segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Petistas concluem que só Lula é viável para suceder a si mesmo, e já costuram vice para o futuro presidente Jobim

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, você participa ao vivo da Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

O único candidato, imbatível, do PT, para suceder o presidente Lula da Silva seria ele próprio – se a legislação permitisse um terceiro mandato seguido. Faltando três anos e um mês para a sucessão presidencial de 2010, o 3º Congresso do partido resolveu, por unanimidade, que "o PT apresentará uma candidatura a presidente a ser construída com outros partidos". Mas o drama petista é que nenhum dos nomes de presidenciáveis sangue puro do partido demonstra viabilidade eleitoral, seja dentro ou fora do PT.

Enquanto só Lula tem força para suceder a si mesmo – o que dependeria de uma complicada mexida na Constituição, vai se viabilizando, a cada dia, a candidatura presidencial de Nelson Jobim, pelo PMDB. No partido - sempre governista desde que o general João Figueiredo deixou o poder -, o nome do atual ministro da Defesa já se transforma em consenso. E Jobim tem o apoio fundamental do sistema financeiro – nacional e internacional – para sua candidatura.

No PMDB, já se pensa na chapa formada por Jobim com a super poderosa ministra Dilma Roussef, da Casa Civil, como vice. Nas cabeças do presidente Lula e de José Dirceu, Dilma seria o nome petista – ainda mais se a conjuntura política internacional impuser vitórias femininas para as presidências dos EUA (com Hillary Clinton) e da Argentina (Cristina Fernández de Kirchner). No raciocínio da cúpula petista, ainda em gestação, Marta Suplicy também surge como uma boa vice, na eventual aliança com Jobim.

O ministro da Defesa só terá de se defender dos ataques petistas de um adversário histórico. O ministro da Justija, Tarso Genro, também sonha com a indicação petista para disputar a presidência da República. Os dois gaúchos não se beijam, desde os tempos da faculdade de Direito. Tarso ainda não sabe como conter o crescimento do poder de Jobim no governo. Além disso, a base aliada sofre um ligeiro racha com o lançamento, hoje, da aparentemente prematura candidatura do deputado Ciro Gomes à presidência. O PSB e o PDT – apoiando o cearense – resolveram indicar ao PT que não aceitariam uma aliança em torno de Jobim – mesmo sendo muito cedo para tudo isso ficar decidido na estratégia eleitoral.

O chefão manda?

O PT produziu uma resolução política ambígua sobre as eleições de 2010.

O texto, aprovado no 3º Congresso do PT, defende a candidatura própria do partido à sucessão de Lula.

Mas, ao mesmo tempo, prega que o concorrente deve sair da coalizão governista.

Temor

O grupo mais próximo do Palácio do Planalto teme a antecipação do debate sucessório.

Ao mesmo tempo, já se preocupa com a velocidade com a qual o nome de Jobim vem se viabilizando.

O presidente Lula, que sabe que a base aliada não lhe permitiria um terceiro mandato via reforma política e constitucional, defende que o partido abra mão da candidatura própria, para continuar no poder.

Unidos pelo mensalão

O Congresso do PT desistiu de aprovar a criação de uma corregedoria para punir com mais ênfase desvios de conduta.

O partido enterrou qualquer possibilidade de punir petistas envolvidos no mensalão.

No evento, o partido só mostrou união na defesa dos companheiros réus.

Vai não vai

O PT resolveu antecipar para dezembro a escolha de seu próximo presidente.

Os petistas também aprovaram o apoio a um plebiscito sobre reestatizar a Vale.

O partido promete abraçar a defesa da descriminalização do aborto.

Direito para quem não respeita?

Um curso de direito agrário exclusivo para alunos oriundos de assentamentos da reforma agrária e da pequena agricultura começou a ser ministrado no dia 22, pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Da turma de 60 alunos, 39 têm origem nos assentamentos do Movimento dos Sem-Terra (MST).

Os futuros advogados estudam no campus avançado da UFG da Cidade de Goiás, ex-capital do Estado, Patrimônio Cultural da Humanidade desde 2001, a 130 quilômetros a noroeste de Goiânia.

Quem sabe, estudando direitinho, os sem terra aprendem a não violar a lei, invadindo propriedades privadas.

STF apóia

O ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu a primeira aula para a turma, numa sala especial, improvisada no Teatro São Joaquim, onde são projetados os principais filmes do Festival Internacional do Cinema Ambiental (Fica), realizado anualmente na Cidade de Goiás.

O presidente Lula da Silva enviou uma carta aos alunos, cumprimentando-os pelo ineditismo do curso.

Os custos do curso superior, estimados em R$ 180 mil anuais, serão bancados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário.

O curso terá duração de cinco anos, com estrutura de uma graduação comum de direito.

Gerando empregos públicos

O projeto de lei orçamentária para 2008, em discussão no Congresso, prevê 1.417 contratações no Legislativo, 12.604 no Judiciário e mais de 40 mil no Executivo.

Os concursos para o Senado e para os tribunais são os mais esperados.

A expectativa é que as provas selecionem mais pessoas do que o anunciado – e que nem todos os aprovados sejam chamados.

Relação morte/escolaridade

Os pobres e ignorantes morrem com mais facilidade no Brasil.

Uma pesquisa do Ipea revela que pessoas com maior nível de escolaridade têm menos chances de serem assassinadas.

A taxa de homicídios do Brasil é de 26 mortes por 100 mil habitantes.
No entanto, entre os jovens com apenas três anos de estudo, o índice é 10 vezes superior.

Nada por acaso

Responsável por diversas investigações sobre a banda podre da Polícia Civil e a máfia dos caça-níqueis, o delegado Alexandre Neto, da Divisão Anti-Seqüestro do Rio se salvou ontem por milagre.

O policial sofreu ontem à tarde um atentado em frente ao prédio onde mora, na rua Constante Ramos, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro.

O delegado Alexandre Neto foi atingido por nove tiros.

Mas está fora de perigo, por pura sorte.

Bolsa lotada

Apesar da crise imobiliária norte-americana - que afetou os mercados de capitais ao redor do mundo -, o volume financeiro da Bovespa ultrapassou pela primeira vez a marca dos R$ 100 bilhões em um único mês.

Fechou agosto em R$ 106,13 bilhões,

Com o resultado, o movimento acumulado da Bolsa até agosto bateu recorde histórico, atingindo R$ 670,4 bilhões.

O valor foi 21% superior a todo o volume negociado em 2006 (R$ 555,5 bilhões) e equivalente a 27% do Produto Interno Bruto (PIB).

Aqui não tem crise

A expansão do crédito imobiliário para as construtoras se acelerou e avança em uma velocidade quase semelhante aos empréstimos bancários destinados à habitação para as pessoas físicas.

As concessões para empresas do setor somaram R$ 2,8 bilhões no primeiro semestre, com crescimento de 60% em 12 meses.

Já os financiamentos para a compra de imóveis novos para pessoas físicas totalizaram R$ 940 milhões, com expansão de 78% no mesmo período.

Ou seja: é tão grande o poder do sistema financeiro (que suga recursos da sociedade via juros altos e taxas abusivas) que os negócios a ele relacionados ficam aparentemente imunes às crises mundiais.

Até quando isso vai acontecer, só Deus sabe...

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

Nenhum comentário: