra a homofobia.
Gostando ou não, escrevi o que penso, ainda mais que hoje vivemos num país livre e democrático. Foda-se quem não gosto do que escrevi, pois não gostei do que li e fiquei com meu foda-se para mim, mas a minha parte to fazendo.

Anônimo disse...

Querido escritor, sua matéria sobre os perigos do PLC 122/2006 é, e vai me desculpar, completamente preconceituosa e cheia de ignorância quanto a causa GLBT ou GLS brasileira. Como pode afirmar que há PERIGOS no PLC 122/2006, sendo que os tais perigos estão em todas as cidades brasileiras, perigo sim cara, o da homofobia e da violência sofrida pelos homossexuais, e escrevo aqui em protesto e a favor da causa homossexual, pois um dia pensei igual há muitos preconceituosos e tidos como machões brasileiros que são contra o relacionamento homossexual, por dizer que é contra os principios e moral de nossa sociedade. E a prostituição, o adultério, a exploração sexual de menores, pode né? Sair por aí transando com todo mundo pode por que é coisa de macho. E mulher que transa com muitos é puta. O homem não, é macho. Quanta ignorância ainda vivemos em plenos 2009 anos, e quanto desperdício de tempo é ficar metendo o pau no outro que está apenas lutando pelos seus direitos e garantias. Imagina se um filho teu, um amigo teu ou até mesmo um parente teu, chega até você e diz que foi vítima de violência e homofobia só por que ele vive sua diversidade sexual e procura viver sua vida e seu desejo sexual apenas e não foi respeitado por outro cidadão, que o arregaçou de porrada ou o humilhou em público se sentiria? Completamente frustrado e sozinho por não ter em seu país uma Lei que o proteja. Vale lembrar que segundo os preceitos de nossa Carta Magna, os direitos e garantias fundamentais são preservados por Lei, e toda e qualquer forma de preconceito ou discriminação são punidos por Lei. Mas a homofobia pode né? Bate em viado é massa, prova que sou macho. Claro que não, é crime do mesmo jeito.
Num poderia imaginar que uma pessoa do teu nível pudesse escrever o que acabei de ler, puramente besteira. Vai me desculpar mas ô artiguzinho fudido de ruim.
Cresce cara e escreve coisas proveitosas em vez de tanta merda.
Um dia pensava como muitos pensam, homossexual num vale nada, até saber que meu melhor amigo era gay e tempos depois foi vítima de violência homofóbica e morreu por conta disso. Daí parei pra pensar e vi o quanto este amigo me ensinou a ver o mundo gay de uma forma diferente, com respeito, como ele era, normal, apenas sentia desejo pelo mesmo sexo e mais nada. Dizer que o homossexual é vazio e só quer saber de sexo é mentira, pois este meu amigão nunca se insinuou ou me cantou e sempre respeitou a todos. Devemos aprender mais com essa galera homossexual, pra ver se assim, crescemos e começamos a modificar o mundo.

Anônimo disse...

Devemos ver as coisas de um ponto de vista centrado e impessoal. Para quem não sabe, homicídio é crime (ainda que fosse sem a intenção de matar, quanto mais se a tiver) segundo Art 121 do Código Penal (CP), lesão corporal também (Art. 129). JÁ HÁ LEI QUE PROTEJA A INTEGRIDADE FÍSICA DOS HOMOSSEXUAIS, COMO A DE QUALQUER CIDADÃO. Basta lermos mais e abrirmos a cabeça para os fatos e a legislação; quem não lê as nossas leis não tem o direito de dar palpites sobre as mesmas, a aprovação de uma lei deve estar fundamentada em conhecimento, não em indignação cega. É justamente esse tipo de sentimento que está por tráz das mazelas da humanidade, como genocódios, racismo e das agressões aos homossexuais. A plc122/2006 não visa protejer homossexuais de agressões, falar isso é hipocrisia, ignorância ou as duas coisas (pois já há leis para isso); essa lei visa censurar qualquer discussão aberta sobre o assunto, impedir os pais que ensinem aos filhos a se relacionar com mulheres, etc. Os homossexuais não tem a liberdade de ensinar aos seus que homossexualismo é bom? por que os demais não podem ensinar aos seus que essa prática não lhes fará bem? Simplesmente porque vocês não concordam? Num estado democrático as diferentes opiniões devem ser respeitadas sem agressões ou puniçoes a quem as expresse. O mesmo posicionamento de censura adotado pelos militares agora está sendo usado a favor do homossexualismo.

Carlos Albertoxy disse...

O comentário acima não faz sentido.
"quem não lê as nossas leis não tem o direito de dar palpites sobre as mesmas...A plc122/2006 não visa protejer homossexuais de agressões, essa lei visa censurar qualquer discussão aberta sobre o assunto, impedir os pais que ensinem aos filhos a se relacionar com mulheres, etc."
Ele leu onde que é proibido falar com os filhos?
Aqui na Bahia foi preso um pastor que tentou tirar o "demonio" do corpo de um homossexual gritando no meio da rua: "tá repreendido em nome de Jesus". O Pobre do rapaz que só queria passar em paz, ficou em situação vexatória e degradante. Mas pelo menos o pastor vai agora se enquadrar.
Ah, só pra constaar. Nova pesquisa revela que no Brasil 99% das pessoas tem preconceito contra os homossexuais.

Anônimo disse...

Pastor gritando na rua "ta repreendido no nome de Jesus" enquanto um pobre rapaz queria passar em paz. Parece cena de cinema! Duvido realmente que esse episódio seja verdadeiro, no mínimo há informações que não estão sendo mencionadas. será que o pobre rapaz não assediou o pastor? não afirmo nem que sim, nem que não. Conheço vários pastores, nenhum que seria capaz dessse ato cinematográfico, muito pelo contrário, ensinam que o pecado é errado, mas que o pecador deve ser amado. mas é claro que é absurdo expor as pessoas ao constrangimento. Cenas como a mencionada acima eu NUNCA vi (e conheço muuuuuuitos pastores e evangélicos tementes a Deus; que são justamente os que eu vejo respeitarem mais os homossexuais, embora não concordem com suas atitudes), por isso mesmo duvido da veracidade da estória. Eu mesmo odiava himossexuais, e não sem motivo, pois algumas vezes fui assediado por eles (algo bizarro para os heterossexuais, receberem assédio de outro homem, mas homossexuais não entenderiam esse choque psicológico por que é algo que eles estão acostumados), algumas vezes eu discuti e quase agredi fisicamente, ou joguei pedras nos carros por tais atitudes dos mesmos. Sei que situações iguais as minhas vários rapazes heterossexuais passaram e ficaram revoltados, tenho um amigo que odiava homossexuais pelo mesmo motivo, antes de se converter à Jesus. Mas embora alguns homossexuais agridam e vejam tanto as igrejas evangélicas como inimigas, saibam que foi devido a uma instituição como essa que eu aceitei a Jesus como senhor de vinha vida, escolhendo viver como Ele ensinou, reprovando o pecado e amando os pecadores (não falo aqui de amor sexual, falo de fraternal), tendo uma postura menos agressiva em relação aos homossexuais; por Jesus, não por alguma lei, pois se eu quizesse agredir algum homossexual, não haveria lei que me impediria, quem me mudou foi aquEle que tantos homossexuais (nem todos) agridem, Jesus, creiam ou não. Resumindo, nunca ví um pastor expor da forma anteriormente mencionada alguém, mas já ví muuuuuuuuuuuuuuuuitas vezes homossexuais assediando garotos que passavam em paz nas ruas, INCLUSIVE MENORES; nuuuuunca nenhum deles foi preso!!!!

Anônimo disse...

Quem fez o comentário da lei, dizendo que a mesma poderia coibir por exemplo, um pai de falar com o seu filho sobre orientação sexual fui eu. Isso se deve ao Art. 8º-B da referida lei; ocorre que a minha orientação ao meu filho de não namorar um homossexual que seja interessado nele pode ser considerada por um juíz (como aquele que ordenou ao INSS que fizesse as cirurgias estética de troca de sexo, independente no número de pessoas que morreriam a espera de cirúrgias necessárias a saúde) como uma "proibição à livre manifestação homossexual", recebendo pena de 2 a 5 anos. Anteriormente eu disse que era preciso ler as leis porque imaginei que era compreensível a todos que a interpretação faz parte da leitura. Agora, para os que se fazem de desintendidos, vou mais além, é preciso interpretá-las de acordo com a nossa realidade.

Anônimo disse...

Se houvesse respeito, o projeto de lei não seria necessário. Ponto final.

Anônimo disse...

Mas será que esse projeto é decorrente a necessidade de respeito ou do mesmo sentimento covarde e agoísta dos inquisitores, ditadores e etc. que sempre tentaram calar os que tinham opinião diferente da sua? ponto de interrogação. A história demnstra que repetidas vezes tenta-se "calar a boca" de quem tem opinião diferente da nossa. Essa é a necessidade que move os homossexuais a quererem leis como estas. A necessidade de respeito a opinião é garantida pela constituição e pelo estado democrático, por mais que essa idéia desagrade os homossexuais. Se houvesse algum projeto de lei penalizando com até 5 anos quem se manisfestasse a favor do homossexualismo seria inconstitucional do mesmo jeito. E aí? como os homossexuais se sentiriam com esse "CALA BOCA" que estão querendo para os demais? A ditadura brasileira já acabou em 1985.

Anônimo disse...

É possível o autor dessa lei está nada mais nada menos cumprindo promessas de campanha feitas a uma classe que vem sendo usada como "curral" eleitoral para alguns políticos sugadores e interesseiros que tanto presenciamos nesse país.
A perunta é; é mesmo necessário tal lei? A constituíção de 89 já prevê uma lei contra a descriminação, o ataque a uma pessoas e a sua dignidade é sim discriminção, agora manifestar uma opinião diferente de outro, isso não pode ser qualificado como descriminação. Não sou homossexual e não concordo com tal prática, ou estilo de vida ou sei o quê isso venha a ser e tenho o direito de manifestar minha opinião abertamente, seja para um hetero como para um homossexual. Posso respeitar umhomossexual como indivíduo e como pessoa que o que a lei já prevê, agora não posso ser coibido, forçado a concordar com suas ideologias morais.Isso seria um atentado ao libertadade de opinião.Se continuar assim,teremos que ter leis contra disriminação de pedófilos, de pastores, de evangélicos e tudo o mais. O tempo da ditura foi suficiente para nos ensinar muitas coisa, vamos nos manter bem longe de suas infuências. Somos um povo livre, onde cada um decide o que quer fazer da vida. Esse projeto fere a liberadade que cada um tem de opinar e cria uma sociedade formatada e escrava de um sistema autoritário, isso sim é violação e desrespeito do ser humano.
Senhores deputados, por favor, representem a sociedade brasileira, não apenas alhuns grupos isolados para favorecer seus interesses.

Carlos Albertoxy disse...

Alguem comentou: "Senhores deputados, por favor, representem a sociedade brasileira, não apenas alhuns grupos isolados para favorecer seus interesses." A sociedade brasileira? Tá, a sociedade brasileira machista que discrimina a mulher? A sociedade Homofóbica que discrimina o homoxessual? A sociedade brasileira racista que ainda descrimina o negro?. Velho pára para pensar: estamos falando de minorias ou grupos que são discriminados. Vem cá, quando você passa na rua as pessoas as pessoas te incomodam te chamando de gostosa pejorativamente, ou deixa de te dar emprego por sua cor (vá na alas nobre dos maiores shopping center da sua cidade, vê lá, quantos negros tem? Vá numa multinacional, vê lá, quantos homossexuais eles contratam. Pegue os salários das mulheres da sua cidade compare com os homens no mesmo emprego, e vê lá, quem ganha mais?
Tá conseguindo enxergar? Existem minorias, classes ou grupos que precisam ser respeitadas e ser tratadas como iguais. Por isso existem leis adequadas para isso.
Ah, desculpe. Você não vive o problema, o problema é do outro.
Se você se colocar no lugar, mesmo que seja pra imaginar o problema que seria, de um homossexual que tá procurando emprego ou de uma mulher, ou de um(a) balconista negro(a)a que se especializou em produtos grafinos, pode ferir sua masculinidade.
Políticos que fazem leis para beneficiar muitos ganham muitos votos. Políticos que fazem leis para beneficiar poucos (a não ser que sejam os que finaciam suas campanhas)ganham poucos votos.

Anônimo disse...

fascista. é como o autor desse texto deve ser considerado.

Anônimo disse...

Caros, a lei apenas esta tentando orientar a populacao a respeitar os homossexuais, nao entendo pq tantas pessoas heterossexuais se preocupam com os homossexuais, penso q sao enrustidos frustrados pq nao tiveram coragem de assumir sua verdadeira sexualidade.
Eu moro no Canada onde existe leis mais severas q esta do Brasil e ninguem reclama...
Gay nao morde, nao quer nada com o seu marido/noivo/namorado, a bicha q seu marido esta te traindo eh apenas alguem q seu marido procurou p/ saciar a propria vontade...

cada dia q passa eu entendo mais pq aqui os brasileiros sao considerados um povo inferior, intelectualmente nos somos muito inferiores (digo referente a populacao como "massa").

Anônimo disse...

tudo em favor da LIBERDADE DE EXPRESSAO...

Preto nao eh gente!!! nao deveriamos ter cortado o rabo... volta a escravidao....

detesto judeu, povo infeliz e muquirana...

Crente eh tudo brega e maluco pq ficam gritando na rua frases decoradas da biblia q nem eles entendem..

vamos mandar este bando de nordestino de volta para o sertao, eles estao sujando a cidade...

meu filho nao deve falar com favelados, pois sao pobres e sujos. Vamos fechar as favelas e botar fogo em todos.

Anônimo disse...

Agora virou salada! Até aqui se falava de lei de censura, agora já vieram com discriminação de negros e mulheres, que não tem nada a ver com o tema.
Numa democracia é a maioria que conta, eu não votei no Lula, mas ele é o meu presidente porque a maioria votou; isto é democracia! a tirania e a ditadura, que decretou atos institucionais semelhantes a plc 122/2006, é que não respeitam isso. Sou contra a discriminação de mulheres, raças e até de homossexuais (que não tem nada em comum com as anteriores), mas sou a favor sim da democracia e radicalmente contra a ditadura. Embora eu não ache que a democracia é perfeita, acho que é o melhor que temos por enquanto. É um absurdo a maioria ter que se dobrar e ter seus direitos constitucionais negados em prol de uma minoria. Os que se opôem a plc 122/2006 estão a favor do direito de expressão garantido pela constituição, não a favor da discriminação de mulheres negros, como alguém, ignorando esse fato, afirmou; nem ainda são (ao menos a maioria) a favor da discriminação de homossexuais, basta ler as afirmações desse grupo. Mas o problema é esse, se fata infladado do que se desconhece e nem se procura pesquisar para poder opinar baseado em fatos. Quem foi que defendeu a discriminação dos homossexuais?????? desculpem-me a miopia, mas eu não vi ninguém defender esse posicionamento. Peço encarecidamente que alguém guie o cego aqui e mostre-lhe em que parte desse debate essa posição foi defendida.

Muito obrigado,

Anônimo disse...

Acho o que vcs escrevem um absurdo! vcs acham que homossexuais sao pessoas erradas e perdidas , isso é preconceito demais , existem muitas pessoas assim que sao legais e vcs ficam julgando elas , que vergonha é o que vcs falam! existem pai de familia estuprando a filha ou sobrinha e vcs nao falam nada né , mais homossexual vcs odeiam ! Deus deu o livre arbitrio queiram vcs ou nao a pessoa escolhe o que ela achar melhor pra ela. Preconceito só concordo se for pedofilia , mais julgar pessoas só pq optaram gostar de uma pessoa do mesmo sexo , isso ja exagero de vcs! Ve se vcs tomam vergonha nessa cara antes de falar qualquer coisa, antes de tudo todos sao seres humanos , eu sou a favor dessa Lei ! Se acharam ruim sinto muito mais vcs sao muito preconceituosos.

Anônimo disse...

Rio - Barebacking
'Barebacking' cresce no Brasil e torna-se caso de saúde pública Vagner Fernandes, Jornal do Brasil RIO - “Procuram-se HIVs”. Impresso em um caderno de classificados dos jornais das grandes metrópoles, o anúncio não passaria despercebido. Do ponto de vista conceitual, HIV é uma sigla que desperta interesse e hostilidade, fascínio e medo, compaixão e ódio. Estigmatizada até então como o acrônimo da morte, ela vem ganhando novos contornos etimológicos devido a um grupo de homens que praticam sexo com homens (os HSH), absolutamente crentes na teoria de que o vírus da Aids, se contraído numa relação sexual, pode trazer benefícios para seu cotidiano, libertando-o, de uma vez por todas, do uso do preservativo, aumentando o prazer, proporcionado uma liberdade só experimentada no auge da revolução sexual, na década de 70. Fonte: http://jbonline.terra.com.br/nextra/2009/01/03/e030115675.asp

Anônimo disse...

