segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Morde e assopra, mas salva no final: STF deve indiciar mensaleiros por corrupção ativa, para alívio da defesa

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Ouça agora o podcast Alerta Total no seu computador.
http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

O plano de salvação dos mensaleiros está bem montado para o julgamento final que vai demorar ainda uns anos. José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares e Silvio Pereira, além de Marcos Valério, têm tudo para responder por crimes de corrupção ativa (que consiste em oferecer vantagem indevida) no caso do Mensalão. Também podem responder por formação de quadrilha, que é a união de pelo menos quatro pessoas com o fim de cometer crimes. Tudo estava previsto na tática de defesa deles, que aposta ser mais fácil livrá-los das acusações, no futuro e demorado julgamento, alegando “falta de provas”. A tese será a de que “corrupção é uma acusação subjetiva, sem comprovações objetivas”. Para a defesa, o mais importante foi eles terem escapado da acusação de peculato.

No momento, o STF está apenas decidindo contra quem será aberto o processo. Os ministros não entram, diretamente, no julgamento do mérito das denúncias.
O julgamento final, sobre a culpa em si de cada um dos réus, é uma segunda etapa. Os acusados terão todas as oportunidades do contraditório e da ampla defesa. O julgamento final pode demorar até seis anos. Por isso, o ex-procurador-geral Cláudio Fonteles sugere a criação de uma força-tarefa de juízes federais para acelerar as próximas etapas do processo. Na verdade, o Brasil precisaria de um tribunal especial para julgar crimes contra a administração pública, sem o artifício do foro privilegiado. O caso atual só está no STF porque cabe à suprema corte o papel de processar e julgar deputados e senadores.

A partir das 14 horas, a novela continua. O Supremo Tribunal Federal retoma o julgamento dos acusados “pelo capítulo mais complicado da denúncia" – segundo palavras do ministro relator Joaquim Barbosa. O capítulo se refere à parte mais explosiva da denúncia do procurador-geral da República contra a "quadrilha do mensalão". É o caso do suborno de parlamentares de quatro partidos aliados: PP, PTB, PR (ex-PL) e PMDB.

Os ministros do STF começam a avaliar se o esquema montado para distribuir recursos para partidos aliados ao governo representou compra de apoio político ou apenas uso de caixa dois. Até sexta-feira passada, foram acolhidas denúncias contra 19 dos 40 acusados pelo procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza. Dos 19 que serão processados, cinco irão responder pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e peculato. Por gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro, quatro dirigentes do Banco Rural, inclusive a dona e presidente, Kátia Rabello. Pelo crime de lavagem de dinheiro, vão ser investigadas nove pessoas.

Carequinha complicado

Um laudo anexado pelo Ministério Público ao inquérito do mensalão comprova que foi patrocinada por recursos públicos a farta distribuição de dinheiro a políticos da base aliada do governo.

O laudo revela que verbas repassadas pelo Ministério do Esporte à agência de publicidade SMP&B, do empresário Marcos Valério, foram parar três dias depois nas mãos de Anita Leocádia da Costa, assessora do deputado Paulo Rocha (PT-BA).

Os peritos colheram indícios que lançam suspeitas sobre a Usiminas, o Banco de Brasília (BRB) e a Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

Saque em dinheiro

De acordo com o relatório, de março de 2006, o Ministério dos Esportes repassou R$ 202,4 mil em 16 de dezembro de 2003.

No dia 19, após movimentar o dinheiro em contas do Banco Rural, a SMP&B mandou Anita retirar R$ 120 mil em espécie.

O laudo só não pode adivinhar para o bolso de quem foi o dinheiro.

Jogada de Mané

Assinado por peritos da Divisão de Pesquisa, Análise e Informação (DSPAI), o laudo rastreou também a origem de parte dos R$ 50 mil sacados no Banco Rural pela mulher do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), Márcia Regina Cunha.

