domingo, 5 de agosto de 2007

A Sociedade Brasileira Não Tem Referência

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Por Márcio accioly

Se as instituições brasileiras funcionassem como deveriam, boa parte dos atuais senadores e deputados já teria perdido seus mandatos. Mas, no Brasil, como se sabe, quem ascende a altos postos é sempre colocado acima de qualquer suspeita.

Suspeitos mesmos devem ser os que trabalham e contribuem com seus impostos, num país que possui carga tributária mais alta do planeta. Com serviços pífios e ameaça permanente por parte de quem detém o poder.

Para se provar a culpabilidade de qualquer uma de nossas “autoridades”, faz-se necessária, além de todas as evidências e pistas, uma foto bem nítida com o cidadão carregando, se possível, um cofre com dinheiro público nas costas. O fato é que os recursos financeiros desaparecem e nunca se encontra culpado.

Quando Silas Rondeau se encontrava à frente do Ministério das Minas e Energia, aconteceu aquele problema com a construtora Gautama (Operação Navalha), quando dois assessores (Sérgio Luiz Pompeu de Sá e Ivo Almeida Costa), foram, inclusive, presos pela Polícia Federal, acusados num esquema de desvio do dinheiro público.

A diretora da Gautama, Maria de Fátima, foi flagrada numa gravação efetuada com autorização judicial, conversando com o assessor especial Sérgio Sá que lhe disse para ir ao andar do gabinete ministerial pelo elevador privativo de sua então excelência.

Ele lhe disse: “Quando você chegar, entra por aquela outra portaria pra não ter que passar lá, nem identificar nem nada, tá?” Ao que ela respondeu:

“-Tá bom. Tá fechado”.

Concluiu-se que a Polícia Federal, maldosamente, inferira que a diretora estaria levando cerca de cem mil reais de propina, num envelope, valor que, supostamente, deveria ser entregue, vejam só, ao ministro!

O atenuante com relação a tal pensamento maldoso, por parte da PF, reside no fato de que existe certa suspeição com referência a grande número de membros da administração petista, pois 40 deles já foram denunciados pelo procurador-geral da República, por atividades criminosas e “formação de quadrilha”.

Encabeçando a desonrosa lista, encontra-se o ex ministro-chefe da Casa Civil Zé Dirceu (PT-SP), cujo mandato de deputado federal foi cassado pela Câmara. O deputado José Genoíno (PT-SP) está também incluído no documento.

O irmão de Genoíno, José Nobre Guimarães (PT-CE), viu um de seus assessores preso no aeroporto de Guarulhos (SP), levando na cueca alguns milhares de reais e de dólares. Hoje, José Nobre é deputado federal, representando a população cearense.

Depois desse escândalo surgiu uma penca de novos outros, os quais exigem memória prodigiosa na gravação dos nomes de tantos envolvidos.

E, agora, acompanhamos o drama vivido pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), acusado de receber dinheiro de lobista para pagar pensão alimentícia à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha.

A revista Veja traz nova denúncia contra Calheiros, na edição desta semana, mostrando um império de comunicação que sua excelência teria montado ao arrepio da legislação existente. De onde vem tanto dinheiro? Quem são os culpados?

Espera-se que, agora, o Conselho de Ética do Senado, órgão inoperante, faça também um levantamento de gravíssima denúncia efetuada contra o senador Romero Jucá Filho (PMDB-RR), que é líder do governo Dom Luiz Inácio (PT-SP) e tem se livrado de tudo que lhe é imputado. Seja por “esquecimento” ou conivência.

Que país é esse? Iremos caminhar para desmonte de graves proporções?

Márcio Accioly é Jornalista.

9 comentários:

Anônimo disse...

Márcio,

Isso aqui é o mesmo Bananão desde que foi descoberto, infestado de vigaristas, vagabundos e prostitutas.Resumindo é um verdadeiro Bordel.

Anônimo disse...

Antes de se eleger, pela primeira vez, Lula disse , várias vezes, para seus correligionários e em público: "VAMOS GANHAR AS ELEIÇÕES, PRIMEIRO. VAMOS GANHAR AS ELEIÇOES". Ele sabia porque. Ganhou!...

Anônimo disse...

Márcio

Com tudo isto que você coloca em seu artigo, não se observa nenhuma manifestação popular de cobrança de lisura no julgamento pelo STF que em breve será feito, em relação ao processo dos 40 ladrões. A certeza da impunidade é tanta, que o pilantra do Zé Dirceu já está programando retorno à política em grande estilo.

Anônimo disse...

O brasileiro, não tem referência e sobretudo, não tem vergonha na cara, e pior, elegem seus representantes "sem o menor pudor e constrangimento", pouco se importando se os mesmos estão envolvidos em crimes...
Tenho plena convicção, que se Fernandinho Beira-mar se candidatar ao Senado ou Prefeitura do RJ, será eleito com no mínimo uns 57% do votos válidos. É assim que somos e, acredite, assim morreremos, infelizmente.

Alexandre disse...

O brasileiro, não tem referência e sobretudo, não tem vergonha na cara, e pior, elegem seus representantes "sem o menor pudor e constrangimento", pouco se importando se os mesmos estão envolvidos em crimes...
Tenho plena convicção, que se Fernandinho Beira-mar se candidatar ao Senado ou Prefeitura do RJ, será eleito com no mínimo uns 57% do votos válidos. É assim que somos e, acredite, assim morreremos, infelizmente.

Alexandre disse...

O brasileiro, não tem referência e sobretudo, não tem vergonha na cara, e pior, elegem seus representantes "sem o menor pudor e constrangimento", pouco se importando se os mesmos estão envolvidos em crimes...
Tenho plena convicção, que se Fernandinho Beira-mar se candidatar ao Senado ou Prefeitura do RJ, será eleito com no mínimo uns 57% dos votos válidos. É assim que somos e, acredite, assim morreremos, infelizmente.

Alexandre disse...

Esse país, é único...
Imaginem, enquanto os seus cidadãos choram os seus mortos em grave acidente aéreo ocorrido no aeroporto de Congonhas, autoridades distribuem medalhas de "honra ao mérito" a uma porção de incompetentes e oportunistas, salvo raras exceções.
Chega a ser jocoso...

Alexandre disse...

Esse é o país do futebol, do carnaval(samba), e da mulherada dançando na bôca da garrafa...

Alexandre disse...

Pare para pensar: é duro ter que pensar sobre isso, mas você pensa que é de interesse das classes dominantes que nossas crianças, adolescentes e jovens tenham um ensino fundamental, médio e superior de excelência?