Fiquei deprimido ao ver o grau de baixa estima que provem de grande parte dos que defendem a PLC. "Somos discriminados, agredidos, ofendidos..."Dezenas de frases feitas...
Vivemos no país das leis...
Deixemos de ser hipócritas...todos. Quem aqui, homossexual ou não, anda a 40Km/h quando vê uma placa que pede essa velocidade em uma estrada? Quem aqui não ultrapassa em faixa contínua quando não vê veiculo na pista contrária? Quem aqui não joga cinza e bituca de cigarro na rua? Tudo isso é lei, sem falar na "Lei seca", e continuamos a ver o pessal bebendo e depois pegando a arma, quer dizer, assumindo o volante de um carro. Então, se eu passar na porta de um bar e me sentir ofendido ou em risco, por saber que o cara que já tomou 8 caipirinhas vai sair dali dirigindo e chamar a policia, ela vai lá prendê-lo ?É claro que não.
Mais uma lei para agradar um grupo... em época de eleição isso é fácil. Enquanto pensamos cada vez mais no micro, o macro vai se degradando. Cada um defende seu mundinho, se fecha no seu gueto e resolve o seu problema. Em breve teremos as cidades dividas em área de homossexuais, negros, religiosos, sem-terra, brancos, flamenguistas... e não haverá mistura. Se for pardo, hetero, ateu, rico e corinthiano, vai procurar seu distrito. Se for isso, mas coreano, vai para o outro lado da cidade... Mentes tacanhas, se auto excluindo. Merecemos mesmo o fim. Falando em fim, se tivermos apenas homossexuais no mundo, como querem alguns, os laboratórios de inseminação artificial ficarão milionários... ou será que eles preferem que a humanidade acabe ?
Confuso, pode parecer, mas analise pensamento por pensamento e tire sua conclusão.

Anônimo disse...

Aqui, neste planeta, e neste país, somos obrigados a viver de acordo com a "lei dos homens", mas nossa estadia por aqui é curta...Quando voltarmos para a nossa verdadeira casa, aí sim, seremos julgados, pela quantidade de bem que pudermos fazer ao nosso próximo!! Independete de cor, raça, religião, opção sexual, independente de qualquer diferença que possa existir!!
È essa e alei que devemos seguir:
A lei de Jesus Cristo!!
"Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem à vc..."
paz e luz!

Ana Raquel
Bento gonçalves, RS

Anônimo disse...

Se tem uma coisa que esse povo que fala em nome de Deus merece, é nascer homossexual numa sociedade tão intolerante quanto eles são. Adoraria conhecer suas opiniões então!

Não fazem a menor idéia do que é ser homossexual. Tanto por não o serem, quanto por serem desprovidos de qualquer empatia para conseguir entender. E por isso, atacam.

Ignorantes!!! Não conseguem nem perceber o absurdo de sua própria existência.

Anônimo disse...

PLC 122 / 2006 é um avanço nas conquistas de todos que querem um mundo mais justo e menos violento.

Advogado disse...

"A inconistência do argumento do autor se encontra no fato de que não existe necessidade de proteger as relações heterossexuais, pois elas já estão legitimadas pelos costumes e pela Lei." - Exato!!!

A lei visa a proteçao das minorias que sofrem discriminaçao! Da mesma forma que existem leis para proteçao dos negros.

O raciocinio exposto pelo autor, data venia, é parco de fundamentos.

Carol disse...

Num Estado laico, como é o nosso, a obrigação das pessoas é conhecer a Constituição Federal, e não as "sagradas escrituras".
E a Constituição, ao contrario da bíblia, preceitua a igualdade a todos, sem distinção de qualquer natureza, ao passo que a bíblia traça uma linha e classifica como transgressão quem passar dela.
Eu não entendo tamanha preocupação com a vida alheia. O PLC 122 proibe a discriminação, e não obriga todo mundo a ser gay. O direito que eles passrão a ter não vai extirpar os direitos dos heterossexuais, como disseram aqui.
Nos heteros continuaremos podendo nos casar e adotar filhos, a única diferença é que esse direito não será apenas nosso. Eu me pergunto qual é o nível de mediocridade de uma pessoa para achar que é melhor que outra em razão de sua orientação sexual, cor, credo, etc. Eu sou melhor que uma lésbica pq eu durmo com homens? Isso não é da conta de ninguém, e o que eu acho absurdo no PLC122 é ainda precisarmos de disposições legais para que haja respeito entre os integrantes de uma sociedade. Isso deveria ser básico, natural, assim como comer. Nenhuma lei diz que temos que comer quando estamos com fome, e acho q o respeito com as diferenças deveria ser tão básico assim.
Fiquei sabendo que os evangélicos hackearam a enquete do site do senado, e pergunto: é isso que Jesus ensina? Eu, na minha ignorância, achava que ele pregava a tolerância e o amor. Na minha opinião, se existe um deus, ele tem mais com o que se ocupar, e não olha quem cada um leva pra cama.

carol disse...

É absurdo argumentar que a PLC122 afronta a liberdade de expressão. Todos os direitos fundamentais são relativos, o meu direito só vai até onde eu não vou desrespeitar o direito dos outros. Para alguns, então, a liberdade de expressão consiste em liberdade de discriminação. Isso é inquestionável, assim como é inquestionável a proibição de apologia ao nazismo.

B. disse...

Sua igreja tb pode me ajudar a deixar de ser hetero?
É deprimente ler tanta asneira. É deprimente constatar que a IGNORÂNCIA em todo seu potencial, ainda é predominante em boa parcela da população brasileira.

Anônimo disse...

Concordo com esse texto.

http://legis.senado.gov.br/mate-pdf/69548.pdf

Anônimo disse...

Carol:
vc tem algo contra evangélicos, agora?

A lei de Deus é a seguinte:
ame seu proximo como a si mesmo; isso pode ser definido em outras palavras como:
não faça aos outros o que não gostaria que fizessem a vc...

Isso inclui tudo, inclusive respeito e consideração ao próximo, não dando lugar a julgamentos hipócritas como o seu;

A Bíblia foi escrita pelos homens e não por Deus....
assim como as leis...dessa bosta de país....

Ana Raquel

Anônimo disse...

E gente, nao se preocupem, esses parlamentares sao todos enrustidos. Povinho safado. E por isso que esse Brazil não vai pra frente.

Anônimo disse...

Não vejo nada além de ignorância argumentando a favor desse projeto de lei. Alguém falou que não prejudicará os heterossexuais. Será? Se eu (heterossexual) for alugar um imóvel ou procurar um emprego e o meu concorrente for homossexual, e o empregador/locatário quiser alugar a mim devido ao meu histórico profissional ou minha renda (no caso do aluguel) poderá ser processado, correndo o risco de pegar até 5 anos de prisão. Quem vai levar a melhor com essa ameaça? É claro que o medo de um processo vai fazer com que eu seja prejudicado. Alguém pode afirmar: mas coitadinhos dos homossexuais que não são contratados! Em minha experiência profissional sempre trabalhei com homossexuais, logo, eles não deixaram de ser contratados por isso (e quem os contratou foram heterossexuais), mas recentemente estive numa pousada, devido a um casamento, que pertencia a um casal homossexual; a maioria dos funcionários era homossexual. Fato inusitado, pois o percentual de homossexuais na localidade aonde essa pousada estava instalada é baixo. Como que o percentual de funcionários com essa orientação é alto? è claro que eles estavam selecionando os homossexuais para trabalhar, discriminando os heteros. E aí? ainda tem alguém para falar em discriminação de homossexuais? Cito mais um, dos vários fatos que provam o contrário: o Jô soares chamou um convidado e mencionou que ele vivia com um homem, em seguida conclamou o auditório a aplaudir. Onde estava a discriminação? Só vi exaltação. Nuuuuunca ví nenhum homossexual apanhar por isso, ser preso morto ou qualquer outro tipo de violência, embora eu saiba que isso raramente ocorre; pessoas apanham por serem "crentes" e até morrem por isso, apanham por ter uma opinião correta a respeito de um assunto (que não tem argumento agride ou projeta lei para prender quem se expressou e lhes deixou sem resposta), apanham porque torcem pelo time "a" (enquanto que outros apanham por torcerem para o "B"), alguns até são mortos. E o que fazer? buscar as leis que temos e que alguns ignorantes parecem fazer de conta que não existem. para quem não sabe informarei, de primeira mão, anotem. Lesão corporal é crime segundo o código penal, homicídio também. logo criar uma lei que vai contra o artigo 5º da constituição (o qual menciona a liberdade de expressão) alegando violência contra homossexuais é ignorância, consultem o código penal (alguém já mencionou os textos nesse fórum, leiam, anotem e entrem na justiça se seus direitos forem violados). Argumenta-se a favor da plc 122 como se existisse alguma lei que dissesse que homicídio é só quando um heterossexual for morto, lesão corporal e danos morais só vale na justiça se a vítima for heterossexual; as nossas leis amparam a heteros e a homossexuais, é só lê-las. O que alguns estão querendo é uma lei para se aproveitar, obter vantagens por serem homossexuais. Malandragem. Muitas pessoas gostam de se fazer de coitadinhos para obter vantagens.

Anônimo disse...

Leis contra agressões e intimidações já existem. Não precisamos de mais. Só devemos exigir a aplicação das Leis existentes. Sobre gostar ou não de bixinhas e simpatizantes, é outra história. Cada um não gosta do que não gosta!! Eu por exemplo não gosto de Alemão!! Alemão é que nem preto: só faz merdar!! Tentaram acabar com os judeus e não conseguiram matar nem a metade!!! hehehe!!

Anônimo disse...

O autor iniciou mencionando os riscos de se proteger unicamente um determinada preferência sexual contra discriminação.

Porém ele não deixou bem claro o que ele considera discrminação, já que, ao final do texto, ele expõe o "ser hétero" como algo ameaçado. Como se "ser hétero", por si só, fosse intrinsicamente ligado ao fato de "discriminar homossexuais". Como se "ser hétero", fosse igual a "não quero homossexuais perto de mim".

Pode-se ter um escolha sexual, sem discriminar as demais, assim como posso ser branco sem discriminar negros por não serem brancos. É a mesma lógica, não se tratando de nenhuma "inversão de posições".

Se a lei é para criminalizar a homofobia, ela é para criminalizar a heterossexualidade? O que se tende a pensar, quando essas duas idéias são colocadas como indissociáveis?

Leandro disse...

Interessante, o pessoal aí joga na cara dos cristãos que eles têm que ter mais amor, pois é o que a Bíblia "deles" ensina. Mas o q a Bíblia "deles" fala a respeito do homossexualismo? O ser humano tem uma capacidade inigualável de reter somente aquilo que lhe convém. A Bíblia diz que devemos amar ao próximo, que devemos amar as pessoas que erram, mas não nos autoriza a compactuar com tais erros. Tb sou cristão e tenho o direito de não concordar com o homossexualismo, apesar de respeitar o ser humano homossexual.

Alguém disse aqui que não escolheu ser homossexual, mas que simplesmente não tem atração por mulheres e a tem por homens. Tudo bem, e se eu disser que simplesmente não tenho atração por adultos, mas por crianças? Devo reivindicar meus direitos de pedófilo?

Sou a favor da não discriminação do ser humano, mas tb sou a favor da liberdade, principalmente das religiões, de pregarem aquilo que crêem.

Agora, sempre que um homossexual, por exemplo, participar de um processo seletivo para um emprego e não for aprovado, vai ter o direito de ir à justiça afirmando ter sido discriminado e alguém vai ser preso por isso?

Os homossexuais que façam o que quiserem ... mas não tentem tirar o nosso direito de discordar disso e de ensinar nossas crianças e jovens a discordar tb.

Anônimo disse...

hahahah..seu texto é hilário!!! Vc tem até raciocínio lógico, assim como a criança e o macaco, mas falta uma coisa: BOM SENSO, uma qualidade muito humana, o que coloca vc mais próximo do macaco mesmo...Meu caro, estamos falando de minoria, que sofrem diariamente preconceitos e discriminação...O Estado deve garantir direitos iguais a todos...Diferentemente dos heterossexais, os homosexuais não têm conquistado culturalmente o direito de exercerem sua opção sem constrangimentos ou preconceitos, assim é muito importante um instrumento como uma Lei para guarantir a eqüidade...

Anônimo disse...

O homossexualismo deve ser tratado como é, uma patologia, e que tem cura. Conheço ex-homossexual que se libertou dessa prática inclusive apaixonando-se por uma garota (com a qual só não teve um relacionamento por ele ter contraído HIV no homossexualismo, creio que pensou em poupá-la), conheço outro que deixou o homossexualismo e hoje vive bem com a mulher que ama; esses rapázes, como tantos outros que hoje são pais de família, se libertaram e vivem felizes. Sim isto é possível, vários casos similares provam. Pesquisas já revelaram que a maioria dos homossexuais o são em virtude de um abuso homossexual ocorrido na infância. Se eles não eram e ficaram em virtude de um trauma é provado que isso é uma patologia (doença) pscológica e da mesma forma que foi adquirida pode ser curada, da mesma forma que foi aprendida pode ser corrigida (pelo próprio indivíduo, não pelos outros). Há vários casos que provam isso. A maior maldade que se está fazendo com os homossexuais é esconder-lhe essa verdade, dizendo-lhes que não tem forma de sair desse poço e que devem procurar a felicidade e o amor dessa forma, pois estão condenados a isso. ISSO É MENTIRA!!!! Mesmo que as pessoas parassem de agredir os homossexuais com palavras (atitude que condeno) a infelicidade e frustração continuaria acompanhando-os. Quando menciono a palavra doença não é no sentido de condenação, mas no sentido de necessidade de ajuda. Claro que essa ajuda só é prestada a quem quer. Eu DUVIDO que um homossexual que queira mudança não consiga alcançá-la. Você que é homossexual e está lendo essas linhas, eu quero que reflita: será que realmente não tem saída? ou essa "verdade" não é mais uma besteira que alguns de nossa sociedade preconceituosa estão afirmando. Eu já vi mudançaSSSS! Da mesma forma que alguns eram hetero e viraram homo, o caminho inverso também existe.

Anônimo disse...

Sugiro que todos os imbecis aqui reunidos e com tanto temor da supra digam o porque disto e, também, qual seria o problema? Todos estamos na terra para defender-nos e porque o outro não poderia fazê-lo? Se todos somos tão inteligentes, porque não se por no lugar do outro antes de escrever tanta besteira? Además, todos direitos de falar e escrever o que pensamos, sempre lembrando do direito constitucional da preservação do espaço e individualismo de cada um..... Se somos tão bons, humanos e julgadores.... Pq tanta gente defende aquilo que não tem noção!? O medo é do ser diferente, do diferente ou porque este diferente já esta ao seu redor! Me envergonha sim, ter que chegar ao ponto de ler "leis idiotas" quando da criação de leis como 13o. salário também foram da mesma forma comentadas e criadas.... Direito de todos é ter direitos, portanto, nada de julgamentos e tão pouco bloqueios... Deixemos as coisas correrem seu caminho!

Anônimo disse...

Pelo direito de ser Hetero e contra a inconstitucinalidade deste Pojeto de Lei mal formulado. O site do Senado está fazendo uma enquete aberta ao Público perguntando se Somos a Favor da Aprovação da PLC 122. Essa votação vai até 00:00 hora do dia 30/12/2009. Participem.

http://www.senado.gov.br/agencia/multimidia.aspx

Anônimo disse...

A PLC 122 é um crime contra a democracia e a liberdade de expressão, aonde fica a moral? Como ficam as leis do Deus criador? Em ultraje a elas assim agem os homens, se esquecem de Deus e vivem a busca desenfreada pelos prazeres ilicítos da terra. Se for aprovada essa lei, só favorecerá a propaganda imunda a favor do homossexualismo o incentivo a praticas de sodomia e lesbianismo, pecado pelo qual Deus castigou Sodoma e Gomorra reduzindo a cinzas e tornando improdutiva e sem vida sua terra. Isso é um alerta, vale a pena pensar no rumo que esta tomando o mundo. Com a aprovação dessa lei, será um passo a mais que damos ao mesmo futuro dessas cidades Bíblicas. "O esquecimento de DEUS" e o amor a luxuria, e aos prazeres ilícitos!

paulo luzitano disse...

A PLC 122 é um crime contra a democracia e a liberdade de expressão, aonde fica a moral? Como ficam as leis do Deus criador? Em ultraje a elas assim agem os homens, se esquecem de Deus e vivem a busca desenfreada pelos prazeres ilicítos da terra. Se for aprovada essa lei, só favorecerá a propaganda imunda a favor do homossexualismo o incentivo a praticas de sodomia e lesbianismo, pecado pelo qual Deus castigou Sodoma e Gomorra reduzindo a cinzas e tornando improdutiva e sem vida sua terra. Isso é um alerta, vale a pena pensar no rumo que esta tomando o mundo. Com a aprovação dessa lei, será um passo a mais que damos ao mesmo futuro dessas cidades Bíblicas. "O esquecimento de DEUS" e o amor a luxuria, e aos prazeres ilícitos!

Rodolpho disse...

Olavo,

Acredito que a PLC 122/2006 não é todo esse bicho de sete cabeças que andam falando por aí, mas respeito sua opinião. Só acho o seguinte:

Eu posso chamar a homossexualidade de abominação, de errada, posso condená-la da maneira que for, e isso vai continuar mesmo com a PLC 122/2006 aprovada. Esse projeto não visa acabar com a libedade religiosa e muito menos impor uma ditadura para acabar com os heterossexuais. Esse é o maior absurdo que já ouvi sobre esse projeto.

Só os homofóbicos estão com medo desse projeto, por que eu sou heterossexual, nunca discriminei e nem julguei alguém pela sua condição sexual, apoio esta lei e acredito que vai trazer muitos benefícios para o Brasil.

O que me deixa revoltado é perceber que o Brasil não é laico de verdade, pois a maioria dos senadores bolqueia esse projeto por motivos religiosos. rsrs

Que piada! Viva o Brasil laico, não é mesmo?! Anda tomando decisões com base no cristianismo...

Um abraço...

mauricio disse...

Gentem, e eu q sou da Frente da Libertação do Evangelho Gay, não sei em quem votar. Fiquei na dúvida, alguém ajudám?

Anônimo disse...

Queridos que votaram 'não'.
parabéns.
Se vocês não sabem, a lei beneficiaria também deficientes e idosos.

Clap, clap, clap.
Apalauso ao povo de Deus.

Agora continuaremos a ser ofendidos e ridicularizados. Bem como deficientes e idosos.

Estão felizinhos?

Anônimo disse...

Examinamos substitutivo da Senadora Fátima Cleide é verificamos que a nova redação como está também é um erro.
.
É criar uma norma penal que constrange o direito à liberdade com expressões vagas e imprecisas que ficarão excessivamente largas para interpretação da polícia, do MP e do judiciário a colocar o cidadão brasileiro na cadeia por causa de alguma excentricidade de outrem.
.
É criar uma classe privilegiada que tem todos os direitos civis e constitucionais, mais uma subclasse especial de direitos que somente pertencem às pessoas que têm aquele comportamento (homo) sexual. Mas isso não é nenhum título para conferir direitos a alguém.
.
Os atos de discriminação ou preconceito contra os homossexuais são os mesmos atos de discriminação ou de preconceito contra qualquer pessoa e não há privilégios baseados em preferências sexuais.
.
Concluindo, não é um direito humano. Tudo que há são propostas derrotadas neste sentido. Não é um direito constitucional porque homens e mulheres são iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza e não o contrário.
.
Não é preciso que haja elementos GLBTS para que uma conduta seja considerada injúria. Basta que tenha o potencial de ofender a pessoa e daí que tome as suas providências.
.
Não há como obrigar 99% da população a considerar um comportamento como socialmente aceitável algo que violenta a cultura e a família deste país.
.
No entanto, do ponto de vista humanista é uma constrangimento contra a sociedade, contra a família e um atentado contra a cultura do nosso país.
.
Também já alertamos o gabinete do Senador Cristóvão Buarque de que o Senado será o único responsável caso venham a disparar os índices de violência contra homossexuais nos próximos anos.
.
Equipe eyeLegal
Rede Global de Direitos Civis
http://www.eyelegal.tk

Anônimo disse...

Faça-se uma lei que beneficie deficientes e idosos e será aceita (projetos podem ser feitos e apresentados a qualquer momento). Beneficiar homossexuais em detrimento de nós (heteros) não, todos são iguais segundo a constituição.

Anônimo disse...

Muito bom o conteúdo.
Acredito que ele demonstre inegávelmente a manipulação política que vem ocorrendo.

Não sou a favor do projeto de lei

Não acho que devamos achar que a sexualidade é condição essencial do ser humano , apesar de ser importante

Não acho que sexo se equivalha a amor ou expressão dele(pura demagogia homossexualista)

Não concordo com a ditadura que vai avançando pouco a pouco.

Acho que a sociedade deve se mobilizar contra esse tipo de manipulação mesquinha e que se interessa por coisas como:

Controle de natalidade
tomada do poder por homossexuais( principalmente na mídia)
naturalização da sexualidade, como se a pessoa nascesse homossexual e ao "descobrir" isso não poderia nunca mais deixar de sê-lo.
E distorção de fatos a todo custo .

Não nem sempre ao longo da história homossexuais foram perseguidos, isso é só mais uma lenda que é transmitida por aí.Quando o homossexual é atacado, dizem que ele é atacado por ser homossexual, mas quando um hétero é atacado ele é apenas mais um cidadão.

Anônimo disse...

Sou heterosexual, respeito quem opta pelo homosexualismo, sou favorável ao conceito do PL 122/2006, entretanto, vejo em alguns artigos do projeto de lei FLAGRANTE inconstitucionalidade quando criminaliza a liberdade de expressão daqueles que não querem para si ou para seus filhos a orientação homosexual. Não tenho dúvidas que esse projeto será rejeitado pela maioria dos senadores, pois estarão atendendo aos anseios da maioria da população brasileira. E não adianta "espernear", ofender, tentar ridicularizar que assim entende.

Anônimo disse...

Poderiam criar leis específicas para índios, aleijados, doentes mentais, pardos, brancos, negros, imigrantes, pobres, órfãos, etc. Nenhum deles é assim por "opção". Nada mais justo do que protegê-los também. Lei ridícula essa PL 122/2006. Total falta do que fazer. Com tantos problemas que merecem atenção em nosso país, ficam se preocupando com essa besteira. Os que se sentem discriminados, evoquem a Constituição. Lá já está especificado esse tipo de prática.
Em tempo: talvez nosso país queira ser o primeiro do mundo a ter uma lei assim.
Essa lei representa um retrocesso. Quem a defende não conhece o seu teor e a ameaça que ela representa para toda a sociedade, independente de religião. Se aprovada será um caos para a família brasileira, para empregadores, para líderes religiosos.
É lamentável.
Tomara que o Senado tenha o bom senso de enterrar esse arremedo de lei.

Anônimo disse...

BRazzzil com Z de zebra, esta lei nao deveria nunca ser proposta isto é um absurdo me enoja me envergonha, nascemos de um casal homem e mulher, neste momento lembro-me de um documentário 21/12/2012 espero que Deus tenha mesmo marcado para este dia que estar tao proximo para acabar com esta pouca vergonha por definitivo!

Anônimo disse...

Nós temos LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
Poxa...
Agora um pastor não pode pregar o que diz na Bíblia só por causa dessa lei?
Bom, respeito a gente deve ter. E cada um tem a sua opiniao. E opiniões tem que ser respeitadas.

Anônimo disse...

HOrrivel mesmo... quem não tem o que fazer é isso mesmo... só faz bestera e com alguns trocados dizem sim. Quem tem ao menos um sendo de direito constitucional vê claramente q essa lei contra a constituição. Isso dá a liberdade de expressão as pessoas q querem, mas e a minha liberdade? Eu que quero formar uma familia na forma tradicional que vai condizente conforme a todos os ensinos q recebemos? e que tem na biblia? pq pelo q saiba Deus não criou 2 Adãos e nem 2 Evas.

FGustavSchmid disse...

O congresso representa com perfeição a nossa sociedade majoritariamente despolitizada e inculta. Desse modo, conforme a CF. devemos respeitar as decisões dos legisladores, pq assim se mantém a ordem institucional. Na minha opinião, a única saída disso é uma educação isenta de preconceito que proporcione o desenvolvimento pleno de uma nova geração de cidadãos com valores humanistas e responsáveis por suas ações. E aí sim essa nova geração poderá pôr abaixo esse castelo de cartas em que está sendo transformado o Estado brasileiro, com suas corporações incrustadas na ré pública e privatizando o erário ao privilegiar casta de sátrapas que infestam o legislativo e principalmente o judiciário. E infelizmente esses vermes denigrem a imagem dos poderes da república de uma forma que só poderá ser corrigida usando o princípio do Leviatã de Hobbes. Quando acabar o pão, haverá brioches para todos?

Anônimo disse...

SE a gente vai ter que achar normal os homossuais trocando caricias nas ruas em qlqr hora do dia e em qlqr lugar, sem ter o diereito de não gostar... Não aprovo essa lei mesmo. Deixem as coisas como estão. O homossexualismo não é uma coisa linda não, e nem é certo... é um desvio da normalidade. Não vamos extermina-los por isso, mas tampouco acho certo apologia para o crescimento da adesão a essa prática.

Anônimo disse...

A preocupação patente dos lideres mundiais e com a devastação do meio ambiente. O que vem gerando ao longo dos anos desequilíbrios como:
-Aquecimento global, maior incidência de raios ultravioletas (com aumento de vários tipos de câncer), enchentes em varias partes do planeta, tudo isso ou parte disso causado pela ação irresponsável do homem na insana tentativa de mudar as leis naturais causando desequilíbrio em todo ecossistema; Isso prova que a mudança de qualquer lei natural ocasiona prejuízo as vezes irreversível. O que não e diferente quanto a questão do homossexualismo onde cada ser (homem mulher) tem um papel distinto na sociedade e na família não deixando espaço para um terceiro sexo, visto que não existe, dada a ciência na área da biologia só considerar dois tipos de cromossomos ( X e Y) masculino e feminino. Toda essa mudança imposta fere o aspecto natural da procriação emperrando o seu curso natural que entre outras esta na incumbência de perpetuar a espécie o que e impossível a gays e lesbicas no entanto os defensores desses movimentos tentam empurrar garganta a baixo na população de heterossexuais que os que não concordam com as praticas homossexuais são homofobicos e precisam de tratamento. – Tudo bem, digamos que todos a população de heteros que concordando ou não com essa pratica receba tratamento e passe não somente a concordar como a praticar tal ato ... – E ai sabichões? Me dêem a estatística da população mundial daqui a 130 anos .
Que Deus use de misericórdia Com esses políticos insanos Que pretendem Aprovar uma Lei Mais insana ainda. A PL 122/2006

Anônimo disse...

Quer gostem ou não os homossexuais sejam eles quem forem, são edemoniados sem vergonha na cara e sem dignidade alguma, são tão xulos que precisam brigar para convencer-se a si mesmos do que são, os senhores parlamentares e outros que concordam com essa lei chorarão lágrimas de sangue ao verem os seus lares dominados por pessoas sem escrupulos, que devem serem respeitadas como ser humano sim mas que perderam completamente a noção da realidade e necessitam de auto afirmação justamente pra mostrar o que nem mesmo elas querem ser, por traz de cada ato homossexual existe um vazio imenso que nada preenche porque o que lhes falta é o Deus verdadeiro, se isso caminhar como esta o Brasil vai ser uma verdadeira miséria, e que fiquem tranquilos os homossexuais, ninguem pode calar a boca de quem não concorde com tal ato ainda que isso lhe custe a vida pois afinal a dignidade, que é o que eles não tem, não tem preço para os que o tem: O BRASIL PRECISA É DE DEUS, do campo a presidencia.

Anônimo disse...

Eu sugiro que, antes de tudo, os cidadão brasileiros leiam o PLC 122/2006 em http://www.senado.gov.br/sf/senado/centralderelacionamento/sepop/pdf/PLC122.pdf.
O projeto não fala NADA sobre perdas de direitos para os cristãos, grupo no qual estou encaixado, já que sou protestante há mais de dezoito anos. O PLC 122/2006 não fala que a homossexualidade é certa, nem errada. Ele só tenta previnir e punir o tratamento violento/discriminatório contra os minorias não-heterossexuais.
Ao contrário do que muitos pastores disseram, a Igreja não estará forçada a ficar calada se um casal homossexual se manifestar afetivamente dentro da Igreja, assim como um casal heterossexual não pode.
Tomara que os cristãos de todo o Brasil vejam esse projeto como uma tentativa de por fim a todos os crimes homofóbicos violentíssimos e preconceitos anti-bíblicos. Afinal, somos todos criados iguais.

alessandra disse...

ninguem quer que aceite a lei,mas ninguem quer ser chamado na rua de viado,nè????

spectreman disse...

sou contra e digo mais! essa lei imoral e uma das vertntes pra se implantar um governo unico goblal e totalitario!e uma afronta a familia brasileira1

Anônimo disse...

É ESTRANHO. TODAS AS PESSOAS QUE POSTARAM AQUI TEM AMIGOS GAYS. NA FAMÍLIA, NINGUÉM TEM! PARECE QUE SÓ EU TENHO A INFELICIDADE DE TER UM IRMÃO ASSIM.
A PLC 122/2006 ABRE UM PRECEDENTE PERIGOSÍSSIMO CONTRA AS PESSOAS DE BEM.
ELES, OS SODOMITAS, DEVEM GANHAR ESTA BATALHA, MAS A GUERRA JÁ ESTÁ PERDIDA.

Vortisto disse...

Ah não... a hipótese de que a sociedade passaria a discriminar heterossexuais porque os homossexuais serão protegidos contra discriminação é simplesmente absurda. Esse seu medo paranóico jamais se concretizou em um lugar onde se tenha passado uma lei que proíbe discriminar minorias – como é o caso de Belo Horizonte – e não leva em consideração que os heterossexuais são a maioria.

O que se pretende com esta lei é exatamente remover da heterossexualidade o status de norma a ser seguida por todos. Assim, permitiremos que todos os indivíduos sejam aceitos uns pelos outros e sejam tratados de modo IGUAL. Permitiremos também que 5%-10% dos indivíduos se tornem LIVRES para escolher os seus parceiros de acordo com a sua vontade. Ambos são temas importantes para a nossa sociedade que ainda sonha com a IGUALDADE e a LIBERDADE.

mauro disse...

Esse projeto de lei é uma piada de mal gosto!!A deputada é de que partido? É do PT, ta explicado.

mauro disse...

Esse projeto de lei é uma piada de mal gosto!!A deputada é de que partido? É do PT, ta explicado.

Anônimo disse...

Por favor senhores,
onde está a surpresa? quando os legisladores são pessoas do mais alto gabarito como: vossa excelência tiririca, vossa excelência romário, vossa excelência clodovil, vossa excelência wagner montes, vossa excelência bebeto, e tantos outros, qual a surpresa em se fazer leis sem sentido????????/

Luiz Felipe disse...

Gente,uma coisa e preconceito e outra e nao concordar com certas atitudes.Nos nao v
amos poder falar nada em uma socidade que se intula como "liberdade de expressao". Ninguem tem preconceito por homossexual,mas e injusto fazer uma lei que cala a boca do povo. Vamos inventar a lei que benecia a todos como religiao,classe social,sexo,faixa etaria de idade...pois o importante e acabar com qualquer tipo de preconceito. Eles poderao falar de nos o que quiserem tanto em elogio quanto em critica e eles nao serao penalisados mas se falarmos algo sobre eles,poderemos ser presos.
O problema nao e a lei para eles,e sim a desigualdade social pois as leis devem ser feitas para todos e nao apenas para alguns.

Anônimo disse...

Liberdade de expressão é uma ova!!! O sujeito ter a necessidade de ficar falando que o homoafetivo é doente, que provavelmente porta o vírus HIV, que é antinatural, etc. é inaceitável! Àqueles que questionam como expicar aos seus filhos quando veem dois homens ou duas mulheres em situações de afeto em espaços públicos, pensem também na resposta que dariam quando vissem estas mesmas pessoas sofrerem agressões por conta disso.

Anônimo disse...

Existe algum argumento contrário a lei que não use a religião ou a decência para se fazer valer? Os que se valem desses argumentos me fazem imaginá-los santas divindades. Nunca traíram seus cônjuges, nunca deixaram de dividir suas refeições com os famintos, nunca atiraram pedras antes do julgamento e principalmente, só fazem sexo com a finalidade da procriação. Estou comovido!

RINALDO disse...

Caros amigos, primeiro não tem nada a ver com o Partido dos Trabahadores, segundo é uma Lei indecente, 3º só existe dois tipos de seres: Macho e Femea, Homem e Mulher, 4º A Lei sendo aprovada as pessoas não poderão se expressar com liberdade voltando assim ao tempo da ditadura, 5º Essa Lei fere os principios morais da familia, 6º Essa Lei vai contra a biblia que é a maior lei existente no mundo, 7º Essa Lei vai contra a Carta Magna Constituição Federal por isso é inconstitucional.

Agora pensem uma lei com esses adgetivos deve ser aprovada, e sermos tratados como um zero a esquerda sem expressar nossos sentimentos?

Sou contrario a Lei e farei nota de repudio a quem aprova-la.

Anônimo disse...

Não consigo entender uma lei com uma finalidade de, lutar contra a discriminação, baseando-se em, "discriminação de opinião".
Como se pode lutar contra o preconceito, botando mordaça na piniçao publica, será que eles não sabem que liberdade de expressão é um direito constitucional.
Seique isso vem se desenrolando hátempos, mas estamos pagando o preço de não levar tão a serio o nosso voto, e votar em candidatos que, por serem engraçados ou seja, "palhaços".
Assim nos afundamos na ignorancia de alguém se acha no direito de me calar pra me defender do meu preconceito.
VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO DESTE PAÍS.

Anônimo disse...

www.blocodoeumeiporto.wordpress.com

vamos nos unir e fazer um movimento para mudar essa história de preconceito!

Carlos Albertoxy disse...

Rinaldo, vai estudar o assunto. Não se pode olhar aqui pela moral: cada família e cada ser humano tem a sua. Deve-se olhar pela ética, pela filosofia e pela ciência do Direito. Se você não entende disso não vem trazendo seus princípios religiosos. Aliás cada igreja evangélica e Cristã também tem o seus, nem se entendem. E sobre a maior lei do mundo, se for olhar pelo seu ângulo, seria o Alcorão, pois é a maior religião do mundo e a que mais cresce. Não voltaremos ao tempo da ditadura, muito pelo contrario, na ditadura os homossexuais eram massacrados diante dessa sua moral ai. E não existem dois seres: homens e mulheres; vai estudar que é melhor: existem os transexuais, ou seja, nascem com características dos dois sexos – tanto hormonal quanto de comportamento psicológico. Você nasceu em que planeta?
E vale lembrar que experiências recentes sobre o cérebro masculino, feminino e de homossexuais indica que a atividade cerebral pode não ser bem definida neste últimos, o que indica um novo tipo de contexto. Mas se você não lê sobre o assunto se abstenha de ficar falando o que não sabe baseado em preceitos religiosos.

César disse...

Desde que começou a ser debatido no Senado, o projeto de lei da Câmara 122/2006, que define os crimes resultantes de preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero tem sido alvo de pesadas críticas de alguns setores religiosos fundamentalistas (notadamente católicos e evangélicos).

Essas críticas, em sua maioria, não têm base laica ou objetiva. São fruto de uma tentativa equivocada de transpor para a esfera secular e para o espaço público argumentos religiosos, principalmente bíblicos. Não discutem o mérito do projeto, sua adequação ou não do ponto de vista dos direitos humanos ou do ordenamento legal. Apenas repisam preconceitos com base em errôneas interpretações religiosas.

Contudo, algumas críticas tentam desqualificar o projeto alegando inconsistências técnicas, jurídicas e até sua inconstitucionalidade. São críticas inconsistentes, mas, pelo menos, fundamentadas pelo aspecto jurídico. Por respeito a esses argumentos laicos, refutamos, abaixo, as principais objeções colocadas.

1. É verdade que o PLC 122/2006 restringe a liberdade de expressão?

Não, é mentira . O projeto de lei apenas pune condutas e discursos preconceituosos. É o que já acontece hoje no caso do racismo, por exemplo. Se substituirmos a expressão cidadão homossexual por negro ou judeu no projeto, veremos que não há nada de diferente do que já é hoje praticado.

É preciso considerar também que a liberdade de expressão não é absoluta ou ilimitada - ou seja, ela não pode servir de escudo para abrigar crimes, difamação, propaganda odiosa, ataques à honra ou outras condutas ilícitas. Esse entendimento é da melhor tradição constitucionalista e também do Supremo Tribunal Federal.

2. É verdade que o PLC 122/2006 ataca a liberdade religiosa?

Não, é mentira . O projeto de lei não interfere na liberdade de culto ou de pregação religiosa. O que o projeto visa coibir são manifestações notadamente discriminatórias, ofensivas ou de desprezo. Particularmente as que incitem a violência contra gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais.

Ser homossexual não é crime. E não é distúrbio nem doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Portanto, religiões podem manifestar livremente juízos de valor teológicos (como considerar a homossexualidade "pecado"). Mas não podem propagar inverdades científicas, fortalecendo estigmas contra segmentos da população.

Nenhuma pessoa ou instituição está acima da Constituição e do ordenamento legal do Brasil, que veda qualquer tipo de discriminação.

Concessões públicas (como rádios ou TV's), manifestações públicas ou outros meios não podem ser usados para incitar ódio ou divulgar manifestações discriminatórias – seja contra mulheres, negros, índios, pessoas com deficiência ou homossexuais. A liberdade de culto não pode servir de escudo para ataques a honra ou a dignidade de qualquer pessoa ou grupo social.

3. É verdade que os termos orientação sexual e identidade de gênero são imprecisos e não definidos no PLC 122, e portanto, o projeto é tecnicamente inconsistente?

Não, é mentira . Orientação sexual e identidade de gênero são termos consolidados cientificamente, em várias áreas do saber humano, principalmente psicologia, sociologia, estudos culturais, entre outras. Ademais, a legislação penal está repleta de exemplos de definições que não são detalhadas no corpo da lei.

Cabe ao juiz, a cada caso concreto, interpretar se houve ou não preconceito em virtude dos termos descritos na lei.

Por Julian Rodrigues (Instituto Edson Neris e consultor projeto Aliadas)

Anônimo disse...

O dia que conseguirem que um homem natural sem ser alterado pela ciencia conseguir reproduzir ter filhos tendo relação com outro homem e o mesmo vale para as mulheres concordarei com essa lei o resto é tudo balela, querem mudar a natureza isso não precisa nem envolver religião nesta história e só natureza, bando de imbecis isso e o mesmo que querer mudar a natureza, lei de idiotas.

Angelo disse...

Comentário da Priscila
Disse tudo em poucas palavras.
Parabéns...

Balthazar disse...

“Lei da Homofobia” (PLC 122/2006) será votada amanhã, proteste!

Não podemos aceitar que imputem a nós, cristãos, a categoria de discriminatórios, apenas porque obedecemos os Mandamentos. Não podem nos colocar na cadeia por seguirmos nossa consciência.

Precisamos reagir o quanto antes contra este Projeto de lei.

O Brasil cristão é contra o PLC 122/2006.

Acesse o site abaixo e envie agora uma mensagem para os senadores e demais secretarias responsáveis, pedindo medidas para que o PLC 122/2006 não seja aprovado.

http://www.ipco.org.br/home/assine-a-carta-de-protesto-ao-senado-federal-contra-a-lei-da-homofobia

Vitor Feijó, 16 anos. disse...

Eu penso que se os brasileirias fossem mais justos, menos animalescos e alienados, teríamos uma sociedade em paz, e como seria gostoso. Não entendo o por que de tanto falarem mal do homossexualismo em igrejas, em programas de TV, etc. Homossexualismo é tão normal quanto o heterossexualismo, o bissexualismo ou qualquer outra vertente sexual. Todos nascemos assim, e nada pode mudar. O que os GLBT's gostariam mesmo, é de viver em paz, serem felizes, terem o direito de amar, de ter uma vida gostosa, calma, feliz, uma família, como todo o heterossexual também deseja. Todo o GLBT só quer ser feliz, se sentir livre, e não ser visto como obra do demônio, seres malditos que precisam ser isolados e infelizes, privados de necessidades emocionais básicas que todo o ser humano precisa suprir. Quando as pessoas se amarão e se respeitarão, cuidarão de suas vidas em vez de viver apontando o dedo para a das outras, como se fossem as únicas santas?

Gilson disse...

Então pessoal, isso realmente é um absurdo, e absurdo também são alguns comentários lidos aqui, ao contrario do que li não é uma perda de tempo ler esses artigos pois só assim podemos ter noção da opinião publica, que se mostrou massivamente contra, porém, essa lei não diz respeito somente aos gays, como comentou Priscila, ou tão somente repele cristão de locais publicos por acharem imoral dois homossexuais se "amassando", minha opinião é como diz aquela musica ridicula, cada um no seu quadrado, se acha imoral beleza, mas em que você vai estar sendo prejudicado??? Simplesmente não faça igual, se é cristão se atenha as leis de Deus e seja salvo, também não acho legau dois homens se beijando, acho até nojento, mas e dai??? Não sou eu então aqui inicia-se a filosofia do Sou eu?? Não, então foda-se. Se no Brasil a população de modo geral protestasse por algo útil tudo bem, mas ficam rachando cuca tentando pregar moralidade nos outros??? Por que não paramos o Brasil por um dia mostrando a indignação com os roubos e rombos políticos ou contra o preço ridiculo dos combustiveis, considerando que o Brasil ja é alto suficiente nesse aspecto??? Se formos sensatos não nos preocupariamos tanto com o que os gays farão na rua, Deus deu a vida a cada um e cada um decide o que fazer dela, depois do julgamento é que se ve se vc relaxa num campo verde florido ou queima os pés no mármore da casa do capeta. Pense só se você que prega tanto o moralismo amanhã resolve virar a cazaca, ou se teu filho ou filha chega amanhã e diz: não sou bem o que você pensa que eu sou, e ai como fica??? Vão a merda pregar a porra do moralismo seus merdas, se preocupem com algo útil, ocupem essas cabeças idiotas com trabalho e não com comentários idiotas, e, minha opinião, ideal é o equilibrio, todo extremo é negativo, até mesmo o moralismo.

Abraço aos que tem bom senso, e vão a merda os moralistas!!!

Anônimo disse...

Se fosse certo. Seria Adão e Ivo e não Adão e Eva! kkkkkkkkkk

Alexandrerf disse...

A PLC 122/2006, vai de encontro a Bíblia que em várias partes afirma que não tem lugar no céu para os afeminados e sodômicos (obs: sodômicos não são somente os homossexuais são todos que praticam e gostam de sexo anal), e contra a ciência e a medicina que no CID 10 (Classificação Internacional de Doenças) e DSM continuaram tratando os afeminados como uma patologia que tem tratamento (Transtorno sexual), a defesa dos homossexuais é viável como a defesa da mulher e da criança, caso seja examinado com atenção cada caso especifico.
FATOS SÃO FATOS! RELAÇÃO HOMOSEXUAL NUNCA SERÁ ACEITA!!!! TANTO NA VISÃO DE DEUS QUANTO NA VISÃO CIENTIFICA QUE VOLTA A COMPROVAR PELA PROPRIA AIDS.
O verdadeiro Cristão não sai matando e nem ao menos espancando homossexuais, os criminosos que fazem devem ser presos e punidos, mas esbarramos aqui na realidade dos fatos só o cidadão tem respeito pelas Leis, aqueles que vivem a margem da Lei nunca a respeitará enquanto não houver punição real.

Anônimo disse...

ERRO:
"Homossexualismo é tão normal quanto o heterossexualismo, o bissexualismo ou qualquer outra vertente sexual. Todos nascemos assim, e..."
RESPOSTA:
Homossexualismo é doença e tratavel; CID 10 e DSM - CID-CÓD.60-65!
Diante de Deus é abominado em:
I Timoteo 1:1-11
I corintios 6...
Referindo-se também a sodomia:
Sodomia que é o sexo anal definicção dada pelo dicionario Aurélio sécXXI(ref. homossexual ou casal HETERO que usa este tipo de sexo).
As autoridades brasileiras deveriam se preocupar em temas mais sérios e não perder tempo com temas de casos de gangues de marginais e gigôlos que matam homossexuais. Esquecem de nossas crianças e mães que sofrem pela perda dos filhos para as drogas e a marginalidade.
Temos que lembrar que nossas leis que não tem moral em suas punições de nosso sistema prisional.

CRISTÃO disse...

ERRO:
"Homossexualismo é tão normal quanto o heterossexualismo, o bissexualismo ou qualquer outra vertente sexual. Todos nascemos assim, e..."
RESPOSTA:
Homossexualismo é doença e tratavel; CID 10 e DSM - CID-CÓD.60-65!
Diante de Deus é abominado em:
I Timoteo 1:1-11
I corintios 6...
Referindo-se também a sodomia:
Sodomia que é o sexo anal definicção dada pelo dicionario Aurélio sécXXI(ref. homossexual ou casal HETERO que usa este tipo de sexo).
As autoridades brasileiras deveriam se preocupar em temas mais sérios e não perder tempo com temas de casos de gangues de marginais e gigôlos que matam homossexuais. Esquecem de nossas crianças e mães que sofrem pela perda dos filhos para as drogas e a marginalidade.
Temos que lembrar que nossas leis que não tem moral em suas punições de nosso sistema prisional.

Anônimo disse...

não pensei que existisse tantos viados e tantas sapatão neste senado e nesta assembleia do Brasil. aprovar a pl 122/2006, é coisa de maniacos bandidos ou...

Anônimo disse...

Não tem jeito, por mais que queiram justificar, não adianta. A homoafetividade é algo bizarro e mais bizarro são os atistas e alguns políticos taxar a sociedade de anti-homofóbica, inclusive denegrino religião A ou B. A sociedade tem sido a verdaeira vítima da anti-heterofobia, até mordaça querem nos impor, que bosta de democracia é essa, se a nossa opinião não serve pra nada? É mais na hora de querer os nossos votos, o PSOL, o Kassab, a Martaxa Suplicy e tantos outros patifes vêm atrás dos nossos votos. Um recadinho pra Preta Gil, não queira bater de frente com os fãs que pode ser o enterro da sua carreia, cuidado, vá de vagar, é melhor vc ficar na sua...

Anônimo disse...

Não tem jeito, por mais que queiram justificar, não adianta. A homoafetividade é algo bizarro e mais bizarro são os atistas e alguns políticos taxar a sociedade de anti-homofóbica, inclusive denegrino religião A ou B. A sociedade tem sido a verdaeira vítima da anti-heterofobia, até mordaça querem nos impor, que bosta de democracia é essa, se a nossa opinião não serve pra nada? É mais na hora de querer os nossos votos, o PSOL, o Kassab, a Martaxa Suplicy e tantos outros patifes vêm atrás dos nossos votos. Um recadinho pra Preta Gil, não queira bater de frente com os fãs que pode ser o enterro da sua carreia, cuidado, vá de vagar, é melhor vc ficar na sua...

Anônimo disse...

Não tem jeito, por mais que queiram justificar, não adianta. A homoafetividade é algo bizarro e mais bizarro são os atistas e alguns políticos taxar a sociedade de anti-homofóbica, inclusive denegrino religião A ou B. A sociedade tem sido a verdaeira vítima da anti-heterofobia, até mordaça querem nos impor, que bosta de democracia é essa, se a nossa opinião não serve pra nada? É mais na hora de querer os nossos votos, o PSOL, o Kassab, a Martaxa Suplicy e tantos outros patifes vêm atrás dos nossos votos. Um recadinho pra Preta Gil, não queira bater de frente com os fãs que pode ser o enterro da sua carreia, cuidado, vá de vagar, é melhor vc ficar na sua...

Anônimo disse...

Não tem jeito, por mais que queiram justificar, não adianta. A homoafetividade é algo bizarro e mais bizarro são os atistas e alguns políticos taxar a sociedade de anti-homofóbica, inclusive denegrino religião A ou B. A sociedade tem sido a verdaeira vítima da anti-heterofobia, até mordaça querem nos impor, que bosta de democracia é essa, se a nossa opinião não serve pra nada? É mais na hora de querer os nossos votos, o PSOL, o Kassab, a Martaxa Suplicy e tantos outros patifes vêm atrás dos nossos votos. Um recadinho pra Preta Gil, não queira bater de frente com os fãs que pode ser o enterro da sua carreia, cuidado, vá de vagar, é melhor vc ficar na sua...

Anônimo disse...

Gente, eu não sou a favor da prática do homossexualismo, é direito meu.Porém,eu não preciso sair agredindo verbal e fisicamente aqueles que optaram (ou nasceram assim, como queiram) pelo homossexualismo.Apesar de tratar da Orientação Sexual, e não especificamente da Homoafetividade, essa lei não me diz nada, mas é claro aqueles que não aprenderam dentro de suas religiões ou da sua convivência familiar a respeitar e amar o próximo como a si mesmo, vai ficar um pouco complicado mesmo...

Anônimo disse...

Acredito que todos podem ser respeitados, e, fico triste quando vejo um ser humano ser surrado, esfaqueado, humilhado, rejeitado, por viver de uma forma própria, e, ter suas preferências pessoais.

Com certeza, ninguém deve ser agredido de nenhuma forma, por qualquer um que seja, seja em qualquer lugar que for.

Porém, o comportamento sexual, não pode ser imposto, a uma sociedade, pois o comportamento sexual de ninguém, é imposto em lugar nenhum. O que dever ser imposto, é o respeito ao ser humano, em primeiro lugar, independente de seu comportamento sexual, no momento em que a integridade mental, fisica, moral, e, outros valores individuais, são colocados em primeiro lugar.

Sou contra o homossexualismo, mas, não sou contra a homossexualidade.

O homosexualismo é uma ideologia, igual ao feminismo, igual ao maxismo, igual a qualquer outro ismo! É um sistema ideológico, que deseja influenciar o mundo, advogando a causa, de que a homosexualidade não só pode e déve ser admitida, mas deve ser promovida! Isto é o homosexualismo.

Homosexualidade não tém nada a ver com homosexualismo. Não é a homosexualidade que gera a parada Gay, é o homosexualismo, que produz isso. Não é a homosexualidade que cria Lobes, no congresso, pra isso, pra aquilo, pra aquilo outro! É o homosexualismo que cria isso; é a denominação, que podemos chamar de religião gay.

Anônimo disse...

Isso se chama preconceito e "cristofobia".
Isso é acabar com a liberdade de expressão.
Nós, Cristãos, condenamos apenas o pecado (homossexualismo), e não o pecador (Homossexual).

Anônimo disse...

Nossa, quanta polêmica...
Bom, disseram que ninguém nasce gay. Só deixo comentário aqui para para PROVAR que é mentira. Antes de eu sequer saber o que era sexo, já não sabia explicar por que sentia estranha atração por pessoas do mesmo sexo.
E, realmente, não há benefício completo protegendo somente uma das partes... (Neste caso, só nós, homossexuais) Seria mais justo a proibição de QUALQUER discriminação pela orientação sexual, não somente a homofobia...
"Aquele que agride o próximo, assim o faz por insegurança em seu próprio argumento..."

#Pensem nisso

Anônimo disse...

Sugiro que leia o texto do PLV 122/06 e como você mesmo diz pense a respeito, o projeto de lei é sim passível de críticas mas não dessa forma ofensiva, conservadora e leviana.