segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Cúpula petista já pressiona Lula para detonar Mares Guia, antes que estouro do mensalão mineiro atinja o governo

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

Torna-se insustentável no governo a permanência do ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia. A cúpula petista já pressiona pela saída dele. O presidente Lula decide o que fazer quando retornar dos EUA. A Polícia Federal já pediu ao Supremo Tribunal Federal a quebra do sigilo fiscal da Samus Participações Ltda., a holding do grupo Mares Guia. Ele é suspeito de ser um dos idealizadores do chamado “mensalão mineiro” na eleição estadual de Minas Gerais de 1998. O senador tucano Eduardo Azeredo é outro sério candidato ao paredão neste episódio.

O ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, pagou de seu bolso, em 2002, R$ 511 mil de uma dívida do caixa dois da campanha de 1998 do hoje senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que na época foi candidato derrotado ao Palácio da Liberdade. Cinco anos depois, Walfrido nunca cobrou o dinheiro. E o ministro das articulações de Lula com o Congresso e a classe política já avisou que não vai cobrar Azeredo, de quem é "muito amigo".

Até o fim do mês, o procurador-geral da República, Antônio Fernando Souza, vai apresentar denúncia contra os envolvidos no valerioduto mineiro e o nome do ministro certamente estará entre eles. Agora, o Ministério Público Estadual de Minas Gerais promete cobrar judicialmente dos acusados no “mensalão mineiro” o ressarcimento de pelo menos R$ 5 milhões e 170 mil reais, em valores de 1998.

O dinheiro teria sido supostamente desviado de empresas estatais para alimentar a campanha de Eduardo Azeredo. O dinheiro teria abastecido a campanha tucana por meio da agência SMPB, do empresário Marcos Valério, o mesmo que intermediou o mensalão petista, alvo de processo no Supremo Tribunal Federal. A Polícia Federal já pediu o bloqueio dos bens de 36 políticos investigados no esquema de captação ilegal de recursos no mensalão mineiro.

Cogito ergo apedeuta

Em entrevista publicada ontem no jornal "The New York Times", o presidente Lula afirmou não acreditar que haja prova contra o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, que responderá criminalmente, por corrupção ativa e formação de quadrilha, no Supremo Tribunal Federal, pelo envolvimento com o mensalão petista.

"Não acredito que haja prova de que ele cometeu o crime de que é acusado. Ele será julgado".

Três anos após o incidente da tentativa de expulsão do então correspondente do New York Times no Brasil, Larry Rohter, o presidente Lula da Silva deu sua primeira entrevista ao jornal norte-americano para nos brindar com tamanha pérola de inocência ou cinismo.

Quem é traidor?

Na entrevista ao NYT, Lula se recusou a revelar se alguém em especial o traiu:

"Há centenas de empregados ao meu redor que eu não tenho a menor idéia do que fazem".

Daqui a pouco, a culpa de tudo de errado será do mordomo do Palácio da Alvorada...

Belo passeio por Montecarlo

O ministro Tarso Genro entrega hoje às autoridades de Mônaco o pedido de extradição do ex-banqueiro Salvatore Cacciola.

Mas a tradução da sentença de condenação só será entregue em outubro.

Sem ela, o governo do principado não libera o italiano naturalizado brasileiro.

Ou seja, a viagem de Tarso foi um mero passeio pela bela Montecarlo, famosa terra de cassinos e um grande paraíso fiscal para lavagens de muito dinheiro sujo.

Genérico Atômico

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, visitará hoje de manhã o Centro Experimental de Aramar, no município de Iperó (SP).

Lá, a Marinha desenvolve pesquisas nucleares que têm por objetivo a produção de energia elétrica e, futuramente, a construção de um submarino com propulsão nuclear.

Jobim sai de Brasília às 8h, em direção a Sorocaba (SP).

Sua chegada ao Centro Experimental de Aramar está prevista para às 11h 25min, retornando a Brasília às 17h.

Relação íntima, no bom sentido

A Super Poderosa Ministra Dilma Rousseff soltou algumas pérolas na entrevista exclusiva dada ao jornal Valor Econômico de hoje:

"É fundamental que se tenha o capitalista. Não há uma empresa de porte que não tenha um grande empreendedor".