O dinheiro teria saído da Companhia Siderúrgica Paulista (Cosipa), privatizada em 1993.

O Supremo abriu ação contra João Paulo, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato.

Ele é acusado de favorecer a SMP&B em contratos com a Câmara, quando a presidia.

O Bem Indicado

O presidente Lula da Silva convidará entre hoje e amanhã o ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Carlos Alberto Menezes Direito para uma vaga no Supremo Tribunal Federal.

A indicação não foi formalizada porque Lula não o conhece pessoalmente.

Direito arregimentou forte apoio político no PMDB, partido em que militou no passado, para preencher a vaga aberta com a aposentadoria de Sepúlveda Pertence.

Aparelhando a Máquina

O governo Lula acelerou o ritmo da criação de cargos comissionados da administração federal no segundo mandato.

Também chamados de cargos de confiança, esses empregos são muitas vezes destinados a apadrinhados políticos.

O número médio mensal de postos desse tipo criados saltou de 23,8 no primeiro mandato de Lula para 179,7 entre janeiro e julho deste ano.

Socorro aos sucateados

Nos próximos dias, o comandante-em-chefe Lula da Silva deve convocar uma reunião secreta do Conselho de Defesa Nacional para examinar o Plano de Reaparelhamento das Forças Armadas.

O projeto prevê investimentos de R$ 5,5 bilhões até 2011, só em equipamentos.

A maior parte deve contar com tecnologia e produção nacionais mas existem exceções.

A furada

O governo vai comprar, por US$ 180 milhões, 12 helicópteros de ataque russos Mi-56.

A compra deve ser assinada na próxima semana pelo comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Juniti Saito.

Em troca, a Rússia comprará carne e frango do Brasil.

Frango do Furlan

Em fins do ano passado, o então ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, negociou um escambo comercial com o governo de Vladimir Putin.

Os russos abriram o mercado para a importação de frango e carne brasileiros.

Como contrapartida, Furlan comprometeu-se a comprar equipamentos militares russos.

É assim que se faz uma transação internacional “Sadia”?

E se o povo do PT pedir...

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ironizou aentrevista exclusiva ao Estadão na qual Lula jura que "nem se o povo pedir" será candidato a um terceiro mandato em 2010.

"Não é o povo que vai pedir, é o PT".

Apesar de a Constituição proibir um terceiro mandato consecutivo, Lula poderia angariar apoio político para mudar a lei, conforme fez Fernando Henrique Cardoso, que aprovou uma emenda permitindo a reeleição para um segundo mandato.

Ditadorzinho

Quando um dirigente político começa a pensar que é imprescindível, que ele é insubstituível, começa a nascer um ditadorzinho. Não tem essa de o povo pedir. Meu mandato termina no dia 31 de dezembro de 2010. Passo a faixa para outro presidente da República em 1º de janeiro de 2011, e vou fazer meu coelhinho assado, que faz uns cinco anos que eu não faço”.

Foi o comentário de Lula na entrevista ao Estadão, acrescentando:

Quero chegar forte ao fim do mandato para ter influência no processo sucessório. Não ficarei neutro. Tenho posição política, tenho partido. E quero subir em palanque”.

Queima de arquivo comprovada

O Ministério Público de Minas Gerais concluiu que foi criminoso o incêndio ocorrido no Tribunal de Contas do Estado (TCE), em abril de 2002.

O MP vai denunciar como responsáveis diretos e indiretos pelo ato três funcionários graduados do tribunal.

Rui costa (servidor que ocupava cargo de confiança e se aposentou no ano passado), Wallace Oliveira Chaves (diretor-geral do órgão na época do incêndio) e Hugo Oliveira Veloso (atual coordenador de segurança).

Socorro, Seu Madruga...

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, advertiu ontem o Brasil de que pode ser "catastrófico" adiar decisões que poderiam afetar as necessidades de gás do país no futuro.

