quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Brasil, um País de Tolos: Pesquisa revela que 53% dos jovens de 15 a 24 anos não estudam nem trabalham

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

Cada vez mais o Brasil se consolida como um “País de Tolos”. Não é outra a definição de um País no qual 20% da população (na faixa de 15 a 24 anos) não estudam e nem trabalham. Para ser mais exato, 53,1% dos 35 milhões de jovens nessa faixa etária não freqüentam salas de aula. O resultado catastrófico, medido pela Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana, foi divulgado no mesmo dia em que o desgoverno comemorou o crescimento do número de matrículas em cursos superiores.

As faculdades comemoram a enxurrada de dinheiro do Prouni para aumentar seus lucros e financiar estudantes com capacidade intelectual duvidosa para cursar o ensino superior. Azar dos professores que são obrigados a ganhar mal para aturar uma maioria que só deseja “comprar o diploma universitário” com o dinheiro público. O Índice de Desenvolvimento Juvenil foi calculado cruzando dados do IBGE (raça, renda, gênero e localização geográfica) com outros números dos ministérios da Saúde e da Educação.

Enquanto isso, a turma do poderoso Lula foi mal sucedida no golpe político do laptop subsidiado. O governo federal não conseguiu fechar ontem a compra do famoso "laptop de US$ 100". Gastou-se um dia e meio em negociações. Mas os lances do pregão para aquisição do computador portátil ficaram "muito acima da expectativa". O preço mínimo, ofertado pelo grupo Positivo, foi de R$ 654. O valor ficou em US$ 360. Foi muito mais do que prometera o chefão Lula da Silva, em novembro de 2006.

Antes tarde que nunca

Os alunos, professores, funcionários e a direção do Liceu Nilo Peçanha, em Niterói, terão um Natal menos triste.

Ontem à tarde puderam voltar à escola, nove meses depois das reformas que recuperaram a estrutura e a conservação de um dos mais tradicionais colégios do Estado do Rio.

O governo fluminense gastou R$ 2,9 milhões na restauração – depois de muitos protestos e cobranças da comunidade escolar.

Em tempo: Se o Brasil fosse sério, o Liceu se mudaria para uma sede moderna e adequada ao terceiro milênio. E o histórico prédio seria transformado em um museu ou em um cineclube para lembrar aos cidadãos sobre a importância do ensino público e de qualidade.

Balançando

O chefão Lula gostaria de mandar Guido Mantega para o saco.

A substituição do ministro da Fazenda esteve ontem na boca das especulações na Ilha da Fantasia.

O nome de Fernando Piimentel, prefeito de Belo Horizonte, foi citado como o mais cotado para substitur Mantaga.

Suprema mancada

O governo anunciou para hoje a primeira licitação do projeto de transposição do Rio São Francisco.

Tudo porque o Supremo Tribunal Federal, por 6 votos a 3, liberou a realização da obra, estimada em R$ 6 bilhões.

O polêmico projeto estava paralisado desde a semana passada devido a uma liminar.

Mas a maioria dos magistrados acompanhou o voto do ministro Carlos Alberto Menezes Direito, que concluiu que o projeto tem condições de ser realizado sem causar danos ambientais.

De cair duro mesmo

Ao saber da decisão do tribunal, o bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, desmaiou.

A pedido dos parentes do religioso, o médico Klaus Finkan decidiu suspender o jejum que já durava 23 dias.

Dom Cappio foi internado à tarde em uma Unidade de Terapia Intensiva de Petrolina (PE), onde ficou semiconsciente para evitar danos permanentes.

Papai Noel existe!

Antes da votação que prorrogaria a famigerada DRU, o poderoso Lula recebeu ontem a cúpula do PMDB para resolver pendências em nomeações.

E o Senador Agripina Maia (DEM-RN) deu uma prova objetiva de que a pretensa oposição ao governo acredita mesmo em Papai Noel e nas historinhas do Boi tatá dedo-duro:

"O governo se comprometeu a não elevar a carga tributária. Confiamos em que vá cumprir a palavra”.

E tinha gente que jurava que a Velhinha de Taubaté estava morta...

Vitória esperada

A DRU foi aprovada ontem no Senado com 65 votos a favor e apenas seis contrários.

A Desvinculação das Receitas da União libera o desgoverno para gastar livremente 20% das receitas de destinação obrigatória em 2008.

Com isso, o governo consegue amenizar parte da perda de arrecadação com a derrubada da CPMF, estimada em cerca de R$ 40 bilhões.

Viva a “oposição”

Se a oposição não tivesse ajudado o Palácio do Planalto a aprovar a DRU, o governo teria sido de novo derrotado como já o fora na votação da CPMF na semana passada.

Os parlamentares da base aliada deram apenas 45 votos a favor da emenda.

Foram quatro a menos que o mínimo necessário, de 49.

Apenas seis senadores votaram contra a aprovação da DRU.

Agora, até 2011, o desgoverno petista pode gastar R$ 84 bilhões livres de qualquer vinculação a programas.

Papo dos amiguinhos

O Planalto se comprometeu a chamar a oposição para, a partir de fevereiro, fazer uma reavaliação das despesas, verificar as contas e as receitas e trabalhar em um projeto de reforma tributária que possa ser aprovado pelo Congresso.

O desgoverno firmou o compromisso de não promover "discursos pejorativos" no plenário contra a oposição.

Os pretensos oposicionistas serão chamados a ajudar a descobrir formas de tapar rombos fiscais, quando houver, e a encontrar uma saída para o financiamento da saúde.

Lei imbecil

Um projeto de lei absolutamente imbecil, elaborado pelo governo de São Paulo, obriga as empresas que produzem e comercializam água mineral, refrigerantes e outras bebidas a abolir, num prazo de seis anos, o uso das garrafas plásticas, conhecidas como PET.

Fabricantes de cerveja que usarem o plástico antes de a medida entrar em vigor terão um ano para se adequarem à lei.

O governo José Serra joga o sofá pela janela para punir a mulher ou o marido infiel – como na famosa piada.

A culpa dos danos ambientais não é das garrafas PET, que podem ser recicladas, gerando renda, mas sim da falta de consciência sobre a reciclagem, em que o governo deveria investir, antes de baixar uma lei que altera toda a organização produtiva das empresas.

Bandidos dos bandidos

A Polícia Federal desarticulou ontem uma quadrilha que fornecia armas e munição a traficantes de drogas de 12 favelas do Rio, entre elas o Complexo do Alemão.

Entre os seis presos, há dois atiradores esportivos credenciados pelo Exército, um deles escrivão aposentado da Polícia Federal, que trabalhou durante anos na Delegacia de Repressão a Entorpecentes.

Os bandidos dos bandidos tinham autorização para fazer recargas da munição usada em suas armas e forneciam o produto a bandidos.

Em apenas uma semana, venderam cem caixas de munição (cada caixa com 50 projéteis de diversos calibres) para traficantes dos morros da Grota e Vila Cruzeiro.

Rainha da Sucata

Com falta de verbas, a Marinha do Brasil foi obrigada a se prostituir.

Tem alugado seus diques no Rio de Janeiro para que empresas privadas realizem reparos em embarcações civis e plataformas.

Os pontos alugados ficam na Base Almirante Moraes Rêgo, na ilha do Mocanguê, e no Arsenal de Marinha, no centro do Rio de Janeiro.

Protesto dos estaleiros

O Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval) já enviou dois ofícios ao comandante da Marinha queixando-se de que os diques são cedidos a empresa de ocasião, sem responsabilidade social, desprovida de licenças ambientais e que empregam mão-de-obra desqualificada.

Segundo o Sinaval, os donos das embarcações e plataformas que precisam de reparos alugam ou arrendam os diques da Marinha e contratam empresas, a preço menores dos cobrados pelos estaleiros convencionais, para a realização de serviços como pinturas de casco, troca de chapas e reformas em tubulações, equipamentos mecânicos e instalações sanitárias.

A mais recente reclamação oficial do Sinaval seguiu para o comandante da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto, no dia 3 de outubro, mas até agora está sem resposta.

Livre da silva

O contraventor Ailton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, foi solto no fim da manhã desta quarta-feira, após conseguir um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal.

Guimarães estava preso desde o dia 30 de novembro, suspeito de envolvimento com a máfia dos caça-níqueis.

Ailton Guimarães Jorge, o capitão Guimarães, saiu da sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, e seguiu no carro dele para casa.

Dor no bolso

O Tribunal de Contas do estado multou o ex-secretário estadual de saúde, Gilson Cantarino O?Dwyer, em R$ 5.248,50 (equivalente a três mil vezes o valor da Ufir-RJ).

Cantarino foi condenado pela manutenção de servidores acumulando funções irregularmente e pela cessão de servidores de extrema necessidade para o exercício das atividades típicas da Secretaria, no governo Garotinho.

O TCE-RJ concluiu que a manutenção de prestadores de serviço, além de promover a "precarização do trabalho" na saúde, colaborando para a queda de qualidade dos serviços prestados, configura burla à Constituição Federal e ao Decreto estadual nº 25.502, que deu fim às admissões de pessoal sob o regime de cooperativados, autorizando a utilização de contratação temporária por excepcional interesse público.

Jabá não pode

O novo Código de Conduta dos funcionários do grupo Abril traz uma inovação.

Os funcionários estão proibidos de usar o nome da empresa para obter privilégios.

Devem recusar presentes cujos valores ultrapassem R$ 100.

Ou seja, o jabá editorial fica proibido.

Misterinho no SBT

Ainda não se sabe se o jornal será nacional. Analice Nicolau e César Filho foram escalados para gravar o piloto de um telejornal popular do SBT que deve estrear em janeiro.

Sílvio Santos ainda espera contar com José Luiz Datena, com quem já teria assinado um contrato de gaveta – o que ninguém confirma e nem desconfirma enfaticamente.

O diretor de Jornalismo, Paulo Nicolau, espera seduzir profissionais da Record para a nova empreitada.

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Innovação? Eu, hein? Jabaculê é causa de dimissão em qualquer jornal de qualidade no mundo, a tem sido faz séculos. O Abril tambêm descubrisse fogo, inventasse a roda, e viajasse com Cabral na primeira viagem, por ocaso?

Anônimo disse...

Sabem por quê e Policia Federal consegue todos os aumentos que pleiteiam? Porque se não derem o aumento eles começam aprender, políticos, irmão de presidente, ministros, parentes de deputados, etc, etc, etc.

Nunca perceberam? Quando eles começam as negociações, ficam quietos, fazem operação padrão, vestem coletes com palavras de ordem, porém quando percebem que estão de enrolação, começam a fazer prisões, divulgar escândalos, fazer escutas telefônicas, aí então os políticos ficam desesperados, pressionam o governo e o aumento sai.

Nós Militares, não oferecemos risco há eles, não temos poder de policia, não prendemos ninguém, nossos serviços de inteligência até sabem das sujeiras, mas nada fazem. Nós somos fácil de manipular, é só dar um cala-boca para os nossos comandantes, que eles cuidam da tropa.

Vem com equela conversa mole de que estão preocupados, que o presidente está sensível das nossas dificuldades, tudo mentira. Quantas datas foram dadas esse ano para divulgar esse maldito reajuste, 1º de janeiro, dia do soldado, dia do aviador, 7 de setembro, aniversário de nascimento do Alte. Tamandaré (Grande homem e Brasileiro), aniversário de morte do Alte. Tamandaré, dia do marinheiro e até dia o que a turma do Dep. Jair Bolsonaro completarão 20 anos de serviço, isso é uma piada, é uma falta de respeito.

E o que mais me incomoda é a conivência com essa situação de nossos Comandantes. Homens com mais de 40 anos de serviço, com mais de 60 de idade, serem tratados como moleques, desrespeitados, desmoralizados, homens que deveriam ser respeitados pela sua moral e honra, que deveriam ser a nosso referencial, no entanto são a nossa vergonha, e estão merecendo todo o desprezo e descrédito da tropa.

Parabéns Serrão pelos excelentes artigos, os leio todos os dias.

Cada Comandante tem o presidente que merece.

Anônimo disse...

Incrível! Apesar de achar legal, um cara como o autor desse blog, estar escrevendo essas coisas, são palavras ao vento. Relembro a pergunta feita num artigo da última edição da revista Trip: O que responderão os historiadores do futuro quando constatarem que mais de 600 cientistas no IPCC, denunciaram as causas e as consequencias das mudanças clímáticas e "ninguém" fez nada!

Unknown disse...

Os donos do Brasil,não moram aqui.Eles tem seus caseiros pra "cuidar" (e esfolar )sua fazenda e seu gado.Outrora esses caseiros eram militares.Agora são civis.Fazem de conta que o rebanho escolhe a quadrilha da hora.Bovino não vota,bovino é conduzido.Vê mas não enxerga.E ficam satisfeitos com o "bolsa ração".Que virem bife.