O governo quer que Estado e setor privado tenham uma relação íntima, no bom sentido".

Será que, 40 anos atrás, a guerrilheira Estela pensaria que um dia falaria tal coisa?

Dilma com toda Graça

A nomeação de Maria das Graças Foster fortalece o posicionamento de Dilma Rousseff na Petrobras, cujo Conselho de Administração é presidido pela ministra.

A partir de agora, Dilma tem uma pessoa muito próxima dela na diretoria da estatal.

Graças Foster foi secretária nacional de Petróleo e Gás durante o período em que Dilma esteve à frente do Ministério de Minas e Energia.

Maria das Graças Foster para comandar a área de Gás e Energia da Petrobras, em substituição a Ildo Sauer.

O Fantasma da Audiência

A Rede Globo está mesmo apavorada com os baixíssimos índices de audiência nas manhãs (de segunda a sexta) e nas noites de domingo.

A Record já começa a ocupar o segundo lugar nestes horários, o que nunca ocorreu antes de modo tão insistente.

Sobre o assunto, leia o artigo de Leila Cordeiro: O Fantasma da Audiência

Livrinho dos “democratas”

A presidência da República acaba de disponibilizar a versão digital do livro “Direito à Memória e à Verdade”.

Escrito pela Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos do Ministério da Justiça, o livro gerou uma crise militar – abafada, mas não totalmente contida pela mão pesada do genérico Nelson Jobim, também conhecido como Ministro da Defesa de Renan Calheiros.

Maniqueísta, o livro só mostra uma versão da história pós-64, classificando os militares de assassinos, ditadores e torturadores.

Veja a versão digital em:

http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sedh/.arquivos/livrodireitomemoriaeverdadeid.pdf

Faltou dizer

A Editora Nova Geração, que publicou a obra “Nova História Crítica”, marretada pelas Organizações Globo, solta, via Internet, um lembrete sobre uma séria omissão histórica cometida pelo jornalista Ali Kamel, em sua crítica à obra:

É curioso que o maior veículo de ideologia do Brasil, a Rede Globo, venha reclamar da edição ideológica do material histórico. Ali Kamel cita vários trechos do NHC no seu artigo. O exíguo espaço certamente o impediu de citar, entre outras, a página 319 do referido livro, que conta a história da edição do debate LULA X COLLOR feita pela Globo no Jornal Nacional. O que será que Ali Kamel achou deste trecho? O que ele acha que o Estado deveria fazer com uma emissora que "trabalha a cabeça das pessoas" desta forma? A mesma coisa que ele sugere que faça com livros didáticos?”.

Bem que a cúpula da Vênus Platinada podia dormir sem essa...

Bravatas do Chávez

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, criticou ontem a cobertura nos meios jornalísticos de seu encontro com o presidente Lula da Silva em Manaus, na quinta-feira passada.

Chávez reclamou que a grande imprensa brasileira está sendo usada para afastá-lo de Lula.
Falando em seu programa dominical Alô Presidente, Chávez afirmou que a cobertura "de alguns meios de comunicação" pretendia "ofuscar os resultados e o êxito" da reunião entre os dois presidentes.

"Essa é a mão do império (...), a grande imprensa tem sido a principal arma do império para dividir-nos. Menos mal que Lula e eu não nos prestamos a isso. Saibam os brasileiros que está em marcha uma grande campanha para evitar a união entre Brasil e Venezuela. Chamo a atenção do povo do Brasil, dos políticos, para esta campanha".

Pau no Tião

Chávez criticou também uma entrevista concedida pelo primeiro vice-presidente do Senado, senador Tião Viana (PT-AC), que disse que as declarações do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, deixam em dúvida a sua sanidade mental. Tião declarou:

"O Chávez é um louco, ele não tem estatura para ser presidente de uma Nação, de um povo, de uma democracia".

Chávez rebateu a crítica. "Queria saber a opinião deste senador sobre o presidente dos Estados Unidos".

Ao ler a entrevista durante o programa, Chávez brincou que os comentários de Viana eram "motivo de riso e tristeza (...) menos mal que o Lula não entra nessa".

Recusando a liderança alheia

Na entrevista ao NYT, o poderoso Lula descartou a sugestão de que possa se tornar uma força na região, em contraposição ao venezuelano Hugo Chávez:

"Nós na América Latina não estamos à procura de um líder. Não precisamos de um líder. O que precisamos é construir harmonia política, porque a América do Sul e a América Latina precisam aprender a lição do século 20. Nós tivemos a oportunidade de crescer, de nos desenvolver, mas perdemos a oportunidade. Então, continuamos sendo países pobres".

Chávez não vai gostar nada desta conversinha, Chefão Lula...

Lula lá (na ONU)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará hoje em Nova York para participar da 62ª Assembléia Geral da ONU, nesta terça-feira.

Lula aproveitará no discurso de abertura do evento - feito tradicionalmente pelo Brasil - para falar sobre aquecimento global e reforma das Nações Unidas, dois temas que dominarão as discussões, segundo fontes da área diplomática.

Outros assuntos são a Rodada de Doha, na Organização Mundial do Comércio (OMC), Haiti e Metas do Milênio.

Lula lá (nos EUA)

Ainda hoje, após uma série de encontros bilaterais que incluem o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, Lula participará de um jantar com cerca de 20 chefes de Estado.

O cardápio será o aquecimento global. Cada líder fará um discurso e o presidente brasileiro defenderá a posição do Brasil de que são necessárias responsabilidades comuns, porém diferenciadas.

Lula vai batraquear que os países industrializados, maiores emissores de gases que provocam o esfeito estufa na atmosfera, devem assumir compromissos mais rigorosos do que as nações emergentes.

Papo canhoto com o direitista

Terça-feira, paralelamente à reunião da ONU, Lula voltará a ter encontros bilaterais.

O destaque do dia será o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

Lula está feliz porque o francês já fez declarações altamente favoráveis à política externa brasileira.

Uma delas de apoio à candidatura do Brasil a uma vaga permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Vídeo da nova grande vaia

Já circula no admirável território livre da Internet o vídeo de divulgação da passeata Grande Vaia dia 29 de setembro.

Vale a pena dar uma olhada em:

http://www.youtube.com/watch?v=n_oi4XbFNGU

Mosca azul zumbideira

Circula pela Internet um comentário irônico, quase uma premonição, sobre o futuro do Chefão Apedeuta:

Uma mosca zumzumbizou na minha orelha: zzzLula zvai zsair zcandidato à zvice-presidente da zzzRepública zporque zeste zcargo znão é zz..eletivo ...zzele zzpode zconcorrer...e zse o zcandidato a zpresidencia zfor zzzvelho ou zenfermo zcomo zzzJosé zzzAlencar e zzzrapidinho zbater zcom as zzzdezzz, zLula zvira zzzpresidente zmais zzzuma zvez...za zterceira, zdefinitiva e zduradoura... zzze o zzBrasil zvai zpara z...as zzzcucuias zpara zsempre!

Inimigo dos aposentados

Na campanha eleitoral para o primeiro mandato de nosso atual Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, houve uma reunião nacional de todas as lideranças dos Aposentados e Pensionistas, liderada pela COBAP.

A ela compareceu o então candidato Lula e falou com todas as letras do alfabeto:

Não vou dar seqüência a esta política do FHC que massacra os Idosos e aposentados de nosso País! Não custa nada dar um aumento de R$ 50,00 reais aos aposentados, mas para quem recebe, é muito”.

Quem lembra é o presidente da FAPEMS – Federação das Associações.dos Apossentados e Pensionistas do Estado do Mato Grosso do Sul -, Alcides dos Santos Ribeiro, reclamando que a perda dos aposentados e pensionistas com Lula já chega a 70%.

Veja que dá para ver

A turma que gosta de polêmica deve uma dar uma olhada na outra Veja.

A publicação fica em http://www.vejosaojose.com.br/ricfaria.htm

Quem edita é o Ricardo Faria, e não a editora Abril.

Peru malvado

O ex-presidente Alberto Fujimori viveu ontem seu primeiro dia de detenção no Peru rodeado por 240 policiais e sob supervisão médica, por estar com pressão alta e resfriado, após ter sido extraditado do Chile no sábado.

Segundo o chefe do Instituto Nacional Penitenciário (Inpe), Gustavo Carrión, o ex-presidente ocupa uma sala de 15 metros quadrados com uma cama, uma mesa e cadeiras, um pequeno guarda-roupas e um banheiro fora do quarto.

Em três semanas, o ex-presidente será transferido para o Centro Penitenciário Callao Dos, ao norte de Lima, que está sendo preparado especialmente para recebê-lo.

Essa turma do Peru é muito radical: onde já se viu mandar para a cadeia ex-presidente corrupto?

Inferno da Blackwater

A promotoria da Carolina do Norte (EUA) está investigando funcionários da companhia de segurança privada Blackwater por suposta participação no desvio clandestino de armas para o mercado negro no Iraque.

A Blackwater emprega no Iraque 987 agentes privados para a segurança do Departamento de Estado.

Eles são recrutados principalmente entre ex-membros dos corpos de elite das Forças Armadas, e 744 são americanos.

O problema

Blackwater, uma das três firmas privadas americanas contratadas pelo Departamento de Estado americano no Iraque, é o centro de uma crise diplomática.

No domingo, seus agentes mataram nove pessoas quando faziam a segurança de uma caravana de diplomatas.

Bagdá acusa os seguranças americanos de atirar indiscriminadamente e sem provocação. A companhia nega as acusações.

Mutley da F1?

O ex-piloto e tricampeão mundial de Fórmula-1 Niki Lauda pegou muito pesado com o espanhol Fernando Alonso, que é bi-campeão:

Alonso é pior que um cachorro”.

Para Lauda, o vice-líder da temporada 2007 deveria "parar de reclamar”:

Alonso quer tratamento privilegiado na McLaren e chegou a sugerir um bônus para mecânicos que lhe garantissem um carro melhor do que o de Lewis Hamilton - e começar a se concentrar no campeonato e correr mais rápido".

Em tempo: Mutley era o cachorrinho risonho e rabugento do Dick Vigarista, no desenho animado "Corrida Maluca", em que ambos só armavam trapaças e nunca venciam uma prova.

Outro cachorro

O austríaco, que atualmente é comentarista de TV e empresário, comparou a situação de Alonso na McLaren (equipe pela qual Lauda conquistou seu último título mundial, em 1984) àquela que viveu a Fórmula-1, no final dos anos 80, com a disputa entre o francês Alain Prost e o brasileiro Ayrton Senna:

Prost era um cachorro, mas Alonso é pior. Na Fórmula-1 existem os egoístas absolutos, como eu fui. Para eles, nada é mais importante do que ser o melhor. Por outro lado, existem aqueles pilotos que ao mesmo tempo fazem política para fortalecer sua posição na equipe. Alonso é um desses”.

Lauda criticou que esse tipo de política interna é coisa de fracos.

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

5 comentários:

Anônimo disse...

Serrão

Espie isso:


LULA ( PT )

DONO DO SITE DA FEDERAÇÃO DAS FARC

Domain Name: forosaopaulo.org
Status: OK
Registrar: eNom, Inc. (R39-LROR)
Expiration
Date: 2009-08-17 22:40:50
Creation Date: 2000-08-17 22:40:50
Last Update Date: 2007-08-17 21:05:24
Registrant Contact Information:
Name: NULL NULL
Organization: Partido dos Trabalhadores
Address 1: Rua Silveira Martins, 132
City: Sao Paulo State: SP Zip: 01019000
Country: BR
Phone: +55.1132596979
Email: dominios@insite.com.br

Anônimo disse...

Serrão


recebi de um amigo do Rio Grande do Sul



DE ONDE VIRÁ O GRITO?

“Você também é mais um (ou uma) dos que preenchem seu tempo com ressentimentos passivos”?
Conhece gente assim?
Pois é. O Brasil tem milhões de brasileiros que gastam sua energia distribuindo ressentimentos passivos. Olham o escândalo na televisão e exclamam "que horror". Sabem do roubo do político e falam "que vergonha”.
Vêem a fila de aposentados ao sol e comentam " que absurdo ".
Assistem a uma quase pornografia no programa dominical de
televisão e dizem "que “baixaria ". Assustam-se com os ataques
criminosos e choram " que medo".

E pronto!

Pois acho que precisamos de uma transição "neste país".
Do ressentimento passivo à participação ativa.
Pois recentemente estive em Porto Alegre, onde pude apreciar atitudes com as quais não estou acostumado, paulista/paulistano que sou.

Um regionalismo que simplesmente não existe na São Paulo que, sendo de todos, não é de ninguém.
No Rio Grande do Sul, palestrando num evento do Sindirádio, uma surpresa.
Abriram com o Hino Nacional. Todos em pé, cantando. Em seguida, o apresentador anunciou o Hino do Estado do Rio Grande do Sul. Fiquei curioso. Como seria o hino?
Começa a tocar e, para minha surpresa, todo mundo cantando a
letra!

"Como a aurora precursora / do farol da divindade, / foi o vinte de setembro / o precursor da liberdade".

Em seguida um casal, sentado do meu lado, prepara um chimarrão. Com garrafa de água quente e tudo. E oferece aos que estão em volta.
Durante o evento, a cuia passa de mão em mão, até para mim eles oferecem. E eu fico pasmo.
Todos colocando a boca na bomba, mesmo pessoas que não se
conhecem. Aquilo cria um espírito de comunidade ao qual eu,
paulista, não estou acostumado. Desde que saí de Bauru, nos anos
setenta, não sei mais o que é "comunidade".
Fiquei imaginando quem é que sabe cantar o hino de São Paulo. Aliás, você sabia que São Paulo tem hino? Pois é... Foi então que me deu um estalo. Sabe como é que os "ressentimentos passivos" se transformarão em participação ativa? De onde virá o grito de
"basta" contra os escândalos, a corrupção e o deboche que tomaram conta do Brasil? De São Paulo é que não será.
Esse grito exige consciência coletiva, algo que há muito não existe em São Paulo. Os paulistas perderam a capacidade de mobilização. Não têm mais interesse por sair às ruas contra a corrupção. São Paulo é um grande campo de refugiados, sem personalidade, sem cultura própria, sem "liga”.
Cada um por si e o todo que se dane. E isso é até compreensível
numa cidade com 12 milhões de habitantes.
Penso que o grito - se vier - só poderá partir das comunidades que ainda têm essa "liga". A mesma que eu vi em Porto Alegre. Algo me diz que mais uma vez os gaúchos é que levantarão a bandeira. Que buscarão em suas raízes a indignação que não se encontra mais em São Paulo. Que venham, pois.
Com orgulho me juntarei a eles. De minha parte, eu acrescentaria, ainda: "...Sirvam nossas façanhas, de modelo a toda terra..."

Esse é o Rio Grande .... tche!

Anônimo disse...

Prezado Serrão,

Parabéns pelo blog. Leitura diária imperdível. Quando a ida do ministro a Monaco, é como disse um amigo meu: " Para um Genro que pensa ter o Brasil como sogro, tudo é possível".

Anônimo disse...

Jornalista é impressão minha ou vc detesta a Globo?se detesta não deixe que isso influencie o bom jornalista que vc é.Eu sou uma leitora,tb não gosto da Globo,mas isso é irrelevante,já vc é um profissional da informação,sua intolerancia prejudica sua isenção.


Um abraço.

Alerta Total disse...

É impressão sua. Não detesto nem ninguém nem algo. Mas tenho obrigação de mostrar o jogo de interesses envolvidos na divulgação de uma "denúncia". Reitero aos leitores o espírito do artigo de domingo, que não foi escrito para agradar gregos e nem baianos. Vaamos questionar sempre: a quem interessa determinada versão dos fatos que a mídia veicula? Tal pergunta ajuda a abrir a mente.