A advertência ocorreu no programa dominical "Aló, Presidente!", no qual Chávez previu que as atuais reservas de gás brasileiras mal durariam dez anos.

O tema do Gasoduto do Sul é para mim uma necessidade, mas foi posto de lado no Brasil. Respeito profundamente esta decisão, mas cada dia perdido hoje pode ser catastrófico para o futuro, e não para o da Venezuela, pois nós não perdemos tempo”.

O Gasoduto do Sul é um projeto que ligaria as jazidas de gás da costa leste venezuelana à Argentina, cruzando o Brasil em plena floresta amazônica, com ramais ligando à Bolívia, ao Uruguai e ao Paraguai.

Volta...

A bandeirinha Ana Paula de Oliveira pretende voltar a atuar em breve.

Depois do ensaio sensual para a Playboy, que vendeu muito, a bandeirinha não foi escalada para nenhuma partida oficial.

"Sinto saudades do clima do vestiário, da torcida, até dos insultos. O que eu peço é que me deixem voltar, porque eu gosto do que faço".

Foi o apelo da bela auxiliar de arbitragem, quase chorando, ao programa Esporte Espetacular, da TV Globo.

Nazareno Milagroso

Depois de 15 rodadas de sofrimento, o Flamengo conseguiu deixar ontem a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Novamente usando o Maracanã com mais de 50 mil torcedores, o Mengão venceu o Goiás por 3 a 1, gols de Léo Medeiros, Juan e Ibson.

O Flamengo pulou para a 16ª colocação na tabela, com 23 pontos, trocando de lugar com o Atlético-PR, do seu ex-técnico Ney Franco.

A estrela do Joel Santana, nosso Nazareno Salvador, continua brilhando...

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

3 comentários:

bastilha disse...

Serrão,


Comandantes das FFAA, devem ter assessoria de imprensa, pois não?

Pois deveriam dar uma espiada no site a verdadesufocada,


O “herói” dos massacres, Luiz Alves de Lima e Silva, foi recompensado por matar rebeldes do Norte e do Sul do país, recebendo os títulos de barão e em seguida de Duque de Caxias – ele é o patrono do Exército Brasileiro.”


http://www.averdadesufocada.com/index.php?option=com_content&task=view&id=579&Itemid=34

Bagli&Blog disse...

Prezado Jorge Serrão,

Boa tarde.

CARTA DA MAÇONARIA PAULISTA CONTRA A CORRUPÇÃO

Nós, maçons jurisdicionados ao Grande Oriente de São Paulo, federado ao Grande Oriente do Brasil e da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo, reunidos na noite do dia 20 de agosto de 2007 na Capital do Estado, nas dependências da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, em sessão solene comemorativa do Dia do Maçom, debatemos e aprovamos os seguintes princípios desta carta, denominada “Carta da Maçonaria Paulista Contra a Corrupção”.

Tendo em vista que:

1. Vivemos no Brasil um cenário de exclusão social, onde, a miséria, o preconceito e a corrupção são os principais vilões do País emergente. A miséria leva à marginalidade milhões de pessoas; o preconceito afasta o indivíduo das relações sociais, marginalizando- o; e finalmente, a corrupção mostra a face mais sombria e tenebrosa dessa exclusão social, pois, como decorrência direta da malversação do dinheiro publico, faltam recursos para investimentos em educação, saúde, habitação, segurança e transportes. Assim, as populações mais pobres, que demandam a grande maioria dos serviços públicos, ficam prejudicadas, impedidas até mesmo de exercer o legitimo direito constitucional de ir e vir;

2. Combater a corrupção em todas as suas formas, é um dever maçônico e uma exigência da sociedade, acabando com essa epidemia social que subtrai do povo a possibilidade de uma vida digna e o pleno exercício da cidadania, negando a todos o direito à esperança de um futuro melhor;

E considerando que:

· A história pátria brasileira se confunde com a ação de vanguarda social exercida pela Maçonaria através de árduas lutas e conquistas nacionais, legando ao povo o desfrutar da verdadeira liberdade responsável;

· A permanente e relevante representatividade da Maçonaria na sociedade paulista e brasileira fazem-na uma força viva da sociedade;

· A constante preocupação da Maçonaria com as questões sociais regionais e nacionais, acompanhando a evolução humana e identificando um pensamento social cada vez mais exigente para o acolhimento de soluções sérias e definitivas, caracterizando um real interesse na valorização da família brasileira;

Concluímos que:

É necessário recuperar a moralidade publica e instituir a transparência como fio condutor das ações governamentais, criando através da Maçonaria sistemas de operação mais eficientes e permitindo melhor controle da gestão publica, viabilizando fiscalização efetiva e uma oitiva da vontade popular, incentivando a participação da sociedade nas questões de relevante interesse público. Portanto, as Potências Maçônicas que esta subscrevem decidem:

1. A Maçonaria atuará de maneira homogênea, exigindo dos maçons que se acham investidos em funções publicas, um comportamento ainda mais austero e compatível com o rigor da filosofia maçônica;

2. Estimular todos os maçons para que se transformem em focos permanentes de luta contra a corrupção na sociedade, trabalhando ainda para difundir essa luta junto a todos os cidadãos com quem convivem;

3. Acentuar em cada Loja Maçônica a importância da tomada de posição clara e firme que precisa ser tomada por ocasião das eleições municipais, estaduais e federais, orientando os maçons, e, sempre que possível, promovendo debates entre candidatos;

4. Criar no âmbito das Jurisdições maçônicas um Fórum permanente destinado à análise e discussão das origens, práticas e disseminação da corrupção, definindo e adotando ao final, medidas práticas e contundentes para extirpar todas as ramificações da corrupção;

5. Desenvolver um cadastro de restrição maçônica onde constem todos os nomes de pessoas envolvidas nas condenáveis práticas de corrupção e improbidade administrativa, mantendo tais indivíduos vigiados e afastados de qualquer contato maçônico, e sempre que possível, mantê-los fora do serviço publico;

6. Promover a construção de uma sociedade revigorada em seus princípios morais e sociais, baseando-nos para tanto na trilogia Liberdade, Igualdade e Fraternidade;

7. Para que sejam concretizadas as decisões anteriormente expostas, as Potências Maçônicas signatárias desta comprometem- se a manter uma comunicação comum e homogênea entre todos os maçons jurisdicionados, conscientizando- os da gravidade do problema e também da importância da participação individual para viabilizar as soluções propostas, a fim de obter um congraçamento de trabalho produtivo e sempre sob os auspícios do Grande Arquiteto do Universo.

São Paulo, 20 de agosto de 2007.

Benedito Marques Ballouk Filho Pedro Luiz Ricardo Gagliardi
Eminente Grão-Mestre do
Sereníssimo Grão-Mestre da

Grande Oriente de São Paulo
Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo

Abração,

Anônimo disse...

MANIFESTO COMUNISTA DO PT

"Depois de engolir e absorver o Estado, fazendo dele um órgão e extensão de si próprio, o PT dá agora um tremendo "salto qualitativo" - como o chamaria Mao Dzedong - na marcha acelerada do Brasil rumo ao comunismo.

Extinguir o capitalismo, instaurar em lugar dele uma "democracia popular" socialista - eis o programa do Partido-Estado, finalmente assumido, às escâncaras, nos anúncios do seu 3º Congresso. Não, não acreditem em mim. Cliquem no link < http://www.youtube.com/watch?v=VNPjm0qfByc > e depois perguntem a seus olhos e ouvidos o que eles viram e ouviram"

Leia o artigo completo em: http://www.endireitar.com/index.php?option=com_content&task=view&id=155&Itemid=1

Para ler, ver e entender e se quiser, repassar http://www.dcomercio.com.br/especiais/mundo_real/08_obviedades.htmEsta